skip to Main Content
24 de setembro de 2020 | 05:52 pm

SÓ FREUD EXPLICA

Tempo de leitura: < 1 minuto

ACM Neto deixou muita gente com uma pulga atrás da orelha ontem, durante seu pronunciamento na mobilização dos prefeitos na sede da UPB, em Salvador. Foi quando o deputado do DEM largou essa pérola:

– Estamos entre políticos e não farei discurso. Falarei a verdade.

A afirmação soou estranha, pois ficou a impressão de que o jovem parlamentar só fala a verdade quando está entre políticos. Se for no meio do povo, pode mentir à vontade…

Pelo menos, foi isso que quase todo mundo entendeu.

Leia mais no www.politicaetc.com.br

Esta publicação possui 0 comentários
  1. Grande novidade!!
    Todos políticos… todos mesmos… tem um tipo de discurso para cada ocasião… o que mais for útil para eles no momento determinado…
    Mas… é todos… todos… todos…

  2. Até que enfim assumiu, hein!?

    Ato falho em local apropriado, é bom demais! ele esquece que estamos na era da comunicação avançada! Porém, imaginam que a massa manobrada é composta inteiramente de simplórios e admiradores de corruptos… Engana-se, grampinho!

    Hehehe… E as caras dos outros? Mas menino!!!

  3. Discordo. Isso é sofismar o q disse o deputado Grampinho.
    Ele mente é em qualquer lugar.
    Faltou com a verdade na UPB como falta no Congresso ou onde quer que ande.

    Talvez só em família ele seja obrigado a falar a verdade. Afinal, lá ninguém “come o reggae” dele.

    ACM Neto, vovô te chama.

    Estamos de olho…

  4. Zelão Lembra: – “Tô Mentindo Terta?”

    Entre parceiros não vale mentir!

    O jovem, mais já experiente deputado ACM Neto, sabe que sria “deitar falação em vão”, mentir entre parceiros, todos eles “putas velhas” experientes na arte de enganar. Dai, talvez lembrando os ensinamentos do avô, optou por falar a linguagem dos “homens de bem”, deixando de lado a linguagem dos políticos, quando falam para o povo.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top