skip to Main Content
2 de junho de 2020 | 08:23 pm

CIRCULA NA INTERNET – ALGUM PARALELO COM A BAHIA?

Tempo de leitura: < 1 minuto

Conheça a Sarneylândia

Não é o melhor lugar para nascer, mas no Maranhão lugar de nascimento é a Maternidade Marly Sarney. Para morar, escolha uma das vilas: Sarney, Sarney Filho, Kiola Sarney ou, Roseana Sarney. Para estudar, há as seguintes opções de escolas: Sarney Neto, Roseana Sarney, Fernando Sarney, Marly Sarney e José Sarney.

Para o ensino superior e pesquisa, você pode apanhar um táxi no Posto de Saúde Marly Sarney, vá até a Biblioteca José Sarney, que fica na maior universidade particular do Estado do Maranhão, que o povo jura que pertence a um tal de José Sarney.

Para inteirar-se das notícias, leia o jornal O Estado do Maranhão, ou ligue a TV na TV Mirante ou, se preferir ouvir rádio, sintonize as Rádios Mirante AM e FM – todas os veículos do tal José Sarney. Se estiver no interior do Estado ligue para uma das 35 emissoras de rádio ou 13 repetidoras da TV Mirante, todas do mesmo proprietário, do tal José Sarney.

Para saber sobre as contas públicas, vá ao Tribunal de Contas Roseana Murad Sarney e para entrar ou sair de São Luís, a capital do Estado, atravesse a Ponte José Sarney, pegue a Avenida José Sarney, vá até a Rodoviária Kiola Sarney. Lá, se quiser, pegue um ônibus caindo aos pedaços, ande algumas horas pelas ‘maravilhosas’ rodovias maranhenses e aporte no município José Sarney.

Não gostou de nada disso? Então, quer reclamar? Vá, então, ao Fórum José Sarney, procure a Sala de Imprensa Marly Sarney, informe-se e dirija-se à Sala de Defensoria Pública Kiola Sarney…

Esta publicação possui 0 comentários
  1. Não tem diferença nenhuma com a Bahia de dois anos atrás…ACM deve estar se mexendo de raiva dentro da tumba dele. Quanto ao Maranhão, a essa altura, deve estar sendo registrado em cartório como propriedade privada da família Sarney. Tal e qual como estava aqui. Lembram-se? E estão querendo voltar…

  2. Esse nosso Pais é mesmo uma putaria, ai no Maranhão familia Sarney, aqui e Gomes e Simões, e na Bahia e Magalhães. Vamos rezar para daqui a 200 anos nasça uma nova geração de pessoas com vergonha na cara e acabe com isso.

  3. Caramba,,,,,vcs foram longe, gostei……vamos ver se dar pra isso aqui na Bahia com um tal de ACM……………….que pena que eles estao politicamente falecidos………..

  4. Parece uma cidade chamada Itabuna, lá tem o bairro Fernando Gomes, se vc quiser praticar esportes tem o Fernadão “o Gomes”, que parir, vai na maternidade Esther Gomes do tal “Gomes”, quer ouvir rádio, ligue na difusora do tal “Gomes”, quer andar por alguma rua também chamada de Rua Fernando Gomes não é dificil, Tem também Rua Neiva Monteiro ex mulher de “Gomes”,se vc for preso vai para o Presídio lá vc encontra Marcos Gomes, ou econtrava!!!

  5. Conheço uma cidade chamada Itabuna, que é parte de um estado que chamamos Bahia, que por sua vez é recorte de um país batizado por SAQUEADORES, DEGREDADOS LUSITANOS, HERÓICOS LATROCIDAS: BRASIL, uma homenagem ao início dos ” grandes negocios que aqui se fariam.
    Pau brasil, cana-de-açúcar, tabaco ” y otras cositas más “: tráfico negreiro em nome de Vossa Magestade, o imperador de Portugal. Você deve estar se perguntando…
    Onde ele quer chegar com tudo isso? SIMPLES.
    O Brasil, desde suas origens cultua a “honra aos malfeitores”.
    Veja quantas cidades, praças, ruas e avenidas levam os nomes dos invasores expansionistas.

  6. Nao da ENTENDE porque nao se muda issso quem são os responsaveis por tudo isso simplesmenteo proprio povo do qual os proprios politicos enrola de qualquer lado,basta faze uma pesquisa no brasil,para se te a certeza que tem um sarney,tinha um acm,um jabese assim vai.essas pessoas so vem para coloca o povo a seu serviço.coloca seus nomes em tudo que constroi com nosso dinheiro,porque não coloca o nome de quem realmente pagou pra que uma ponte,hospital,escola entre outros o mome de cada contribuinte que pagaram e pagam seus impostos que nao são tao baratos,um dos mais caro do mundo.isso e brasil,

  7. Jarbas: Lula não tem pudor. Tudo fará para ficar no poder
    De Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE), há pouco, em discurso no Senado:

    – “A crise do Senado é gravíssima, seu desfecho é imprevisível, tudo pode acontecer.” Essas palavras iniciais não são minhas, fazem parte da nova cantilena adotada pelo Presidente Lula para mais uma vez distorcer a verdade em benefício próprio. Com esse discurso assustador, S. Exª procurou intimidar os Senadores do PT, que cometeram o sacrilégio de insurgirem-se contra o roteiro que havia estabelecido para o período eleitoral que se avizinha.

    – Como que ungido por uma força sobrenatural, o Presidente Lula planejou em detalhes todos os eventos políticos para os próximos meses, para que, ao final, eleja como sucessora na Presidência a sua candidata, a Ministra Dilma, de preferência de forma consagradora, não para ela, mas para si próprio.

    – Entre esses eventos que fazem parte do futuro idealizado por Lula, consta em destaque o apoio do PMDB. Interessa a S. Exª o tempo de televisão, a grande estrutura partidária e o apoio congressual em um futuro governo. E me refiro a isso tudo em sentido amplo. Não importa ao Presidente respeito às leis ou à Constituição, muito menos consideração a quaisquer princípios éticos ou morais.

    – Nosso Presidente não tem pudor algum; tudo fará para permanecer no poder, inclusive comprometer seus correligionários e destruir o que ainda resta de dignidade no Congresso Nacional, especialmente no Senado Federal. Não tem compromisso com nada e com ninguém, a não ser consigo mesmo.

    – Deslumbrado pelo poder e pelos índices de aprovação de seu governo, considera-se acima das instituições.

    – Partindo dessa análise megalomaníaca, na última semana, decidiu resolver a crise que se abate sobre esta Casa. Uma ingerência sem limites, vista anteriormente apenas durante a ditadura militar. Interveio para impor a permanência do Presidente Sarney. Constrangendo e ameaçando seus próprios partidários, decidiu que, contra todos os fatos, irá impor sua vontade imperial, sustentando um Presidente do Senado que não tem apoio interno para permanecer no cargo, um presidente que se transformou em uma rara unanimidade negativa frente à opinião pública. Ainda assim, como intuiu que o afastamento pode frustrar seu projeto, vai impor ao Senado e ao Brasil a permanência de Sarney.

    – Lula tem razão quando diz que a crise do Senado é gravíssima, mas distorce a realidade ao afirmar que o desfecho é imprevisível. A solução natural para que iniciemos uma completa reforma desta Casa é o afastamento do Presidente Sarney.

    – O momento posterior a esse fato é inteiramente previsível. O Vice-Presidente do Senado, Senador Marconi Perillo, irá convocar nova eleição. O PMDB irá indicar, entre os membros da sua bancada, aquele que melhor represente a continuidade do projeto de poder do Presidente da República e da parcela do PMDB que dá sustentação ao governo no Senado da República. E esse candidato será eleito – ou alguém duvida da capacidade de convencimento do onipresente Senador Renan Calheiros. Eis aí o desfecho para esta crise. Tudo ocorrerá na mais tranqüila ordem e dentro de toda previsibilidade.

    – O que podemos fazer? 1) Chamar à razão o Presidente Sarney – que, de maneira recorrente, valoriza sua biografia, sua condição de estadista – e fazê-lo ver que está destruindo a si mesmo e a esta Casa. 2) Persuadir os Senadores do PT – ou pelo menos os que ainda guardam alguma identidade com os princípios éticos que defendiam num passado recente – a reafirmar a decisão da bancada pelo afastamento do Presidente da Casa. 3) Quanto à bancada do PMDB, não tenho ilusões; não há apelo que suplante os interesses individuais dos nossos Senadores.

    – Qualquer reforma administrativa no Senado só poderá ser realizada se tiver o mínimo de apoio da opinião pública e essa condição só será atingida a partir do afastamento do Presidente Sarney. S. Exª infelizmente personifica, para boa parte da mídia e da opinião pública, todas as distorções que ocorreram nos últimos 15 anos.

    do blog do Noblat

    comentário do blog: A moral de Lula sempre foi baseada na conveniência.

  8. ACM ganha da famiglia Sir Ney.

    Alem de cidade, aeroportos, avenidas, esradas, escolas, e outros equipamentos públicos na capitânia da Bahia de Todos os Santos ele atravessou as fronteiras do seu feudo e colocou o nome de Luis Eduardo em um viaduto em São Paulo.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top