skip to Main Content
22 de janeiro de 2021 | 07:25 am

DISPUTA POR TERRA E GREVES AGITAM BUERAREMA

Tempo de leitura: 2 minutos

Polícia fez blitz em Buerarema, palco de conflito agrário (Foto Xilindró Web).

Há mais de uma semana a cidade sul-baiana vive em clima de guerra por conta do conflito entre pequenos produtores rurais e índios da etnia tupinambá. No sábado (27), 45 policiais militares e federais e 12 viaturas foram acionados diante da ameaça de invasão à área urbana da cidade por parte dos indígenas.

Mas o clima de tensão não está restrito ao conflito por terra. Servidores das áreas de saúde e de educação do município deflagram greve a partir desta segunda-feira, 1º. Os grevistas reivindicam o imediato pagamento de dois meses de salários atrasados.

O ano letivo na rede municipal de ensino teria início nesta segunda. Buerarema também vive crise de comando. O prefeito eleito em outubro de 2008 teve o registro de candidatura cassada em julho do ano passado (confira aqui).

Mardes Monteiro (PT) foi substituído pela Justiça Eleitoral por Eudes Bonfim (PR), que ascendeu ao cargo na condição de interino e por ser o presidente da Câmara de Vereadores. Monteiro caiu por constar na lista dos “fichas-sujas” do Ministério Público estadual.

Desde a queda do petista, ocorrida há mais de seis meses, o município vive a expectativa de que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) conclua o processo que retirou Mardes do poder e, assim, defina data para a eleição complementar. Enquanto isso não ocorre, o ‘pau’ tá comendo na velha e sofrida Macuco.

Esta publicação possui 7 comentários
  1. Tá claro que esse movimento não tem fundamento etnico. O que ha é uma formação de quadrilha muito bem montada. a turma das ongs mamando nas tetas do governo. Ganha todo mundo; Padre, Flaso Indio, ganha diretro fe Funai. Lembrando que os onibus que servem a babu ~sao de propriedade de Neri um ex cabo de Turma da Unacau e Jeová antigo despachante de veiculos de Buerarema. Lembrando que esses dois apoiam Guima para prefeito que por sua vez apoia o falso movimento indigena. Há, quando Babau quase morre num acidente de carro o senhor guima estava lá dando seu apoio. Eles apoiam tudo menos os pequenos agricultores daquela região. Fique, de olho.

  2. Tambem com uma camara dessa que nós temos aqui, EUDES era Presidente, o Primo dele era o Primeira Secretario EUDES foi assumir a Prefeitura Bosco Assumiu a Presidencia da Camara não faz nada agora fica ai dizendo a Radios Camufladas que tem 20% de intencôes de votos em BUERAREMA.por isso ta ai a SAUDE, a EDUCAÇÃO, A CIDADE ABANDONADA MESMA isso é uma vergonha vereadorzinhos aqui só quer MAMÁ e o povo que se LASQUE

  3. Esse movimento cheira a corrupção, falsidade ideolológica, peculato, formação de quadrilha e apropriação de bens alheios. Por fora, corre solto os pseudos politicos, ongs, funai e a omissão dos governos estadual e federal. Tá na hora de alguma autoridade com poder suficiente agir em Buerarema, pois esse estopin pode-se virar para outras bandas. Alô, alô, alô, governador e presidente Lula, atendam a população!!!

  4. Se compararmos Buerarema com uma cidade de filme de faroeste americano, veremos que, ao contrário do que ocorre na ficção, os índios (?) daqui têm motivos de sobra para serem considerados os verdadeiros bandidos do pedaço.

  5. É tanta informação icoerente que eu nem sei por onde começar. As contas de Mardes está rejeitada pela Câmara Municipal. Eu desafio mostrar o nome do prefeito eleito em lista-suja no Ministério Público Federal, no entanto, o MP de Buerarema não indiciou ou impulgou o registro do prefeito. Quem considerou inválido foi o TRE por justificar a data da anulação da Rejeição de Contas da Câmara de Buerarema. O TSE está analisando as provas para retomar o prefeito ou não ao cargo. Eleições foram marcadas, mas o relator do Processo no TSE anulou por dizer q essa decisão só é tomada qdo todo o processo for finalizado. Sabemos do interesse em camuflar a notícia e distorcer as informações, mas ninguém fala que o prefeito no cargo não havia salários atrasados da sua gestão, pois a única reclamação era o salário de dezembro de 2008, qdo o prefeito era outro. Contudo, quem está no comando de Buerarema não tá nem aí por isso os funcionários não reagem e tratam como se tudo estivesse perfeito. Postos sem médicos, escolas sem data pra começar o ano letivo, ruas sem lâmpadas, nenhuma reforma, nenhuma obra, nada… nada … nada. Os seus adversários políticos torceram para a saída de Mardes, mas no entanto, hoje percebem q não haverá nova eleição. Todos calados e sumidos. Mardes vai voltar AGUARDEM !!!!

  6. A questão Indigena em nosso município é assunto Federal, tem muitos interesses por trás disto, Funai, Governo Federal e etc, não vamos misturar esses assuntos com nossa situação politica, pois sabemos que ninguem é de acordo com o que estes supostos indios estao fazendo, se não serie obrifgado a dizer que quem “Criou” o BABAU foi o Ex Prefeito Orlando Filho.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top