WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
cenoe
nota premiada prefeitura ilheus





janeiro 2019
D S T Q Q S S
« dez    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

editorias






:: ‘Wagner’

WAGNER AUTORIZA REFORMA DE GINÁSIO DE IBICARAÍ

Estado reformará ginásio de Ibicaraí (Foto Divulgação)

Estado reformará ginásio de Ibicaraí (Foto Divulgação)

O prefeito de Ibicaraí, Lenildo Santana, recebeu de presente, hoje, a documentação que assegura a reforma completa do Ginásio de Esportes Nicécio Bráulio. A promessa de recuperação do equipamento esportivo havia sido feita por Wagner em 8 de janeiro deste ano. O ginásio pertence ao Governo do Estado.

A obra custará R$ 507.781,33, conforme ofícios e autorizações assinados pelo secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), Nilton Vasconcelos. A recuperação do ginásio está entre as principais reivindicações da população ibicaraiense. A reforma foi solicitada ao governo baiano pelo prefeito Lenildo Santana e o deputado estadual Rosemberg Pinto, ambos do PT.

GOVERNO APLICARÁ R$ 4 BI NO COMBATE AO CRACK

Wagner confirma fábrica em Itororó (Foto Pimenta).

Wagner promete ações objetivas contra o crack (Foto Pimenta).

O Governo Federal lança nesta terça-feira, 6, em Brasília, o programa “Crack, é possível vencer!”, que se propõe a destinar R$ 4 bilhões em convênios com os Estados, para o combate à droga.  O governador da Bahia, Jaques Wagner, que participa da solenidade, trata do tema na edição de hoje do programa semanal de rádio Conversa com o Governador, produzido pela Secretaria de Comunicação do Estado.

Segundo o gestor baiano, os novos recursos irão fortalecer as ações do programa estadual Pacto pela Vida. “Nós temos um trabalho dentro do Pacto Pela Vida, o nosso planejamento de segurança do Estado. A gente detecta, por exemplo, que cerca de 75% dos homicídios de jovens até 24 anos estão diretamente ligados ao uso, à dependência ou ao tráfico de drogas”, afirma Wagner.

O governador promete que, a partir de hoje, haverá mais programas objetivos e investimentos do governo federal, reforçando as ações para libertar a juventude da dependência das drogas, especialmente o crack.

Clique aqui para ouvir o programa, que também aborda outros assuntos.

JONAS PAULO DIZ QUE MOMENTO É DE REAFIRMAR LIDERANÇA DO PT

Jonas Paulo: controlamos a crise (Foto Pimenta).

Presidente petista diz que movimentação das ruas reforça importância da candidatura própria (Foto Pimenta).

As pesquisas mostram que o PT, em função de sua posição de destaque na política nacional, foi o partido mais prejudicado com as mobilizações das ruas. Diante desse cenário, o presidente da legenda na Bahia, Jonas Paulo, acredita que o momento seja de dar a volta por cima e mostrar força.

Falando sobre a sucessão de Jaques Wagner, Jonas Paulo disse que “a movimentação das ruas reforça ainda mais a tese da importância de se vincular a eleição do estado com a nacional, onde a candidatura petista tem papel central”. A mensagem é clara: o PT apostará na candidatura própria em 2014.

O presidente petista declarou ainda que a presença do partido na cabeça da chapa majoritária significa “a reafirmação da liderança do PT na Bahia, maior estado com um governador petista, para consolidar nosso projeto político nacional”.

Jonas Paulo prevê para novembro o anúncio do candidato à sucessão de Wagner.

WAGNER ANUNCIA CANDIDATO DO PT ATÉ O FINAL DO ANO

Rui Costa fala de sucessão estadual.

Rui Costa fala de sucessão estadual.

O secretário da Casa Civil, Rui Costa, disse hoje (31) que o governador Jaques Wagner anunciará o candidato do PT à sucessão estadual até o final deste ano.

A decisão, segundo Rui, será tomada a partir do diálogo com os partidos da base aliada, movimentos sociais, lideranças e prefeitos. “Juntos com todos eles será formado um juízo de valor para até o final do ano definir quem será o candidato”.

Rui Costa, que foi eleito deputado federal, é um dos pré-candidatos a governador pelo Partido dos Trabalhadores. Na disputada interna há também o secretário de Planejamento da Bahia, José Sérgio Gabrielli, o senador Walter Pinheiro e o ex-prefeito de Camaçari e ex-presidente da UPB Luís Caetano.

Por outros partidos, também pretendem se candidatar – com o apoio do governador – a senadora Lídice da Mata (PSB) e o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Marcelo Nilo (PDT). Outro nome ventilado é o do vice-governador, Otto Alencar (PSD). Rui Costa expôs o plano do PT durante entrevista ao programa Acorda Pra Vida (Tudo FM).

WAGNER SOLICITA PESQUISA QUALITATIVA

Wagner fala dos confrontos na capital baiana em coletiva (Foto José Nazal).

Wagner quer medir estrago causado pelos protestos (Foto José Nazal).

O governador baiano Jaques Wagner tem consciência do estrago causado pelas manifestações de rua que incendiaram o país em junho. Uma corrosão de imagem que foi inclusive aferida na pesquisa CNI/Ibope que avaliou os governos federal e estaduais.

Que o moral de quem está no poder caiu, não há dúvida. Agora, o momento é o de esquadrinhar a gestão para saber precisamente onde se encontram as falhas que desafiam a paciência do povo. Algumas delas – transporte caro e deficiente, serviço de saúde pública desestruturado, educação mambembe etc. –  foram externadas nos cartazes que tomaram conta das ruas. Ainda assim, Wagner quer medição com base científica.

Para tanto, segundo a coluna Raio Laser (da Tribuna), o governador solicitou pesquisa qualitativa, com duas curiosidades principais. A primeira tem a ver exatamente com a maneira como o cidadão-cliente avalia os serviços que lhe são oferecidos e os órgãos responsáveis pelos mesmos; a segunda foca em 2014 e pretende descobrir se a presença de Wagner no palanque sucessório seria positiva.

É possível que se tente saber ainda se o melhor nome para a sucessão deve sair do PT ou de outro partido da base…

IBOPE REGISTRA 28% DE APROVAÇÃO A WAGNER

Wagner confirma fábrica em Itororó (Foto Pimenta).

Governador Jaques Wagner (Foto Pimenta).

Pesquisa realizada pelo Ibope entre os dias 9 e 12 de julho, sob encomenda da Confederação Nacional da Indústria (CNI), atribui 28% de aprovação dos baianos ao governador Jaques Wagner. O levantamento ouviu 602 pessoas e a margem de erro é de dois por cento.

O índice de 28% corresponde aos entrevistados que consideram o governo bom ou ótimo. Inicialmente o Ibope não divulgou os percentuais de regular, ruim ou péssimo que foram atribuídos à gestão baiana.

A pesquisa CNI/Ibope ouviu opiniões sobre as gestões estaduais em 11 unidades da federação. O governo melhor avaliado é o de Pernambuco, com 58% de aprovação; o pior é o do Rio de Janeiro, aprovado por apenas 12% das pessoas entrevistadas.

Como é a primeira rodada de pesquisas que o CNI/Ibope realiza nos estados, não há parâmetro para comparar os índices.

“NÃO É NA PORRADA QUE VAMOS CONSTRUIR UM BRASIL MELHOR”, DIZ WAGNER

Wagner assina protocolos de intenções no sudoeste baiano (Foto Pimenta).

Wagner assina protocolos de intenções no sudoeste baiano (Foto Pimenta).

O governador Jaques Wagner disse hoje (19), em Itororó, no sudoeste da Bahia, que os protestos no país são bem-vindos, mas fez críticas aos atos de vandalismo. “Aqueles que vão à rua para depredar, assaltar, seguramente, não vão construir o Brasil que a gente quer”.

Na sequência, emendou: – Não é no braço, na porrada e na desordem que nós vamos construir um Brasil e uma Bahia melhores. A juventude que levanta a voz por mais saúde, educação e mais transporte público terá sempre o meu apreço, da Dilma [Rousseff] e do [ex-presidente] Lula.

Wagner lembrou do passado do PT (“o partido foi fundado reclamando daquilo que estava errado”) para apoiar as manifestações por mais saúde, mais educação e mais empregos, seguindo com uma espécie de mea culpa. “Fizemos muito em 10 anos e meio de governos do PT, mas é claro que não fizemos tudo”.

No início da tarde de hoje, Wagner, prefeitos e empresários assinaram protocolos de intenções para instalação de três indústrias no centro-sul do Estado. São elas a Lia Line (Itororó),  Ella Indústria e Confecções (Itapetinga) e Mastic Indústria e Comércio de Artefatos Plásticos (Firmino Alves). A previsão é de que as fábricas comecem a operar em janeiro e gerem 1,3 mil empregos.

O ato foi realizado na área industrial de Itororó e teve a participação de aproximadamente 800 pessoas. O evento atraiu prefeitos regionais, como Lenildo Santana, presidente da Associação de Municípios do Sul, Extremo-Sul e Sudoeste (Amurc), Lero Cunha (Firmino Alves), José Carlos Moura (Itapetinga) e Marco Brito (Itororó), deputados Rosemberg Pinto, Marcelo Nilo, Sérgio Brito e Geraldo Simões, e secretários estaduais.

POLICIAMENTO REFORÇADO

Cerca de 60 policiais e dez viaturas da PM e das Cipes Cacaueira e do Sudoeste foram acionadas (Foto Pimenta).

Chamou a atenção o forte aparato policial. Foram mais de 60 policiais militares, parte deles das companhias especializadas Cipe-Cacaueira e Cipe-Sudoeste. O Pimenta apurou que o reforço no policiamento foi preventivo diante da possibilidade de protestos de estudantes e moradores das áreas ribeirinhas do Rio Catolé. Quando Wagner iniciou o discurso, parte do público cobrou apoio para reabertura do matadouro municipal.

WAGNER ANUNCIA FÁBRICAS EM MUNICÍPIOS DO SUDOESTE

Três fábricas nas áreas de calçados, vestuário e artefatos plásticos serão anunciadas amanhã (19) pelo governador Jaques Wagner em visita a Itororó no centro-sul da Bahia. Como o PIMENTA informou com exclusividade no início do mês, as indústrias serão instaladas em Itororó, Itapetinga e Firmino Alves (reveja aqui).

A Lia Line será instalada em Itororó e vai gerar até mil empregos na fabricação de calçados femininos. Já a Ella Indústria e Confecções vai produzir blusas, vestidos e bermudas em Itapetinga. A Mastic- Indústria e Comércio de Artefatos Plásticos se instalará em Firmino Alves.

Wagner assina os protocolos de intenções em ato público em Itororó, às 11h30min. As três indústrias vão gerar cerca de 1,5 mil empregos.

Para o deputado estadual Rosemberg Pinto (PT), a atração das indústrias mostra a sensibilidade do governador com a situação do centro-sul. Os municípios estão entre os mais afetados com a redução das atividades da Azaleia na região.

POSSE DE NAOMAR ALMEIDA

Mercadante empossa Naomar Almeida na reitoria da Ufesba

Mercadante empossa Naomar Almeida na reitoria da Ufesba

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, empossou nesta quarta-feira, 17, o professor Naomar Monteiro de Almeida Filho como reitor da Universidade Federal do Sul da Bahia. A cerimônia, em Brasília, contou com a presença do governador Jaques Wagner e parlamentares da bancada baiana no Congresso.

Mercadante declarou durante a solenidade que fará o possível para que a nova instituição de ensino esteja em pleno funcionamento já em 2014. Ele também felicitou a população sul-baiana pela conquista.

LULA E DILMA EM SALVADOR

Lula e Dilma estarão em Salvador na quarta, segundo direção do PT.

Lula e Dilma estarão em Salvador na quarta, segundo direção do PT.

O ex-presidente Lula e a presidente da República, Dilma Rousseff, estarão em Salvador na próxima quarta (24), nas comemorações dos 10 anos de governos centrais do PT. O ato ocorrerá às 17h, no Othon, quando serão discutidos temas como participação popular e movimentos sociais.

O encontro também reunirá o presidente nacional do PT, Rui Falcão, o governador Jaques Wagner e o secretário-geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho. Segundo o presidente estadual do partido, Jonas Paulo, a temática do encontro “reflete a preocupação do partido com o atual cenário político do país”.

WAGNER: “FÁBRICA REVITALIZA REGIÃO DE ITORORÓ”

Wagner confirma fábrica em Itororó (Foto Pimenta).

Wagner confirma fábrica em Itororó (Foto Pimenta).

A fábrica de calçados Lia Line vai revitalizar a região de Itororó, na opinião do governador Jaques Wagner, com a geração de aproximadamente mil empregos no município do centro sul da Bahia. Wagner visitará Itororó, na próxima sexta (19), para confirmar a instalação da empresa.

A unidade da Lia Line vai fabricar até 3 milhões de pares de calçados femininos por ano e será instalada em galpões antes utilizados pela Azaleia/Vulcabras, que reduziu sua atividade na região.

Como o PIMENTA anunciou com exclusividade, outras duas indústrias serão instaladas em Firmino Alves e Itapetinga. Sobre estas duas, Wagner disse ao programa Conversa com o Governador que espera fechar detalhes para o anúncio.

O programa editado pelo jornalista Edmundo Filho também aborda investimentos em rodovias, melhoria de vida e novos canais de comunicação dos baianos com a gestão estadual. Para ouvir o programa, clique aqui.

ACM NETO FALTA A AUDIÊNCIA E MEMBROS DO MPL CHAMAM PREFEITO DE “OMISSO E COVARDE”

Manifestantes lotaram centro de cultura e "homenagearam" ACM Neto (Foto Marival Guedes/Pimenta).

Manifestantes lotaram auditório e “homenagearam” Neto (Foto Marival Guedes/Pimenta).

Marival Guedes

Salvador – O prefeito ACM Neto não compareceu à audiência pública realizada hoje (11) pela Câmara de Vereadores de Salvador, proposta pelo Movimento Passe Livre (MPL). O poder executivo foi representado pelo subchefe de gabinete, Luís Antônio Galvão, que não se comprometeu com nenhuma das reivindicações do MPL. O grupo cobra passe livre e redução de tarifa de R$ 2,80, dentre outros pontos.

Os manifestantes vaiaram e acusaram o prefeito de ser “omisso e covarde”. Também criticaram a ausência do governador Jaques Wagner que foi representado por Adélia Andrade, da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur). O Sindicato de Transporte de Passageiros de Salvador (SETPS) também não compareceu.

O longo encontro no Centro de Cultura da Câmara começou às 14h15min e terminou às 18h20min. Se pronunciaram aproximadamente 50 pessoas, entre vereadores, representantes do MPL e de outras entidades.

A pequena capacidade do local para um evento deste porte (apenas 300 lugares) acabou causando tumulto, pois muitos integrantes do movimento foram impedidos de entrar e tiveram que assistir num telão instalado em um espaço ao lado do auditório.

No final o presidente do Legislativo, Paulo Câmara, disse que na próxima semana dá o primeiro passo com relação às reivindicações, promovendo reunião com os integrantes da Comissão de Transporte. As informações sobre o encontro serão encaminhadas para o governador Jaques Wagner e o prefeito ACM Neto.

Já o Movimento Passe Livre, que entregou a carta com as reivindicações na prefeitura no dia 27 do mês passado, se reúne no próximo domingo (14), às 14h, no Passeio Público do Teatro Vila Velha. No final os manifestantes gritavam: “boi, boi, boi, boi da cara preta, se não baixar tarifa a gente pula a roleta”.

LIA LINE INVESTIRÁ R$ 10 MILHÕES EM FÁBRICA DE CALÇADOS EM ITORORÓ

Wagner vai à Francal e negociações com a Lia Line avançam (Foto Mateus Pereira).

Wagner vai à Francal e negociações com a Lia Line avançam (Foto Mateus Pereira).

Confirmando o que o PIMENTA antecipou no final de semana (relembre aqui), o governador Jaques Wagner e o diretor da Lia Line, Irivan José Soares, praticamente fecharam acordo para a instalação da indústria de calçados em Itororó, no sudoeste baiano.

A Lia Line deve investir cerca de R$ 10 milhões na unidade e empregar entre 900 e mil trabalhadores. Para atrair a empresa, o estado concederá benefícios fiscais, galpão e linha de financiamento da Agência Desenbahia. A Lia Line é de Santa Catarina.

Wagner e Soares participam de mais uma edição da Feira Internacional da Moda em Calçados e Acessórios (Francal). O evento atrai empresários e investidores de mais de setenta países e de várias regiões do Brasil ao Anhembi, em São Paulo.

WAGNER ESPERA CONFIRMAR 3 NOVAS INDÚSTRIAS EM FIRMINO ALVES, ITAPETINGA E ITORORÓ

Em primeira mão

Wagner vai a São Paulo para fechar acordos.

Wagner vai a São Paulo para fechar acordos.

O governo baiano espera fechar, na próxima terça (9), acordos para a atração de três indústrias para o centro sul do Estado e minimizar os efeitos do fechamento de unidades da Vulcabras/Azaleia em Itapetinga, Firmino Alves e Itororó.

O governador Jaques Wagner, o secretário James Correa (Indústria, Comércio e Mineração e o deputado estadual Rosemberg Pinto viajam a São Paulo para definir detalhes da vinda das empresas. A previsão é de que os protocolos de intenções sejam assinados no dia 16, em Itororó, conforme apurou o PIMENTA.

As conversas estão avançadas com as empresas das áreas de calçados, confecções e insumos para indústria de celulose.

A indústria de calçados será instalada em Itororó e deve gerar cerca de 900 empregos. A de vestuário terá como destino Bandeira do Colônia, distrito de Itapetinga e tem previsão de abertura de 250 postos de trabalho. Firmino Alves receberá fábrica de insumos para indústria de celulose, com estimativa de 400 empregos.

Rosemberg confirma negociações avançadas.

Rosemberg: negociações avançadas.

Para atrair os novos investimentos, o governo baiano dará incentivos semelhantes aos oferecidos para atrair a Azaleia: isenção de 99,5% do ICMS e linha de financiamento da agência de fomento Desenbahia, além de da reutilização de galpões da fabricante de calçados.

O deputado estadual Rosemberg Pinto (PT) confirmou ao blog as negociações e disse que estas ações resultam de intensa negociação do governo baiano e intervenção pessoal para abertura de novos postos de trabalho. Líder do PT na Assembleia Legislativa, o parlamentar ressaltou a sensibilidade de Wagner para confirmar a chegada das empresas. Atualizado às 13h30min.

WAGNER DIZ QUE “NÃO HÁ EROSÃO” DA IMAGEM DE DILMA E DESCARTA PLANO B PARA 2014

Wagner fala de popularidade e intenções de voto em Dilma (Foto Pimenta).

Wagner fala de popularidade e intenções de voto em Dilma (Foto Pimenta).

A onda de protestos que tomou conta do país e atingiu a popularidade da presidente Dilma Rousseff deve ser encarada com cautela, no entendimento do governador Jaques Wagner em entrevista ao PIMENTA.

A queda também afetou, segundo pesquisa Datafolha, as intenções de voto na presidente. Wagner, porém, tem outra leitura. “Está todo mundo tirando conclusões precipitadas. Eu não acho que ela esteja em desvantagem, até porque não vi ninguém ultrapassá-la”.

Wagner admitiu ter havido uma aproximação dos índices de Dilma e da pré-candidata Marina Silva (Rede). Dilma apresenta 30% ante 23% de Marina. Antes o quadro era 51% a 16%. “É, mas eu ainda não vi um quadro de ameaça [à liderança da presidente]”, considerou.

O governador baiano descartou um “Plano B” do PT para a disputa presidencial, embora os números tenham mostrado que o ex-presidente Lula foi quem mais preservou o capital de votos e seria até eleito em primeiro turno.

Em favor de sua tese, lembra o mesmo período do primeiro mandato de Lula, em 2005, quando surgiu o Caso do Mensalão e o ex-presidente atingiu nível mais baixo de popularidade, recuperando-a entre outubro, novembro e sendo reeleito em 2006.

Confira os principais trechos da entrevista concedida pouco antes da abertura do Festival do Chocolate e Cacau, em Ilhéus, nesta noite de quarta (3). Antes, na coletiva, Wagner falou de cacau, chocolate e conflitos agrários no sul da Bahia, o que será conferido em matéria nesta manhã.

__________

BLOG PIMENTA – A queda de popularidade da presidente Dilma, segundo pesquisa, força o PT a trabalhar com um Plano B?

JAQUES WAGNER – Olha, eu acho que está todo mundo tirando conclusões precipitadas. É óbvio que toda queda de popularidade preocupada todo político. Como a queda de popularidade atingiu a todos os governantes, eu não acho que ela esteja em desvantagem, até porque não vi ninguém ultrapassá-la [nas intenções de voto].

PIMENTA – Mas se aproxima [Marina Silva].

WAGNER – É, mas eu ainda não vi um quadro de ameaça. Evidente que a equipe dela está se debruçando sobre o tema, é claro que o ex-presidente Lula, pela pesquisa do jornal de São Paulo, foi quem mais preservou a sua posição em relação à população. Quanto aos outros, quase todos eles tiveram impacto negativo [com queda nas intenções de voto]. Então, estou mais cauteloso.

______________Jaques Wagner

A presidente Dilma vai, seguramente, recuperar [a popularidade], pois não há uma erosão da imagem dela.

______________

 

PIMENTA – E como o senhor analisa esses dados?

WAGNER –  Gosto de repetir o que digo sempre: pesquisa é fotografia de um momento. Ela não é uma premonição e estamos cheios de exemplos assim… O próprio presidente Lula, em 2005, nessa época do ano, talvez tenha chegado aos mais baixos índices [de aprovação e intenções de voto], no chamado Caso Mensalão. E em outubro, novembro, virou o jogo. Ganhou a reeleição em 2006. Então é evidente que preocupa. A gente quer estudar, responder. A presidente Dilma vai, seguramente, se recuperar, pois não há uma erosão da imagem dela.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia