skip to Main Content
7 de abril de 2020 | 03:22 am

PARA WAGNER, SERVIDORES E TECNOLOGIA GARANTIRAM SUCESSO DO CARNAVAL

Tempo de leitura: < 1 minuto

Wagner: agradecimento.

Salvador teve um dos carnavais mais seguros, alegres e tranquilos, avalia o governador Jaques Wagner. Nesta quarta, ele analisou os números da festa e agradeceu aos foliões, aos mais de 500 mil turistas e aos servidores que trabalharam pelo sucesso da festa em 2010.

– Muita gente brincando e as pessoas não imaginam quanta gente por detrás da folia está trabalhando na área de segurança, saúde, comunicação e turismo para que tudo funcione muito bem – disse o político e polido Jaques Wagner, que também destacou a integração entre prefeitura e Governo do Estado.

Esta publicação possui 4 comentários
  1. Uma coisa eu sei: Este ano o carnaval de Salvador perdeu para o do Recife e o do Rio de Janeiro (não o das escolas, mas o de rua mesmo), …!!!

    Se não houver uma reformulação, e a festa continuar com a mesmice, irá perder o brilho a cada ano que passa, …!!!

    Não há gente mais “sem sal”, fútil, tola, fresca e desanimada que alguns mauricinhos e patricinhas, com o ar de falsidade e idiotice gratuita, …, fardados, do lado de dentro de uma corda, …!!!

    É um carnaval que discrimina principalmente as pessoas pobres, além de apresentar um modelo ultrapassado, unicamente de exploração, …!!!

    Falta, principalmente, a espontaneidade, que vem do povão, …!!!

    Parece uma coisa pré-fabricada para apenas alguns ganharem muito dinheiro, …!!!

    Imagina o tédio de quem acompanha, dentro dos blocos, as atuais bandas de pagode, que só têm, geralmente, uma música, por cinco a seis horas seguidas (depois termina tudo), …?!?!?!

    Muito melhor pagar preço similar por um camarote e poder ver várias apresentações de artistas diferentes, sendo que nos intervalos a pessoa ainda dispõe do ambiente interno, da estrutura, com ar refrigerado, boate, banheiro, bebidas, comidas, poder se sentar um pouco, além de outros atrativos, e segurança, …!!!

    Algumas músicas, então, são intragáveis, além de bobas demais (nesses momentos, nada melhor que uma boate), …!!!

    Do jeito que está, não tem futuro, …!!!

  2. O carnaval de Salvador é privatizado. Claro e evidente que a muito tempo deixou de ser uma festa. Transformou-se numa indústria carnavalesca. O Baiano que deseja viver as folias momescas têm que procurar cidades do interior ou sair para outros estados onde o carnaval é realmente do povo.
    Lembram da música de Caetano…
    A praça Castro Alves é do povo?
    Hoje cantamos assim…Foi do povo.
    Fuiiiiiiii

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top