skip to Main Content
19 de fevereiro de 2020 | 08:41 pm

CONFIRA NO UNIVERSO PARALELO

Tempo de leitura: < 1 minuto
.

O professor e escritor Jorge Araújo no Universo Paralelo.

“A já um tanto prateada barba do professor Jorge de Souza Araujo (foto) esconde um dos nomes mais significativos da literatura produzida no Brasil. Não por coincidência (Jung diz que não existe coincidência, existe sincronicidade), é uma barba que nos lembra o muito citado e pouco lido Karl Marx: Jorge é militante marxista e, nesta condição, arriscou-se ter as unhas arrancadas – ou ser submetido a pau-de-arara, choque elétrico, afogamento e mimos outros com que a “Gloriosa Revolução de 64” tratava seus desafetos.

Se, à época, não fosse imberbe, arriscar-se-ia a ter a barba cortada a biscó, pois estas eram as regras do jogo – e os ditadores nos queriam todos devidamente depilados, pois barba grande e cabelo idem eram sinais inequívocos da intenção de derrubar o governo. Esse sertanejo de Baixa Grande, para o bem de todos nós, passou ao largo da tortura, sem abdicar de suas convicções: se perdeu anéis, ao menos manteve intatos os dedos, as unhas e o buço emergente, de grande futuro.”

Clique aqui e confira a íntegra da coluna Universo Paralelo desta semana, que também destaca a obra de outra figura magnífica, Elis Regina, que nos deixou há 28 anos. Está imperdível!

Esta publicação possui 5 comentários
  1. Engraçado, um comunista reclamando como foi tratado pelo governo. E nos países que aderiram o comunismo, como foram tratados os oposicionistas?! O que ele tem a dizer da China, Cuba, URSS, Romênia, Coréia do Norte, Thecoslováquia, Alemanha Oriental, Hungria…etc…etc… Países que assassinaram aos milhões e impediam e (os que ainda existem e são comunistas) impedem a liberdade de seus povos.
    Todo comunista é como os radicais do Islã…querem liberdade quando não estão no poder, mas quando chegam lá perseguem quem não pensa como eles. Prefiro mil vezes a ditadura militar do Brasil que a ditadura de Fidel, Stalin, Mao Tse Tung, Lênin e outros assassinos miseráveis.

  2. Grande Mestre! Tenho o prazer de ter sido seu aluno no antigo IMEI, hoje IMEAM. Para o meu currículo é motivo de orgulho. Além de ser meu amigo. Privilégio para poucos.Tenho acompanhando sua trajetória literária e esta região pode se orgulhar de ter uma cabeça brilhante como a sua.Sou seu fã.
    Largos Abraços!

  3. ENGRAÇADO,AS VEZES A IDEOLOGIA FAJUNTA SE MANIFESTA DE FORMS GROTESCAS!!!
    “GLORIOSA REVOLUÇÃO DE 64”
    HOUVE REALMENTE UM GOLPE MILITAR E NA MINHA OPINIÃO TODOS OS TORTURADORES DEVERIAM SER PUNIDOS.ASSIM COMO OS TERRORISTAS DO “ESQUERDISMO” TAMBEM DEVERIAM SER JULGADOS PELAS SUAS MONSTRUOSIDADES!
    QUANTOS INOCENTES FORAM MORTOS PELOS TERRORISTA DE ESQUERDA???
    NO MAIS, CONCORDO COM O COMENTARIO DE KIKO,QUEM TEM ESSES FACINORAS COMO REFERENCIA DE VIDA E GOVERNO,VAI MORAR EM CUBA!!!!
    LUGAR ONDE A MELHOR MARCA DE PAPEL HIGIÊNICO É O JORNAL DO GOVERNO.MOTIVO ESTE QUE FAZ DO JORNAL UM SUCESSO DE VENDAS MESMO DE EDIÇÕES ATRASADAS!
    NADA MELHOR QUE OS FATOS PARA COMBATER IDEOLOGIA FURADA!!!
    PS:MARX VIVIA DE QUE? ACHO QUE ERA SUSTENTADO POR UM AMIGO MILIONARIO!O COMUNISMO NÃO RESISTE A ESTA ESTRANHA FORÇA CHMADA CAPITAL!!!

  4. Jorge, velho de guerra! Muitas saudades da turma toda aqui.
    Bom saber que o Universo Paralelo lhe rendeu essa – mais do que merecida – homenagem.

  5. Jorge de Souza Arújo, muito mais que integrado ou comunista. Para os desafetos, deixo o bordão do próprio Jorge: ” Aqui pra iôiõ, aqui pra iáiá!”… grande abraço a todos!

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top