skip to Main Content
24 de fevereiro de 2021 | 03:05 pm

BATE-BOCA NO RÁDIO

Tempo de leitura: < 1 minuto

O radialista João Ailton substituiu neste sábado o titular Roberto de Souza no comando do programa Resenha da Cidade, na rádio Jornal. Mas não foram momentos de paz para o repórter Ti-ti-ti.

Bicudo, como é conhecido, começou o programa criticando os profissionais de diversas áreas que agem com irresponsabilidade, não cumprem prazos e levam dor de cabeça para quem os contrata.

Tudo ia muito bem até que um ouvinte questionou o radialista sobre a sua mudança de posicionamento em relação ao governo municipal de Itabuna, de quem era crítico feroz, e agora passou a defender.

Bicudo não se fez de rogado, e disse que é um profissional, que trabalha, como todo mundo, pelo dinheiro. “Saco vazio não fica de pé”, justificou. A polêmica se instalou, e o bate-boca durou boa parte do programa.

Esta publicação possui 0 comentários
  1. Zelão diz: – Isso é que é autenticidade

    Na sua “singeleza”, Bicudo, chega a ferir “sucetibilidades” ao falar sem utilizar metáforas, arrodeios ou meias palavras. Ao dizer que se vê como um profissional do rádio que vive do seu trabalho, diz apenas que: – “Sou pago para falar bem de quem paga o meu salário.”

    E daí, qual é a grande novidade? Bicudo, apenas deixa claro o que muitos se envergonham de dizer. Poucos são os profissionais que trabalham na comunicação do interior, que conseguem manter um mínimo de independência profissional e sobreviverem economicamente.

    É comum se cobrar posições desses profissionais, quando ferem interêsses de alguém ou de algum grupo. Difícil no entanto é se colocar em lugar deles e tentar sobreviver.

  2. O Bicudo falou verdade demais. Por isso o nosso espanto.
    E, caro Zelão, não são apenas os profissionais de comunicação do interior.
    Analisemos nossa imprensa nacional.
    A Globo, imitada por outras grandes redes, capitaneia o modus vivendis da nação.
    Ela coordena desde as questões menos importantes, como esportes e cultura, até aquelas que vão envolver, concretamente, o nosso futuro.
    A “esquerda”(?!) acusa parte da imprensa de fazer parte do PIG.
    A “direita”(!!) tenta tirar a liberdade da internet.
    Todos operando em nome dos próprios bolsos e manutenção do poder.
    Só pra dar um exemplo, a crise em Honduras. Na Globo, o governo é “interino”. Na Record, é “golpista”.
    Todos, com interesses…
    Nós precisamos estar alertas. Não basta ouvir a notícia. E temos ferramentas poderosas. O diálogo e a internet são duas delas.
    Vamos discutir os assuntos que mexerão com as nossas vidas.
    Mas, por favor, aceitemos o contraditório e, vez por outras, analisemos o que ouvimos com um olhar “do outro”.
    Frases feitas e paixão podem gerar distorções.
    Afinal, eles têm interesse em nos usar e nós temos o poder de aceitar ou não.
    De minha parte, estou de olho…

  3. PARA QUE PIOR NESTE BRASIL DO QUE O CONTRATO QUE A TV GLOBO COM A DITADURA ATE HOJE, AS NOTICIAS DOS ERROS DOS PARTIDOS NASCIDOS DA DITADURA MUITAS VEZES ELES NEM TOCAO NO ASSUNTO, ONTEM A NOITE MESMO UMA CIDADE AQUI DO INTERIOR CONTRUIO CASAS POLPULARES SEM SANEAMENTO, O JORNALISTAZINHO COMENTOU ATE DA ESCADA, CONTINUO ACHANDO QUE O PT ESTA COMETENDO O MESMO ERRO DE GOVERNOS ATERIORES, MANDAO VERBAS E NAO FISCALIZAO E NOS POVAO SAMOS TAMBEM CULPADOS ONDE ESTAVAO OS MORADORES DESTA CIDADE , ONDE ESTAVAO OS VEREADORES, A PREFEITA TINHA QUE SER PUNIDA. NA EPOCA DO CACAU MESMO QUANTOS FAZENDEIROS PREPOTENTES TOMARAO RIOS DE DINHEIRO NO BANCO PARA APLICAR NO CACAU E AMDOU FOI O FILHO ESTUDAR FORA DO PAIS, COMPRANDO CARROES CARISSIMOS, E AS FAZENDAS DOS CACAUS FICARO SEM REMEDIOS PREVENTIVOS, LIMPEZAS , TRATOS . COM OU SEM AJUDA DE AULGUEM A NATUREZA SE REBELOU. ESPERO QUE AGORA COM O PAC DO CACAU TENHA UMA FISCALIZAÇAO SEVERA NAS APLICAÇOES DESTE DINHEIRO DA UNIAO

  4. GOSTO DELE PORQUE ELE IGUAL A MINHA PESSOA , TEM PROBLEMA DE RELACIONAMENTO COM O SEXO OPOSTO, VALEU MEU COLEGA, VAMOS UNIR FORÇAS PRA PRÓXIMA PARADA -GAY , OBRIGADO PELA FORÇA NESTE ANO.
    COMO VC DIZ – AIIII PAPAI VOU ME ENGASGAR, VOCÊ É 10.

  5. Não sabemos o que é pior: “o faz de conta” da informação neutra, isenta, em cima dos fatos, ou declarações abertas desse tipo, que admitem que a notícia pode ser dada a depender do “valor” que por ela é paga. È de uma canalhice sem tamanho. Quem precisa, então desse tipo de informação?

  6. Zelão fala: – Pois é, sêo pau de atiradeira;

    “O Pau que dá em Chico, é o mesmo que atinge Francisco.”

    Fica mais evidente a “necessidade de sobrevivência” nas emissoras de rádio do interior. Nos jornais e na televisão, seja no interior do país ou nos grandes centros, onde funciona a grande imprensa, a submissão é nogociada diretamente com os empresários da comunicação, que por sua vez as impõe aos seus funcionários.
    Voce faz muito bem em analisar as informações.

  7. Quando um “radialista” repugnante, execrável, ordinário… abre o “bico” para declarar-se prostituído e surge quem o defenda, como é o caso de Zelão (bobalhão, tolocão…), a gente já pode transformar o aparelho de rádio, num instrumento de “tiro ao alvo” contra a parede, ou o muro… sem lamentações!

  8. O PREFEITO MANDOU CONTRATAR UM PAI DE SANTO,QUE NÃO ENTENDE NADA DE COMUNICAÇÃO.POR QUE NÃO CONTRATAR BICUDO? ACORDA CONCURSADOS,VÃO PRA RUAS,PITEM AS CARAS,GRITEM FAÇA BARRULHO,MOSTREM PARA A POPULAÇÃO HÁ HUMILHAÇÃO QUE VOCÊS ESTÃO PASSANDO.

  9. Poderia ser “normal” falar bem de quem paga e mal de quem não paga, ignorando a “verdade”, se o rádio, assim como a tv, não fossem concessões públicas, e, como tal, exigem o respeito aos interesses públicos. Se um advogado ou médico comete algum ato anti-ético ele pode até ser excluído da profissão. Todos à Conferência Nacional de Comunicação para mudar esse estado de coisas.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top