skip to Main Content
13 de agosto de 2020 | 09:16 am

APESAR DA CRISE, HÁ PREFEITOS QUE NÃO PERDEM UM VELHO COSTUME

Tempo de leitura: < 1 minuto

Embora se queixem da falta de recursos, os prefeitos da Bahia não conseguem se livrar das frequentes acusações de desvios do erário público. O Ministério Público Estadual denunciou mais dois gestores essa semana de irregularidades.
Os prefeitos de Eunápolis e Alcobaça (ambos no extremo sul da Bahia), respectivamente, José Robério Batista de Oliveira (PRTB) e Leonardo Coelho Brito (PMDB), estão sendo acusados pelo MPE de participar de um esquema de obras superfaturadas, não realizadas e dadas como feitas e outras que teriam sido executadas parcialmente. Eles negam as acusações.
Leia mais no A Tarde Online.

Esta publicação possui 2 comentários
  1. O Prefeito blindade de Canavieiras, Zero Loureiro, também não fica atrás, desde 2006 vem pulando a fogueira em relação à processos impetrados pelo MP, por Improbidade (Fraude em Licitações, tem de muitão), rereeleito em 2008, já que assumiu, quando era Vice – Prefeito, 400 dias, no mandato (2001 / 2004) de Boaventura Cavalcânte (Prefeito afastado pela justiça). Agora nesse seu 3.º mandato (2009 / 2012), enxertou a folha de funcionários fantasmas na Sec. de Educação e Administração, na Saúde é mais grave, os fantasmas são médicos, que ele pega dados na região do profissional e joga na folha dos PSF em Canavieiras. Situação que levou o médico Dr. Sérgio Lee, morador de Itabuna – Ba, entra com uma ação no MP em Canavieiras, alegando que nunca trabalho e nem se quer conhecia a Cidade de Canavieiras. A situação aqui também é gravíssima!

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top