SOB FOGO AMIGO DO DEM, ACM NETO DESCARTA SER VICE DE BOLSONARO

Rodrigo Maia, José Carlos Aleluia e ACM Neto: forças divididas no DEM, com presidente do partido na mira dos correligionários
Tempo de leitura: 2 minutos

O presidente nacional do Democratas, ACM Neto, chamou de “fake news” qualquer afirmação de que ele poderia disputar cargo eletivo que não seja o de governador. De acordo com a nota divulgada hoje (10) pelo ex-prefeito de Salvador, esse é seu único projeto eleitoral para 2022.

“Todos sabem que o meu desejo é disputar o governo do estado. Ainda não me coloco como pré-candidato, pois o momento é de tratarmos do enfrentamento à pandemia, mas esse é o único projeto, conforme já disse publicamente em diversas ocasiões”, declarou ACM Neto.

A nota do ex-prefeito não cita o ex-presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), mas foi o parlamentar fluminense quem levantou a hipótese de Neto ser candidato a vice-presidente numa chapa encabeçada pelo presidente Jair Bolsonaro, o sem partido.

O deputado aventou a possibilidade nesta segunda-feira (10), em entrevista à rádio Metrópole, e acrescentou que, nesse cenário, o ministro da Cidadania, João Roma (Republicanos), seria o candidato ao governo baiano apoiado por Bolsonaro e Neto, de quem Roma foi assessor.

Rodrigo Maia tem outra tese sobre a atuação política recente de ACM Neto. Para ele, o ex-prefeito da capital baiana articulou votos de deputados democratas para Arthur Lira (PP-AL), o favorito de Bolsonaro na eleição para a Presidência da Câmara. Maia apoiou o candidato derrotado, Baleia Rossi (MDB-SP). Neto nega que tenha mobilizado os parlamentares em torno da candidatura vitoriosa de Lira.

O coro dos descontentes do DEM também encontrou motivo para admoestar ACM Neto no campo dos Direitos Humanos. Numa reação em defesa de ideais conservadores, o deputado federal Sóstenes Cavalcante (RJ) e o ex-deputado federal José Carlos Aleluia, figura proeminente do DEM na Bahia, criticaram a criação do DEM Diversidade, formalizada por Neto em abril. Cavalcante, que é evangélico, e Aleluia disseram à Folha de S. Paulo que a iniciativa de Neto destoa da tradição do partido.

ACM Neto argumentou que a criação do DEM Diversidade atendeu a um pleito da ala jovem do partido para discutir temas como racismo, homofobia, preconceito religioso, entre outros.

Na interpretação de Sóstenes Cavalcante, ao criar o DEM Diversidade, ACM Neto fez um gesto de distanciamento de Bolsonaro no espectro ideológico. Segundo o deputado, o grupo foi criado depois que o presidente nacional do DEM liberou a bancada do partido na eleição da Mesa Diretora da Câmara.

ILHÉUS VAI RECEBER CARRETA DO SAC MÓVEL NA PRÓXIMA SEMANA

SAC Móvel descentraliza serviços do Estado à sociedade || Foto Alberto Coutinho/GOVBA
Tempo de leitura: < 1 minuto

A carreta do SAC Móvel vai chegar a Ilhéus na próxima terça-feira (18) e atenderá moradores do município e da região na rua Eustáquio Bastos, no Centro. O atendimento ocorrerá de segunda a sexta-feira, sempre das 7h às 15h30.

Todos os serviços são ofertados com agendamento prévio, por meio do SAC Digital. Para agendar, é só baixar o aplicativo ou acessar o endereço www.sacdigital.ba.gov.br na internet.

Para outras informações, a Secretaria da Administração (Saeb) ainda disponibiliza o site institucional do SAC (www.sac.ba.gov.br) e o call center: (71) 4020-5353 (ligação de celular) ou 0800 071 5353 (ligação de telefone fixo).

MEDIDAS DE SEGURANÇA

A Rede SAC reforça a necessidade dos cidadãos redobrarem a atenção aos cuidados sanitários contra o novo coronavírus. Entre as medidas de segurança adotadas pela Rede SAC estão a disponibilização de dispensers com álcool a 70%; reforço na higienização das dependências, bem como dos móveis; reorganização do espaço de espera para promover o distanciamento, e controle da quantidade de agendamentos, reduzindo o número de pessoas no ambiente. Além disso, o atendimento é individual, sem acompanhantes, exceto em casos excepcionais.

PRESENÇA MATERNA ESTIMULA RECUPERAÇÃO RÁPIDA DE BEBÊS NO MANOEL NOVAES

Lorenna dos Santos é uma das mães que participam de projeto do Hospital Manoel Novaes
Tempo de leitura: 3 minutos

Um projeto de humanização tem sido um bom aliado na recuperação de bebês prematuros internados nos leitos das unidades de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal e Canguru do Hospital Manoel Novaes (HMN), em Itabuna. Implantado há pouco mais de cinco meses, o “Mãe Acompanhante” possibilita que as mamães fiquem maior tempo mais próximas de seus filhos, amamentando, dando carinho e acompanhando a assistência da equipe multidisciplinar da unidade.

Entre as mães que participam do projeto está a fisioterapeuta Lorenna Alves dos Santos, moradora do bairro da Conquista, em Ilhéus. A mãe de Liz, de 2.380 kg, aprovou a iniciativa do hospital pediátrico. “Não sei como estariam as nossas vidas se eu tivesse que passar o dia inteiro longe dela. Certamente eu ficaria aflita e ansiosa para saber, o tempo todo, informações sobre a minha filha”. A pequena Liz nasceu no dia 30 de abril.

Mãe de primeira viagem, Lorenna afirma que a experiência de participar do projeto é enriquecedora e que o desenvolvimento da bebê está sendo espetacular. A fisioterapeuta conta que o resultado está superando a expectativa da família. “Ficamos juntas por mais tempo. Isso tem contribuído para que a revolução dela ocorra de maneira mais rápida”, acredita. Ela se desloca de Ilhéus para Itabuna todos os dias da semana.

Quem também fez questão de ficar mais tempo perto da filha foi Eliana Queiroz da Cruz, moradora do Parque Verde, em Itabuna. Desde o dia 28 de abril que a mãe da pequena Iarley, que pesa 2.772kg, chega à unidade por volta das 8h para passar a maior parte do dia ao lado da pequena. “Deixo a unidade no início da noite, às 18h, com o coração partido. A saudade seria ainda maior se tivesse de passar mais tempo longe da minha bebê”, conta.

REATAR VÍNCULO

A diretora técnica do HMN, a médica Fabiane Chávez, explica que o projeto ajuda a restabelecer o vínculo do bebê com a mãe, que foi temporariamente desfeito pelo fato dele ser prematuro ou por outra complicação de saúde que precise de internação na UTI Neo Neonatal. “Quando a mãe pode ficar com o filho em recuperação, o vínculo é refeito e a alta médica acaba sendo muito mais rápida”, observa.

A médica afirma que já foi comprovado cientificamente que os bebês ganham peso mais rápido quando estão juntos das mães, que cuidam da alimentação, dando banho e trocando fralda. “Para os bebês e toda a família é reconfortante que as mães estejam acompanhando o progresso dos filhos. Esse processo é muito gratificante para a nossa equipe também, pois o foco aqui é prestar assistência de qualidade aos pacientes. Toda a vez que melhoramos a assistência para eles, estamos melhorando as nossas condições de trabalho também”, avalia.

Fabiane Chávez explica que não existe restrição para ingresso das mães no projeto de humanização. Elas só precisam ter disponibilidade de tempo para ficar ao lado dos bebês, que necessitam estar estáveis para a inclusão. “Mas o nosso plano é aumentar o número de participantes, com a inclusão de bebês que precisam de cuidados maiores por causa da gravidade no quadro de saúde. Estamos esperando somente que melhore essa situação da pandemia do novo coronavírus. A expectativa é que isso ocorra no próximo ano”.

De acordo com a psicóloga da UTI Neonatal do HMN, Thatyanna Rodrigues, o projeto tem ferramentas que contribuem para o fortalecimento do vínculo afetivo com o recém-nascido, reduzindo o estresse parental e familiar. “Além de preparar os pais para os cuidados com o recém-nascido e buscar neutralizar os efeitos decorrentes da separação”, detalha a profissional. As mães que participam do projeto ficam das 8 às 18h, todos os dias da semana, e têm direito a todas as refeições do dia.

PROJETO QUE DÁ NOME DE MÃE LAURA A PRAÇA EM ILHÉUS VAI À VOTAÇÃO NESTA TERÇA

Praça fica ao lado da Maramata, onde a mãe de santo organizou, durante quatro décadas, a tradicional Festa de Iemanjá
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Câmara de Vereadores de Ilhéus pautou para a sessão ordinária desta terça-feira (11) a votação do Projeto de Lei nº 031/2021, que propõe o nome de Mãe Laura para a praça da Nova Brasília, comunidade do bairro Pontal. Os vereadores Kaíque Souza (Podemos) e Enilda Mendonça (PT) apresentaram a proposta para homenagear a mãe de santo, que faleceu em março desde ano, vítima da Covid-19.

A praça fica ao lado da Universidade Livre do Mar e da Mata (Maramata), local onde Mãe Laura organizou, durante quatro décadas, a Festa de Iemanjá.

Parte do terreno da Maramata, também muito próximo da praça que pode receber o nome da ialorixá, foi cedida pela Prefeitura de Ilhéus à Embasa, que pretende construir uma estação elevatória de esgoto no local. Mãe Laura foi uma das vozes que se insurgiram contra a escolha do espaço sagrado para os povos de terreiro para a construção de um equipamento de coleta de dejetos.

O Ministério Público do Estado da Bahia, por sua vez, questiona a legalidade da cessão feita pelo município à empresa pública. Prefeitura e Embasa ainda não se manifestaram sobre a ação do MP-BA.

ITABUNA: PREFEITURA PAGA TERÇO DE FÉRIAS AOS PROFESSORES DA REDE

Secretária de Educação de Itabuna, Janaína Araújo || Foto Divulgação
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Prefeitura de Itabuna creditou o terço de férias dos professores da rede municipal, na sexta (7), relativo ao período 2020/21, por determinação do prefeito Augusto Castro. O pagamento tem impacto de R$ 2.095.000,00 sobre a folha salarial da Educação e contempla 1.307 profissionais do Magistério.

Segundo a secretária municipal de Educação, professora Janaína Araújo, devido à unificação dos anos letivos de 2020 e 2021 na Rede Pública Municipal de Ensino, a partir desta segunda (10), os professores terão 15 dias de férias.

Ela explica que as férias parceladas fazem parte de uma proposta submetida à apreciação do Conselho Municipal de Ensino (CME) e aprovada pelo Sindicato do Magistério Público Municipal de Itabuna (Simpi).

Quanto aos outros 15 dias de férias restantes, a secretária de Educação informa que os professores poderão gozá-los a partir do encerramento dos períodos letivos, programado para dezembro deste ano. Janaína Araújo disse ainda que, para unificar os anos letivos 2021/2022, foi necessário assegurar carga horária total de 800 horas para cada período.

MAMÃE, VAI PASSAR!

Dia das Mães de luto no Jacarezinho: Avó de Isaac Pinheiro de Oliveira, Regina Célia acompanhou o enterro do neto que havia criado após a morte da mãe || Foto: Márcia Foletto
Tempo de leitura: 3 minutos

Sabe-se também que o Jacarezinho é uma das áreas sob domínio do Comando Vermelho, bando de traficantes que disputa a criminalidade com a milícia. A operação pode ter sido também uma ação articulada das milícias para futura tomada de território.

Carlos Pereira Neto Siuffo

Dias das Mães, estou ausente do Facebook, mas entro hoje* apenas para homenagear os filhos sem mães e avós e essas sem filhos e netos, todos e todas assassinados por Bolsonaro e sua corja, aliados da Covid e da destruição nacional.

Em especial, homenageio as mães das pessoas assassinadas pela Polícia Civil carioca no Jacarezinho. Uma operação fascista de genocídio, certamente um do maiores atentados contra o que resta de democracia no Brasil.

É inconcebível, onde vige o Estado Democrático de Direito, uma operação com tal nível de letalidade. É o terror praticado pelos agentes de segurança estatal. Um Estado tomado pelo banditismo.

A história um dia demonstrará que tal ação foi articulada em um nível superior, num momento em que a maioria da população começa a perceber o desastre do desgoverno Bolsonaro.

O Sistema Jurídico Brasileiro foi jogado na lata do lixo, da Constituição, passando pelo direito penal, material e processual, e também o civil. Se na famigerada Operação Lava Jato inventaram a competência aleatória, na operação do Jacarezinho criaram o bandido territorial por antecipação. Dois dias depois ainda não se sabia os nomes dos executados, mas todos, conforme a direção policial, eram criminosos. Isto como se suposto antecedente criminal retórico, pois não provado, fosse razão para pena de morte – inexistente no direito pátrio.

A posição das autoridades policiais cariocas foi endossada pelo “civilizado” General Mourão. O que não é de se estranhar, pois antes já havia sugerido o assassinato do Presidente Chávez e chamado de herói o torturador Ustra: “heróis também matam”. Também o governador do estado deu seu apoio, discursando que a operação foi fruto de dez meses de trabalho da inteligência policial – mudaram o sentido de inteligência, agora é burrice letal.

Evidentemente, tal fato só pode ter ocorrido em face de uma longa deterioração da imprensa (viva Tim Lopes e outros!), o Globo na frente, do Ministério Público e Judiciário. Os policiais são a ponta de um sistema corrompido.

Sabe-se também que o Jacarezinho é uma das áreas sob domínio do Comando Vermelho, bando de traficantes que disputa a criminalidade com a milícia. A operação pode ter sido também uma ação articulada das milícias para futura tomada de território.

Se a sociedade brasileira um dia ajustar as contas com o seu terrível e cruel passado, todos deverão ser chamados à responsabilidade. O governador e os policiais deverão ser processados e condenados.

Não tenho dúvida de que o Brasil entreguista, antidemocrático, antipopular, egoísta e muito desigual é o de uma minoria muito poderosa e, no momento, no poder. É o país do massacre de Jacarezinho e da irresponsabilidade com a pandemia. Poderá vir a ser derrotado, é o mais provável, mas não será fácil. Haverá que ter muita luta e um longo caminho pela frente.

Por fim, homenageio a mãe e o marido ( muito carinho) do ator Paulo Gustavo, tão precocemente retirado do convívio dos brasileiros. Ele representava um Brasil democrático, generoso, feliz, sorridente e mais justo, que é o desejável pela maioria.

Um viva para todas as mães! Vai passar!

Carlos Pereira Neto Siuffo é professor de Direito da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc).

*Artigo escrito no domingo (9) de Dia das Mães.

SAC MÓVEL ATENDE EM ITABUNA ATÉ ESTA TERÇA-FEIRA (11)

Unidade móvel facilita acesso dos cidadãos aos serviços prestados pelo órgão estadual || Foto Pedro Augusto
Tempo de leitura: < 1 minuto

A unidade do SAC Móvel encerra nesta terça-feira (11) o atendimento à população de Itabuna. Foram 30 dias de serviços de emissão de RG, CPF, Antecedentes Criminais e escuta pela Ouvidoria Geral do Estado (OGE).

O secretário municipal de Indústria, Comércio, Emprego e Renda, Ricardo Xavier, agradeceu ao Governo do Estado e destacou que a parceria trouxe inúmeros benefícios para os cidadãos itabunenses, principalmente neste momento de pandemia.

“Com a carreta do SAC Móvel foi possível fazer o agendamento, através do aplicativo SAC Digital, e, de forma segura, evitar aglomerações, tendo um controle rigoroso da quantidade de pessoas para o atendimento diário”, comentou Xavier.

LIMPEZA DE LAGOA DE DECANTAÇÃO E DO CANAL DO S. ANTÔNIO EM FASE FINAL

Tempo de leitura: < 1 minuto

O presidente da Emasa, Raymundo Mendes Filho, o diretor técnico, Bruno Mendonça, e o gerente técnico, João Bitencourt, fizeram inspeção dos serviços de melhoria que estão sendo executados na lagoa de decantação de esgoto da empresa, no Bairro São Pedro, e a limpeza do canal de macrodrenagem no Bairro Santo Antônio.

A lagoa de decantação tem área de 3,77 hectares. Há muito tempo não passava por um processo de manutenção e estava completamente tomada por baronesas.
“Os trabalhos de limpeza da lagoa tiverem início na segunda quinzena de abril e, pelo ritmo do serviço, devem ser concluídos, no máximo, nesta semana”, afirma o diretor técnico Bruno Mendonça.

A retirada das baronesas melhora a eficiência do tratamento aeróbico, pois há maior incidência de raios solares e redução da carga orgânica presente no efluente sanitário.

Já do canal de macrodrenagem no Santo Antônio, foram retirados até o momento 3.000 m³ de detritos do leito o canal, que tem pouco mais de 1,5 quilômetro de extensão. “Além da limpeza, o esgoto sanitário vai ser canalizado. Serão implantadas tubulações interceptoras com poço de visita para receber esse esgoto nas duas margens, deixando o canal livre para a drenagem pluvial”, diz o presidente da Emasa, Raymundo Mendes Filho.

Ele garante que todo o serviço do canal de macrodrenagem será finalizado até o início do mês de julho para ser entregue à comunidade no aniversário de Itabuna.
“O prefeito Augusto Castro quer dar esse presente aos moradores do bairro Santo Antônio, no Dia da Cidade, em 28 de julho. Nós asseguramos que a obra será concluída no tempo previsto”, garante Mendes Filho.

POLÍCIA PRENDE MAIS DOIS SEGURANÇAS DO ATAKAREJO ENVOLVIDOS EM DUPLO HOMICÍDIO

Operação já prendeu 3 seguranças do Atakarejo e 2 traficantes || Foto SSP-BA
Tempo de leitura: < 1 minuto

As polícias Civil e Militar capturaram, na manhã desta segunda-feira (10), mais dois seguranças do supermercado Atakarejo. Os mandados foram cumpridos em Salvador e na cidade de Conceição do Jacuípe. Dupla também tem envolvimento na ocorrência que terminou com Bruno e Yan Barros da Silva mortos por traficantes.

Até o momento, três seguranças e três traficantes foram presos por participação no duplo homicídio. Os mandados foram cumpridos durante a Operação Retomada, deflagrada pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), com apoio de outras unidade da Polícia Civil, da SI da SSP, da PM e do DPT.

Além das prisões, mandados de busca e apreensão também foram cumpridos. Um deles, na sede do supermercado, onde foram recolhidos livros de ocorrências administrativas, computadores e aparelhos celulares.

ITABUNA: MORRE EMPRESÁRIA NILDA CARVALHO, AOS 69 ANOS

Nilda Carvalho, com o esposo, Antônio Américo
Tempo de leitura: < 1 minuto

Vítima complicações clínicas, faleceu na tarde deste domingo (09), a empresária Lucenilda Carvalho, aos 69 anos. Ela estava internada há mais de duas semanas no Hospital Calixto Mildej Filho, em Itabuna, informa o Blog do Bené.

Nilda, como era mais conhecida, era proprietária de uma loja de artigos infantis no calçadão da Ruy Barbosa, no Centro. Moradora do bairro Conceição, ela teve, nas últimas três décadas, participação marcante e discreta na Paróquia de Nossa da Conceição, onde atuou em ações evangelizadoras e pastorais nos movimentos Cursilho da Cristandade e Encontro de Casais com Cristo.

Natural de Ibicaraí, Nilda deixa esposo, o técnico agrícola Antônio Américo, da Ceplac, também membro do “Terço dos Homens”, da Paróquia, e uma filha, a profissional de Educação Física Carol Carvalho.

ITACARÉ: PREFEITURA PROMOVE MUTIRÃO DE OFTALMOLOGIA NA SEDE E EM TABOQUINHAS

Pacientes passaram por triagem para atendimento oftalmológico || Foto Divulgação
Tempo de leitura: < 1 minuto

Numa parceria com o Projeto Visão Sem Fronteiras, a Prefeitura de Itacaré promoverá, nos próximos dias 18, 19 e 20, o Mutirão de Oftalmologia, com consultas gratuitas para a comunidade. Pela programação, o atendimento nos dias 18 e 19 será na sede do município. Já no dia 20, ocorrerá em Taboquinhas, obedecendo aos horários agendados para evitar aglomerações.

Para agilizar o atendimento para o mutirão, a Prefeitura de Itacaré e o Visão Sem Fronteiras fizeram triagem dos pacientes na semana passada. Para garantir a segurança dos pacientes e dos profissionais de saúde, foram adotadas todas as medidas de prevenção ao Covid-19, como o distanciamento social, o uso de máscaras, álcool em gel, termômetros infravermelhos e a esterilização de todos os equipamentos.

O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, destacou a importância da parceria firmada com o Projeto Visão Fronteiras para garantir que mais pessoas do município sejam beneficiadas com as consultas, identificando os problemas de visão e encaminhando para o tratamento. Ele também reafirmou que novas parcerias continuarão sendo feitas com a proposta de oferecer não somente o Mutirão de Oftalmologia, mas também diversos outros serviços para a comunidade. Tudo obedecendo aos cuidados e os protocolos de segurança contra a Covid-19.

“VOU TER MEDO DE BOLSONARO? NUNCA”, REAGE OTTO APÓS AMEAÇAS NA CPI DA PANDEMIA

Otto Alencar presidiu abertura dos trabalhos da CPI da Pandemia
Tempo de leitura: 4 minutos

Médico, ex-secretário e ex-governador da Bahia, o senador Otto Alencar (PSD) passou a conviver com ameaças desde o início da semana passada, quando presidiu a abertura dos trabalhos da CPI da Pandemia. As ameaças chegam por telefone ou redes sociais e partem, afirma, de seguidores do presidente Jair Bolsonaro. Otto disse que está tranquilo, tem vida pública limpa e disse não ter medo do mandatário da República.

Na entrevista exclusiva ao PIMENTA, abaixo, Otto fala do início dos trabalhos, das ameaças e das promessas de cura e resistência à covid-19 com remédios como cloroquina e ivermectina. “Quem faz isso [tratamento precoce] é um charlatão”. Ele também fala do comportamento dos ex-ministros e do atual titular da Pasta da Saúde em depoimentos à CPI da Pandemia no Senado. Confira.

PIMENTA – Qual avaliação o senhor faz da primeira semana de trabalho da CPI da Pandemia?

Otto Alencar – A CPI começou ouvindo ex-ministros da Saúde [Henrique Mandetta e Nelson Teich] e o atual, Marcelo Queiroga, e pretende, no início, ser propositiva. Mostrar que o governo está errado, continua errando na política de saúde do Brasil [na pandemia]. Não é nada contra a figura do presidente da República, mas contra a política de saúde equivocada, errada. General Pazzuelo foi um desastre na administração do Ministério da Saúde. Nós queremos que o presidente mude a sua posição, com mais vacina, mantendo distanciamento físico das pessoas, sem aglomerar, usando máscara, álcool em gel e vacinar o povo brasileiro, pois não tomou decisão no momento certo, o que ficou claro no depoimento dos ex-ministros Mandetta e Nelson. O hoje ministro Queiroga fugiu o tempo todo nas respostas. Ficou até um pouco nervoso.

Por que o ministro adotou essa estratégia, na avaliação do senhor?

Quis preservar o presidente da República, mas, com isso, ele demonstrou uma fraqueza muito grande. Um médico, a Medicina, a Ciência não se rendem a ordem de capitão nem de general ou de quem quer que seja. Tem que fazer a coisa certa, que vai mexer com a vida das pessoas, vai trabalhar em cima da recuperação da vida das pessoas. Isso não pode se submeter a força que não seja a científica. A força bruta nunca venceu a Ciência. É preciso firmeza e trabalhar sintonizado com aquilo que a Ciência determina e prescreve.

______________

Queiroga quis preservar o presidente da República, mas, com isso, ele demonstrou uma fraqueza muito grande.

______________

O senhor travou alguns embates na CPI relacionados ao tratamento precoce, da cloroquina. Um foi com senador gaúcho e outro em entrevista à Jovem Pan. Como o senhor vê essa insistência do presidente e seguidores com o tratamento precoce?

É uma grande burrice, total burrice. Não existe tratamento precoce para virose. Há tratamento precoce para sarampo? Não existe. Só tem vacina. Uma criança para não ter sarampo tem que tomar vacina. Para varíola, H1N1, paralisia infantil, vacina. Agora inventaram tratamento precoce para um vírus [coronavírus] desconhecido, que a Medicina não sabe nem tratar direito ainda, e só a vacina resolve. Como é uma doença em que 90%, 95% das pessoas ficam assintomáticos, leves ou moderados, o cara tem a doença, toma qualquer remédio e o cara fica bom. Aí diz que foi o remédio. Isso é charlatanismo. Quem faz isso [tratamento precoce] é um charlatão.

Por ser o decano da CPI, o senhor presidiu o início dos trabalhos e relatou ter sofrido agressões e ameaças. Como avalia esse comportamento?

É o exemplo do presidente. O presidente quer mais armas nas mãos das pessoas, agride a imprensa, como no episódio em que a jornalista baiana foi chamada de idiota, deu vários palavrões em várias oportunidades, é violento e gosta da violência. Então, são pessoas que, cegamente, seguem o [exemplo do] presidente.

______________

Tomei conta de todos os bilhões de reais na Bahia como secretário estadual, governador… Vou ter medo de quê? Vou ter medo de alguém que não pode se explicar, como o presidente da República?

______________

Como o senhor reage a essas ameaças?

Da minha parte, bolsonarista estar me atacando nas redes… Tenho vida limpa. São 35 anos de política, nunca respondi a processo. Tomei conta de todos os bilhões de reais na Bahia como secretário estadual, governador, senador… Vou ter medo de quê? Vou ter medo de alguém que não pode se explicar, como o presidente da República? Sou eu, Otto Alencar, que vou ter medo de Bolsonaro? Nunca. Não há a menor chance disso. Estou tranquilo. Pode botar na rede, pode vir para o pau, que eu estou pronto.

CPI se sabe como começa, mas não como termina. Há uma previsão desta, de como ela se encerra?

Vai demorar para acabar. Temos 90 dias e pode demorar mais que isso. É uma situação que pode ser prorrogada nesse momento.

OPERAÇÃO PRENDE 3 TRAFICANTES E SEGURANÇA DO ATAKAREJO EM SALVADOR

Operação para prender segurança e traficantes reúne 200 policiais || Foto SSP-BA
Tempo de leitura: 2 minutos

Uma megaoperação com 200 policiais militares e civis prendeu, nesta manhã de segunda (10), um segurança e três traficantes apontados como envolvidos nos homicídios de 29 anos e o dele sobrinho, de 19, após terem sido acusados de furto de carne no Atacadão Atakarejo, em Salvador, em 26 de abril passado (relembre aqui). A Operação Retomada foi deflagrada pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da capital baiana e investiga os assassinatos de Bruno e Yan Barros da Silva.

Um segurança do Atakarejo e três traficantes do Nordeste de Amaralina foram capturados. Além das ordens de prisão, mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos em residências e também no estabelecimento comercial, informa a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA). “Aqui no supermercado estamos colhendo provas através de computadores, documentos, entre outros eletrônicos”, explicou a delegada responsável pela investigação, Zaira Pimentel.

Tio e sobrinho foram entregues pelos seguranças a traficantes e apareceram mortos logo depois

As ações ocorrem simultaneamente nos bairros de Nordeste de Amaralina, Mata Escura, Fazenda Coutos e no município de Conceição de Jacuípe. Participam da operação equipes dos Departamentos de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), de Inteligência Policial (DIP), de Crimes Contra o Patrimônio (DCCP), de Polícia Metropolitana (Depom), além da Coordenação de Operações da Polícia Civil, da Coordenações de Operações Especiais (COE), do Graer da Rondesp Atlântico, 40ª CIPM, SI da SSP e DPT.

SAÚDE DISTRIBUI MAIS 1,1 MILHÃO DE DOSES DE VACINA DA PFIZER

Saúde distribui mais de um milhão de doses de vacina Pfizer || Foto Carlos Osorio Reuters/Agência Brasil
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Ministério da Saúde começa a distribuir a partir desta segunda-feira (10) mais um lote com 1,12 milhão de doses da vacina contra a covid-19 da Pfizer/BioNTech. As doses são destinadas para a primeira aplicação em pessoas com comorbidades, gestantes e puérperas e pessoas com deficiência permanente.

Segundo o ministério, todos os estados e o Distrito Federal receberão o imunizante de forma proporcional e igualitária. Na semana passada, o governo distribuiu o primeiro lote de vacinas da Pfizer com 1 milhão de doses.

De acordo com a pasta, a logística de distribuição das vacinas da Pfizer foi montada levando em conta as condições de armazenamento do imunizante. No Centro de Distribuição do ministério, em Guarulhos, as doses ficam armazenadas a uma temperatura de -90°C a -60°C.

Ao serem enviadas aos estados, as vacinas estarão expostas à temperatura de -20°C. Nas salas de vacinação, onde a refrigeração é de +2 a +8°C, as doses precisam ser aplicadas em até cinco dias.

“Em função disso, o Ministério da Saúde orienta que, neste momento, a vacinação com o imunizante da Pfizer seja realizada apenas em unidades de saúde das 27 capitais brasileiras, de forma a evitar prejuízos na vacinação e garantir a aplicação da primeira e segunda doses com intervalo de 12 semanas entre uma e outra”, informou o ministério.

A vacinação contra a covid-19 começou no país no dia 18 de janeiro. Até o momento, contando com esse novo lote, foram destinadas a todas as unidades da Federação aproximadamente 75,4 milhões de doses de imunizantes.

BAHIA: TOQUE DE RECOLHER É PRORROGADO POR MAIS UMA SEMANA

Toque de recolher é prorrogado em toda a Bahia por mais uma semana
Tempo de leitura: 3 minutos

O governo baiano decidiu prorrogar por mais uma semana o toque de recolher, em todo o estado, das 21h às 5h, até o dia 17 em 190 municípios. Chega a 227 o total de cidades em que a restrição será maior, começando às 20h. Decreto ampliando o toque de recolher foi publicado em edição online do Diário Oficial do Estado neste domingo (9).

Pelo decreto, os municípios integrantes de região de saúde em que a taxa de ocupação de leitos de UTI vier a se manter igual ou inferior a 75%, por cinco dias consecutivos, a restrição na locomoção será válida das 22h às 5h. Por ter alcançado esta meta, o toque de recolher em Salvador está em vigor das 22h às 5h.

Fica proibida, em todo o território do Estado da Bahia, a venda de bebida alcoólica em quaisquer estabelecimentos, inclusive por sistema de entrega em domicílio (delivery), das 18h de 14 maio até as 5h de 17 de maio.

Para a venda de bebida alcoólica aos finais de semana, continua a valer a determinação de que as regiões de saúde precisam alcançar a taxa de 75% ou menos de ocupação de leitos de UTI por cinco dias consecutivos. Por isso, em Salvador, segue permitida a venda de bebidas alcoólicas durante o final de semana.

A realização de shows e festas, independentemente do número de participantes, também continua proibida até 17 de maio. Esta medida vale para toda a Bahia sem exceção, nem mesmo para Salvador.

AULAS

As unidades de ensino públicas e particulares podem manter as atividades de forma semipresencial. Para que isso ocorra, é necessário que a taxa de ocupação de leitos de UTI Covid esteja abaixo de 75% por cinco dias consecutivos nas regiões de saúde. Para Salvador, o Governo do Estado já havia autorizado o retorno das aulas, respeitando tais critérios, e segue mantido.

Além disso, as atividades letivas devem ficar condicionadas à ocupação máxima de 50% da capacidade de cada sala de aula e ao atendimento dos protocolos sanitários estabelecidos.

TRANSPORTE

A circulação dos meios de transporte metropolitanos continua suspensa no período das 22h30min às 5h, até 17 de maio. A circulação do ferry boat também segue suspensa das 22h30min às 5h de 10 de maio a 14 de maio de 2021, ficando vedado o seu funcionamento nos dias 15 e 16 de maio.

Até 17 de maio, a circulação das lanchinhas deverá ser suspensa das 22h30min às 5h. Nos dias 15 e 16 de maio, ocupação das embarcações fica limitada ao máximo de 50% da capacidade. Clique em Leia Mais e confira os 227 municípios com toque de recolher das 20h às 5h.

Leia Mais