skip to Main Content
27 de setembro de 2020 | 07:05 am

O OTIMISMO GOVERNISTA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Paixão Barbosa | www.politicaecidadania.atarde.com.br

Encontrei aquele meu amigo petista e fiquei sensibilizado pela confiança que ele manifestou na vitória do governador Jaques Wagner em 2010, derrotando Paulo Souto, Geddel Vieira Lima e quem mais apareça (na verdade, ele não disse derrotar, mas passar por cima, como um trator). Deixando de lado o entusiasmo do militante, fiquei sabendo que os quadros governistas estão realmente muito mais otimistas em relação a 2010 do que antes.

O raciocínio é que o afastamento do PMDB possibilitou a Jaques Wagner recompor sua base aliada, agregando lideranças em número suficiente para compensar a ausência peemedebista. E, isto todos sabem, o governo estadual vai com tudo para cima das bases do PMDB, na tentativa de atrair prefeitos e vereadores, tirando quadros e força do agora adversário.

Não é preciso repetir que eleição não se ganha de véspera e que a cena política é mais mutável do que as imagens das nuvens no céu, mas realmente dá para notar que os petistas baianos, principalmente, e toda a base governista estão mais confiantes do que antes.

O equilíbrio que as pesquisas apontam entre Wagner e Paulo Souto seria, na visão dos governistas, um fato momentâneo e que a balança penderá para o governador à medida que as eleições se aproximarem e a população tomar conhecimento maior das realizações da administração estadual.

Como este meu amigo petista é, sempre, também muito otimista, é bom ver as suas análises com prudência. Este período, de campanha enrustida como pré-campanha, é rico em especulações e previsões. Vamos ver no que dá. De qualquer modo, esta campanha está me parecendo uma das mais interessantes dos últimos tempos na Bahia.

LEIA MAIS

Esta publicação possui 0 comentários
  1. Aos Petistas de Plantão,
    Caros amigos, é muito poretensão do grupo governistas
    achar que tem alguma chance de sairem vitoriosos dessas
    eleições. Vamos citar algumas classes que estão muito decepcionadas
    com a forma de governar de Wagner.
    Os funcionários publicos do estado;
    As vítimas da violencia, ou as suas famílias da violencia.
    A saude está pessima, a educação idem, os concursados e não nomeados,
    A justiça estadual continua pessima,
    Enfim, nada melhorou no governo deste cidaDÃO.
    O grande investimento do Governador é com publicidade, onde são gastos mais de R$100.000.000,00 (cem milhoes) por ano. Enquanto que, com Segurança Publica o irresponsavel não gastou no ano passado a metade. Isso é a forma pífia, abjeta de se governar.
    Os bandidos tomaram conta do Estado, com razão a prioridade do inerte é com publicidade.
    A revista VEJA, diz com propiedade que na Bahia não falta dinheiro, para sanar os problemas, FALTA É GESTÃO.

    TCHAU WAGNER JÁ VAI TARDE.

  2. Só uma coisinha: Quando Paulo Souto saiu, tinha funcionário público nível hum, que ganhava menos que o salário mínimo. Se ele voltasse triunfante, faria pior!

  3. Acho que pelas atitudes de uns todos acabam pagando, foi o caso da eleição deste tal Wagner, uma piada, não sabe governar, e é da mesma escola de Waldir moleza, a Bahia esta cada vez pior. Chance desse Wagner vencer as eleições kkkkkkkkkkkkkkk Nenhuma. Vai tarde Wagner!

  4. Quanta demagogia alguns gatos pingados fazem por aqui. O governo só não é melhor devido ao tempo que a Bahia passou na mão da família granpolândia. Agora tem-se 4 anos pra melhorar o que não foi feito em 20? Sem mais.

  5. Paulo Alves…..

    Antes de Wagner a saude,seguranca, servidores publicos eram tudo beleza, ok?????

    A diferenca eh somente no tempo, pois ainda nao completou 03 anos e se compararmos com os mais de 20 da outra ala, hein!

    Avante Wagner…. continue trabalhando. A campanha serah mostrada com trabalho hospitais em Juazeiro e Irece, Santo Antonio de Jesus em conclusao, ampliacao de leitos, inauguracao em Itabuna de Hospitais (fechados anteriormente), enfrentamento da DENGUE com pessoal capacitado, inclusive do exterior, mesmo que a Prefeitura local tenha sido desleixada.

    O principal – respeito com o cidadao. Tratamento com gentileza, sem ameacas. Atendimento de prefeituras de partidos diferentes, etc.

  6. Zelão diz: – À beira do abismo, o otimista pensa em ter asas.

    Mesmo agora que já se sabe que um raio pode cair duas vezes no mesmo lugar. Que aquele que ama a um feio, bonito lhe parece. Fica difícil comungar com o timimismo ou devaneio dos governistas, que vêm o caos em que se encontra a Bahia, poder ser revetido em favor da reeleição do Governador Wagner.
    A política nem sempre costuma acalentar sonhos. Política é a realidade nua e crua de um jogo, que só é jogado por quem tem “cacife” para tal.
    Dizer que após três anos de governo, estar alguns pontos atrás nas pesquisas para um candidato que a exatos três anos passados, derrotou fragorosamente no primeiro turno de uma eleição, foge as raias do sonho inconcebível, para se tornar um dantesco pesadêlo político.
    Lula já não é o candidato e por certo estará muito ocupado pelo Brasil afora, para fazer de Dilma a sua sucessora e não disporá de tempo para vir à Bahia, cinco vezes, como o fez na eleição passada. Também, ACM já não está vivo para atrapalhar a caminhada de Paulo Souto.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top