WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
festival chocolate


alba










julho 2019
D S T Q Q S S
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

editorias






:: ‘Wagner’

A CANDIDATURA DE OTTO ALENCAR

ricardo artigosRicardo Ribeiro | ricardo_rb10@hotmail.com

 

Evangélica, Ângela tem Jabes na mesma cota do capeta, desde que o pepista descartou seu nome como candidata à sucessão dele na Prefeitura de Ilhéus em 2004. Hoje, nove anos depois, ambos torcem pela candidatura de Otto Alencar, o que abre espaço para uma reaproximação.

 

Quem acredita piamente que o vice-governador Otto Alencar (PSD) não seja potencial candidato à sucessão de Jaques Wagner pode também adotar os mais tenros contos da carochinha como livros de cabeceira.

Raposa velha, urdida no berço do carlismo, mas com habilidade para se relacionar de modo amplo e eficiente com os mais diversos segmentos da política, Otto trabalha com a tranquilidade dos que não precisam de grande esforço para conquistar resultados expressivos. Aliás, o vice conta com a vantagem de ter quem trabalhe por ele.

Ao afirmar sua postura de soldado a serviço do governador e disposto a seguir suas orientações, Otto transmite um desapego que só ajuda a dar mais consistência à sua imagem, deixando no ar um sentimento de que outros postulantes do mesmo grupo tateiam como candidatos de si mesmos (artimanhas de raposa). Paralelamente, aliados da base fortalecem a figura do segundo mandatário como sucessor natural, quase inquestionável. Um contraponto perfeito às opções ainda não consolidadas e de futuro incerto apresentadas pelo PT.

E não são apenas os aliados que trabalham pelo vice-governador. Até adversários do grupo, antes mais ferrenhos, hoje mais dóceis, demonstram preferência por ele. Ex-correligionário, o atual secretário de Transportes de Salvador, José Carlos Aleluia, afirmou em entrevista ao jornal A TARDE que se o candidato for Otto, é capaz até de o DEM embarcar no voo, com o PT não mais como piloto, mas na posição de copiloto.

Não parece algo plausível ou provável de ocorrer, não apenas pelos compromissos entre o DEM e o PMDB de Geddel, mas também pelos óbices da esfera nacional. A impressão é de que a afirmação de Aleluia, que jamais seria gratuita ou impensada, teve o objetivo de constranger os petistas, reforçando um sentimento de que o partido procura impor uma candidatura própria difícil, sacrificando aquele que seria em tese o melhor nome.  E mais: um nome com pedigree democrata e linhagem carlista, o que certamente estimula os confetes do secretário soteropolitano.

Voltando aos aliados, a defesa ao nome de Otto pode produzir até certos “milagres”, como uma possível união entre o prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro (PP) –  que recentemente levou reprimenda pública de Wagner –  e a deputada estadual Ângela Sousa (PSD).

Evangélica, Ângela tem Jabes na mesma cota do capeta, desde que o pepista descartou seu nome como candidata à sucessão dele na Prefeitura de Ilhéus em 2004. Hoje, nove anos depois, ambos torcem pela candidatura de Otto Alencar, o que abre espaço para uma reaproximação.

Quem observa de perto a política ilheense já percebe o insinuar de um distensionamento entre a “irmã” e o prefeito. E como política é feito nuvem, não estranhem se daqui a pouco estiverem os dois juntos, de mãos dadas, em corrente de orações pelo vice-governador.

SUSPENSA TRAMITAÇÃO DE REAJUSTE DE SERVIDOR ESTADUAL

Wagner e secretários estaduais em reunião, hoje, com os servidores estaduais (Foto ManuDias/GovBA).

Wagner em reunião com representantes dos servidores hoje (Foto ManuDias/GovBA).

O governador Jaques Wagner prometeu suspender a tramitação de anteprojeto de lei de reajuste salarial dos servidores estaduais. A promessa foi feita durante audiência concedida a representantes de 20 sindicatos da carreira pública estadual, hoje, na Governadoria.

O Estado acena com reajuste linear de 2,5%, o que foi rechaçado pelos servidores. Wagner enfatizou que, na média, o ganho real dos servidores tem sido de 36% nos seus dois mandatos. “Aqui, estamos tratando do linear e creio que amanhã (dia 2) ou sexta-feira possamos bater o martelo”, disse.

Marinalva Nunes, coordenadora da Federação dos Trabalhadores Públicos da Bahia (Fetrab), enxergou, na reunião, interesse do governo em negociar um percentual melhor. “Ficamos felizes com a retomada das negociações e também pelo governador ter suspendido a votação do projeto de lei do reajuste que nos foi oferecido”.

A UFESBA E A DUPLICAÇÃO DA ILHÉUS-ITABUNA

Wagner: terreno da Ufesba é com município (Foto Pimenta).

Wagner: terreno da Ufesba é com município (Foto Pimenta).

Questionado se entraria em ação para garantir a compra de terreno para a sede da Universidade Federal do Sul da Bahia (Ufesba), o governador Jaques Wagner, na cerimônia da Bahiagás, na última quarta, em Ilhéus, logo observou que a aquisição é tarefa do município.

Coincidentemente, no mesmo dia, à tarde, o prefeito Claudevane Leite (Vane do Renascer) assinou edital de chamamento público para quem deseja doar ou vender terreno destinado à construção da universidade. Vane havia se reunido, horas antes, com o governador no aeroporto de Ilhéus, de onde correu para o 15º Batalhão da PM, em Itabuna, para inauguração da central de telecomunicações regional, o Cicom.

Ao PIMENTA, Wagner também comentou sobre o processo da duplicação da Rodovia Ilhéus-Itabuna (BR-415). Ele disse que não poderia falar em prazo, mas ressaltou o compromisso da presidente Dilma Rousseff em iniciar a obra assim que os trâmites burocráticos forem cumpridos. Mas assegurou que a nova pista será, por questões ambientais, construída na margem direita do Rio Cachoeira.

ACM NETO E WAGNER CHEGAM A ACORDO SOBRE METRÔ

ACM Neto e Wagner em audiência na qual saiu o acordo (Foto Carol Garcia/GovBA).

ACM Neto e Wagner em audiência na qual saiu o acordo (Foto Carol Garcia/GovBA).

Finalmente saiu um acordo sobre a tarifa e a adminstração do metrô de Salvador. Hoje, o governador Jaques Wagner recebeu o prefeito ACM Neto em audiência na qual ficou definida tarifa de integração metrô-ônibus em R$ 1,10.

A assessoria do governo baiano informou acordo quanto à administração das duas estações localizadas nos extremos do sistema do metrô. A estação Pirajá será administrada pelo estado, enquanto a da Lapa ficará sob responsabilidade da prefeitura.

Pelo acordo, segundo Jaques Wagner, “toda a cobrança, administração e caixa, no que diz respeito aos ônibus, fica sob a administração da prefeitura, o metrô é do governo estadual e o que for a tarifa de integração será auditada a quatro mãos” (Estado e prefeitura)”.

O termo de compromisso será assinado, provavelmente, na próxima segunda, 8.

WAGNER EM ARATACA

As obras de recuperação do trecho entre o município de Arataca e a BR 101 serão entregues nesta quinta, às 9 horas, pelo governador Jaques Wagner.

O trecho da BA-676 tem cinco quilômetros de extensão. Na obra executada no município sul-baiano, foram investidos R$ 4,6 milhão, segundo o governo.

WAGNER E DILMA NA DESPEDIDA A CHÁVEZ

Chávez recebeu Wagner no Miraflores em março de 2009 (Foto Divulgação).

Chávez recebeu Wagner no Miraflores para tratar de dengue e investimentos (Foto Francisco Batista).

O governador Jaques Wagner embarcará com a comitiva presidencial brasileira que irá a Caracas, na Venezuela, para participar das últimas homenagens a Hugo Chávez, presidente venezuelano morto na última terça-feira, 5, vítima de câncer.

O corpo do comandante venezuelano será enterrado nesta sexta, 8. Wagner lembra das visitas de Chávez ao estado e das colaborações do presidente do país vizinho em ações de combate à dengue na Bahia. O voo a Caracas está marcado para o meio-dia de hoje.

Wagner esteve em missão oficial, na Venezuela, há exatos quatro anos (relembre aqui). Em março de 2009, o governador baiano foi recebido por Chávez, no Palácio Miraflores, quando foi tratar de projeto na área petroquímica e ações de combate à dengue na Bahia.

O país sul-americano havia enfrentado uma grande epidemia de dengue em 2006.

WAGNER DIZ QUE BAHIA TEVE “SUPER PIB”

jaques-wagner

Wagner afirma que atração de investimentos tem atenuado a crise

Comparando o desempenho da economia baiana em 2012 com o ritmo lento da economia brasileira e mundial, o governador Jaques Wagner declarou que o estado teve um “super PIB”.

A elevação do Produto Interno Bruto na terra do Carnaval no ano passado foi de 3,1%, enquanto a do País estancou em 0,9%, a menor variação entre os países do chamado Brics, grupo que reúne Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. O governador disse que o Estado tem conseguido atrair investimentos que reduziram o impacto da crise internacional e também destacou a influência de políticas do governo Dilma.

“As políticas macroeconômicas do Governo Federal nos ajudaram bastante a manter aquecidos os setores de serviços e de comércio, decisivos para o bom resultado do PIB baiano. Continuamos trabalhando para que novos negócios sejam consolidados em nosso estado, dinamizando ainda mais a produção industrial”, afirmou Wagner.

WAGNER E DILMA COMENTAM RENÚNCIA DE BENTO XVI

Fátima Mendonça e Wagner em visita a Bento XVI, no Vaticano, em maio de 2012.

Primeira dama e Wagner em visita a Bento XVI, no Vaticano, em maio de 2012. Padre recebeu livro sobre Irmã Dulce (Foto Arquivo).

O governador Jaques Wagner solidarizou-se, hoje, com o agora papa emérito Bento XVI em sua decisão de renunciar ao pontificado. O sumo pontífice deixou o cargo máximo da Igreja Católica apostólica romana às 16h desta quinta, 28.

Wagner considerou o gesto do papa uma demonstração de “coragem e firmeza”. Wagner visitou o papa, no Vaticano, em maio do ano passado, quando presenteou a autoridade religiosa com livro sobre Irmã Dulce (foto acima). A íntegra da mensagem do governador baiano ao papa emérito foi divulgada pela sua assessoria.

– Expresso, hoje, em meu nome e de todos os baianos, profunda admiração e respeito pela decisão de Vossa Santidade de renunciar ao papado, gesto imbuído de muita coragem e firmeza, ao mesmo tempo em que manifesto sincero desejo de que em sua nova residência, em Castel Gandolfo, possa continuar sendo um instrumento de luz, sabedoria e amor em prol da humanidade.

A presidente da República, Dilma Rousseff, também se pronunciou quanto à renúncia de Bento XVI.  “Manifesto o meu respeito pela decisão de Vossa Santidade de renunciar à Cátedra de São Pedro. Desejo que essa nova fase de recolhimento o encontre com saúde e paz”, disse em mensagem tornada pública pela sua assessoria.

WAGNER DEFENDE ALIADO NA DISPUTA PELA PRESIDÊNCIA EM 2018

Wagner defende aliado na disputa presidencial em 2018.

Wagner defende aliado em 2018.

O governador Jaques Wagner surpreendeu petistas em sua passagem pela capital pernambucana, na noite da segunda-feira, 25, quando defendeu que o PT abra espaço na disputa pela presidência da República a um dos partidos aliados em 2018. O gesto, logo em Recife, foi visto como uma forma de agradar o governador Eduardo Campos, que é do PSB e faz jogo (não tão claro) com vistas à disputa de 2014.

– Eu posso falar que em 2018 a gente vai inteirar 16 anos de governo, de um projeto político que tem aliados sem os quais a gente não teria andado e que tem o PT na condução; mas que não tem, obrigatoriamente, que ter o PT na condução.

Wagner, segundo reportagem do Valor, também disse que a melhor forma é “caminhar agregando” para que não dar chances aos adversários. Afirmou isso ao discorrer sobre alianças e participação do PSD no governo da presidenta Dilma Rousseff.

Enquanto isso, não se sabe qual o jogo de Wagner para 2014 na sua área, a Bahia. O partido dele, o PT, tem, pelo menos, quatro nomes na disputa pela cadeira principal do Palácio de Ondina, dos quais se destacam o senador Walter Pinheiro e os secretários estaduais José Sérgio Gabrielli e Rui Costa.

Do lado da oposição, nomes ventilados são os do peemedebista Geddel Vieira Lima e do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), que – por enquanto – descarta entrar na disputa do próximo ano.

ENQUANTO ISSO, NAS IMEDIAÇÕES DA BAÍA-DE-TODOS-OS-SANTOS

ponte jw-neto

Para entender, clique aqui.

CAETANO RECEBE CONVITE PARA A SEDUR

caetanoNotícia publicada pelo site Política Livre, de Salvador, informa que o ex-prefeito de Camaçari, Luiz Caetano (PT), foi convidado pelo governador Jaques Wagner para assumir o comando da Secretaria do Desenvolvimento Urbano da Bahia (Sedur). A informação não é confirmada nem pelo governador nem pelo convidado, mas – segundo o PL – circula entre a alta cúpula petista.

A possível proposta, que ainda não teria sido aceita, incluiria a desistência de Caetano de se colocar como postulante à sucessão de Wagner.

JOSIAS GOMES DEFENDE GABRIELLI

Deputado diz que Gabrielli realizou administração progressista na Petrobras

Deputado diz que Gabrielli realizou administração progressista na Petrobras

O deputado federal Josias Gomes (PT) utilizou seu blog para fazer uma defesa veemente do correligionário José Sérgio Gabrielli, secretário do Planejamento da Bahia e um dos possíveis nomes para a sucessão de Jaques Wagner.

Gabrielli vem sendo criticado pela oposição em virtude do contrato feito com uma consultoria americana para elaboração do projeto de análise da ponte Salvador — Itaparica. Pelo serviço, o governo baiano pagou R$ 40 milhões, com dispensa de licitação.

Josias Gomes vê nos ataques uma tentativa de fragilizar o nome de Gabrielli. Para o deputado, o secretário, que comandou a Petrobras, foi responsável por “uma das administrações mais progressistas” da estatal.

Sobre a atuação do correligionário no Planejamento, Gomes afirma que Gabrielli “vem colaborando com o ritmo desenvolvimentista do governo de Jaques Wagner”.

NILO REJEITA POSTO DE VICE

Deputado pede passagem na corrida sucessória

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Marcelo Nilo (PDT), concedeu entrevista nesta quinta-feira, 14, à Rádio Sociedade, e declarou que não existe a menor possibilidade dele aceitar o posto de candidato a vice numa chapa governista em 2014. A intenção do pedetista é ser o escolhido como postulante à sucessão de Jaques Wagner (PT).

“Não existe a menor possibilidade de eu ser vice, não é o meu estilo e não quero ser vice”, afirmou o deputado.

Nilo deixou claro que, apesar da disposição do PT de lançar um nome do partido à disputa, o PDT também trabalhará para se viabilizar no processo sucessório.

A briga promete.

GEDDEL QUER APOIO DE NETO EM 2014

Geddel critica governo da Bahia (foto André Reis/Política Livre)

Geddel critica governo da Bahia (foto André Reis/Política Livre)

O vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa Econômica Federal, Geddel Vieira Lima, do PMDB, reafirma seu desejo de ser candidato a governador da Bahia em 2014. Em nota do site Política Livre, o peemedebista diz que, se o seu nome for o que mais aglutine a oposição, espera contar com o apoio do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM). Segundo Geddel, também não haveria dificuldade em apoiar Neto, caso o democrata se revele mais viável.

Sobre a possibilidade de reconstruir a aliança com o PT, nos moldes do plano federal, nada feito. O peemedebista diz não ser uma questão pessoal, mas uma decorrência do fato de que o atual governo é “frágil no ponto de vista da execução de políticas públicas que possam beneficiar a Bahia”.

AJUSTE NA AGENDA

Vane terá audiência com Wagner, mas antes participa de sessão na Câmara (Foto Pimenta).

Vane terá audiência com Wagner, mas antes participa de sessão na Câmara (Foto Pimenta).

A abertura dos trabalhos legislativos ordinários em Itabuna sempre ocorre à tarde, mas neste ano os vereadores vão ajustar a agenda. A primeira sessão da nova legislatura será às 9h da próxima sexta, 15.

O motivo: o prefeito Claudevane Leite participará, no mesmo dia, às 16h, de uma audiência com o governador Jaques Wagner, em Salvador, e não quer faltar à abertura dos trabalhos na Câmara, agora na condição de chefe do Executivo e primeiro vereador a deixar o legislativo para comandar o município. Sinal de prestígio à nova legislatura.

Sobre a audiência com Wagner, Vane levará no bolso alguns pedidos, dentre eles agilidade na assinatura de protocolo para que a fábrica de sucos Del Valle (Coca-Cola) seja instalada em Itabuna.

DILMA VEM À BAHIA, MAS NÃO VERÁ O CARNAVAL

Wagner anunciou presença de Dilma no Carnaval. Planalto negou

Wagner anunciou presença de Dilma no Carnaval. Planalto negou

Apaixonada pela praia de Inema, na Base Naval de Aratu, a presidenta Dilma aproveitará o feriadão para mais uma vez curtir as belezas daquele pedacinho do litoral baiano. Ontem, a assessoria do Governo da Bahia informou que a primeira mandatária da nação também daria uma passada pelo Campo Grande, onde visitaria o camarote oficial do governador Jaques Wagner.

Em entrevista, o próprio Wagner falou sobre a presença de Dilma na folia. “Eu estou na expectativa de a presidente chegar no fim da tarde de sexta ou na manhã de sábado”, disse o governador.

Só que as expectativas serão frustradas, segundo matéria assinada pelos repórteres João Valadares e Juliana Braga, no Correio Braziliense. De acordo com a publicação, na noite de ontem o Palácio do Planalto confirmou apenas que Dilma irá para a Base Naval de Aratu, gozar de alguns dias de descanso, mas ficará longe dos trios elétricos.

A presidenta retorna a Brasília na terça-feira, 12.

ENQUANTO ISSO, EM ITABUNA…

bandeira-brancaO governador Jaques Wagner comemora a redução dos índices de criminalidade nas áreas cobertas pelo programa Pacto Pela Vida, que implanta um novo modelo de gestão na área da segurança, com avaliação de metas.  Em Feira de Santana, por exemplo, o resultado é vistoso, com 50% de queda do número de homicídios em janeiro.

Wagner tratou do tema no programa de rádio Conversa com o Governador, veiculado em emissoras da Bahia nesta terça-feira, 5. Ainda segundo o gestor baiano, houve queda de 16% do índice de assassinatos cometidos no mesmo período na Região Metropolitana e 9% em Salvador.

Na verdade, como são apenas os dados de um mês, não é possível saber se há consistência na redução, mas já é um alento. Só não se sabe ainda por que em Itabuna, outra grande cidade do Estado, a matança não dá trégua.

A BIPOLARIDADE DO PR

Sandro Régis e Elmar Nascimento pretendem sair do PR

Sandro Régis e Elmar Nascimento pretendem sair do PR

Com um pé na base aliada do governo Wagner e outro na oposição, o PR deverá sofer uma baixa dentro de pouco tempo. O jornal Tribuna da Bahia anuncia nesta segunda-feira, 4, que três deputados da ala oposicionista (dois estaduais e um federal) planejam deixar o partido.

Estão de malas prontas os estaduais Sandro Régis e Elmar Nascimento, e o federal Maurício Trindade, que já ocupa cargo de secretário de Administração no governo de ACM Neto (DEM) em Salvador. Os atuais republicanos aguardam somente um respaldo jurídico para evitar futuros questionamentos de infidelidade partidária.

Situação curiosa é a do deputado estadual Reinaldo Braga, também do PR, cujo filho foi escolhido por Neto para comandar as prefeituras de bairro. Braga, que é da base de Wagner, afirma que o herdeiro tem relação pessoal com o prefeito.

WAGNER INAUGURA OBRA DE SANEAMENTO EM SERRA GRANDE

Wagner inaugura obra em Serra Grande, ao lado da prefeita Fernanda Silva

Wagner inaugura obra em Serra Grande, ao lado da prefeita Fernanda Silva

O governador da Bahia, Jaques Wagner, inaugurou na manhã deste sábado, 2, em Serra Grande, distrito de Uruçuca, uma obra de saneamento que reduzirá a poluição ambiental em um dos pontos mais bonitos do litoral baiano. A obra, orçada em R$ 4,7 milhões, faz parte das condicionantes do processo de licenciamento do Porto Sul.

O sistema de esgoto de Serra Grande é formado por 34,3 quilômetros de tubulação, emissário e estações de tratamento e bombeamento.  Depois de tratados os dejetos, o produto final será lançado no Rio Piaba, reduzindo o impacto ao meio ambiente.

A obra atende 53% dos moradores do distrito. Segundo Wagner, uma segunda etapa será realizada, com novas ligações de domicílios à rede de saneamento.

PINHEIRO DEFENDE UNIÃO DA BASE

Pinheiro vê “excessiva agonia” em movimentações pela sucessão de Wagner

Em entrevista à Tribuna da Bahia, o senador Walter Pinheiro (PT) se esquiva estrategicamente da condição de pré-candidato ao Governo do Estado e afirma que as definições sobre a sucessão devem ter como pressuposto a união da base sob a liderança do governador Jaques Wagner.

“É hora da base trabalhar unida. Se ela trabalhar unida em 2013 na execução, em 2014 ela continuará unida e, consequentemente, essa mesma base, sob a liderança do governador Jaques Wagner, saberá escolher o caminho para a sucessão”, diz o senador.

Sobre a atuação de lideranças que já se movimentam explicitamente com foco nas próximas eleições, Pinheiro diz que vê nisso “uma dose excessiva de agonia”.

Clique aqui e leia a entrevista completa.

TRAGÉDIA NO RS FAZ GOVERNO CANCELAR EVENTO DA COPA NA BAHIA

A tragédia que ocorreu na madrugada de hoje, 27, no município de Santa Maria (RS) levou o governo baiano a cancelar a contagem regressiva dos 500 dias para a Copa do Mundo de 2014. O evento seria realizado amanhã, 28, no Farol da Barra, em Salvador.

A informação foi divulgada há pouco pela Secretaria  Estadual para Assuntos da Copa do Mundo (Secopa). Uma cerimônia nacional com a participação de dirigentes do governo brasileiro e da Fifa, também prevista para amanhã, em Brasília, foi cancelada.

Governador baiano presta solidariedade a famílias enlutadas.

Wagner: solidariedade.

WAGNER: MOMENTO DE “TRISTEZA E DOR”

Mais cedo, o governador Jaques Wagner manifestou solidariedade às famílias atingidas pela tragédia. “Juntamo-nos também não só as famílias das vítimas, mas a todo o povo gaúcho neste momento de tristeza e dor. Nesse momento, os baianos, os gaúchos e todos os brasileiros se unem em oração”, disse.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia