WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia




alba



bahiagas





novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

editorias






:: ‘Venezuela’

COPA AMÉRICA: BRASIL ENFRENTARÁ VENEZUELA NA FONTE NOVA

Apelidada de Fonte de Gols, a Arena Fonte Nova receberá ao menos um jogo do Brasil

O sorteio de grupos da Copa América 2019 ocorreu na noite desta quinta-feira (24), no Rio de Janeiro. Na primeira fase da competição continental, o Brasil enfrentará a Bolívia na estreia, no Estádio Morumbi, em São Paulo, em 14 de junho.

A segunda partida será na Arena Fonte Nova, em Salvador, dia 18 de junho, quando pegará a Venezuela. A última partida da Seleção Brasileira na fase de grupos será contra o Peru, dia 22, na Arena Corinthians, em São Paulo.

A competição começa em 14 de junho e será encerrada com a finalíssima em 7 de julho. O Brasil está no Grupo A. São três grupos. Estão no B, Argentina, Colômbia, Paraguai e Qatar. Já o C tem Uruguai, Chile, Japão e Equador.

O jogo do Brasil na capital baiana já cria expectativa. Desde a Copa de 2014, a Fonte Nova é apelidada de Fonte de Gols depois de receber grandes jogos naquele Mundial, alguns deles reunindo seleções de ponta, como Espanha, Portugal e Holanda.

ACORDO PODE ESTABILIZAR PREÇO DO PETRÓLEO

petróleoOs membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e as nações produtoras que não integram o organismo estão próximos de um acordo que estabilize o preço do petróleo, anunciou hoje o presidente venezuelano, Nicolás Maduro. “Estamos muito próximos de um acordo”, revelou à imprensa, em Caracas.

As declarações coincidem com a visita do ministro venezuelano do Petróleo, Eulogio del Pino, à Rússia, Qatar, Irã e Arábia Saudita, para promover um “preço justo” do petróleo, que, segundo a Venezuela, deverá ser de 70 dólares o barril.

De acordo com o ministro, “são quatro países” com os quais a Venezuela quis se reunir como parte da proposta formal feita às nações da Opep e não Opep para definir “um mecanismo de conciliação, necessário entre todos os produtores”. O petróleo é a principal fonte de receita da Venezuela, país onde foi declarada uma “emergência econômica”. Da Agência Lusa.

BRASIL DESPACHA VENEZUELA E ENFRENTARÁ PARAGUAI


Sem Neymar, o Brasil venceu a Venezuela por 2 a 1 sem grandes dificuldades, fechou a primeira fase na liderança do Grupo C e agora vai pegar o Paraguai pela Copa América 2015. Os gols foram marcados por Thiago Silva, Firmino e Arango.

O resultado e a atuação afastaram, provisoriamente, o fantasma da ausência de Neymar, principal figura e capitão do time que não empolgou nas duas primeiras rodadas.

Robinho e Philippe Coutinho entraram no time, Miranda assumiu a faixa de capitão e o equipe só foi ameaçada no finzinho, quando Dunga fez testes e colocou David Luiz de volante e Marquinhos de lateral. Se passou longe de dar show neste domingo, o Brasil ao menos conseguiu vencer sem sustos e com amplo domínio do jogo.

Agora, terá a missão de exibir-se da mesma forma diante dos rivais mais fortes no mata-mata. O primeiro compromisso será no sábado que vem, contra o mesmo Paraguai que eliminou o Brasil na Copa América 2011 nos pênaltis. Se vencer, o time de Dunga vai às semifinais para enfrentar Argentina ou Colômbia. Com informações do Uol Esporte.

UNIVERSO PARALELO

“SE A MONTANHA NÃO VAI A MAOMÉ…”

Ousarme Citoaian | ousarmecitoaian@yahoo.com.br

001BilacPor e-mail, questionam-me sobre a diferença entre plágio e citação, dúvida que para mim tem quase a idade do ovo e da galinha. Fazendo árbitro o dicionário, fica fácil: plágio é cópia ilegal, apropriação indébita da produção de outra pessoa, coisa sorrateira, sub-reptícia; já a citação exige remessa à fonte, creditando-se a autoria, tudo dito e feito às claras. Mas essa abordagem lexicográfica não satisfaz à consulente (ops!), e a mim muito menos: no escrever, é frequente a referência a outros autores, sem citação de fonte, e que não é plágio, mas homenagem. Certas expressões se tornam de domínio público, a exemplo de “ajuda luxuosa”, “se a montanha não vai a Maomé…”, “última flor do Lácio”…

________________

“Sou apenas um pobre homem de Itabuna”

No belo poema “Cacau, canto, clamor”, do livro Poesia reunida e inéditos, Florisvaldo Mattos escreve sobre a ascensão e queda da agricultura regional: “…livres de turbantes, burkas e sandálias,/ outros mais, mais outros, enfim dezenas,/ vieram, por desejo de erguer e construir/ o que a alma na carne gravara como dívida”.  É evidente a citação de “As pombas”, de Raimundo Correia (em itálico) – e eu, de propósito, citei Ascensão e queda do terceiro reich, de William Shirer. Hélio Pólvora, um dos poucos para quem vale o lugar-comum “dispensa apresentação”, costuma autointitular-se “apenas um pobre homem de Itabuna” – Eça de Queirós (1845-1900) se disse “apenas um pobre homem de Póvoa de Varzim”.

_______________

Voltaire é citado em diário de Itabuna

003CândidoEm artigo recente em importante jornal diário, o autor diz que o povo de Itabuna não vive “no melhor dos mundos” – empregando, bem, uma expressão tirada de Voltaire (1694-1778), em Cândido ou O otimismo. Machado de Assis, com sua vasta cultura, usou muito a citação, às vezes em língua estrangeira: Et nunc et semper (do latim, “nunca e sempre”), no conto O anel de Polícrates, é de São Mateus, 5:9; “… como a esposa que desce do Líbano”, no conto Último capítulo, vem do Cântico dos Cânticos. E é impossível não lembrar que Hemingway tirou do livro de Salomão um dos títulos mais importantes da literatura mundial: O sol também se levanta. A citação, sobre ser prova de conhecimento e bom gosto, é homenagem ao citado e ao leitor perspicaz.

COMENTE! » |

(ENTRE PARÊNTESES)

É impenetrável o raciocínio da chamada nova direita brasileira: enquanto cerca de 96% dos crimes são cometidos por bandidos adultos, ela se preocupa com o potencial de 3-4% representado pelos menores. Daí, prega que, ao reduzir a maioridade penal (e fechar os olhos aos criminosos engravatados, fardados, togados, nomeados ou concursados), reduz a criminalidade. Combater o crime tornando adultos os marginais infanto-juvenis me lembra a anedota sobre o cara que encontrou a mulher (lá dele!) no sofá, em intimidades com Ricardão. A gentil leitora e o atento leitor sabem como ele resolveu o problema: vendeu o sofá.

ALIENAÇÃO E CONCEITOS POR EMPRÉSTIMO

005VenezuelaNo ano passado, um deputado inglês, em palestra na Universidade de Oxford, chamou a atenção sobre “como ter pouco conhecimento é perigoso”. Isto não quer dizer que nos devemos transformar todos em sábios, como num passe de mágica, o que seria impossível; mas que precisamos aprofundar um pouco mais nossas informações, se queremos sair por aí dando opinião. Sobre Hugo Chávez, por exemplo (o tema da palestra do parlamentar), se um indivíduo disser  “não sei quem foi”, será um alienado; se disser “foi um ditador da Venezuela”, entrará para a lista dos que alardeiam conceitos tomados de empréstimo, talvez ouvidos em algum telejornal.
_______________

Como o “inocente útil” se faz perigoso

O alienado não influi nem contribui, é um inocente inútil; o outro, também inocente (mas útil), é perigoso, pois anda a espalhar “verdades” sob encomenda. É por esse caminho do “pouco conhecimento” que elegemos candidatos inadequados (para empregar um eufemismo) ou transformamos em herói qualquer pessoa que, a exemplo do jurista Joaquim Barbosa, desempenhe razoavelmente bem suas funções. Tentei evitar Brecht, mas não pude: “Triste do povo que precisa de heróis”. A ideia de fazer de JB presidente da República seria hilariante, se não fosse infeliz. Mas eu confesso que gostei quando ele disse que os três maiores jornais brasileiros são “mais ou menos” de direita. É óbvio, mas me fez bem ouvir.

COMENTE! » |

A MELHOR “CAIPIRA” DE TODOS OS TEMPOS

007Jeca TatuNenhuma lista (relação, antologia ou coisa que o valha) é inquestionável, pois sempre reflete a opinião de quem a fez. Mas isto nunca foi obstáculo para quem gosta de listar os “melhores” (ou “maiores”) de qualquer coisa. Veículos de imprensa do mundo inteiro andam, às vezes, por esse caminho, e eu, confesso, gosto de ler tais seleções – que me dão o pensamento médio dos outros. Em 2009, a Folha de S. Paulo reuniu dezesseis críticos, pesquisadores e compositores, para escolher as melhores músicas caipiras de todos os tempos. No topo da lista, como melhor de todas, ficou Tristeza do Jeca, de Angelino de Oliveira (1888-1964) – compositor paulista nascido em Itaporanga.
_______________

Com 95 anos, parece novinha em folha

Tristeza no Jeca nasceu a 24 de maio de 1918, cantada em público pela primeira vez, pelo autor. Conta, portanto, 95 anos, e parece novinha em folha. Teve gravações de diversos artistas, antigos e novos, caipiras e “caipiras”, mas o registro fundamental é da dupla Tonico e Tinoco. A canção se baseia no livro de Monteiro Lobato, Urupês, que deu vida longa a Jeca Tatu, o tipo rural infeliz e doente, típico brasileiro excluído, morador dos grotões da Pátria. Aqui, a interpretação de Paula Fernandes, ao lado de Sérgio Reis e Renato Teixeira. A gentil leitora, exigente, questionará se a bela Paula já cursou ao menos um semestre de violão; o leitor, de olho rútilo, não questionará nada.

(O.C.)

MADURO VENCE ELEIÇÃO VENEZUELANA, MAS OPOSIÇÃO QUER RECONTAGEM DE VOTOS

Maduro vence eleição apertada (Foto ABr).

Maduro vence eleição apertada (Foto ABr).

O presidente interino da Venezuela, Nicolás Maduro, venceu a eleição deste domingo com menos de 234 mil votos de diferença e o seu opositor, Henrique Capriles, anunciou que não reconhece o resultado das urnas na votação desse domingo, 14.

Capriles disse que vai pedir a recontagem dos votos computados pelo Conselho Nacional Eleitoral (CNE). “Não vamos reconhecer um resultado enquanto não se contar cada voto dos venezuelanos, um por um. Exigimos que o CNE abra todas as caixas e que cada voto seja contado”, declarou após a divulgação do resultado das eleições desse domingo, depois das 23h no horário local.

Capriles teve 49,07% dos votos e Maduro, atual presidente interino do país, conquistou 50,66% do total apurado. Considerado sucessor político de Hugo Chávez, que morreu em março após lutar contra um câncer, o presidente eleito pediu humildade à oposição para que reconheça os resultados, mas acrescentou que aceita que a chamada verificação cidadã (auditoria) seja feita.

O sistema eleitoral usa urnas eletrônicas e os votos são impressos e guardados para posterior verificação. “O processo foi justo, legal e constitucional”, disse Nicolás Maduro, em seu primeiro pronunciamento após a vitória.

PERFIL

Maduro tem 51 anos, foi motorista de ônibus e participou desde o início do movimento de esquerda fundado por Hugo Chávez. Em 2000, foi eleito deputado da Assembleia Nacional, e em 2006, assumiu o cargo de Ministro das Relações Exteriores do governo de Chávez, e se manteve na função até ser designado vice-presidente do país.

Assumiu interinamente a Presidência da Venezuela, quando Chávez teve de se afastar de suas funções de presidente para tratar o câncer. Foi escolhido, pelo próprio Chávez, para ser seu herdeiro político. Maduro continuou como presidente do país após a morte de Chávez e durante o período eleitoral. Sua estratégia de campanha buscou vinculá-lo fortemente à imagem do líder venezuelano.

:: LEIA MAIS »

MORRE VENEZUELANO HUGO CHÁVEZ

hugo chávezO vice-presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou, há pouco, em rede de rádio e televisão, a morte do presidente Hugo Chávez. Nesta tarde, Maduro confirmou notícia dada na noite passada sobre o agravamento do estado de saúde de Chávez.

O presidente morre aos 58 anos, depois de enfrentar longo tratamento contra câncer. Ele não era visto desde dezembro do ano passado, quando foi submetido a uma cirurgia em Havana.

“Às 16h25 locais (17h55 de Brasília) de hoje 5 de março, faleceu o comandante presidente Hugo Chávez Frías”, disse Maduro, emocionado.

Chávez lutava contra um câncer desde junho de 2011 e, após realizar um tratamento em Cuba contra a doença, havia voltado ao país natal em fevereiro deste ano. Com informações da Agência Brasil e G1.

ENQUANTO ISSO, NO PALÁCIO PARANAGUÁ…

Prefeito Newton Lima recebe o embaixador da Venezuela no Brasil, Maximilien Arvelaiz








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia