skip to Main Content
30 de novembro de 2020 | 07:44 am

AH BOM…

Tempo de leitura: < 1 minuto

O excelentíssimo presidente do STF, Gilmar Mendes, acha inadmissível dar dinheiro público ao MST, uma vez que o movimento transgrediria sistematicamente as leis deste corretíssimo e justo país chamado Braziu.
No entender do ministro, entretanto, deve ser perfeitamente admissível ganhar dinheiro público para livrar a cara de figuras impolutas tipo Daniel Dantas e Marcos Valério…

Esta publicação possui 13 comentários
  1. Pois é. Vamos mudar o sistema de escolha dos ministros do STF. Todo mundo sabe que Gilmar Mendes foi advogado da União do Governo FHC. Péssima escolha e mais uma herança dessa fase negra.

  2. NA REFORMA POLITICA DEVERIA ACABAR COM ESTAS COLIGAÇOES
    COMO A MAQUINA DO GOVERNO PT VAI ANDAR SE TEM NO PODER UM HOMEM COM ESTA HERANÇA POLITIQUIRA, ELE QUER QUE O PT DE F… EU NAO POSSO FAZER NADA E QUEM PODE NAO FAZ DIZENDO ELES QUE FAZ PARTE DE ARTICULAÇAO POLIRTICA, E QUANDO PERDE A ELEIÇAO FICAM CHANDO O POVO DE BURRO. PT SE ORIENTE
    SALVADOR ESTA CHEIO DE TRAIRAS DEIXADO PELO GOVERNADOR AI ELES DIZEM SER ARTICULAÇAO , NAO PRECISA NEM TER BOLA DE CRISTAO PERDE A ELEIÇAO .

  3. Até acho que o ministro deve se abster de alguns comentários, mas o seu é demasiadamente forte, ou seja uma acusação,e isso só se faz com provas. Cuidado rapaz para não confundir comentário com acusação.

  4. Ta bom, então a gente vai continuar patrocinando o MST e suas aventuras… José Rainha etc etc. Tudo bem que é reprovável favorecimentos a alguns donos de bancos, principalmente os que cometem os famosos e não raros crimes que lesam nossa pátria, porém, acho demasiado chamar de “fase negra” todo um período, que apesar de acertos e erros, consolidou um lastro econômico relativamente forte, o início de uma processo de mudanças e de inclusão, que diga-se de passagem, está repleto de erros… A propósito, concordo com o comentarista quanto a forma de escolha dos ministros do STF, escolha política, indicações, “joguinho de poder”…

  5. O que é necessário entender é que na vida e em tudo que a cerca não existe quem está certo ou errado, mas sim o quê é certo ou errado. Dessa forma, tanto o MST e movimento sindical, quanto nossos banqueiros, políticos são um desastre, um atraso para o país. Mas desse bolo também não podemos abster essa imprensa tendenciosa. Com esse quadro, saibamos,o país está na UTI.

  6. Gilmar Mendes, figurinha “legal”.
    Só que a legalidade que ele prega não é a mesma que vive.
    É a famosa questão: “faça o que eu digo, mas não o que eu faço”.
    Isso é que dá colocar raposa pra tomar conta de galinheiro.

  7. O Min. Gilmar Mendes pode ter o erro que for, mas foi muito feliz nas suas declarações desta vez, pois não podemos ver o dinheiro do contribuinte (de nós mesmos, que pagamos tantos impostos), sendo aplicado em atitudes tão sectárias, primitivas, e de vandalismo. Molecagem mesmo, …!!!
    Tem gente do MST precisando mesmo mas é de cadeia. Sabemos que no movimento tem gente bem intencionada, mas que há marginais enfiltrados, isso há, …!!!
    Tudo bem que reivindique a distribuição mais igualitária das terras, mas daí a chegar na propriedade dos outros, invadir, quebrar tudo, roubar objetos, tocar fogo nas benfeitorias, além de entrar em centros de pesquisa e destruir experimentos ientíficos, não tem justificativa plausível para isso, ainda mais financiado com dinheiro público, …!!!
    “Tenha um dó”, …!!!

  8. Zelão, Quer saber: – É afirmação ou especulação?
    Não creio que o Ministro Presidente do STJ, seja leviano a ponto de fazer a afirmação de ser ilegalidade prover com o dinheiro público, os movimentos sociais que transguidem sitemetaticamente as leis vigentes no país.
    Se o Ministro foi leviano, que seja chamado à responsabilidade pelo seu ato (ninguém pode está acima da lei). Porém, se o fez estribado na lei, leviana é a acusação que lhe é feita.

  9. Fiz o primeiro comentário somente para chamar a atenção dos comentaristas sobre a forma da escolha dos nossos Ministros do STF, sem me preocupar muito com o conteúdo da notícia. Somente para deixar claro, não fui em quem escreveu o segundo comentário. Alguém me clonou (risos).

  10. Eu fico extremamente alegre quando veja a “cambada da esquerda jurássica” atacar o Ministro Gilmar Mendes, um dos poucos homens públicos do Brasil a ter coragem para defender a lei e botar os pingos nos is. E dar nome aos bois…
    Neste Brasil petista, é preciso que haja mais homens como ele, do contrário vamos nos tornar uma grande Cuba ou um arremedo de Venezuela.
    Vida longa para Gilmar!!!
    Ele é um exemplo a ser seguido por todos os brasileiros, que defendemos a democracia…..

  11. Com certeza Gonzalez. Vamos seguir o Min. Gilmar Mendes e deixar os criminosos do colarinho branco fora das grades. Vamos deixar lá, somente os ladroes de galinha, de manteiga, leite em pó etc, porque esses não têm bons advogados para recorrerem até o STF. Aplausos.

  12. Me lembrei de um fato, no mínimo, curioso:
    Quando estávamos fazendo o egundo grau, por volta de 1980, tive uma colega que era a favor da reforma agrária. Sempre fazia discursos inflamados, desde aquela época, discutia e até era muito dura com quem discordava dela.
    Certo dia chegou a notícia de que invadiram umas terras – e era muita terra – que o pai dela tinha lá no Espírito Santo. No mesmo instante ela ficou revoltada e disse a todos que se tratava de um bando de vadios, de vagabundos (palavras dela).
    Quando questionada pela turma, ela disse que reforma agrária não se fazia daquela forma, invadindo terras dos outros, …!!!
    Isso me veio à mente após ter lido alguns comentários postados aqui, de cunho totalmente unilateral, …!!!
    E olhem que estamos em 2009. Após 29 anos, mas os pensamentos de alguns continuam os mesmos, …!!!

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top