skip to Main Content
5 de março de 2021 | 03:48 am

DENGUE MATA TRÊS CRIANÇAS EM ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto

dengue-aedes2Três crianças internadas com suspeita de dengue em hospitais de Itabuna faleceram entre o final de semana e hoje. Ao meio dia desta segunda, morreu Cecily Prates, de seis meses, residente em Itororó. É a segunda morte suspeita da doença no município do sudoeste. Cecily estava internada no hospital pediátrico Manoel Novaes.
Outra morte atribuída à dengue foi a de Amanda Santos Silva, 7 anos, de Uruçuca, sul da Bahia. A criança morreu hoje à tarde, no Hospital Calixto Midlej, onde fora internada no início da manhã. Outra morte sob investigação é a do garoto Kevin da Silva Damasceno, 13 anos, morador de Camamu, a 345 quilômetros de Salvador.
O secretário de saúde de Itabuna, Antônio Vieira, disse ao Correio da Bahia que o município está há 13 dias sem registrar morte de crianças nascidas aqui. A queda é atribuída à reestruturação do atendimento, inauguração de centros de hidratação e ampliação de leitos nos hospitais Manoel Novaes e de Base Luís Eduardo Magalhães.
O número de casos suspeitos da doença aumentou 305% nos três primeiros meses do ano, e até o dia 27 de março. Das 29 mortes confirmadas na Bahia tendo como causa a dengue, 19 são de municípios do sul do Estado. Outra área sob risco são os municípios de Itororó e Itapetinga, onde foram registradas quarto mortes com suspeita de dengue.

Este post tem um comentário
  1. Mais que coisa. Tantos Médicos (os do Exército), tantos leitos, tantos secretários, governador, inaugurações ,Tanto oba oba, com bispo e sem bispo, e ainda continua morrendo.
    Cadê os tratamentos clinicos, hidratações e etc… e olhe que tem morrido gente de Dengue Classica. Se fosse só da Hemorragica , poderiamos até dar a desculpa de que o tratamento é dificilimo e ela é muito agressiva.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top