skip to Main Content
20 de abril de 2021 | 11:14 am

TORNEIRA FECHADA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Passados 14 dias do encerramento da Expofenita, os organizadores do evento ainda se desdobram para quitar compromissos assumidos. O interessante é que os apoios obtidos do Governo do Estado estão sendo honrados tranquilamente, mas a ajuda que a Prefeitura de Itabuna garantiu ainda não se materializou.

Quem dificulta a liberação do numerário é o xerifão Carlos Burgos, o homem que manda nas finanças e, há quem diga, em toda a Prefeitura.

Esta publicação possui 0 comentários
  1. Zelão Diz: – Quanto custou a “Farra do Boi?”

    Nos bastidores se comenta, que a “viuva” bancou a parte maior da Expofenita, para garantir o “faturamento líquido e certo” do ex-secretário Josias Miguel e da CDL. Dai, quando o Secretário Carlos Burgos, viu a fatura a ser paga, refugou.

    Um evento que foi considerado fraco em negócios (não cumprindo o seu principal objetivo e, nem mesmo reeditando sucessos obtidos anteriormente), custou “muito caro” aos cofres da prefeitura e em troca, só serviu para proporcionar ” justos momentos de lazer” ao dia-a-dia atribulado do “capitão prefeito”, que pôde voltar ao seu tempo de criança e exercitar o seu jeito simples, desfilando em “pangarés” e em lombo de “touro manso” (nada que o colocase em risco de sofrer um tombo). Ao que parece, o Secretário Carlos Burgos, foi quem “sentiu o baque”.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top