skip to Main Content
20 de junho de 2021 | 11:11 pm

CURSO SIMULA ATAQUE DE MONILÍASE DO CACAUEIRO

Tempo de leitura: < 1 minuto

De hoje até o próximo sábado (7), pesquisadores, extensionistas e técnicos do Ministério da Agricultura, Superintendência Federal da Agricultura, Ceplac, Seagri, Adab e EBDA participam de um curso para prevenção da monilíase do cacaueiro no Brasil.

As duas atividades integram as ações do Plano de Contingência da Moniliáse do Cacaueiro preconizado pelo Ministério da Agricultura, Ceplac e Seagri. A simulação vai buscar o máximo de realidade, e vai imitar desde a interferência do público e da imprensa até “políticos” exercendo pressão temporal sobre as equipes.

O objetivo é simular até as situações de estresse que ocorrem durante emergências sanitárias reais. O ataque fictício do fungo Moniliophthora roreri, agente causador da pior doença da cultura cacaueira latino-americana, se dará também em um “país imaginário”.

O Curso sobre Medidas de Controle e Exercício Simulado de Emergência Fitossanitária com Ênfase na Monilíase do Cacaueiro estão sendo realizados em Ilhéus.

Esta publicação possui 0 comentários
  1. A Vassoura de bruxa perto dessa doença é café pequeno, …!!!

    Uma eventual entrada dela, aqui na região, seria o sepultamento da cacauicultura, …!!!

    Ainda bem que quem colocou a vassoura de bruxa aqui na região não foi tão perverso assim, …!!!

    Foi um estrago e tanto, mas ainds se salva alguma coisa, …!!!

  2. Será que eles já estão preparando para trazer a MONILÍASE para esta Região? Não acham pouco a VASSOURA DE BRUXA. gostaria de saber qual a pesquisa que deu certo tendo como alavancadores esses Orgãos referidos na matéria? O único cientista que conheço na região em relação ao cacau é o JUPARÁ. Por favor, esqueçam o cacau. Ai, sim teremos essa lavoura por alguns anos.

    Grato,

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top