skip to Main Content
25 de janeiro de 2021 | 01:57 am

FOI PRECISO UM TARANTINO

Tempo de leitura: < 1 minuto

70-mm6

Com certeza não foi um culto à rabujice, mas fazia tempo que não víamos nosso crítico Leandro Afonso tão elegioso a um filme. Mas foi preciso recorrer a um de seus diretores favoritos, Quentin Tarantino, para que pudéssemos ver novamente uma cotação lotada de estrelinhas na coluna 70 Milímetros. O filme dessa semana é Jackie Brown (1997) – clique aqui. Nem é preciso dizer que essa pérola só se vê por aqui em locadoras – pouquíssimas, diga-se também.

Talvez os leitores estivessem esperando uma crítica do nacional ‘A Mulher Invisível’, mas quem ler a coluna até o fim vai entender que foi melhor ele não tê-la escrito. Uma amostra do que seria: “Para não dizer que nem citei, enfim assisti a essa coisa que é A Mulher Invisível (…)”.

Viva, Tarantino!

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top