WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










agosto 2019
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

editorias






:: ‘violência’

SEGURANÇA DE ACM NETO AGRIDE FOTÓGRAFO DO “BOCÃO NEWS”

Este é o segurança que agrediu o jornalista do Bocão News (Foto Juarez Matias).

Este é o segurança que agrediu o jornalista do Bocão News (Foto Juarez Matias).

Juarez Matias, fotógrafo do site Bocão News (Salvador), foi agredido por um segurança do prefeito ACM Neto na Lavagem do Bonfim. Ainda não identificado, o homem desferiu um murro no fotógrafo.

Segundo Matias, a agressão ocorreu quando ele fotografava a ação de seguranças do prefeito de Salvador contra um rapaz que tentava ultrapassar a barreira em torno de ACM Neto. O rapaz levou uma “gravata”. Matias levou o murro enquanto registrava as cenas de violência contra o homem (veja foto abaixo).

Matias foi agredida ao registrar essa imagem em que segurança de Neto imobiliza rapaz.

Matias foi agredida ao registrar essa imagem em que segurança de Neto imobiliza rapaz.

O fotógrafo do Bocão News diz que o agressor levou a mão à cabeça quando ele se identificou como jornalista.

– Ele me agrediu. Me deu um murro na boca só porque eu estava registrando o fato. Estava ali trabalhando e não fiz nada de errado – disse Matias.

As cenas foram acompanhadas por um coronel da Polícia Militar, que acalmou o segurança, mas não o deteve. A equipe do prefeito, ainda segundo o Bocão, rapidamente tratou de retirar o agressor do local, “como quem é acobertado”.

O site informou que exigiu da assessoria de comunicação da Prefeitura de Salvador a identificação do segurança.

POLÍCIA PRENDE UNIVERSITÁRIO ACUSADO DE MATAR MÉDICO

José Wilson, o Zezinho, é acusado de participar da morte de médico (Foto Divulgação).

José Wilson, o Zezinho, é acusado de participar da morte de médico (Foto Divulgação).

A polícia cumpriu mandado de prisão contra o estudante de Educação Física José Wilson Mendonça Messias de Figueiredo, o Zezinho, acusado de matar o médico Marcos Spínola Ramos, em fevereiro do ano passado, no carnaval de Salvador.

A vítima era de Juazeiro e foi morta ao tentar recuperar uma corrente roubada de um primo ao sair de um camarote. Instrutor de uma academia na capital baiana, Zezinho foi preso em casa, em Stella Maris, por investigadores do Grupo de Apreensão e Captura (Grac), na residência de seu pai.

De acordo com as investigações da polícia, Zezinho é usuário de drogas e comprava entorpecentes com a quadrilha de Arthur Barbosa Pacheco, o Arthurzinho. A quadrilha foi desarticulada em dezembro passado numa operação no Alto da Sereia, segundo a delegada Mariana Ouais.

Maria diz que Zezinho estava junto com o bando e foi um dos agressores e responsáveis pelo latrocínio. Ele teria dado um soco no médico, que já caiu desacordado e continuou sendo agredido por alguns integrantes da quadrilha. “Zezinho” já foi encaminhado ao sistema prisional.

OAB EXIGE PUNIÇÃO PARA POLICIAL QUE AGREDIU ADVOGADA

Do G1

A Ordem dos Advogados do Brasil Ceará (OAB-CE) informou por meio de nota que vai pedir “punição máxima” ao policial civil João Batista Félix de Castro, suspeito de agredir com uma cabeçada e quebrar o nariz de a advogada Elizâgela dos Santos em Canindé, no interior do Ceará. João Batista também é vereador de Paramoti, um acúmulo de cargos ilegal, conforme a Constituição Federal, lembra a OAB, em nota.

A decisão é do presidente da OAB-CE, Valdetário Monteiro, depois de tomar conhecimento do caso, apresentado pelo Centro de Apoio e Defesa do Advogado da Ordem. Valdetário afirmou que o órgão vai pedir também a cassação de João Batista. O G1 tentou entrar em contato com o suspeito, mas ele não foi localizado na Delegacia Municipal de Caridade nem na Câmara Municipal de Paramoti, locais em trabalha.

Leia mais

HOMENS SÃO MORTOS A TIROS DENTRO DE AMBULÂNCIA

Do Correio

Dois homens, entre eles um adolescente, morreram na madrugada deste domingo (12), em Mata de São João, cidade que fica a 56 quilômetros de Salvador. De acordo com informações da Central de Polícia, Carlos Régis Santos Junior, de 22 anos, e um menor de 17 anos participavam de um sequestro quando foram surpreendidos pela polícia.

Segundo a Central, eles tinham sequestrado um homem em Pojuca (cidade vizinha de Mata de São João) e colocado o refém no porta-malas de seu próprio carro. O homem conseguiu fugir dos sequestradores e manteve contato com a polícia, denunciando os bandidos. Quando a polícia encontrou o carro e os assaltantes, iniciou uma perseguição. Durante a fuga, os bandidos capotaram o carro roubado e ficaram feridos.

Depois de capotarem o carro, os sequestradores precisaram ser socorridos e foram levados pelos policiais para um posto médico. Do posto médico, os dois foram transferidos para o Hospital de Camaçari. No caminho para o hospital, na BA-093, na altura da Fazenda União, dois carros com dois homens cada, interceptaram a ambulância do Serviço Médico de Urgência (Samu) e mataram os dois sequestradores com diversos disparos de arma de fogo.

Leia mais

MARANHÃO RECEBEU RECURSOS PARA CONSTRUIR PRESÍDIOS, MAS DEVOLVEU

Charge do Blog do Eliomar

Charge do Blog do Eliomar

Alex Rodrigues | Agência Brasil

Apesar de enfrentar, há anos, o problema da falta de vagas em suas prisões, o governo do Maranhão devolveu quase R$ 24 milhões à União por não ter conseguido executar, em tempo hábil, os projetos de construção de um presídio e de duas cadeias públicas. Juntas, as cadeias de Pinheiro e de Santa Inês e o Presídio Regional de Pinheiro acrescentariam 681 vagas ao sistema carcerário maranhense.

De 1998 a 2012, o Departamento Penitenciário Nacional (Depen), do Ministério da Justiça, e o governo do estado assinaram nove convênios para construção de presídios, entre eles os três que tiveram os projetos cancelados. Juntos, os nove convênios totalizam R$ 50.749.830,00. Subtraídos os R$ 23.962.399,00 devolvidos ao Depen, o governo estadual aplicou pouco mais de R$ 26 milhões dos recursos federais recebidos por meio de contratos assinados nos últimos 15 anos – alguns deles ainda estão em vigor e há obras em andamento. Existem ainda contratos que beneficiam o sistema carcerário maranhense, com o aparelhamento de unidades prisionais, realização de mutirões de execução penal e instalação de centrais de acompanhamento de penas alternativas.

Os contratos não cancelados destinam recursos para as seguintes obras: construção das penitenciárias de João Lisboa (R$ 1 milhão, em 1998) e de São Luís (R$ 2,061 milhões, em 2000); do Presídio Regional de Pedreiras (R$ 1,581 milhão, entre 2001 e 2002). Em 2007, foram assinados os contratos para a construção da Penitenciária de Imperatriz (R$ 6,508 milhões), da Penitenciária Feminina de Pedrinhas, em São Luís (R$ 9,446 milhões), e para ampliação do Presídio de São Luís (R$ 5,641 milhões).

Leia mais

ORDEM PARA MATAR PEDREIRO VEIO DO PRESÍDIO. FILHA DE 5 ANOS TAMBÉM FOI ASSASSINADA

Do A Região Online

O titular da Delegacia de Homicídios de Itabuna, Marlos Macedo, afirmou que a ordem para assassinar o pedreiro Cristino Silva de Oliveira partiu de dentro do Conjunto Penal.Além do pedreiro, os bandidos assassinaram Larissa Nunes, de apenas 5 anos.

O delegado disse que os criminosos já foram identificados e que a polícia trabalha para prendê-los.De acordo com Marlos Macedo, os bandidos que fizeram os disparos são envolvidos com o tráfico de drogas.

Larissa e o pai foram assassinados na noite do último domingo, na Rua K, no bairro Monte Cristo. Segundo testemunhas, dois homens chegaram à residência de Cristiano em uma moto. Um deles já desceu atirando. O primeiro disparo foi feito quando a vítima ainda estava na porta da casa.

ITACARÉ: CHACINA DEIXA 4 PESSOAS MORTAS

Casa onde ocorreu chacina nesta madrugada de quinta (Reprodução TV Santa Cruz).

Casa onde ocorreu chacina nesta madrugada de quinta (Reprodução TV Santa Cruz).

Quatro pessoas foram executadas e os corpos carbonizados nesta madrugada de quinta-feira (9) no Bairro Ladeira Grande, em Itacaré, no sul da Bahia.

José Orlando dos Santos, Renildo Neres dos Santos, José Valter Santos do Rosário e uma quarta vítima, identificada apenas como Romário, receberam tiros na cabeça. Os corpos foram encaminhados para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) em Ilhéus.

As execuções ocorreram dentro de uma casa, incendiada em seguida pelos executores. A polícia ainda não descobriu a autoria dos crimes nem prendeu os executores.

DEPUTADO PREOCUPADO COM VIOLÊNCIA EM ITABUNA

Augusto Castro sugeriu implantação de outra Base Comunitária de Segurança

Augusto Castro sugeriu implantação de outra Base Comunitária de Segurança

Repercutiu na Assembleia Legislativa a violência que voltou a assustar Itabuna no último fim de semana. Entre sábado e domingo, a cidade registrou  seis assassinatos, inclusive o crime bárbaro no qual foram vítimas a menina Clarissa Mendes Nunes, de 5 anos, e o pai dela, o pedreiro Cristiano Silva Oliveira, 25.

Em discurso no plenário do legislativo baiano, o deputado Augusto Castro (PSDB) cobrou providências do Governo do Estado para apurar os crimes e punir o responsável. O tucano criticou “o clima de insegurança que assusta as famílias do Sul da Bahia, em especial de Itabuna”.

Referindo-se especialmente ao crime que vitimou a criança, Castro afirmou considerar “um absurdo que um crime como esse, de grande comoção social, tenha acontecido justamente no bairro Monte Cristo, onde está a Base Comunitária de Segurança em Itabuna”.

A base foi instalada em sede provisória em setembro de 2012 e passou a ocupar um local definitivo no último dia 12 de dezembro, contando com 80 policiais.  “Se uma Base Comunitária não é suficiente para garantir a segurança dos cidadãos de Itabuna, que seja implantada outra Base no município”, cobrou o deputado.

PEDREIRO E FILHA DE 5 ANOS SÃO EXECUTADOS NO MONTE CRISTO

Larissa foi assassinada nos braços do pai, segundo relatos (Reprodução Plantão Itabuna).

Larissa foi assassinada nos braços do pai, segundo relatos (Reprodução Plantão Itabuna).

Uma criança de cinco anos e o pai, de 25, foram assassinados neste domingo (5) no Bairro Monte Cristo, em Itabuna. Larissa Nunes e o pai, Cristiano Oliveira, foram executados por um homem que desceu de uma moto, perseguiu o pedreiro e efetuou os disparos mesmo com a vítima estando com a filha nos braços, conforme relatos colhidos pela polícia.

Cristiano e Clarissa foram levados com vida para o Hospital de Base e Hospital Manoel Novaes, respectivamente, mas não resistiram aos ferimentos, conta o site Plantão Itabuna.  Tião, como era conhecido Cristiano, levou um tiro ainda na porta da casa.

O pedreiro correu com a filha nos braços. O atirador, ainda não identificado, invadiu a residência e continuou a disparar em direção ao homem, quando atingiu também a criança.

O crime ocorreu na Rua K. O executor contou com a ajuda de um outro homem, que pilotava a moto usada no crime. Uma discussão em um bar, minutos antes, teria motivado os disparos contra Cristiano, segundo o site.

FIM DE SEMANA VIOLENTO EM ITABUNA

violênciaItabuna está tendo um fim de semana marcado pela violência e já contabiliza quatro homicídios neste ano que se inicia.

Pela manhã, conforme já noticiado neste blog, foram mortos no bairro São Roque os irmãos Israel e Eliel Simões, o primeiro de 22 e o segundo de 19 anos. À noite, outro homicídio: no bairro Nova Califórnia, a vítima foi Vanildo Bispo dos Santos, de 27 anos, atingido por vários tiros disparados por homens ainda não identificados. Vizinhos tentaram socorrê-lo, mas ele não resistiu aos ferimentos.

No bairro Fonseca, também na noite deste sábado (04), um homem identificado como Esmeraldo, de 19 anos, morreu em troca de tiros com policiais militares. Há informações de que outra morte ocorreu no mesmo bairro, já na madrugada deste domingo.

O 1º HOMICÍDIO DO ANO EM ITABUNA

Chama-se Lucas Dias dos Santos a primeira vítima de assassinato em Itabuna no ano de 2014. Segundo o Plantão Itabuna, o rapaz de 24 anos foi morto a tiros na Rua Beira-Rio, em Nova Ferradas. As balas atingiram o rosto, a cabeça e o peito do jovem. Os autores do crime ainda são desconhecidos.

As estatísticas da polícia mostram que o número de homicídios na cidade em 2013 caiu 25%. Ao longo de todo o ano, houve 129 crimes contra a vida, ante 172 em 2012. Em contrapartida, houve crescimento do índice de crimes como furtos e roubos no mesmo período.

COMERCIANTE ASSALTADO 21 VEZES DESABAFA: “EU NÃO AGUENTO MAIS”

Carlos Xavier protestou hoje em frente ao estabelecimento arrombado ontem à noite. Confira o desabafo e veja matéria nesta página, abaixo.

ESTABELECIMENTO COMERCIAL É RESPONSÁVEL PELA SEGURANÇA DE CLIENTE

Da coluna de Mônica Bergamo (FSP):

Estabelecimentos comerciais que falham na garantia de segurança, expondo os clientes à violência, podem ser obrigados a indenizá-los em caso de alguma ocorrência. A decisão é do STJ.

O tema foi discutido sobre um caso específico que ocorreu num shopping center na Paraíba. Na saída do estacionamento, uma consumidora foi surpreendida por assaltantes com revólveres que ordenaram que ela saísse do carro. O marido deu marcha a ré e fugiu.

Desarmado, o segurança do shopping saiu correndo. As duas vítimas receberão R$ 8.000 cada uma por danos morais. Com juros e correção monetária.

CORRETOR É ASSASSINADO EM ITABUNA

Piu-Piu foi executado no Centro Comercial (Reprodução Diário Bahia).

Piu-Piu foi executado no Centro Comercial (Reprodução Diário Bahia).

Do Diário Bahia

Um corretor de veículos foi executado na tarde de ontem, 20, nas imediações do Centro Comercial de Itabuna. Segundo testemunhas, Eleison Santos Paiva, o “Piu-Piu”, de 25 anos, tinha acabado de estacionar o veículo Gol, de cor preta, placa NYN 3026.

Quando ele descia do carro foi surpreendido pelos criminosos. O homem, atingido nas pernas e cabeça, ainda chegou a correr cerca 10 metros do local onde foi alvejado, mas acabou caindo morto no meio da rua.

A vítima morava em Barro Preto.

HOMEM JOGOU NAMORADA NO BUEIRO

Uma discussão com o companheiro não acabou bem para Luciene Sá de Deus, 37 anos, que foi jogada em um bueiro de quatro metros de profundidade pelo homem com quem vivia. O fato ocorreu na manhã deste domingo (10), em Ilhéus.

Luciene contou que propôs o fim do relacionamento, o que revoltou o companheiro. Ele a atingiu com um golpe na cabeça, fazendo-a  desmaiar. Em seguida, jogou-a no bueiro.

A vítima foi resgatada pelos Bombeiros, acionados por vizinhos que ouviram os gritos e o choro de Luciene. O caso foi acompanhado pelo blog A Guilhotina, que filmou o resgate da mulher.

Assista:

HOMEM É MORTO NO BAIRRO SÃO LOURENÇO

Rafael Gomes de Jesus, 22 anos, foi assassinado na manhã desta terça-feira (29), às margens da BR-101, no bairro São Lourenço. Segundo o Plantão Itabuna, o rapaz foi atingido por tiros disparados por dois homens, que estavam em uma moto de placa não informada.

A vítima andava pelo acostamento da pista em companhia do irmão, Antônio de Jesus, 32, que nada sofreu. Com eles, a polícia encontrou uma faca tipo peixeira, um facão e um cachimbo usado para o consumo de crack.

Antônio de Jesus foi levado para o Complexo Policial de Itabuna para prestar esclarecimentos.

SP: CORONEL DA PM TEM CLAVÍCULA QUEBRADA E ARMA ROUBADA EM PROTESTO

De arma em punho, soldado tenta evitar novas agressões (foto Lacio Teixeira - Coperphoto/Estadão Conteúdo)

De arma em punho, soldado tenta evitar novas agressões (foto Lacio Teixeira – Coperphoto/Estadão Conteúdo)

Do G1

A Polícia Militar (PM) afirma que o coronel Reynaldo Simões Rossi, comandante do policiamento da área Centro, teve a clavícula quebrada em agressão cometida por um grupo de black blocs na noite de sexta-feira (25). Além disso, o oficial teve a sua pistola .40 e um rádio comunicador roubados, segundo nota da PM (veja íntegra abaixo).

O delegado-geral da Polícia Civil de São Paulo, Luiz Maurício Souza Blazeck, disse ao G1 que aos menos duas pessoas foram presas suspeitas da agresão ao oficial. A Secretaria da Segurança Pública (SSP) informou que o homem de arma em punho e sem máscara que aparece em fotografias do tumulto (como a publicada acima) é um soldado que o auxiliava e dirigia o carro do coronel no momento da confusão.

A agressão ocorreu durante protesto organizado pelo Movimento Passe Livre (MPL) que terminou com invasão do Terminal Parque Dom Pedro II e vandalismo contra ônibus. Agências bancárias de ruas do Centro também foram depredadas.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia