skip to Main Content
15 de agosto de 2020 | 04:26 pm

TIROS PARA TODOS

Tempo de leitura: 2 minutos

Adylson Machado

A ação policial noticiada, que desaguou na morte de quatro jovens entre 14 e 20 anos no Santa Inês, demonstra clara evidência: usuários (se todos) pagaram com a vida pela circunstância de terem sido alcançados pelo vício, sem direito à recuperação.

Usuários, afirmamos, porque não há qualquer relato informando sobre comercialização ou quantidade de droga apreendida no local, o que remete o comum mortal a compreender que “boca de fumo” não mais é somente o local de comercialização, mas também o de uso. E dessa forma, uma casa qualquer (do Santa Inês ao Góes Calmon, do Novo Horizonte ao Jardim das Acácias) passa a ser considerada “boca de fumo” se nela estiver alguém usando droga.

Emblemática (e estarrecedora) a versão apresentada de que um deficiente visual recebeu a Polícia a tiros e tombou no confronto.

Alguma coisa está mal contada: se os jovens estavam dentro de casa, como a polícia, recebida a tiros, venceu a fortaleza, estando no descampado, a céu aberto, sem ferimento em qualquer dos policiais, ainda que de raspão? Talvez devêssemos admitir que foi o deficiente visual o autor da iniciativa que resultou no tiroteio.

Mais provável que tenha havido a invasão do local e consumação da reação policial, se admitirmos a versão policial de ter sido recebida a tiros. Necessária a divulgação dos laudos periciais e de quantos os tiros nos corpos de cada vítima.

Pensamos que mais está o fato para uma chacina, que exige rigorosa apuração pelas autoridades competentes (Comando da Polícia Militar, internamente, Ministério Público e Judiciário). Com acompanhamento da Sociedade Civil, Conselho Tutelar, Juízo da Infância e do Adolescente, OAB, GAC, Lyons, Rotary, Maçonaria.

Apenas para provocar nossos leitores: qual a reação da sociedade se entre os usuários alcançados pela reação policial no Santa Inês estivesse um filho de família que freqüenta as colunas sociais?

Quanto aos que defendem o combate às drogas no molde preconizado pelos Estados Unidos (falido, porque não apresenta resultados), donde ações como a realizada no Santa Inês se constituem valoroso exemplo, recomendamos a leitura de “10 razões para legalizar as drogas” no Editorial do Le Monde Diplomatique Brasil, nº 26, de setembro/2009, de autoria do Comandante John Grieve, da Unidade de Inteligência Criminal, da Scotland Yard.

Adylson Machado é professor de Direito Municipal na Uesc

Esta publicação possui 0 comentários
  1. Infelizmente 4 vidas se foram, porém usuarios de drogas qdo entram para esta vida assumem este risco, ou é morto pela policia ou por eles proprios (traficante) não sou a favor da pena de morte, mas em determinadas situações eu digo: “antes ele do que eu ou alguem da minha familia” e se fosse alguem da coluna social q estivesse lá, repetiria as mesmas palavras, fico imaginando o sofrimento da familia, isso sim é triste!!!

  2. pode ter certeza viu Adylson, a polícia matou porque são marginais, e amanhã ou depois o Senhor ou alguém de sua família estaria morto por um desses que finacia o tráfico de drogas, quarta-feira eu passei pela são sebastião por volta das 20:30 e o Menino aproximadamente 14 anos (marginal) tentou me assaltar com um pequeno pedaço de cano, ou seja é um usuário de droga, que mantem o tráfico vivo e forte, pela Mão de Deus eu não passei o meu salário para ele, pois vi que era um cano de pvc e logo em seguida passou uma viatura da CAERC aonde acionei e segurei o marginal, nem quero relatar o que a polícia fez, mais achei bem pregado, mais quem se mistura com porcos falero come.

  3. Sr. professor, não lembro de ter visto ou ler sobre boca de fumo, eu, em particular, li sobre homens armados dentro de uma casa. Caso o senhor não saiba desde o início da semana nós – as pessoas de bem que moramos no Santa Inês, temos que conviver com os constantes tiroteios. Nao as que vivem de arma na mão ameaçando todo mundo.
    Respondendo a sua pergunta, em minha família tivemos dois usuários de drogas. Dois homens. Eles tiveram todas as oportunidades e nunca aproveitaram, queriam mesmo era o dinheiro fácil. Chegou a roubar dentro de nossa casa e tínhamos a informação que fazima assaltos também na rua. Sempre armados. Ora, quem vai garantir que para tirar uns reais de alguém eles também não mataram? Eu não garanto.
    Sugiro que o senhor saia da sala de aula e venha a uma comunidade como a nossa e faça um trabalho social porque na teoria tudo é lindo quero ver na prática.

  4. Diretores do pimenta gostaria muito que o meu comentário fosse publicado. Eu e minha família sabemos o que é até ser ameaçado de morte por bandidos da mesma família.

  5. Também concordo que a lei seja para todos. Mais vc já parou para pensar, na angustia que as familias de bem “assim como eles falam” passavam com esses marginais? claro que não, porque vc não precisa morar em periféria, existe algum centro de tratamento para menores infratores em nosso municipio? ah, claro que não, há não ser a faculdade da FEBEM. Então é fácil para vcs falarem quando não vivem o problema da realidade…. Estamos cansados de blá, blá, blá e textos e mais textos bonitos, mais que não servem de nada. Existem sim, pessoas carentes precisando de ajuda e os nossos governantes se preocupando em encher ainda mais seus bolsos de dinheiro….

  6. Criminalização da pobreza seguida de Politica do Extermínio.
    Nós do movimento negro de Itabuna e demais entidades de defesa dos direitos humanos, vamos para as ruas de Itabuna denunciar essa barbárie.
    Segundo o site http://www.politicaspublicasbahia.org.br, entre janeiro e setembro de 2008, 1.450 pessoas foram mortas pela polícia baiana; maioria é jovem, pobre e afrodescendente. “Ninguém se comove quando o corpo que está no chão é negro.”
    Queremos políticas publicas de inclusão e reparação para o nosso povo e não rajada de balas. NÃO À BANALIZAÇÃO DA VIOLÊNCIA INSTITUCIONAL, NÃO À CAMPANHA DE CRIMINALIZAÇÃO DOS POBRES !!! A Sociedade precisa acordar para as reais raízes da violência.

  7. Sr. Adilson com (i), creio que o Sr. não é e nunca foi nenhum perito criminal, portanto estas suas perguntas são irrelevantes pois cabe-se apurar também, a quantidade de armas de fogo inclusive de grosso calibre que seus VICIADOS, tinham em poder. pelo que me consta viciado não usa arma usa drogas. Armas é para defender, proteger algo. Seja mais cauteloso e passe a investigar e não a punir. Bandido bom é bandido morto.

  8. Dr Adylson tem toda razão, pois em Itabuna há pessoas da sociedade que usa drogas. Em Itabuna existe medicos usuários de dorgas. Então na casa onde eles usam a policia vai chegar e matá-lo.

    Policia Civil e Militar vamos fazer blitz em casas no Jd. Vitória, Jd das Acacias, Zildolãndia, Castalia, Cinquentenário, Hoteis grandes. Nesses locais estão os traficantes pesados.

    Fumodro é o local onde os usuários fazem o uso das drogas.

    USUÁRIOS – RESPONSAVEL É DO JORGE SOLLA E DR VIEIRA, POIS É CASO DE SAÚDE.

    TRAFICANTE É AQUELE COMERCIALIZA E ANDA NA SOCIEDADE DE ITABUNA COMO HOMEM DE BEM, ATÉ FAZ AJUDA BENEFICENTE. ESSE É TRABALHO PARA POLICIA.

    OMS DIZ: SÁUDE É O BEM ESTAR FISICO, SOCIAL E MENTAL E NÃO AUSENCIA DE DOENÇA.

    OS POBRES USUARIOS QUANDO MORREM AS FAMILIAS FICAM ÓRFAOS SEM DIREITO PREVIDENCIÁRIOS, ENTÃO QUE FUTURO TERÁ OS FILHOS DESSES QUATROS JOVENS QUE FORAM ASSASSINADOS, VÃO SER CRIADOS POR QUEM.
    SERÁ QUE ESSA AÇÃO DIMINUIU OU AUMENTOU A VIOLÊNCIA?

    MATAR DIMINUI A VIOLÊNCIA?

    NO CARANDIRU 111 DETENTOD FORAM MORTOS. FOI CONFRONTO OU MASSACRE?

    SE A POLICIA RECEBE UMA DENUNCIA E VAI AO LOCAL UM BARRACO, QUEM ESTAR DENTRO, QUANDO ESTE É ARROBADO NÃO TEM COMO REAGIR.

    O LAUDO CADEVERICO DEVE SER ANALIZADO.
    PEÇO AS FAMILIAS PARA PROCURAR O DEPUTADO NELSON PELEGRINO DA SECRETRIA DE JUSTIÇA DA BAHIA E PEDIR APURAÇÃO E SE FOR O CASO REPARAÇÃO COMO FOI FEITO NO CASO MANOEL LEAL.

    SOMOS CONTRA BANDIDO QUE MATA, ROUBA, ESTUPRA. A POLCIA DEVE AGIR MESMO, COM RIGOR, MAS DENTRO DA LEGALIDADE E PROPORCIONALIDADE.

    BOM EXEMPLO ESTÁ FAZENDO O CAPITAO MASCARENHAS NO PRESIDIU, COM UM CARURÚ PARA OS DETENTOS. ISSO É AÇÃO QUE DIMINUI A VIOLENCIA.

    O PREFEITO AZEVEDO DEVE AJUDAR OS CENTRO DE RECUPERAÇÃO DE ITABUNA,. POIS TAMBÉM É ATO QUE DIMINUI A VIOLENCIA.
    SERÁ QUE AZEVEDO SABE ONDE TEM UM CENTRO DE RECUPERAÇÃO FEMININO EM ITABUNA?

    AZEVEDO VAMOS CONVESAR COM O DEPUTADO WALMIR ASSUNÇÃO PARA TRAZER UM CENTRO DE UNIDADE PARA MENOR INFRATOR, CENTRO DE SEMILIBERDADE, POIS WAGNER JÁ INSTALOU 12 NA BAHIA, ANTES SÓ TINHA EM SALVADOR, MAS JÁ TEMOS EM CONQUISTA, PAULO AFONSO, FEIRA, CONQUISTA E OUTRAS CIDADE.
    * VAMOS FISCALIZAR AS LAN HOUSES.

    * POLICIA OBSERVAR PESSOAS COM VIDAS ESTRANHAS, NÃO TRABALAHA E BEBE TODO FINAL DE SEMANA, CARROS NOVOS.

  9. “me faça uma garapa de limão balão professor”
    vc não conhece a realidade,o que as drogas estão causando aos jovens é um absurdo…preocupe-se com a formação deles prof. será que estudavam? será que tinham uma vida integra com a sociedade civil?foram apresentados as armas(grosso calibre)contra fatos não há argumentos….o sr. já foi numa favela? já viu de perto essa realidade nua e crua? agora não me venha com oba oba….saia da sala de aula e procure ajudar um jovem….infelizmente a morte mora ao lado de quem escolhe esse caminho!!!

  10. DEVEMOS RECONHECER,QUE A DROGA NÃO É OBRIGATORIA!!!
    ENTRARAM NESSA VIDA PQ QUISERAM!
    CHEGA DESSE DISCURSO HIPOCRITA DE QUE “A POLICIA MATOU OS POBREZINHOS”.
    TODOS OS DIAS A POPULAÇÃO É OBRIGADA A ANDAR COM MEDO,MUDAR A ROTA DO CAMINHO DE CASA,SEM CONTAR QUANTOS SÃO MORTOS POR CONTA DESSES “NOIAS”,EM ASSALTOS E TENTATIVAS DAS MAIS DIVERSAS VIOLENCIAS!!
    MORRERAM SIM!! E JA VÃO TARDE

  11. Sr. Adylson Machado, desde quando um usuario de drogas usa uma espingarda do tipo escopeta, uma pistola, um revolver? é para se proteger ou para cometer assaltos, aterrorizar a sociedade? Imagine o senhor saindo da UESC, indo para o seio de sua familia e ser abordado na porta de casa por um individuo desses ou então que seja ceifada a vida de um filho do seu numa suposta reação a um assalto para tomar um simples celular,que posteriormente será encontrado em uma “boca de fuma” porque foi trocado por droga.O senhor fala do menor que foi morto em confronto, é um absurdo não é? Ano passado um menor com apenas 15 anos cometeu o crime de latrocinio em um bairro aqui da cidade,vitima um aposentado que estava chegando em casa para almoçar.Fico feliz pelo senhor que é um dos principais culpados pela violencia que assola a nossa sociedade. Parabéns por ser adepto ao culto pela violencia.

  12. DIGO MAIS…
    NA MINHA OPINIÃO QUEM USA É CRIMINOSO SIM!!!
    O QUE É ISSO??? CHEGA DESSA MANIA DE DEFENDER O INDEFENSSÁVEL!
    ESTAMOS FALANDO DE UMA DROGA QUE VICIA NO PRIMEIRO USO E FAZ O INDIVIDUO COMETER ATOS MONSTRUOSOS PRA SUSTENTAR O VICIO!!!
    AGORA TA NA MODA ESSE “LENGA LENGA” QUE SO SERVE PRA INTIMIDAR O TRABALHO DA POLICIA!
    O ROTEIRO TODO MUNDO JA CONHECE:VAI PRESO,ZOMBA DA POLICIA,FICA 3 DIAS NA CORRECIONAL E DEPOIS TA SOLTO,FAZENDO TUDO DE NOVO!
    PRA COMPLETAR,FICA DE UM LADO A POLICIA,COM ARMAMENTO DEFASADO,COM CARROS SEM CONDIÇÕES DE USO E DO OUTRO UMA PARCELA DELIRANTE DA SOCIEDADE COMPOSTA POR JUIZES,CNBB E SOCIALISTAS DE M…CRIANDO UMA SERIE DE ENTIDADES PRA CUIDAR DESSES ELEMENTOS.
    E O PAI DE FAMILIA QUE FOI VITIMA DE CRIMINOSOS?NÃO CONHEÇO NENHUMA PASTORAL QUE CUIDE DA FAMILIA!
    E O ESTUDANTE ASSALTADO NA PORTA DO COLEGIO?E O COMERCIO,QUE TODOS OS DIAS REGISTRA ASSALTOS COM REQUINTES DE CRUELDADE?VC CONHECE ALGUMA ONG QUE CUIDE DESSAS VITIMAS?
    CHEGA DE BABOSEIRAS SENTIMENTAIS PROFESSOR
    O FATO É,ENQUANTO NOSSOS POLITICOS,EM PARCERIA COM O JUDICIARIO,NÃO DESENVOLVEREM METODOS PARA COMBATER O TRAFICO DE DROGAS E PUNIÇÕES SEVERAS PARA ENVOLVIDOS NESTE TIPO DE CRIME,A POLICIA SE VIRA COMO PODE.

  13. Bom, eu não tava no local dos tiros nem tenho uma visão do assunto como o Sr Professor da UESC, mas posso garantir uma coisa, por várias vezes esses merginais transitavam com armas na mão e naquele mesmo dia um conhecido meu ligou para a Polícia avisando que eles estavam junto com Bandido chamado Churrasco, que por sinal mata sem piedade.
    Quanto a Léo Zoinho ele não era cego, apenas andava com a cabeça levantada e uma arma na cintura e quanto ao senhor professor da UESC estude um pouco mais sobre a Polícia e veja que foram apresentadas armas que não são de brinquedos e que o salário de um policial não dá pra comprar armas para fantasiar situações, que tal o senhor morar no Santa Inês pra entender melhor a situação?
    Finalizo agradecendo e parabenizando a PM pela ação e por garantir o sono dos maradores que viviam assustados com os “pobrezinhos e fragilizados” bandidos (Segundo o senhor Alice no País das Maravilhas da UESC). OBRIGADO POLÍCIA!

  14. O professor mora onde, ja teve alguem da sua familia vitimada, o senhor ja visitou alguma familia vitimas desse bandidos. se não fez nada disso em cala a boca.

  15. Ótima a reflexão proposta pelo ilustre Professor.

    Necessário investigar. Necessário distinguir usuário de traficante.

    E, principalmente, as atitudes a serem tomadas com relação a uns e outros.

  16. JA HOUVIR A CHACOTA DE “CEGO NO MEIO DE EM TIROTEIO”

    MAIS UM CERO FAZENDO PARTE NO TIROTEIO CONTRA POLICIAIS FOI O PRIMEIRO.

    NÃO SOU CAPAZ DE JULGAR….

    NEM SOU ESTUDIOSO DA ÁREA.

    MAIS QUE ESTÁ ESTRANHO ESTÁ VIU!!!

    ACRETIDO QUE VAI SER APURADO PELO MINISTÉRIO PÚBLICO.

    O MINISTÉRIO PÚBLICO ESTÁ MUITO ATUANTE E DE PARABÉNS, CREIO QUE ABRAÇARÁ ESTA CAUSA.

  17. sabe-se quearegião onde houve esta barbarie,é lugar de muita incidencia de tráfico de drogas.Mas de que é a culpa?é só deles, alguns ja tem passagem na cadeia mas outros não,nem se quer foram julgados,foram sim executados por uma polícia incompetente para dar satisfação a sociedade e dizer que esta fazendo algo na cidade.Itabuna uma cidade de 214 mil habitantes, n~\o tem se quer uma centro de recuperação público onde se possa acolhere estes jovens vindos da pobreza para serem tratados e terem uma chance de uma vida digna. Pelo que se dar a entender o verdadeiro objetivo mesmo é aexterminar,mas isto pouco adianta porque virão outros e mais outros.Até quando?só o tempo dirá…os políticos são os mesmos, o povo parece não querer renovar, mudar, arriscar .o povo esta adormecido pelos bolsas da vida e esqueçede lutar pelos seus direitos.educação de qualidade, sáude para todos, e qualidade de vida para os nossos filhos com emprego e estabilidadeque só o rico tem direito.Hoje foram 04 e amanhã quantos serão? fica a pergunta no ar.

  18. REGINA DEVE PUXAR UM FUMOZINHO.
    NÃO SE TRATA DE NEGRO E POBRE OU BRANCO RICO, QUANTAS FAMÍLIAS TIVERAM ENTES QUERIDOS VÍTIMAS DESSES BANDIOS??
    BANDIDO É BANDIDO SEJA QUAL FOR A ETNIA.
    E BANDIDO BOM É BANDIDO MORTO

  19. Esse tipo de gente que morreu anda atrás de dinheiro fácil,gente!! É duro ser assaltado por um deles! Não têm dó!Xingam ,esculhambam, mandam na gente, gritando, quando estão atrás de um revólver…e um professorzinho qualquer vem aqui pra defender marginais?Por que ele não fez nada antes? Ainda está em tempo, professor! Saia de sua sala de faz de conta e venha fazer, URGENTE, alguma ação para restaurar essa turma.Pelo menos tirar a arma das mãos desses safados!!Tem coragem??Aí, a coragem deles ficaria menos da metade…Eles são muitos, senhores defensores de bandidos e drogados!! A cidade está cheia deles!!Não temos mais sossego.Todo dia, passam pela polícia e são soltos de novo…eles sabem da impunidade de ser como eles.As fichas são de bom tamanho…tem escola pra todos:ELAS ESTÃO DE PORTAS ESCANCARADAS, quem quer trabalhar está na luta, se vira, vai em busca de qualquer coisa honesta.As igrejas estão pregando e convertendo quem quiser mudar de vida, as únicas instituições dentro de Itabuna que fazem alguma coisa de fato pelos viciados.
    Parabéns, Polícia Militar! Vou às ruas fazer passeata em favor de vocês, se precisar.E monção de pesar pelas palavras do professor.
    Quanto aos defensores de “meninos” como eles, aguardem a sua vez de serem assaltados!! Espero que não fiquem com Síndrome do Pânico como eu, depois de uma safadez dessas…

  20. O debate está proposto muito bem pelo sr. Adilso realemnte tem que mudar a politica de combate ao trafico, o usuario, a sociedade é um problema muito maior pois envolve violencia, saude publica, desigualdade. acredito na policia pois conheço amigos policiais que dão a vida pelo seu trabalho e são idelaista para uma vida melhor para todos, só não podemos deixar a ignorancia de alguns mudar o debate para jargão ou extremismo já fui e conheço muitas pessoas que foram vitimas da violencia e o que podemos fazer é isso, “debatermos” para chegar em um ponto em comum o bem estar de todos.

  21. Esse professor Adilson Canivete é desses que não perdem uma oportunidade para aparecer, só que nesse caso da morte dos bandidos o profesor devia ter ficado calado. Eu não sei prefessor o que o senhor entende sobre usuarios de drogas, no caso do Santa Inês, esses que o senhor chama de usuários portavam um arsenal e na noite anterior levaram medo e terror aos moradores do bairro. Ao que o senhor chama de cego,e ainda ironiza que o mesmo teria iniciado o tiroteio, tinha visão suificiente para saber o que fazia. A policia Militar está de parabéns pela ação, e a população do bairro está agradecida. Quisera que toda ação da policia contra traficantes resultasse em morte dos bandidos, a nossa cidade, em especial os bairro perifericos onde vive esta pobre população assustada com a ação desses marginais viveria mais tranquila. Quanto ao professor Adilson teve a oportunidade de dizer que lê o Le Monde e assim já teve seu momento de fama.

  22. Quando um policial morre em combate ou é atingido por marginais gera uma polêmica desse tipo? Não!
    O nosso País é um país que ama a corrupção, o crime e parece ter o compromisso de defender quem age de tal modo.
    Quanto à questão de que eram apenas viciados deve ser descartada, pois se fossem viciados já teriam trocado suas armas em drogas, se havia um deficiente visual então ele não estava aos cuidados de sua família por quê? Para que serviam aquelas armas? O Senhor Professor da UESC ao fazer uma análise superficial do assunto, concluiu que os Policiais agiram com barbaridade e que venceram uma fortaleza sem ser ferido, concluo duas coisas:
    1- Ele não viu a matéria na TV para ver essa tal fortaleza
    2- Ele queria que saísse um Policial ferido para acreditar
    Li um comentário acima de um morador local que disse que ninguém era cego, se for assim o zarolho é cego? Se ele consegue ver a vítima antes de sua ação então a educação especial no meio dos criminosos está bem mais avançada do que as que aprendi na faculdade.
    Graças a Deus os Policiais estão vivos e agora eu convido o professor da UESC para uma reflexão: Se o Senhor ou parente seu já tivesse sido vítima de um deles e o senhor ao ver a foto deles na TV ou jornal o reconhecesse, o senhor postaria essa mensagem?
    Uma boa parte dos Pobres e indefesos que moram naquele local estão mais tranqüilos e para concluir estude os fatos sim, não somente em um foco, mas de uma forma holística e depois responda se o seu comportamento é de alguém preocupado com a sociedade ou com os bandidos mortos pela polícia?

  23. Sr professor, o senhor mora em que bairro? o sr pega onibus pra ir pra sua residência? o sr tem que descer do onibus correndo, com medo de alguém o abordar (pra roubar, matar, violentar)? o sr. tem que fechar as portas da sua casa com o sol ainda no céu com medo de bala perdida, com medo de algum traficante marginal (usuário marginal) lhe fazer algum mal? O sr. tem que orar todos os dias ao Senhor para que durma e possa acordar e para que no outro dia saia de sua residencia e possa voltar? O Sr. deixa seus filhos em casa temendo uma bala perdida, uma invasão à sua casa? Teme chegar e não encontra-los bem, intactos, em boa condição de saúde física e mental? Pois é Sr Professor, sou aluna da uesc, resido em Ilhéus e TODOS os dias passo por isso, por essa angustia, olhos meus vizinhos assustados, ouço tiros, gritos e só posso pedir a Deus que nos ajude. A POLÍCIA ESTÁ DE PARABÉNS, TEM QUE MATAR USUÁRIO (que é quem alimenta o trafico) tem que matar bandido ANTES QUE ELES NOS MATEM.

  24. É até engraçado como o pimenta na muqueca gosta de “tentar” destruir a imagem da PM. Coloca uma “reportagem” dessa sem fundamentos….

    1º O “Cego” não era cego totalmente, tinha problemas de visão, assim mesmo disse a genitora do “coitadinho estudante”.

    2º As amras foram entregues na delegacia, é só ir lá e pedir pra ver, ou então pessa ao “Alerta Total” que mostrou na reportagem!

    Ontem a tarde uma loja de venda de eletrônicos foi assaltada pela 4ª vez, dois rapazes armados levaram várias câmeras digitais, mp7 e mp10, e pq esse pessoal dos “Direitos Humanos” não foi lá na loja pra saber como ficou o rpz que estava na mira dos revólveres desses “estudantes, pobres, negros”?!?

    Assim fica difícil seu pimenta…..

    Primeiro falou mal das Blitzen e “assoprou” pedindo que fossem feitas outras, agora essa?!

    Da Redação: Jonathas, o texto acima se trata de um artigo. Não o publicamos porque concordamos ou deixamos de concordar com a opinião do professor. Aqui é um espaço para o bom debate. Sinta-se à vontade para também contribuir.

    Abraço.

  25. Conhecia um deles(o deficiente visual), q por sinal deixou o emprego pra entrar nessa vida, era gente boa pra mim, mas nao deixava de ser criminoso. Andava armado sim! Nunca desejei isso pra ele, mas foi o caminho que ele escolheu. E quanto ao sr professor: pense neles aterrorizando sua familia e diga aos leitores se ainda teria a mesma opiniao.

  26. Na proxima batida policial iremos convidar o professor, o pessoal dos direitos humanos e o movimento negro para negociar ou prender depois digamos como foi a experiencia. Itabuna tem uma taxa de homicidio de 128 mortes e esse professor e nenhum movimento abriram aboca para fazer algo, cade que cobra do governador arma, colete viaturas agora que da uma de heroi da resistecia. Cala a boca. Onde vc mora professor pois eu garanto que os onde o voce mora tem grades segurança cerca eletrica vigilante, no antique tem cidadão trabalhador que o pouco que ganha ainda tem que conviver com ameaça de bandido. Se o senhor acha que eles são bons leva para conviver em sua residencia, ou o senhor duvida de suas proprias palavras.

    Breve tem mais, vou ativar a pagina do caveirão. a pena que leo churrasco não estava la. professor coloca seu endereço a disposição para que os bandidos de itabuna possa fazer uma consulta filosofica com sua autoridade em banditismo.

  27. TREINADOS PARA ATIRAR PRIMEIRO E PERGUNTAR DEPOIS. DA NISSO. AFINAL DE CONTAS COM TANTOS POLITICOS DESPREPARADOS NÃO É DE SE ESTRANHAR QUE A POLICIA SIGA NA MESMA LINHA.

  28. Professor Adilson, eu o conheço, sempre o admirei por reconhece-lo como uma pessoa de boa inteligencia, no entanto, desta vez acho que falhou, fez uma coisa que o não inteligente faz “K H na retranca”.

  29. esse adilson machado do con certeza quer se aparecer. tenho certeza de que ele morea em uma desses arranha céu e nunca ouviu falar do que eeses elementos e outros que andan armados e que promovem oterror nos bairros perifericos da cidade. por isso e muito facil dar uma de defenssor dos direitos. um dia sua barriga vai doer. será que juizes, promotores e advogados que ja tiveram parentes mortos por bandidos pensam da mesma forma.

  30. A UESC – digo o corpo docente – já apresentou algum projeto ao menos verossímil, para prevenir a entrada de crianças e adolescentes na delinquência? Já apresentou alguma tese de mestrado, que servisse para uma política pública em prol dos direitos humanos, que não apenas após a vitoriosa leitura, dormitasse em gavetas de seus gabinetes refrigerados?

    Humanidade…
    Vamos arregaçar as mangas e trabalhar com política preventiva nas escolas, para não continuarmos assistindo o nascimento em série de pequenos párias, filhos de adolescentes desavisadas que todos os anos impactam a sociedade, como se não fosse isso, um alto ônus para todos.

    Por enquanto ainda está bom para quem não precisa ver meninos sendo abordados em portas de colégio e sairem do “baculejo” sorrindo, como se quiseesem afrontar a polícia, mas de vez em quando a bandidagem apronta com a burguesia.

    Às vezes o remédio tem que ser amargo mesmo. É triste, mas é verdade!

  31. Não resta dúvidas que marginais de diferentes classes sociais têm tratamentos diferentes, …, bem diferentes, …!!!

    Agora, esse pessoal que defende bandido é por que ainda não teve algum familiar – ou o próprio – molestado pelos marginais: Seja um filho atingido por uma bala, uma mulher estuprada, algum ente querido morto, …!!!

    Aí muda de opinião radicalmente, …!!!

    Aí vai pelos ares a filosofia, a teoria, e tudo o mais, …!!!

  32. O CONCRETO JÁ RACHOU

    Opa Teoria versus praxis. Eu fui forjada na praxis e pouco conheço da teoria. Mas sei que é povo contra povo. E muito capitão do mato.

    Não adianta sociedade, todos nós vamos pagar essa conta. Não tem como fugir.

    O melhor feitor é o ex-escravo.

  33. Certamente, professor Adilsson, o Sr. nunca foi assaltado, não tendo, portanto, a idéia de como é frustrante ser roubado; uma mistura de medo e impotência inigualavél. Estes marginais os quais se refere aterrorizava o bairro Santa Inês. Digo mais! Se o Sr. estivesse no lugar de algum policial, o que o Sr. faria? Demagogia e hipocria estamos cheios…
    Enquanto ao Movimento negro organizado…barbárie! Extermínio da população negra! Fala sério! Sou policial, afro-descendente com muito orgulho, estudei sempre em escola pública, tenho nível superior, e se tivesse na situação,indepedente da cor ou credo, teria feito a mesma coisa; ladrão é ladrão.

  34. NÃO VENHO AQUI DEFENDER BANDIDO, MAS TEM MUITOS DE CLASSE MÉDIA QUE COMETEM ASSALTOS A CAIXA ELETRÔNICOS E TODA SEMANA ESTÃO AÍ TOMANDO CERVEJAS NO PONTALZINHO,E ELES FALAM QUE MOLHAM AS MÃOS DOS POLÍCIAIS MESMO, A PERGUNTA É SE SÃO CRIMINOSOS E TODO MUNDO SABE PORQUE NÃO OS PRENDEM, A VELHA CORRUPÇÃO IMPREGUINADA NA SOCIEDADE, ISSO NUNCA VAI TER UM FIM SÓ ESTES OU AQUELEAS NEGROS E FAVELADOS DAS PERIFERIAS!!!

  35. Professor vendedor de ilusao procure saber da familia do policial que foi baleado por maginais de itabuna no assalto a caixa eletronico em Itabela com esta o estado dele no hospital e se a familia esta nessecitando de algo ou se o direitos humanos fez o mesmo

  36. Já esta chato ficar falando que ladrão rico e viciado não vai preso ou morto pela policia.Quem faz este tipo de comentário é gente mediócre que está muito longe da realidade, favelado, negro, azul seja que porra for, quem morra aqui no santo Inês é que sabe, quantos tiros estes vagabundos deram e quantas mães eles fizeram chorar. calem a boca.

  37. Srº Professor, Li essa matéria em vários jornais de prestigio na cidade, e nenhum deles afirmou que o local do acontecido, era uma “BOCA DE FUMO”, não sei de onde o srº arrancou essa idéia.
    Está escrito nos jornais que foram encontradas diversas armas que estavam sobre porte dos bandidos, e se não houve relato, provavelmente foi porque não tinha droga. Ou o querias que os jornais adicionassem na noticia esta informação “ludibriosa” para a matéria ficar mais interessante?
    .
    E pelo infeliz texo que publicas-te, tambem entendi que o senhor parece torcer para que num confronto entre policiais e bandidos, pelo menos um policial deve ser alvejado ao menos de raspão para provar que realmente hove o combate. Professor….., os policiais fazem um juramento de proteger o cidadão com o risco da propria vida, e rala muito cumprindo o que é determinado pela constituição federal em seu art. 144. Creio eu, que ja deves ter lido…

    Na realidade o que está mal contado é seu INFELIZ artigo sem fundamentação, percebi que a unica invasão que houve, foi a do senhor querendo tomar o lugar do perito, para dizer o pode ou não, ter acontecido, sem que almenos estivesse lá.
    E é bom dizer que com o nivel de lucidez que o brasileiro tem hoje já não cabe ficar indagando questionamentos sobre o drogado rico e o drogado pobre, pois ambos financiam pelo mesmo valor o tráfico de drogas, financiam a violencia! Pois tanto o abastado de dinheiro quanto o escarsso, quando ambos se deparam sem recursos para manter o vício vão cometer delitos pares, tais quais: roubo, furto ou latrocinio, para assim, ter dinheiro para comprar a droga e saciar sua vontade de consumi-la.
    Ahhh, o senhor como um educador deveria recomendar livros bons e salutares, e não ” 10 razões para liberar a droga” achas mesmo que liberando a droga haverá uma livre concorrência e a guerra pelo trafico acabará?? hahahahahahahahah! acoooooooorrda menino! o homem contabandia até remédio, para se livrar dos impostos imagine se isso vai acontecer com os alucinogenos? Pense num traficante pesado lá na prefeitura solicitando um alvará para abrir um comérico de alucinógenos! E o Que é mais interessante, será que FULANDO que é uma figura ilustre na cidade, mas, que por baixo do pano usa uma cocainazinha para dar uma viajada, compraria a cocaina no Hiper Bom Preço com todos olhando para ele ? ou ele continuaria comprando escondidinho lá no morro na mão do traficante? “professor me responda”

    E gostaria após ter publicado minha humilde opnião, que o senhor refletisse!
    obrigado…. aluno da UESC

  38. Quatro morrem após semana marcada por tiroteio
    em Itabuna, em confronto entre suspeitos e a Polícia Militar. A troca de tiros ocorreu na madrugada de quinta-feira, 1º, no bairro Santa Inês, um dos mais violentos do município. Antes da operação, foram registrados tiroteios entre bandidos e duas pessoas baleadas. armas
    Os mortos durante a operação policial foram os menores D.J.S., o “Deivinho”, de 15 anos, e J.R.C.G.; Leandro Armerindo dos Santos, “Léo”, 19, e Jodson da Silva Oliveira, o “Jadinho”, de 20 anos. Segundo a polícia, estavam num grupo de pelo menos 10 homens.
    Segundo a Polícia Militar, os homens estavam armados e pertenciam à quadrilha do bandido conhecido como “Léo Churrasco”, um traficante que comanda pontos de vendas de drogas no Santa Inês. A polícia foi ao local após uma denúncia através do 190.
    De acordo com moradores do bairro, é comum a cena de homens armados, impondo toque de recolher, assaltando, roubando e ameaçando caso alguém denuncie à polícia. “Eles vivem com a arma na mão e ai de quem falar alguma coisa,” disse uma moradora.
    Se os homens que morreram durante a operação policial são os mesmos que vinham aterrorizando o bairro, isso nossa reportagem não pode afirmar.
    No local foram encontrados uma espingarda Rossi calibre 12, número 5731759, um revólver Rossi calibre 38, um revólver calibre 38 e um revólver Taurus calibre 32.
    Foram apreendidos ainda uma pistola Taurus calibre 22, oito cartuchos calibre 38 deflagrados, uma máscara de borracha cara de cachorro, cinco cartuchos calibre 12 deflagrados, onze cartuchos calibre 38 intactos, um calibre 38 picotado.
    Segundo a ocorrência n° 1847/09, todo o armamento estava em posse dos quatro indivíduos, que teriam recebido os policiais militares à bala. OS PMs reagiram e os homens ainda foram socorridos e levados para o Hospital de Base, mas não resistiram.
    A casa, segundo a polícia, fica em uma área isolada do bairro, de onde os bandidos ‘monitoravam’ quem subia através de buracos nas paredes. A ordem era de atirar em quem se aproximasse, por isso os moradores resolveram denunciar o bando.
    Parentes disseram que Leandro só tinha 50% da visão e não era envolvido com a bandidagem. Mas o comando da PM afirmou que não há dúvidas de que houve confrontos no local das mortes.
    fonte: http://www2.uol.com.br/aregiao/seguranca.htm

  39. Quantos projetos sociais o senhor fez ou participou?
    Na sua opinião, a policia deveria nãqo existe, certo.
    Policiais de itabuna, o pesamento do professor é o mesmo que a maioria da sociedade, eles não gostão da policia.
    Agora professor, as maiores atrocidades é roubar o dineheiro da saude 21 milhoes este é o rombo em itabuna, vamos fale algo, pois ate agora existe 44 opinioes e o senhor se calou, sabe por que sua realidade é outra, va no viaduto paulo souto, ou no centro comercial lugares onde o senhor desconhece pois so mora pobre, la existem crianças se drogandos e prostituindo, faça algo.
    Levante da torre de cristal e venha para o nosso mundo, eu queria que vidas não fossem perdidas, mas entre o cidadão de bem e o bandido eu sou o cidadão de bem.
    ESPERO A SUA ENDAGAÇÃO, POIS QUEM CALA….

  40. Ilustríssimo prof. Adylson Machado, um bandido execultou uma criança inocente e indefesa no bairro São Pedro, será que o senhor continuará defendendo bandido? Se fosse seu filho? Com a palavra prof. Alice no País das maravilhas.

  41. INFELIZMENTE ESTE É O CAMINHO PELO QUAL MUITOS ENCONTRAM O CAPETA NO ALÉM MAIS CEDO DO QUE DEVERIA!!!.TEMOS QUE APLICAR A LEI DE “HITLER” NA FONTE QUE ,É A ERVA DANINHA DESTE CAOS SOCIAL:”OS TRAFICANTES”.QUASE IMPERCEPTÍVEIS NO MEIO , MUITAS DAS VEZES É O BORRACHEIRO, É O PADEIRO, É UM VIZINHO, É O GENTE FINA QUE ESTÁ TODOS OS DIAS DE TERNO E GRAVATA NOS FORUM DE ITABUNA.APÓS DESCOBERTO O COOPERADOR DA DESGRAÇA,ESTE…”*”, DEVIA PAGAR PELA DESGRAÇA COMO AS AUTORIDADES DOS PAÍSES ASÍATICOS COSTUMAM APLICAR A SENTENÇA EM SEUS INFRATORES…COLOCÁ-LOS NO MURO E…SENTÁ-LA BA…PRA BOM ENTENDEDOR ,MEIA PALAVRA BASTA!…RSRSRSRS

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top