WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
cenoe
prefeitura de ilheus





setembro 2018
D S T Q Q S S
« ago    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

editorias






:: ‘Vane’

ROSIVALDO CONCILIADOR

Rosivaldo PinheiroA nota postada aqui no PIMENTA sobre a insatisfação do prefeito Claudevane Leite (PRB) com alguns de seus secretários levou a um número expressivo de comentários defendendo a nomeação de Rosivaldo Pinheiro para a Secretaria de Indústria, Comércio e Turismo. Pinheiro ocupa atualmente o cargo de diretor de Indústria e Comércio da referida Secretaria.

Utilizando o mesmo espaço de comentários, o diretor, que é do PCdoB, declinou da indicação e afirmou não estar disposto a incentivar uma disputa “autofágica”. Ele defendeu união para “tirarmos Itabuna do leito de morte”, salientando que a tarefa exige “trabalho, paciência e oração”.

Ainda na opinião de Rosivaldo Pinheiro, o atual secretário de Indústria, Comércio e Turismo, José Humberto Ramos Martins, da cota do PP,  “faz um bom trabalho e enfrenta diversos desafios herdados. O diretor prometeu que, em breve, a comunidade verá os resultados das ações que vêm sendo realizadas na pasta.

VANE PENSA EM RECONTRATAR AZEVEDISTAS

Vane repete Azevedo no tema "Conselho de Saúde (Charge Blog do Gusmão).

(Charge Blog do Gusmão).

Após baixar a poeira das reclamações populares contra o alto número de azevedistas no governo, o prefeito Claudevane Leite está sendo seduzido por aliados para que contrate membros da gestão passada. No balaio das contratações e recontratações, estão até nomes de homens públicos investigados pela Polícia Federal.

Logo no início do governo, o prefeito que prometeu a mudança preservou nomes de frente da gestão de Capitão Azevedo (DEM). Um mês depois, em fevereiro – e após forte pressão popular (relembre aqui), aliados de Vane já pensam em “voltar ao passado”.

Como estamos na “boca” do processo eleitoral e Azevedo assanha-se como possível candidatura a deputado federal, a nomeação de azevedistas vem a calhar — como o projeto democrata.

VANE: “É UMA DATA HISTÓRICA PARA ITABUNA”

Vane afirmou que Ufesba vai impulsionar desenvolvimento regional (foto Pimenta)

Vane afirmou que Ufesba vai impulsionar desenvolvimento regional (foto Pimenta)

Falando há pouco no ato de fundação da Universidade Federal do Sul da Bahia (Ufesba), o prefeito de Itabuna, Claudevane Leite, definiu este dia 20 de setembro de 2013 como “data histórica” e a instalação da escola como “uma das mais importantes conquistas para Itabuna e região”.

Para o prefeito, a Ufesba vai impulsionar o desenvolvimento regional. Ele observou que a região ainda sofre os efeitos da crise da lavoura cacaueira e destacou a relevância dos investimentos de R$ 200 milhões para a implantação da universidade, lembrando que ela irá gerar 1.200 empregos diretos e terá uma oferta de 10.800 vagas para cursos de ensino superior.

Em seguida ao prefeito, falou o governador Jaques Wagner. Ele antecipou que a aula inaugural da Ufesba já tem data marcada: 9 de setembro de 2014.

VANE PEDE UNIÃO, ACONSELHA INSATISFEITOS A PEDIR PARA SAIR E DIZ QUE NÃO VAI TOLERAR ROUBOS

Vane anuncia reabertura de restaurante.

Vane aconselha insatisfeitos a pedir para sair (foto Gabriel de Oliveira)

Oito meses e meio após o início do governo, o prefeito de Itabuna, Claudevane Leite (PRB), finalmente demonstrou publicamente  que muitos já apontavam, o gestor sabia, mas a administração preferia não comentar, pelo menos oficialmente.

As rachaduras no casco do navio, que mal saiu do porto, não são novidade. Mas finalmente foram confirmadas por quem pode tomar alguma providência para repará-las.

Nesta sexta-feira, 13, Vane convocou a tripulação e externou suas preocupações. A um grupo de quase 300 comissionados, reunidos na sede da União dos Servidores do Município de Itabuna (Usemi), o prefeito cobrou exatamente união. Disse que o governo tem que focar na melhoria da vida dos itabunenses, mas é preciso que o conjunto tenha harmonia. “Um time só vence se todos estiverem unidos”, pregou.

Ao enfatizar a necessidade de união, o prefeito deixou clara a existência de divisões internas que atrapalham o governo.  Ele também deu a entender que há comissionados pensando muito no contracheque e pouco no expediente, aos quais o governante sugeriu que peçam para sair e deem “o lugar a alguém que queira trabalhar”.

Sabe-se que a maioria dos comissionados está no governo por indicação dos partidos que ajudaram na eleição e compõem a base do prefeito, o que é trivial na política. O problema é que, no discurso desta sexta-feira, 13, Vane transpareceu que entre ter a caneta e tomar decisões necessárias há uma distância considerável. Em outras palavras, o “peçam para sair” expõe o “eu não posso mandar”, sob pena de arranjar encrenca com os aliados.

E o pior é que  o prefeito não se limitou a reclamar de desunião e indisposição para o trabalho. Um trecho da fala de Vane trouxe à tona outros temores, mais graves. Disse ele: “erros a gente pode até admitir, mas roubo não vou tolerar jamais. O servidor estará fora”.

O timoneiro não chegou a dizer que existem ratos na embarcação, mas o alerta deixou muita gente preocupada, por parecer sinal de que desvios possam estar ocorrendo. Será?!

VANE: RECURSOS DA ZONA AZUL VÃO PARA O SOCIAL

Prefeito Claudevane Leite, na abertura da Conferência (foto Gabriel de Oliveira)

Prefeito Claudevane Leite, na abertura da Conferência (foto Gabriel de Oliveira)

O prefeito de Itabuna, Claudevane Leite, deu duas notícias na noite desta quarta-feira, 31, durante a abertura da IX Conferência Municipal de Assistência Social, que acontece no Centro de Cultura Adonias Filho.

A primeira: até o fim do ano o Centro da cidade terá de volta o sistema de estacionamento rotativo, conhecido como “Zona Azul”. A segunda: segundo o prefeito, 100% da arrecadação do sistema serão destinados a entidades assistenciais.

Vane disse que, além desse reforço, pretende ampliar os repasses para a área social. Segundo o prefeito, a medida se justifica porque Itabuna, de seus pouco mais de 200 mil habitantes, tem 93 mil vivendo em condições “miseráveis e de absoluta pobreza”.

PRODUZ SONHOS…

Clima de descontração na padaria da Marimbeta (foto Gabriel Oliveira)

Clima de descontração na padaria da Marimbeta (foto Gabriel Oliveira)

O prefeito de Itabuna, Claudevane Leite, entregou na manhã desta segunda-feira, 29, as obras de reforma da padaria do núcleo V da Fundação Marimbeta, situado no bairro de Nova Ferradas.

Equipada com forno elétrico, a panificadora tem capacidade para produzir 10 mil pães por dia. Porém, é muito importante ressaltar, que ela também produz sonhos.

DESGASTE DE VANE REABILITA AZEVEDO

Azevedo: novamente punido pelo TCM.

Azevedo deixou governo com imagem de incompetente, mas hoje é o maior beneficiado com os tropeços de Vane

Confirmando o dito popular de que “o boi morre para alegria do urubu”, a empresa de pesquisas Sócio Estatística tem constatado que o desgaste do governo Vane do Renascer beneficia o ex-prefeito Capitão Azevedo, que comandou o município até dezembro passado.

Quando no governo, Azevedo era visto como um gestor sem comando, desorganizado e que não planejava. Deixou vários “abacaxis” para o sucessor descascar, como débitos com servidores e fornecedores e obras inconclusas. Mas o tempo conspira contra a memória e o esquecimento vira trunfo de quem aprontou no passado e está momentaneamente fora do cenário, à espera da hora de retornar.

Segundo pesquisa da Sócio Estatística, feita entre os dias 19 e 24 de julho, a percepção positiva do governo Vane é de apenas 5,8%; a negativa atinge 61,2%. O que ainda dá um alento ao gestor é a esperança de que as coisas irão melhorar, manifestada por 48% das pessoas consultadas, empatando com a soma dos que acham que vai piorar (27%) e dos que consideram que tudo continuará na mesma (21%).

A conclusão do sociólogo Agenor Gasparetto, diretor da Sócio Estatística, é a seguinte: “como homem religioso que é, Vane precisa ter fé que será capaz de reverter situação, mas fé por si só não será suficiente para confirmar  expectativa da população”.

PROTESTO TERMINA, MAS REINAUGURAÇÃO É ADIADA

Monteiro se comprometeu a atender reivindicações dos moradores (foto Pimenta)

Monteiro se comprometeu a atender reivindicações dos moradores (foto Pimenta)

Os moradores da Rua 3, do Loteamento Monte Líbano, encerraram há pouco o protesto contra as más condições daquela via.  Devido à manifestação, o prefeito Claudevane Leite foi obrigado a adiar a reinauguração da unidade básica de saúde Dilson Cordier, que funciona no local.

Além da falta de pavimentação e dos buracos na rua, os manifestantes reclamam da irregularidade da coleta de lixo  e do abastecimento de água, e de problemas na rede de esgoto. O secretário de Desenvolvimento Urbano de Itabuna, Marcos Monteiro, conversou com os moradores e assumiu o compromisso de atender as demandas.

Segundo Monteiro, a Emasa mandará uma equipe ainda hoje até a Rua 3. Ele também se comprometeu a melhorar a coleta de lixo e a enviar uma máquina para “patrolar” a via na segunda-feira, 29.

Somente após a conversa com Monteiro foi que os manifestantes liberaram o tráfego na Rua Independência, que dá acesso à Rua 3 e liga a região do bairro São Roque ao bairro Santo Antônio. Policiais militares apenas acompanharam as negociações.

Os moradores disseram que, caso as reivindicações não sejam efetivamente atendidas, um novo protesto ocorrerá na próxima semana.

“RECALL”

No embalo da exoneração do secretário Renan Araújo (Saúde), já se fala em outras mudanças no governo do prefeito de Itabuna, Claudevane Leite. Um forte candidato a ser dispensado é o titular do Desenvolvimento Social, o taciturno José Carlos Trindade.

Nas discussões internas, Mariana Alcântara migraria da Secretaria da Administração para o lugar de Trindade. E o vice-prefeito Wenceslau Júnior deixaria a pasta do Planejamento, passando a ocupar a Administração.

O PCdoB, provavelmente, indicaria o substituto de Wenceslau.

NÃO APRENDEU A PREFEITAR, AGORA QUER SECRETARIAR

Do site Cia da Notícia:

Itabuna é uma cidade pródiga  na área da política, mas quando o cidadão pensa que já ouviu de tudo, surge mais um absurdo. Mas, como dizia o ex-governador Octávio Mangabeira: “pense num absurdo, na Bahia tem pior”.

Para não deixar o saudoso Mangabeira desolado, apesar dos anos de seu desaparecimento, o prefeito eleito de Itabuna, Vane, resolveu por lenha na fogueira das vaidade política, nesta sexta-feira, 26.

Ao exonerar o secretário da Saúde, Renan Araujo, do cargo, sem a menor cerimônia, Vane disse que ele mesmo iria assumir a complexa Secretaria Municipal da Saúde por um mês.

Péssima decisão, a exemplo das que tem tomado ou das que se omite de tomar. Essa é uma demonstração de que não tem o que fazer na chefia do Poder Executivo, que, esperava-se, fosse cargo ou mandato atribulado.

Ou, pelo menos, não seria exatamente isso que queira dizer, para não dar demonstração do leilão que pretenda promover. Vai ser uma briga, desculpe, leilão, entre igrejas evangélicas, principalmente entre Universal e Assembleia de Deus.

Se já deu demonstração de que não sabe prefeitar, secretariar, então, vai ser um vexame!

PC DO B CONTINUARÁ NO COMANDO DA SAÚDE, DIZ VANE

A queda de Renan Araújo do cargo de secretário da Saúde de Itabuna não representará perda de poder do PCdoB na Pasta. O prefeito Claudevane Leite garantiu que caberá ao partido a indicação de um nome para a vaga.

Vane comandará a pasta, pessoalmente, enquanto o partido escolhe um nome. Ontem foi um dia de intensas reuniões entre PCdoB e o prefeito, mas os dois lados não decidiram pela queda de Renan. Para os comunistas, o secretário hoje exonerado continuaria à frente da Saúde. Ledo engano.

Razões para a queda de Renan Araújo vão desde a falta de ações pela melhoria na atenção básica ao rompimento do diálogo com setores importantes da sociedade, além do enfrentamento direto com o Conselho Municipal de Saúde. Este enfrentamento, aliás, tem menos de Renan e mais do PCdoB.

PC DO B DEU EMPURRÃOZINHO
Foi o partido quem comandou a operação para aprovar, a toque de caixa, lei que modifica a composição dos membros do Conselho Municipal de Saúde de Itabuna (CMSI). Um rascunho de projeto foi apresentado pelo vereador Jairo Araújo (PCdoB) na Câmara. Por fim, o presidente do Legislativo, Aldenes Meira, também do PCdoB, operou para que o projeto de lei fosse aprovado sem a participação do conselho, o que era uma exigência legal.

Ainda à frente da pasta, Renan Araújo bateu de frente com o médico Humberto Barreto, exonerado do cargo do Planejamento no início de junho. O sanitarista deixou o cargo após forte ataque do PCdoB. A exoneração de Humberto acelerou a queda de Renan.

O médico sanitarista havia trabalhado na formação da equipe de saúde e tinha completo diagnóstico da rede, mas os trabalhos não avançavam, em tese, por causa de disputas internas.

BOICOTE

Do lado do PCdoB, há desconfiança de que Renan foi boicotado por setores importantes do Governo. Uma das justificativas seria o atraso na reforma das unidades de saúde que deveriam ser entregues neste final de semana. O secretário também perdeu poderes quando o próprio Claudevane Leite indicou o responsável pelo financeiro da Pasta, há dois meses.

EM NOME DO FILHO

Parte do Governo Vane perde tempo em desenvolver teorias conspiratórias. Mas algumas até que fazem sentido. A última delas dá conta da pressão de grupos da deputada Ângela Sousa, que estaria de olho na Secretaria da Saúde.

O cargo está na cota comunista. Mas os desenvolvedores das teorias dizem que ela faz força para Vane nomear o filho, Mário Alexandre, secretário de Saúde.

Ainda nessa linha, o secretário de Administração e Finanças de Ibicaraí, Hélio Barberino, fiel seguidor da deputada, poderia ocupar a pasta do Planejamento, mandando Wenceslau Júnior para o Governo ou para a Agência Municipal Reguladora de Serviços Públicos, que tem status de secretaria – pelo menos no salário. Mas essa opção é se não vingar a estratégia de derrubada de Renan Araújo da Pasta da Saúde.

DEPUTADA QUER LUGAR DO PC DO B

Nos bastidores do governo itabunense, são fortes os rumores de que a deputada estadual Ângela Sousa (PSD) – foto -, conhecida como “Irmã Ângela”, tem feito corrente de oração para a aliança entre o prefeito Claudevane Leite e o PCdoB se esfacelar. A intenção da evangélica seria preencher os espaços que um eventual desembarque comunista abriria na administração do município, fortalecendo-se em Itabuna para a campanha eleitoral de 2014.

A deputada, que conta com o apoio do prefeito itabunense para chegar ao terceiro mandato, possui notório apetite por cargos públicos. Tanto que não mede esforços para consegui-los.

TEORIA DA CONSPIRAÇÃO

Comunistas de plantão consideram injustas as críticas ao secretário da Saúde de Itabuna, Renan Araújo, assim como as ponderações acerca dos indícios de manobra do governo para “ensovacar” o Conselho Municipal da Saúde.

Pior: cururus bem próximos do secretário acham que os ataques são elucubrados dentro do  governo, por uma ala que pretenderia o rompimento do prefeito Claudevane Leite com o PCdoB.

Segundo os autores e disseminadores desta teoria, o “eixo do mal” ficaria alojado em dois setores da administração: a Controladoria e a Secretaria da Fazenda…

COBRA ENCONTRADA EM POSTO DE SAÚDE

Prefeito rebaixou cobra a minhoca (fotro Plantão Itabuna)

Prefeito rebaixou cobra a minhoca (fotro Plantão Itabuna)

Uma enfermeira da unidade básica de saúde Jacinto Cabral, no bairro Novo Horizonte, levou um baita susto ao encontrar uma cobra em uma das salas do posto. De cor esverdeada e cabeça em formato triangular, o réptil pode ser venenoso, embora não se tenha certeza.

Segundo o site Plantão Itabuna, os funcionários da unidade de saúde aproveitaram uma visita recente do prefeito Claudevane Leite e lhe mostraram o animal. Diante da cobra devidamente aprisionada em um recipiente de vidro, o gestor municipal desdenhou:

– Mas isso não é cobra. É só uma minhoca.

VANE CRITICA “FARRA DE ALVARÁS”

Prefeito e secretário na homenagem aos taxistas (os três ao centro)

Prefeito e secretário na homenagem aos taxistas (os três ao centro)

Durante homenagem prestada a taxistas, nesta quarta-feira, 17, na Escola Municipal de Trânsito de Itabuna, o prefeito Claudevane Leite aproveitou a deixa para criticar a gestão anterior por ter cometido o que ele chamou de “farra de alvarás”. A referência tem a ver com as suspeitas de que, ao longo do governo Azevedo, houve concessões indevidas do direito de explorar pontos de táxi, beneficiando principalmente membros do próprio grupo do ex-prefeito.

Segundo Vane, faltou responsabilidade à gestão anterior, “que aumentou enormemente o número de alvarás para táxis na cidade”. O prefeito disse que isso prejudicou a categoria, “principalmente os verdadeiros profissionais”.

No café da manhã na Escola de Trânsito, o prefeito e o secretário municipal de Transportes e Trânsito Clodovil Soares prestaram homenagem aos três taxistas com mais tempo em atividade em Itabuna. Soares anunciou que a Settran adotará medidas para coibir irregularidades nas praças de táxi, inclusive com a colocação de placas informando os nomes dos taxistas.

CONSELHO DE SAÚDE: MP DE OLHO EM VANE

Vane repete Azevedo no tema "Conselho de Saúde (Charge Blog do Gusmão).

Vane repete Azevedo no tema “Conselho de Saúde (Charge Blog do Gusmão).

O Governo Vane usa dos meios possíveis para dizer que age legalmente quando, ao seu modo e com interpretação bem própria, faz valer a nova lei do Conselho Municipal de Saúde. Hoje, membros do colegiado foram ao Ministério Público da Bahia entregar representação contra o prefeito Claudevane Leite e o secretário da Saúde de Itabuna, Renan Araújo.

Há mais de uma semana, a comissão executiva – que também pode ser definida como de transição – classificou como tentativa de golpe a atitude do prefeito itabunense de não mais ouvir o colegiado e chamar para si as próximas decisões – inclusive a de eleição dos módulos. A comissão tentou marcar audiência com secretário e prefeito. Recebeu o aviso de que o conselho “agora está sob o controle do prefeito”.

Não está claro o temor de Vane no processo, o que abre espaço para especulações. Estaria o prefeito temendo contar com um conselho qualificado e independente para examinar as suas contas e os seus passos na área da saúde?

Reproduzindo o que fizeram os ex-prefeitos Fernando Gomes e Capitão Azevedo, Vane e membros do seu governo usam de artifícios para tentar desqualificar o colegiado. Isso, mesmo após o próprio comparecer a sessão ordinária deste mesmo colegiado e dar posse a parte dos membros.

A julgar pelas ações últimas, o prefeito terá mais uma forte dor de cabeça – esta não mais partindo dos atuais membros da comissão executiva do conselho. A questão agora será tratada pelo Ministério Público da Bahia.

Ao prefeito, vai um conselho (ops!): esqueça quem está (apenas) de olho nos recursos da alta e médica complexidade e procure ver o histórico dos últimos governos que brigaram pela falta de transparência na área de saúde e o fim dos mesmos.

COMENTÁRIO DE ZELÃO SOBRE MIRALVA

Miralva trata de apoio do PT ao governo.

As negociações em torno do possível ingresso da presidente do PT de Itabuna, Miralva Moitinho, no governo Vane, foi tratada em comentário feito pelo leitor Zelão aqui no Pimenta. Para o assíduo comentarista, o convite do prefeito Claudevane Leite à mandatária local de seu antigo partido ocorreu tardiamente.

Explica Zelão: foi tardio “porque está a expirar o mandato dela à frente do diretório municipal do PT, para o qual não deverá ser reconduzida, por já não mais atender aos caprichos do ‘glorioso’ deputado Geraldo Simões”.

O comentarista dá a entender que, sem o comando da legenda, a ida de Miralva para o governo perde completamente o sentido. “Nem mesmo os três vereadores eleitos pela coligação (dois do PT e um do PTdoB) devem seguir Miralva”, frisa.

Acerca do apoio do deputado federal Josias Gomes, que adviria da adesão miralvista, o intrépido Zelão argumenta que seria trocar “seis por meia dúzia”, numa comparação com Geraldo Simões (um detalhe que contrapõe este argumento em particular é que Geraldo não apoia a gestão municipal).

PROTESTO É MARCADO POR INSULTOS À CTB E CRÍTICAS A VANE

Manifestantes interditam avenida em frente à Prefeitura e fazem críticas a Vane.

Manifestantes interditam avenida em frente à Prefeitura e fazem críticas a Vane.

A manifestação do Comando Popular de Itabuna saiu da Praça Simão Fitermann (São Caetano) com duas horas de atraso e foi marcada por insulto de ativistas contra membros da CTB e do Sindicato dos Comerciários. O ato foi encerrado na Praça Adami, na região central.

Esvaziada após protestos do grupo Juventude de Luta e de ativistas sem ligação com partidos, a manifestação “desceu” a Avenida Princesa Isabel com pouco mais de cem pessoas da Assembleia Nacional dos Estudantes (Anel), do DCE da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) e entidades com vínculos com o PCdoB.

Jovens manifestantes brincam durante interdição da Avenida do Cinquentenário.

Jovens manifestantes brincam durante interdição da Avenida do Cinquentenário.

Um grupo de estudantes entoava palavras de ordem contra a CTB, chamando a entidade de “oportunista”. Líderes do Comando Popular, como Robenílson Torres, afirmam que a participação da CTB e do Sindicato dos Comerciários não havia sido aprovada em assembleia, ao contrário do que afirmou a assessoria da CTB e a presidente do Sindserv, Karla Lúcia Oliveira.

Após negociações, o grupo saiu da praça do São Caetano e seguiu pela Avenida Princesa Isabel. A primeira parada ocorreu em frente à sede da Prefeitura de Itabuna, quando as duas pistas da avenida foram interditadas e líderes do movimento criticaram o Governo Vane. Os estudantes voltaram a cobrar passe livre em Itabuna.

Na sequência, houve interdição da Ponte Carlos Lacerda (São Caetano) por cerca de 15 minutos, quando os jovens seguiram pela Cinquentenário e fizeram paradas nas praças Camacan e Adami, onde o ato foi encerrado.

VANE DE OLHO NA GRATUIDADE

Vane recebeu representantes de movimentos sociais nesta terça-feira (foto Pedro Augusto)

Vane recebeu representantes de movimentos sociais nesta terça-feira (foto Pedro Augusto)

Na reunião que teve nesta terça-feira, 25, com representantes de movimentos sociais que pedem melhoria nos serviços públicos, principalmente no transporte coletivo, o prefeito de Itabuna, Claudeavane Leite (PRB), deixou claro que uma das medidas com as quais o governo pretende reduzir a pressão sobre as passagens será a revisão da gratuidade. A impressão do gestor é de que o número de passageiros que viajam de graça é superior ao dos que efetivamente têm esse direito.

“Estamos investigando”, declarou o prefeito durante a reunião, referindo-se à gratuidade. Vane também anunciou medidas para melhorar a qualidade do transporte, a exemplo da instalação de uma estação de transbordo ao lado do terminal rodoviário, no Centro Comercial.  Segundo ele, o equipamento reduzirá “pela metade” o tempo de espera nos pontos de ônibus e os gastos dos usuários com a passagem.

O secretário de Transportes e Trânsito, Clodovil Soares, falou sobre outras medidas relacionadas à mobilidade urbana. Entre elas, a instalação de ciclovias no centro da cidade, cortando as avenidas Amélia Amado, Inácio Tosta Filho e Ilhéus. Disse ainda que aumentará a fiscalização sobre o cumprimento de horários pelas empresas de ônibus.

VANE E A AGENDA POSITIVA

Guardada a sete chaves pela equipe de governo, a pesquisa encomendada pelo prefeito Claudevane Leite não trouxe boas notícias para a gestão, mas apontou caminhos a serem trilhados nos próximos meses. Sabe-se que a aprovação ao governo – que já era baixa – piorou. Como reagir?

Diante dos resultados, a equipe preparou uma agenda positiva e corre contra o tempo para ter o que anunciar no mês de aniversário de Itabuna. O município completa 103 anos em 28 de julho. O governo fala em pacote de obras com recursos próprios e tem a esperança de que os projetos apresentados em Brasília caminhem dentro do tempo previsto.

Por enquanto, é unanimidade no governo que a falta de experiência de algumas peças tem travado a gestão. O prefeito indeciso, também.

unisa






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia