skip to Main Content
26 de setembro de 2020 | 04:19 am

DENGUE EM ITABUNA: 9 MIL CASOS E 14 MORTES

Tempo de leitura: 2 minutos
dengue-aedes5

Passados os cem primeiros dias deste ano, Itabuna contabiliza mais de 9 mil casos notificados de dengue, dos quais 135 sendo da hemorrágica. As notificações são contabilizadas de 1º de janeiro até ontem (20 de abril). E até aqui, são 14 mortes suspeitas da dengue. Destas, pelo menos oito foram confirmadas tendo a doença como causa, segundo boletim epidemiológico divulgado ontem.
E olhe que houve um aumento preocupante de casos de dengue entre o final da primeira e início da segunda semana de abril na cidade. Autoridade em saúde contactada pelo Pimenta teme pelo pior (e ressalva não ser alarmismo), já que um levantamento rápido de infestação de larvas da dengue, o LIRAa, detectou índice de infestação crescente em março (confira). Pulou de 16,5% em novembro para 16,8% no mês passado.
“Se essas larvas eclodirem, teremos uma continuidade deste ciclo epidêmico”. A eclosão, neste caso, significa a transformação da larva do Aedes aegypti em mosquito. “E o mosquito tem uma média de três meses de vida”, informa.
Deu para imaginar o cenário possível nos próximos dias?
Para esta autoridade em saúde ouvida pelo Pimenta, o ligeiro aumento de casos de pacientes com dengue já é resultado do crescente número de larvas nos imóveis em áreas urbanas detectado em março. A larva virou o temível mosquito. “Pior é que, desta vez, será quase impossível recorrer ao fumacê, pois o larvicida fora aplicado até o início deste mês”.
A recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS) é para que o fumacê não seja aplicado em intervalos menores que 12 meses. Itabuna passou por cima dessa recomendação devido à epidemia. Uma aplicação fora feita entre junho e julho do ano passado – procedimento repetido nestes últimos 40 dias.
“Fazê-lo outra vez e em espaço temporal exíguo seria temerário”. Esta mesma autoridade em dengue avisa: “ou o governo toma pra si a questão ou teremos mais mortes e mais custos para o sistema de saúde”. O tomar para si é rever as medidas até aqui adotadas e reavaliar, inclusive, o treinamento dado aos agentes de combate à epidemia.
Que Antônio Vieira, o secretário de saúde, te ouça!

Esta publicação possui 4 comentários
  1. ACREDITAMOS QUE, QUANDO A POLÍCIA FEDERAL RECUPERAR OS R$9.000.000,00(NOVE MILHÕES DE REAIS) QUE ZÉ HENRIQUE, EX SECRETÁRIO DE SAÚDE DE ITABUNA, DESVIOU, A SAÚDE DE ITABUNA VAI SE RECUPERAR 100%!!

  2. E ATÉ HOJE NADA ACONTECEU COM ZÉ HENRIQUE, EX SECRETÁRIO DE SAÚDE DE ITABUNA, QUE DESVIOU R$9.000.000,00(NOVE MILHÕES DE REAIS), QUE SERVIRIA PARA COMBATER A DENGUE, OUTROS TIPOS DE DOENÇAS, EQUIPAR E REFORMAR OS HOSPITAIS E POSTOS DE SAÚDE DA NOSSA ITABUNA!

  3. Se Zé Henrique e Zé suíno devem ser responsabilizados criminalmente por desvios milionários, Vieira deverá responder pelas mortes por dengue hemorrágia. Não faz sentido?

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top