WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
festival chocolate


alba










julho 2019
D S T Q Q S S
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

editorias






:: ‘Vulcabras’

AZALEIA PODE SER OBRIGADA A INDENIZAR MUNICÍPIOS BAIANOS EM R$ 14 MILHÕES

O Ministério Público do Trabalho (MPT) quer que a Vulcabras/Azaleia do Nordeste indenize em R$ 14 milhões os municípios afetados pelo fechamento de unidades industriais da empresa no centro-sul baiano. Na avaliação da procuradora Rosângela Lacerda, esta seria uma das formas da indústria diminuir os impactos causados aos municípios pela desativação das unidades e impacto causado nessas economias.

– Ainda não recebemos a comunicação oficial sobre o acordo firmado, mas a oferta de três cestas básicas e um par de tênis nos parece muito pouco para uma empresa que está deixando a economia de seis municípios completamente arrasada com o anúncio do fechamento das unidades – disse a procuradora.

Ela disse que a medida tem a finalidade de “salvaguardar o direito dos trabalhadores e da sociedade”. Os trabalhadores atingidos são das localidades de Iguaí, Ibicuí, Itati, Potiraguá, Itarantim e Maiquinique. Dois mil trabalhadores foram afetados pela decisão da multinacional brasileira que optou por transferir para a China parte da sua produção.

VULCABRAS/AZALEIA PATROCINARÁ O ITABUNA

O Itabuna Esporte Clube apresenta amanhã (12) o patrocinador e novo uniforme para a disputa do Campeonato Baiano de Futebol 2012. A direção do clube e da Vulcabras/Azaleia Nordeste farão a apresentação do material às 12 horas, na churrascaria Los Pampas.

Esta será a primeira ação da Azaleia Nordeste no esporte sulbaiano, região que conta com uma das maiores indústrias de material esportivo do Brasil, a Penalty.

AZALEIA DEMITE MAIS DE 3 MIL EM ITAPETINGA. INDÚSTRIA AMEAÇA DEIXAR A BAHIA

A edição online d´A Tarde informa a pretensão da Vulcabras/Azaleia de transferir a produção da unidade de Itapetinga para a Índia, o que provocaria a demissão de 18 mil funcionários em 13 municípios do centro-sul baiano. Somente nos últimos sete meses, a fabricante de calçados eliminou três mil postos de trabalho em Itapetinga.

Há quase dois meses, a Vulcabras fechou a unidade matriz em Parobé (RS) e anunciou a abertura de fábrica no continente asiático. De acordo com o jornal, a empresa busca produzir na Índia porque a mão de obra lá é bem mais barata (salário de US$ 85,00 contra US$ 353,00 no Brasil).








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia