skip to Main Content
9 de agosto de 2020 | 05:32 pm

QUIZUMBA

Tempo de leitura: 3 minutos

Armando Nuvem (com os pés no chão e a cabeça no sobrenome)

convite-a-nuvem-3TUDO A MESMA M…

Encontrei um livro bem interessante, recém-lançado, no qual o quase octogenário jornalista Sebastião Nery conta histórias de décadas de atuação no jornalismo.

Nery é de Jaguaquara, mas iniciou sua carreira em Belo Horizonte e depois veio trabalhar no Jornal da Bahia. Quando ACM perseguiu e conseguiu acabar com a publicação, Nery foi para o A Tarde.

Das muitas histórias contadas pelo jornalista, uma é sobre um tio-avô dele, coronel poderoso em Jaquaquara, lá pela década de 30. Certa vez, o homem ficou de birra com a família e resolveu viajar pelo mundo, para espairecer.  Depois de muito tempo sem dar notícias, mandou uma carta para as filhas, afirmando que a raiva tinha passado e contando seu itinerário.

Algo mais ou menos assim:

“Meninas, minha zanga já terminou. Está na hora de voltar. Peguei um vapor na Bahia, passei pelo Rio, saltei em Gênova, vim para Roma. É a Bahia com o Papa. De Roma fui de trem a Paris. É o Rio sem mar. De Paris, para Berlim. É São Paulo com mais fábrica. Como vocês veem, o mundo é todo a mesma merda.

A bênção de seu pai”.

***

ESCRITORES CONTRA

João Ubaldo não quer nem ouvir falar na ponte sobre a Baía de Todos os Santos. Hélio Pólvora também não curte a ideia, por considerá-la cara e imaginar que haja outras ações na fila, que deveriam gozar de maior prioridade.

Quem se serve do transporte precário da caótica TWB diz que João só vai a Itaparica uma vez por ano e não fica por lá mais de uma semana. E Hélio, nem isso. Por isso são contra a ponte.

***

PERNAS-DE-PAU

O time do Capitão bate cabeça e segue na lanterna do campeonato. Ou ele organiza o esquema tático e substitui algumas peças que não se encaixam, ou não vai conseguir reverter a situação, que já começa a se tornar vexatória.

O “baba”tá feio.

***

MENINO TRAQUINO
O administrador da Fazenda andou querendo pular a cerca e invadir a área da Educação. Houve conflito, corre-corre, princípio de debandada, mas a invasão acabou sendo repelida. A ordem agora é aumentar a altura da cerca, para impedir novas invasões.

Já se sabe que o traquino é membro do MST (Movimento do Sempre Tirando).

***

CRISE
Ouviram-se choros convulsivos na manhã deste domingo, na casa do prefeito de Salvador, João Henrique. Dona Maria Luiza tentava consolar, nada. O berreiro começou assim que o homem recebeu o jornal A Tarde e soube da gravação da conversa em que Geddel o define como pessoa inconfiável.

João ficou roxo de raiva. Aliás, parece que a cor era mais pra vermelha.
PT, saudações.

***

OS 100 ANOS DE RUY
O publicitário Ruy Carvalho chega aos 100 anos, com carinha de 50. Está aí um verdadeiro Highlander em terras grapiúnas. Verdadeiro fenômeno!

Digitalizar

Anúncio publicado em nossos jornais

Esta publicação possui 12 comentários
  1. Pimenteiros

    já notaram que o amigo ruy é chegado a expressões de duplo sentido? Não passaria de pegadinha o “como vocês”?

    Vôte!

    Da Redação: Querido leitor, não sabemos se o “duplo sentido” foi proposital ou é tua mente que é… fértil! rsss

  2. Pessoal, vamos tratar propaganda como o que ela é de verdade… PROPAGANDA, e não jornalismo! Está mais do que claro que é uma alusão ao centenário da cidade… portanto, existe algo a comemorar ALÉM disto… Este tipo de comentário só faz retroceder todo o trabalho feito pelas agências da região para mostrar ao público o que é publicidade de verdade.

    Da Redação: “O chato”, não perca o bom humor. Caso não tenha observado, Quizumba trata-se de uma coluna que trata dos assuntos diários com uma linguagem diferenciada, menos… chata! Não leve tudo a sério, amigo.

  3. Esqueceram de mim…

    Como podem, as autoridades municipais, esqueçerem da magnitude da data do centenerio do eloquente velhinho, Rui Carvalho, em detrimento das comemorações do Centenário de Itabuna.

  4. Zelão diz: – Cinquenta, que vale por cem!

    (Desfazendo equívocos)

    Os cabelos grisalhos de Rui Carvalho (o publicitário), são as marcas deixadas pelo tempo, em quem tem que usar exaustivamente a cabeça, para criar.

    No afã de agradarem ao “chefe” e companheiro, os “criativos” cometeram um pequeno equívoco, que por certo, por ser um “presente surpresa, não passou pelo crivo do Rui. Mas, valeu a “boa intenção.”

    Desejo, que o centenário do Rui, mereça, nas suas justas comemorações, melhor sorte, que o centenário de Itabuna.

  5. Engraçado, todos perdem tempo tentando criticar uma singela homenagem e surpresa que a equipe de Ruy tentou fazer a ele…
    No entanto isso acontece porque muitos nao tem uma equipe destas, por que criticar é facil, mais nem todos tem coragem e iniciativa de fazer uma homenagem a muitos “chefes” por aí.

    Parabéns, Ruy pela equipe que você tem as pessoas perderam a essencia de muita coisa e por isso preferem a critica e não o aplauso, portanto aproveita bem a equipe que você tem, pois eles agoram querem saber quem ta nos seus bastidores, concerteza profissionais excelentes.

    Só lamento aos que não conseguiram compreender a homenagem, afinal o texto não é jornalistico e em propaganda tudo podeeeeeeeeeeeee…kkkkkk

    Da Redação: É, Lorena, e muitos não têm bom humor…

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top