WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
festival chocolate


alba










julho 2019
D S T Q Q S S
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

editorias






:: ‘Wagner’

CONTINUA RESPIRANDO

marco wense1Marco Wense

A tábua de salvação de Geraldo Simões são as pesquisas de intenção de votos para a sucessão municipal de 2016. Em todas elas, GS aparece na frente, empatado tecnicamente com Fernando Gomes.

Discordo do falatório de que o petista Geraldo Simões esteja perto do seu fim político, como apregoa o antigeraldismo, hoje protagonizado por Davidson Magalhães, figura-mor do PCdoB.

Que Geraldo Simões vive o seu pior momento político é inconteste e inegável. Sua derrota para o Parlamento federal, impedindo o terceiro mandato consecutivo, é fato complicador.

A imprudente, descabida e atabalhoada candidatura do filho Tiago Feitosa a deputado estadual fica como a causa principal da não recondução de Geraldo Simões ao Legislativo.

Geraldistas mais lúcidos tentaram dissuadir Tiago Feitosa da ideia de se lançar candidato. Mas logo desistiram: o filho era mais renitente do que o pai.

O inferno astral de GS não se resume só a seu fracasso eleitoral na eleição de 2014. O enfraquecimento político decorre de um somatório de acontecimentos.

O início de tudo, do desmoronamento político, foi o lançamento da candidatura de Juçara Feitosa na segunda tentativa de torná-la prefeita de Itabuna, contrariando o então governador Jaques Wagner.

O morador mais ilustre do Palácio de Ondina temia, com toda razão, em decorrência da cisão oposicionista, uma vitória do candidato do DEM, Capitão Azevedo (reeleição).

A sorte de GS é que Vane do Renascer, hoje Claudevane Leite, saiu vitorioso. Se o democrata ganha, seria um Deus nos acuda para o teimoso ex-alcaide de Itabuna, cujo sonho era ser o primeiro-damo.

Geraldo continua respirando, avalia Wense.

Geraldo continua respirando, avalia Wense.

Sem seguir uma ordem cronológica, de memória e sem consultas, alguns posicionamentos de GS: 1) Defendeu a candidatura de Waldir Pires ao Senado. Deu no que deu: Otto Alencar eleito senador. 2) Não queria Everaldo Anunciação no comando do PT. Deu no que deu: Anunciação é o presidente estadual da legenda. 3) Torceu intensamente pela derrota de Josias Gomes. Deu no que deu: Josias, além de se reeleger, é o secretário de Relações Institucionais do governo Rui Costa. 4) Trabalhou contra Aldenes Meira. Deu no que deu: o comunista é reconduzido à presidência da Câmara de Vereadores. 5) Queria Wáater Pinheiro como candidato do PT a governador. Deu no que deu: Rui Costa eleito no primeiro turno. 6) Ainda tem Davidson Magalhães assumindo o mandato de deputado federal.

A tábua de salvação de Geraldo Simões são as pesquisas de intenção de votos para a sucessão municipal de 2016. Em todas elas, GS aparece na frente, empatado tecnicamente com Fernando Gomes.

Essa viabilidade eleitoral deixa Geraldo Simões vivo. Esse momentâneo favoritismo é seu balão de oxigênio. A sabedoria popular diria que GS não é nenhum “cachorro morto”.

Geraldo Simões continua respirando, mesmo com dificuldades.

Marco Wense é articulista político do Diário Bahia.

WAGNER ATUARÁ NA COORDENAÇÃO POLÍTICA E NO MINISTÉRIO DA DEFESA EM GOVERNO DILMA

Wagner deixará o governo baiano para assumir Ministério da Defesa (Foto Roberto Stucket Filho).

Wagner deixará o governo baiano para assumir Ministério da Defesa (Foto Roberto Stuckert Filho).

A presidenta Dilma Rousseff anunciou, há pouco, o nome de 13 ministros que farão parte da equipe do segundo mandato. Todos os novos integrantes do primeiro escalão do governo devem assumir oficialmente suas funções no dia da posse da presidenta, marcada para as 15h do dia 1º de janeiro.

Aldo Rebelo deixa o Ministério do Esporte, no qual coordenou as ações do governo durante a Copa do Mundo, para assumir a pasta de Ciência, Tecnologia e Inovação. Desde o governo Lula, o deputado assumiu a presidência da Câmara, foi ministro da Coordenação Política e líder do governo e do PCdoB na Câmara.

Jaques Wagner, atual governador da Bahia, será o novo ministro da Defesa no lugar de Celso Amorim. O petista foi eleito deputado federal três vezes e ocupou cargos do primeiro escalão no governo Lula, como o comando do Ministério do Trabalho e Emprego, antes de Ricardo Berzoini, atual titular da pasta de Relações Institucionais. Wagner foi eleito governador em 2006.

Na Educação, foi confirmado o nome de Cid Gomes, atual governador do Ceará. Gomes obteve o primeiro mandato eletivo em 1990 como deputado estadual. Seis anos depois, foi eleito prefeito de Sobral e reeleito para mais um mandato. Em 2006 chegou ao governo do estado, eleito no primeiro turno. O cearense foi responsável pela coordenação da campanha de Luiz Inácio Lula da Silva para o segundo turno da eleição presidencial.

Pelo menos seis peemedebistas foram confirmados no comando de pastas do segundo mandato do governo Dilma. O senador Eduardo Braga (PMDB-AM) assumirá o Ministério de Minas e Energia. O engenheiro vai substituir o também peemedebista Edison Lobão, que comanda a pasta desde o início do governo Dilma.

:: LEIA MAIS »

DONA ENEDINA, UM SÍMBOLO!

Wagner

Dona Enedina e o filho Lourival são homenageados por Wagner e Fátima Mendonça

Os oito anos do Governo Wagner são retratados em edição especial da revista Bahia Terra de Todos Nós. A publicação foi lançada em evento especial no Palácio Rio Branco, em Salvador, em evento que reuniu políticos e teve homenagens a figuras atendidas com ações de governo, a exemplo de Maria Enedina Pereira, moradora de Ilhéus.

Dona Enedina aprendeu a ler e escrever depois dos 100 anos de idade, transformando-se na mais famosa aluna do Programa Todos pela Alfabetização (Topa), do governo baiano. A Bahia Terra de Todos Nós ainda resume principais projetos, programas e ações do governo estadual no período de 2007 a 2014.

WAGNER NA COORDENAÇÃO POLÍTICA DO GOVERNO DILMA

Wagner confirma ministério na área política (Foto Pimenta).

Wagner confirma ministério na área política (Foto Pimenta).

Jaques Wagner trabalhará na coordenação política do futuro governo da presidente Dilma Rousseff. Foi o que ele disse hoje, em Buerarema. Embora não tenha dito em qual ministério, Wagner assim se pronunciou:

– Vou trabalhar na coordenação política.

Hoje, ele visitou os municípios de Buerarema, São José da Vitória e Almadina, onde entregou ônibus escolares novos e assinou ordem de serviço para reforma e cobertura da feira livre de Buerarema.

Wagner aproveitou para dizer que, se governo fosse olimpíada, o dele levaria medalha de ouro em praticamente todas as áreas. Citou programas e números como recuperação ou construção de estradas (8 mil quilômetros), construção de moradias populares (160 mil entregues e 100 mil em fase de conclusão), construção de cinco hospitais regionais e um em conclusão, redução do analfabetismo e aumento de 4 para 30 escolas técnicas.

INAUGURAÇÃO DO SAC DE ITABUNA

SAC de Itabuna funcionará no Shopping Jequitibá (Foto Pimenta).

SAC de Itabuna funcionará no Shopping Jequitibá (Foto Pimenta).

 (Foto Pimenta).

(Foto Pimenta).

O governador Jaques Wagner visita o sul da Bahia nesta segunda (15), quando entrega ônibus escolares e assina ordens de serviços em Buerarema, São José da Vitória e Almadina. O primeiro compromisso será em Buerarema, às 9h.

Até deixar o cargo, no dia 31, Wagner ainda retornará à região para inaugurar as novas instalações do Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC) de Itabuna, que funcionará ao lado da Riachuelo, no Shopping Jequitibá.

O SAC já funciona em shoppings em cidades como Salvador e Vitória da Conquista. O SAC de Itabuna adere ao conceito, contando com o apoio do Grupo Chaves, proprietário do Jequitibá.

WAGNER EM BUERAREMA

Wagner retorna ao sul da Bahia na segunda (Foto Pimenta).

Wagner retorna ao sul na segunda (Foto Pimenta).

O governador Jaques Wagner vai a Buerarema na próxima segunda (15). Será a primeira vez que o mandatário baiano visitará o município desde quando assumiu o Estado, em 2007.

Buerarema vive conflito entre pequenos produtores rurais e indígenas. Lá, Wagner entregará um ônibus escolar e assinará ordem de serviço das obras de cobertura da feira livre do município.

– Esta obra é uma luta de muitos anos – afirma o vereador Elinho Almeida (PDT), que destaca o empenho do presidente da Assembleia Legislativa, Marcelo Nilo, para assegurar a reforma da feira municipal.

O governador também vai a São José da Vitória, onde também fará entrega de um ônibus, às 10h30min. Wagner poderá visitar Almadina, às 12h. Ele quer encerrar o mandato tendo feito algo inédito: ser o primeiro governador a ter visitado todos os municípios baianos no exercício das suas funções.

CÂMARA DISCUTE CRISE DA SAÚDE EM ITABUNA

São Lucas deixa de atender pacientes do SUS no fim deste mês

São Lucas deixa de atender pacientes do SUS no fim deste mês

Autoridades da área da saúde, trabalhadores do setor e representantes do governo municipal se reúnem logo mais, às 17 horas, no plenário da Câmara de Vereadores. Em pauta, a crise da saúde e as dificuldades da Santa Casa de Misericórdia, que anunciou o fechamento do Hospital São Lucas para atendimentos via SUS.

A reunião foi convocada pelo vereador Aldenes Meira (PCdoB), presidente da Câmara Municipal, que também convidou o Ministério Público para o debate. Representando o governo municipal, foram convidados o secretário municipal da Saúde, Eric Ettinger, e o vice-prefeito Wenceslau Júnior, que também responde pela Secretaria de Planejamento e Tecnologia.

Além de promover a reunião, Aldenes Meira enviou ofício para o governador Jaques Wagner, alertando para os problemas que poderão surgir com o fechamento do São Lucas. “Estamos muito preocupados com o agravamento dessa situação, que implica em desassistência e no risco da perda de vidas humanas”, afirma o vereador.

As dificuldades para a saúde no município se aprofundaram com o retorno da gestão plena, que teriam resultado em prejuízo de R$ 15 milhões para o município, desde novembro de 2013.

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA APROVA CONTAS DE 2011 E 2012 DE WAGNER

 (Foto Pimenta).

(Foto Pimenta).

A Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) aprovou, por maioria, as contas dos exercícios de 2011 e 2012 do governador Jaques Wagner (PT). Durante sessão realizada nesta terça-feira (25), os documentos do primeiro ano do segundo mandato do petista tiveram 35 votos a favor e três contra, enquanto os do ano seguinte conseguiram 40 votos favoráveis e três contrários.

O governo chegou a ensaiar a apreciação das contas de 2013, porém foi obrigado a recuar com a derrubada do quórum da Comissão de Finanças, Orçamento, Fiscalização e Controle na manhã desta terça.

Os parlamentares também votariam nesta terça o requerimento feito pelo líder da oposição na Casa, Carlos Gaban (DEM), para que o secretário estadual de Planejamento, José Sérgio Gabrielli, explicasse supostas irregularidades ocorridas durante o período em que foi presidente da Petrobras.

A deputada Fátima Nunes (PT) pediu vista do documento por alegar falta de quórum da mesa diretora, que não teria tido tempo para analisar o requerimento. O presidente da AL-BA, Marcelo Nilo (PDT), concedeu 48 horas – prazo máximo – para que a petista analise o texto. Como a assembleia não possui outra sessão deliberativa marcada para esta semana, o pedido só deve ser votado em pelo menos sete dias. Informações do Bahia Notícias.

WAGNER NO SUL DA BAHIA

Wagner retorna ao sul da Bahia (Foto Pimenta).

Wagner no sul da Bahia (Foto Pimenta).

O governador Jaques Wagner cumpre agenda oficial nesta sexta (21) em Santa Luzia, Belmonte e Mascote. Às 13h, entrega trator e implementos agrícolas em Santa Luzia numa ação, segundo o governo, para fortalecer a agricultura familiar no município.

O compromisso em Belmonte será às 14h30min, quando entregará ônibus do programa Caminho da Escola. Wagner encerra o dia no sul do Estado com a inauguração da obra de requalificação da feira de São João do Paraíso, em Mascote.

TRÊS NOMES COM A COTAÇÃO EM ALTA

josef-viv-lenildo

Nas discussões em torno do futuro secretariado do governador eleito Rui Costa (PT), três nomes sul-baianos surgem com força. Dois deles são prefeitos petistas que tiveram papel decisivo na campanha do sucessor de Jaques Wagner: Josefina Castro, de Coaraci, e Lenildo Santana, de Ibicaraí.

Quando a campanha majoritária patinava no Sul da Bahia, a dupla de prefeitos tomou a rédea da mobilização e promoveu uma carreata com o então candidato por seis cidades, começando em Almadina e terminando com um grande comício em Ibicaraí. O evento teve repercussão tão positiva, que o vice-governador Otto Alencar, eleito para o Senado, sempre diz ter sido aquele o momento em que passou a acreditar com mais força na possibilidade de vitória de Rui.

Josefina e Lenildo, ambos em segundo mandato, também demonstraram força ao dar, nos respectivos municípios, as maiores votações aos seus candidatos a deputado federal e estadual (Geraldo Simões e Rosemberg Pinto).

Um terceiro nome sul-baiano que aparece com força para a composição do governo é o de José Vivaldo de Mendonça Filho, atual diretor executivo da CAR (Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional). Reconhecido como executivo competente, Vivaldo se encaixa no perfil técnico que Rui afirma desejar para sua administração.

WAGNER: DILMA TERÁ GOVERNO “AINDA MELHOR”

Do Brasil 247

Linha de frente na campanha e futuro homem forte do próximo mandato da presidente Dilma Rousseff, o governador Jaques Wagner (PT) usou seu perfil no Twitter para comemorar a vitória após apuração das urnas na noite deste domingo (26). “O povo brasileiro escolheu, mais uma vez, continuar no caminho que está transformando a vida de milhões de pessoas”.

Wagner disse também que o próximo governo da petista será melhor do que o atual e aproveitou para destacar futuro promissor para o governador eleito da Bahia, seu correligionário Rui Costa.

“Dilma terá um segundo governo ainda melhor, com mais futuro, mais realizações e esperança para os brasileiros e, com Rui, vai trazer grandes projetos para a Bahia”.

Para Wagner, Dilma terá governo ainda melhor (Foto Roberto Stucket Filho).

Para Wagner, Dilma terá governo ainda melhor (Foto Roberto Stucket Filho).

WAGNER, O INTUITIVO

Wagner diz que sua intuição aponta para vitória de Dilma (foto Pimenta).

Wagner diz que sua intuição aponta para vitória de Dilma (foto Pimenta).

Da Coluna Tempo Presente, d´A Tarde

Jaques Wagner diz já estar calejado de ver pesquisa apontar um resultado e a urna dar outro. Cabo eleitoral de proa da presidente Dilma, desde a semana passada ele prognosticava para os aliados:

– Minha intuição diz que Dilma ganha.

Confira mais

WAGNER: “AÉCIO É PASTEL DE VENTO, SEM CONTEÚDO”

 (Foto Pimenta).

(Foto Pimenta).

A Tarde

Em evento de formalização de apoios à candidatura de Dilma Rousseff (PT) na Bahia, na manhã desta quinta-feira, 16, o governador Jaques Wagner (PT) atacou o presidenciável Aécio Neves dizendo que ele é como um “pastel de vento”, bonito por fora e sem recheio por dentro.

“Aquele rapaz é pastel de vento. É bonito por fora, mas quando você morde não tem conteúdo nenhum. Vocês viram o debate? Não tem propostas”, atacou o governador da Bahia. O presidenciável tucano estará na capital baiana nesta sexta-feira, 17, quando fará caminhada no centro histórico da cidade.

Wagner disse que Aécio Neves gosta de “terceirizar governo” e que ele “vai querer terceirizar o governo federal na Bahia para o DEM”, partido do prefeito de Salvador, ACM Neto.

O governador analisou a situação do Estado com a vitória de Dilma. “Nosso caminho será muito facilitado numa parceria do governo de Dilma e Rui. Lídice é testemunha. A concepção dos líderes locais do PSDB é autoritária, que não aceita a divergência e que quer esmagar quem é contra”.

Confira mais

WAGNER CANCELA VISITA A BUERAREMA

Wagner: visita cancelada.

Wagner cancela visita.

Em primeira mão

O governador Jaques Wagner cancelou a visita que faria a Buerarema, na quinta (16), para entrega de máquinas e assinatura de ordem de serviço para obra de modernização e cobertura da feira do município.

Oficialmente, ainda não há justificativa para o adiamento. Desde o início da semana, registrou-se tensão entre campos políticos adversários e anúncio de manifestação contra o governador.

Wagner anunciou a visita a Buerarema em evento na semana passada. Comprometeu-se durante ato com a presidente Dilma Roussef, em Salvador.

Porém, a viagem está, oficialmente, adiada. O clima na cidade não é dos melhores. Lá, tanto Dilma quanto os eleitos Rui Costa (governo) e Otto Alencar (Senado) ficaram na segunda colocação.

Buerarema foi o único município do estado onde Dilma perdeu no primeiro turno. A derrota é atribuída à disputa de terras entre índios tupinambás e produtores. Os governos estadual e federal são acusados de conivência com os indígenas, enquanto 120 propriedades foram invadidas e um agricultor assassinado, crime ocorrido em fevereiro deste ano.

RUI ANUNCIARÁ SECRETARIADO EM DEZEMBRO

Rui Costa: anúncio do secretariado em dezembro.

Rui Costa: anúncio do secretariado em dezembro.

Rui Costa, governador eleito da Bahia, antecipou que aproveitará poucos nomes do atual secretariado de Jaques Wagner. Na visita a Vitória da Conquista, no sudoeste baiano, ele disse que mudará “muita coisa”.

O ex-secretário da Casa Civil definirá a equipe até dezembro, quando serão anunciados os nomes do primeiro escalão, informa o Blog do Anderson. Rui acompanha o governador Jaques Wagner na entrega de mais de mil moradias do Minha Casa, Minha Vida em Conquista.

A expectativa é de que nomes do Sul da Bahia integrem a equipe do futuro governador. Dentre os mais cotados, está o ex-presidente da Bahiagás Davidson Magalhães, derrotado na disputa por vaga na Câmara dos Deputados. O comunista ficou na segunda suplência do chapão proporcional governista.

DILMA E WAGNER CRITICAM DISCRIMINAÇÃO DO PSDB CONTRA NORDESTINOS

Dilma durante trajeto até à Colina Sagrada nesta quinta (Foto Mateus Pereira).

Dilma durante trajeto até à Colina Sagrada nesta quinta (Foto Mateus Pereira).

Marival Guedes

A presidenta Dilma Rousseff, em visita hoje (9) a Salvador, criticou os ataques discriminatórios que o nordeste vem sofrendo por causa da expressiva quantidade de votos que ela obteve nesta região. A discriminação é alimentada por setores do PSDB, do candidato Aécio Neves, a  exemplo das declarações do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso em entrevista ao portal UOL, um dia após o primeiro turno das eleições.

O ex-presidente tucano disse que “o PT está fincado nos menos informados, que coincide de ser os mais pobres. Não é porque são pobres que apoiam o PT, é porque são menos informados”, atacou. Dilma disse que não se pode deixar de valorizar a diversidade e considerou muito grave atribuir a sua votação ao discurso de que as pessoas que votaram nela não são qualificadas, são desinformadas, não sabem o que estão fazendo.

Essa é uma conversa velha, disse, e afirmou: “vim aqui dizer que não só agradeço, mas eu respeito extremamente essas pessoas, esses cidadãos e cidadãs que votaram em mim e me orgulham muito esses votos”. A presidenta pontuou ainda que “sem o Nordeste, sem a Bahia, este país não seria a nação que nós amamos, não seria o país que defendemos e pelo qual lutamos todos os dias.”.

Acompanhando a presidente-candidata, Wagner criticou o que classificou de mentiras, proferidas pelos opositores durante a campanha e a discriminação após a derrota. “Mentiram muito, mas a mentira tem pernas curtas, disse Wagner em tom de desabafo.
Para o governador, “a palavra encanta, mas o que sustenta é o trabalho realizado”. Ele agradeceu o apoio e disse que ficou muito gratificado por ter elegido um jovem para governar a Bahia.

DISCRIMINAÇÃO

Quanto à discriminação contra o povo nordestino, o governador disse que, “no desespero, eles estão destilando o ódio. Isso é preocupante. Não vamos tirar o valor da paz interna do nosso povo, do nosso país. Somos todos brasileiros, cada região com suas características”.

Rui Costa, eleito governador com 54,53%, agradeceu e reafirmou compromissos. Disse que não vai descansar “até o dia da eleição para que Dilma tenha mais votos que teve no primeiro turno”. A presidente venceu em todos os municípios baianos, com exceção de Buerarema, que receberá as visitas do governador Jaques Wagner e Rui Costa na próxima semana.

No encontro, representando as prefeituras, discursou a prefeita de Nova Redenção, Ana Guadalupe. onde Dilma teve 87,69% dos votos e Rui 88,70%. Ela agradeceu a atenção que os governos Wagner e Dilma deram aos municípios e disse confiar que o projeto terá segmento.

O vice-governador eleito, João Leão destacou os programas sociais e os investimentos em infraestrutura a exemplo das obras da Ferrovia de Integração Leste Oeste.

:: LEIA MAIS »

WAGNER: “O PMDB DA BAHIA ACABOU”

Wagner diz que PMDB na Bahia ficou nanico (foto Pimenta).

Wagner diz que PMDB na Bahia ficou nanico (foto Pimenta).

Alçado de aliado a inimigo, o governador Jaques Wagner (PT) afirmou nesta quinta-feira (8) que “o PMDB da Bahia acabou”. A briga entre o governador e os peemedebistas não é nova. Antes das eleições de 2010, o partido comandado por Geddel Vieira Lima desembarcou do governo e entrou em rota de colisão com o petista. Desde então, o PMDB se aproximou do DEM e PSDB na Bahia e manteve o distanciamento da campanha de Dilma Rousseff (PT), que tem o peemedebista Michel Temer como vice.

Para argumentar que a sigla “acabou”, Wagner argumentou os números pós-urnas, sem citar diretamente a derrota de Geddel na disputa pelo Senado: “um deputado federal (Lúcio Vieira Lima), irmão do Geddel, elegeu quatro estaduais, dos quais um é totalmente ligado a (ACM) Neto”. Em entrevista ao Estadão, o chefe do Executivo baiano disse que Marina Silva vai colocar em risco a própria biografia ao anunciar apoio à Aécio Neves (PSDB). “Se Marina quiser entregar o seu patrimônio no campo da ética nas mãos de Aécio, o problema é dela, mas não me parece que o PSDB seja o melhor destinatário”, sugeriu Wagner. Com Bahia Notícias e Estadão.

“CLIMÃO” PARA PINHEIRO

Jaques Wagner: Pinheiro infeliz (Foto Pimenta).

Jaques Wagner: Pinheiro infeliz (Foto Pimenta).

O governador Jaques Wagner classificou, neste sábado, 27, como “”leviana” a declaração do senador Walter Pinheiro (PT-BA) à revista Veja de que correntes do PT  – “as mesmas que nacionalmente viviam se estapeando comigo por causa do mensalão” – o teriam envolvido em suposto esquema de caixa 2. Seriam recursos desviados do Fundo de Combate à Pobreza pela ONG Instituto Brasil, que tinha convênio com a secretaria estadual de Desenvolvimento Urbano (Sedur).

“Ele tem que dizer o nome, quem me perseguiu foi fulano, beltrano e sicrano. Generalidade para mim não tem sentido”, disse irritado o governador, admitindo que a situação de Pinheiro no partido ficou delicada. “Eu sou contra essas caças às bruxas, mas é óbvio que ficou ruim, porque ele levantou uma lebre genérica. Não gostei da declaração dele, foi infeliz”, afirmou Wagner em entrevista após inaugurar o terceiro viaduto do complexo viário Imbuí-Narandiba.

Em depoimento à Veja, o senador Walter Pinheiro disse que Dalva Sele Paiva, a ex-presidente do Instituto Brasil, pertencia à correntes do PT.

Leia mais n´A Tarde

RENATA MALLET FAZ CAMPANHA NO SUL DA BAHIA

Mallet faz campanha no sul da Bahia (Foto Pimenta).

Mallet faz campanha no sul da Bahia (Foto Pimenta).

A candidata ao governo baiana pelo PSTU, Renata Mallet, concede entrevistas e participa de atividades na Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) nesta sexta-feira (12).

Ontem (11), Mallet concedeu entrevista ao PIMENTA. Ela defende bandeiras do PSTU, avalia o quadro político baiano e disse que um eventual retorno de Paulo Souto (DEM) ao Palácio de Ondina será culpa do grupo do governador Jaques Wagner.

Para ela, o PT chegou ao poder e manteve algumas práticas carlistas – como a privatização da saúde, além de aliar-se a políticos do grupo do falecido ex-senador Antônio Carlos Magalhães.

EVERALDO FALA EM VITÓRIA DE RUI NO 1º TURNO

Everaldo Anunciação acredita em vitória de Rui ainda no primeiro turno.

Everaldo Anunciação acredita em vitória de Rui ainda no primeiro turno.

Everaldo Anunciação, presidente do PT baiano, empolgado com os números da pesquisa Babesp divulgados hoje, disse acreditar em vitória de Rui Costa ainda no primeiro turno, além da eleição de Otto Alencar (PSD) ao Senado. Desde o início do horário eleitoral, Rui saltou de 11% para 27% nas intenções de voto.

Para Everaldo, o candidato ao governo pelo PT ainda tem muito espaço para crescer. Eufórico com os números, o dirigente estadual fala em vitória de Rui no primeiro turno (“tem muito espaço para crescer e até ganhar esta eleição ainda no primeiro turno”).

Outro fator considerado relevante para a tendência de maior crescimento do petista, cita Everaldo, são os apoios do ex-presidente Lula, de Dilma Rousseff e do governador Jaques Wagner. Com os apoios da trinca petista, Rui atinge 32%, enquanto Paulo Souto, com ACM Neto e Aécio Neves, cai de 39% para 37%, segundo a Babesp.

A campanha deverá colar o nome de Rui Costa, ainda mais, em Lula e Dilma. A presidente da República e candidata à reeleição tem 54% das intenções de voto na Bahia, segundo o Instituto Babesp.

A euforia toma conta dos petistas, mas o Babesp está sob a mira do DEM baiano devido às ligações do instituto com o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Marcelo Nilo, que contratou a pesquisa.

WAGNER E MINISTRO LANÇAM LICITAÇÃO DE OBRAS DA ILHÉUS-ITABUNA

 

Pista atual da rodovia terá ações de preservação ambiental e recuperação (Foto Pimenta/Arquivo).

Rodovia Ilhéus-Itabuna terá licitação lançada nesta segunda (Foto PIMENTA).

EM PRIMEIRA MÃO

Wagner: licitação via RDC (Foto Pimenta).

Wagner: licitação via RDC (Foto Pimenta).

O governador Jaques Wagner e o ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, lançam amanhã, às 17h, o edital de licitação para a obra de duplicação da Rodovia Ilhéus-Itabuna. A licitação será pelo Regime Diferenciado de Contratações (RDC). Por este regime, a empresa vencedora poderá ser conhecida em até 45 dias e a obra começar em até dois meses.

Conforme apurou o PIMENTA, a autorização será assinada durante a entrevista que Wagner concederá a veículos de comunicação do sul da Bahia, nesta segunda (8), no Príncipe Hotel, em Itabuna. A estimativa é de que a duplicação custe R$ 180 milhões.

As licenças para a obra já foram concedidas pelo Instituto de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), órgão ambiental do governo baiano. Parte dos recursos para a obra já está assegurada no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2).

A nova pista será construída à margem direita do Rio Cachoeira. Três pontes serão construídas nas proximidades da Ceplac, da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) e do Banco da Vitória para interligar a nova pista coma atual. A extensão do novo trecho da Ilhéus-Itabuna será pouco menor que vinte quilômetros, atingindo o Banco da Vitória.

Após o governo federal delegar a obra ao Estado, a duplicação será executada com a supervisão do Departamento de Infraestrutura de Transporte da Bahia (Derba), hoje comandado pelo itabunense Saulo Pontes.

Plotagem aponta o traçado da nova pista (Projeção Projeção traz o traçado da nova pista (confira seta) da Rodovia Ilhéus-Itabuna (Projeção Pablo Joaquim e Wallace Silva).

Plotagem aponta o traçado da nova pista (Projeção Pablo Joaquim e Wallace Silva / PIMENTA).

AULA INAUGURAL DA UFSB

A assinatura ocorrerá momentos antes da aula inaugural da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB). A aula será proferida pelo ministro da Educação, José Henrique Paim, no campus Jorge Amado, em Ferradas (trecho Itabuna-Ibicaraí da BR-415), às 18 horas.

A UFSB funcionará, inicialmente, com 1.050 alunos, sendo 720 nos campi de Itabuna, Porto Seguro e Teixeira de Freitas e 330 em unidades que integrarão a rede de Colégios Universitários (CUNIs). A reitoria foi instalada em Itabuna em setembro do ano passado.

A estimativa é de que a universidade ofereça 36 cursos de graduação e tenha cerca de 11,1 mil alunos até 2020.

Aulas na UFSB começam nesta segunda-feira (Foto Gabriel Oliveira).

Aulas na UFSB começam nesta segunda-feira (Foto Gabriel Oliveira).








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia