skip to Main Content
24 de novembro de 2020 | 02:57 pm

O FRICOTE DE LUIZ

Tempo de leitura: < 1 minuto

O músico Luiz Caldas entrou em rota de colisão com a Secretaria de Cultura do Estado. Ele foi convidado a participar do projeto Carnaval Pipoca e faria duas apresentações no Trio Anos 80, por um cachê de R$ 90 mil.
Luiz pediu mais. Queria R$ 50 mil por apresentação, afirmando que esse valor ainda é “muito aquém” do que ele merece.
Não houve acordo e o artista acabou tocando apenas no domingo. Depois, divulgou um manifesto descendo o pau no secretário Márcio Meirelles.

Esta publicação possui 14 comentários
  1. Tudo é uma questão de humildade… ele não é humilde, não soube aproveitar uma oportunidade que lhe foi dada. O que ele tem, q/ ver é que o publico mudou, hj o som e os ritimos são outros e as pessoas querem algo diferente do que a época dele. Sou da época de Luiz Caldas, acho ele legalzinho, ou melhor achava, hj em dia é a era da Claudia Leite, ivete, Asa e do eterno Chiclete que se renovou com o tempo mas ele não… estacionou no tempo e ficou pra tras, 90 mil tava muuuuuuuuuito bom pra ele viu…

  2. Luiz Caldas, por favor !!!!!!!!!!!
    R$ 90.000,00 pra tocar duas vezes e vc não aceitou ???? A vida deve tá muito boa……..
    Acorda rpz, seu tempo já passou….tudo na vida passa……
    Vc foi um icone para musica baiana, mais já foi, já foi….

  3. É cada uma, eu se tivesse em Salvador queria que o tio dele passasse bem rápido. Os tempos são outros. Só pq alguns cantores que estão no auge cantaram algumas músicas dele, ele acha que está no auge tmb. E por aqui tem banda que toca de graça!! Lordão toca por bem menos que isso e faz uma apresentação bem melhor.

  4. Independente de Luiz caldas ser bom ou não e de merecer ou não…. o tratamento que a cultura tem recebido na Bahia é excelente. Márcio Meirelles tem possibilitado uma excelente distribuição dos recursos destinados a cultura. Editais “pipocam” mensalmente…. as portas estão abertas para se desenvolver uma cultura de qualidade.
    Me poupe, sr. Luiz Caldas….o senhor tá forçando a barra demais!

  5. Para a maioria de nós a referida quantia é uma fortuna. Muita gente não ganha isso nem em um ano de trabalho. Mas artistas, atletas de alto nível e modelos são considerados “produtos”, e não funcionários, pelo setor econômico. Daí o “direito de imagem”, parte integrante do cachê, ser tão caro na maioria das vezes!
    Todos nós ficamos velhos. Imaginem quando vocês forem oferecer seus préstimos ao mercado de trabalho e ouvirem tudo que vocês disseram dele aqui?
    Mesmo que sejam “reconhecidos” por ter criado alguma coisa que, algum dia, tenha revolucionado a atividade que exercem, …!!!
    A realidade é dura, …!!!

  6. Não é uma questão de reconhecimento….é uma questão de se “descer a lenha” na Secretaria apenas por não ter recebido seu “dinheirinho” como gostaria! Cada uma….

  7. Ainda bem que muitos (as) comentaristas aqui não são juízes nem nunca serão, pois, literalmente, pré-julgam qualquer coisa baseado em informações preliminares, pré-conceituam qualquer pessoa, baseados em apenas uma notícia resumida, …!!!
    Prudência exige calma, além de ouvir os dois lados, …!!!

  8. Tenho quase certeza de que, se o Governo do Estado fosse de outro partido, muitas pessoas que se manifesaram apoiando o Secretário, aqui, seriam a favor do Luiz Caldas, …!!!
    É que o pessoal por aqui é “bastante imparcial”, …!!!

  9. Luiz Caldas, perdeu a oportunidade de voltar aos palcos, os tempos são outros, suas musicas já não puxa mais multidões , como a 20 anos passados. Hoje jovens querem novidades, atualidade, Ivete, Carlinhos Brows, Asa de Águia, Cláudia Leite. Estes estão na mídia e aparecem a todos os momentos.Pensava até que Luiz Caldas já tinha dependurado a chuteira, pois à muitos anos não vejo um CD, do artista nem em banca de camelô piratas!
    Luiz Caldas, tá pensando que beiço de jegue é arroz doce!

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top