skip to Main Content
5 de julho de 2020 | 07:52 am

VALMIR CONVERSA COM RUI CARVALHO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Prestes a passar pelo sinal verde,  o médico ilheense Rui Carvalho ouviu hoje fortes argumentos para continuar no vermelho.

Explique-se: após a ida de Marina Silva para o PV, Carvalho ficou inclinado a seguir o mesmo caminho, mas a visita que acaba de receber do secretário de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza do Estado, Valmir Assunção, pode ter balançado o médico.

Assunção pediu que Carvalho pesasse a sua história no PT e considerasse as mudanças promovidas pelo governador Jaques Wagner. O quase-dissidente não disse que sim nem que não, mas parece que o sangue vermelho reaqueceu em suas veias.

Agora, é esperar pela decisão.

Esta publicação possui 0 comentários
  1. Se isto realmente se efetivar, parece que a doença do vai-e-vem mental se abateu no PT”L”, o PT do Lula. Se já não bastasse o Aloízio “Irrevogável” Mercadante agora esse Rui “Ruim de voto” ficar nessa indecisão. Sai logo dessa barca furada, Dotô !!

  2. Caro,
    Dr. Ruy Carvalho

    Somos amigos a mais de 20 anos, e labutamos na política por todo este tempo,algumas vezes apoiando o mesmo candidato ou do lado aposto.Mas nas quatros eleiçõs de Lula, sempre estivemos presente do mesmo lado, como na última eleição para prefeito estivemos presente em toda a campanha.Mas tem um hora que devemos parar e refletir o nosso passado político, o apóio que nos foi concedido na eleição passada nos faz , parar para uma reflexão de nossa história de lutas pelo PT.Há o tempo de plantar e tempo de colher os frutos.
    O Dr. muito bem sabe, quando deve partir ou ficar;Não lhe aconselho nada, pois o Dr. tem idade e maturidade, para saber o que é melhor para você.Se caso pedisse minha opinião, daria de graça!Acima de tudo somos amigos e companheiro de muitos anos de lubutação política!

    Que Alláh,seja seu guia espiritual e lhe conduza para o caminho certo, e seguir seu destino na política!

    Saudações, socialistas!

    Melck Rabelo

  3. Zelão diz: É próprio do Ruy!

    Atitudes intempestivas, é uma marca da personalidade do doutor Ruy Carvalho. Ruy, é dos tais que rumina manias de perseguições, guarda mágoas e rancores, fala pelos cotovelos, se deixa “emprenhar pelos ouvidos” e diz o que não deve dizer. A tudo isso, ainda se soma um sentimento de “semi deus” que exige louvoures e sacrifícios no altar da sua glória – Um tolo político e sonhador acordado.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top