skip to Main Content
5 de março de 2021 | 09:47 am

SERÁ QUE VAI?

Tempo de leitura: < 1 minuto

Quais seriam as motivações (jurídicas) do vereador Milton Cerqueira (DEM) para emitir parecer pela aprovação do nome da advogada Juliana Burgos para a Procuradoria-Geral do Município? Esperemos que elas se tornem públicas.
Até a semana passada, havia uma opinião generalizada de que a Câmara de Vereadores reprovaria o nome da advogada para o cargo devido ao grau de parentesco de Juliana com o secretário de Fazenda, Carlos Burgos, e o diretor de tributos, Otaviano Burgos.
Os cargos comissionados são ocupados por pessoas nomeadas ao gosto de qualquer prefeito, mas o entendimento do Legislativo Municipal, segundo lei aprovada na legislatura passada, é de que o nome de Juliana deveria ser reprovado pela Câmara, a começar pelo parecer.
O fato é que choveu muito neste final de semana em Itabuna. As águas do Rio Cachoeira mudaram, muita água passou por debaixo das pontes que ligam os dois lados da cidade e dão acesso também à Câmara. E para culminar com esse chove-não-molha dos últimos dias, o Legislativo ainda achou por bem ressuscitar a tal de votação secreta para este caso.
Aguardemos, senhores, mas estamos diante de um caso que mais parece um legislativo tentando desmoralizar as leis que ele mesmo criou. Quanto dinamismo!

Esta publicação possui 7 comentários
  1. hoje o vereador WENCESLAU falou abertamente na sala de comissões técnicas, que vai votar contra a indicacão do nome de JULIANA BURGOS para o cargo que o prefeito quer dar de qual quer maneira.não estava presente na reunião o vereador VANE mas confirmou por telefone ao seus assessores que também vota contra a indicacão.agora quem tem rabo preso, não pode fazer o mesmo.se essa indicacão for aprovada, a camara vai fazer o maior erro da história política de itabuna.existe um grupo independente na camara, isso foi provado na eleição da messa.se esse grupo fizer o mesmo, vai provar que são hemens serios e não se vendem por qual quer coisa.

  2. eu quero denunciar um caso de nepotismo na emasa onde a aposentada pela embasa e atual gerente comercial da emasa angela aguiar nomeou o seu irmao marcos aguiar como chefe do setor de distribuiçao de recibos de agua da emasa espero que este email seja publicado pelo blog e essa denuncia seja apurada pelo ministerio publico nao gostaria que revelasse meu nome

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top