skip to Main Content
21 de junho de 2021 | 12:25 pm

SEM CASA, SEM VIDA

Tempo de leitura: < 1 minuto

O prefeito Capitão Azevedo (DEM) já deixou claro que, dificilmente, Itabuna será beneficiada com as mais de mil moradias para faixas populares (o a 3 salários mínimos) do programa Minha Casa, Minha Vida.

A alegação é de que falta dinheiro para desapropriação de áreas atraentes para construção de moradias populares. A especulação imobiliária teria elevado às nuvens o valor do metro quadrado em “Tabocas” City.

Bom, é esperar para ver se sai coelhinho da cartola.

Esta publicação possui 0 comentários
  1. Estou membro do Conselho Estadual das Cidades,como representante do litóral sul,e no ultimo dia 19 foi feita uma apresentação dos projetos que estão em fase de contratação ou de analise.No caso de Itabuna estão em analise projetos que somam quase 1.000 unidades habitacionais,sendo que 500 são em aréas da União.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top