skip to Main Content
30 de novembro de 2020 | 01:50 pm

LEITE DERRAMADO

Tempo de leitura: 2 minutos

Marco Wense

Uma conversa com o irreverente Juvenal Maynart, correligionário muito próximo do ministro Geddel Vieira Lima, pré-candidato do PMDB ao Palácio de Ondina, é sempre proveitosa. Não há espaço para o futebol ou qualquer outro assunto que não seja política.

Em relação ao rompimento de Geddel com o governador Jaques Wagner ou vice-versa, Juvenal diz que “não adianta chorar o leite derramado”, descartando qualquer possibilidade de reaproximação entre o peemedebista e o petista.

O “leite derramado” significa, pelo menos na minha modesta opinião, que o racha não foi bom para os dois políticos, principalmente para Geddel, que corre o risco de não disputar um eventual segundo turno e, como consequência, ficar sem mandato durante quatro anos.

Como o movediço e emaranhado processo político permite a formulação de hipóteses, muitos eleitores começam a fazer, até para si mesmo, a seguinte pergunta: Como estaria a sucessão estadual se não houvesse o rompimento entre Wagner e Geddel?

Em dois pontos, os peemedebistas e petistas concordam: 1) Wagner, que busca o segundo mandato, estaria em uma posição mais confortável nas pesquisas de intenção de voto. 2) Geddel seria um fortíssimo candidato ao senado da República.

O governador, se reelegendo, fica impedido de disputar a re-reeleição em 2014. O candidato natural seria o ministro Geddel. Qualquer tentativa do PT para lançar candidatura própria não teria o apoio de Luiz Inácio Lula da Silva e, quem sabe, do próprio Wagner.

Com Wagner e Geddel unidos, respectivamente no comando do governo do Estado e do ministério da Integração Nacional, o DEM teria dificuldades para arrumar um candidato a governador.

E Paulo Souto? Ora, o ex-governador, diante de uma provável reeleição de Wagner já no primeiro turno, não iria trocar uma garantida eleição para a Câmara Federal para ser protagonista de uma aventura.  O espírito de Tarzan ficaria com ACM Neto.

Sem o imbróglio de dois palanques, com a presença do presidente Lula e de Dilma Rousseff, tendo ao lado Geddel, vários partidos aliados e uma enxurrada de prefeitos, o “galego” só iria precisar de “meio turno” para liquidar a fatura.
O leite, para a felicidade dos democratas (DEM), foi derramado.

NA ESPERA

Capitão Fábio.

O deputado Capitão Fábio, que já desistiu de ser candidato a prefeito de Itabuna em três oportunidades, acredita no apoio da petista Juçara Feitosa ao seu projeto de reeleição para o Parlamento estadual.

De olho nos mais de 40 mil votos que a ex-primeira dama obteve na última sucessão municipal, Fábio Santana espera uma declaração pública de apoio da ex-primeira dama de Itabuna.

Para os correligionários mais próximos do parlamentar, a manifestação de apoio pode acontecer na entrevista de Juçara para anunciar que não é mais pré-candidata à Assembleia Legislativa do Estado.

Os fabistas, pelo menos os mais lúcidos, ainda desconfiam desse tão badalado, comentado e propalado apoio.

Marco Wense é articulista do Diário Bahia.

Esta publicação possui 11 comentários
  1. Zelão diz: – É bom não esperar!

    Estão certos os lúcidos correligionários do capitão Fábio, em não contarem como “líquido e certo” o apoio de Geraldo e Juçara, a candidatura do “outro capitão” a assembléia legislativa da Bahia.

    Se Juçara, não for mesmo candidata a deputado estadual (o que acredito que não será), não será por falta de vontade sua. Acontece que a candidatura de Juçara, inviabilizaria qualquer acordo de apoio a Geraldo, por parte de outros candidatos de outras regiões, que saberiam de antemão, que não teriam a reciprocidade de Geraldo, na sua base eleitoral.

    Paralelamente, Juçara, embalada pelos 42 mil votos obtidos na eleição para prefeito, acalenta o sonho justo de uma nova candidatura em 2012. O que garantiria então a Juçara, que eleito, com a sua ajuda, o capitão Fábio, também não se sentiria tentado a acalentar o mesmo sonho?

    Sobre o pano da mesa do jogo político, não existe espaço para jogadas arriscadas, sem que as próximas futuras jogadas sejam previstas.

  2. Por falar em candidatura, e em PMDB, hoje, na hora do almoço, houve uma confraternização em volta do candidato a Deputado, e Médico, Renato Costa, num dos restaurantes da cidade, …!!!

    O grande problema foi que, na hora, estava um calor insuprtável, e o pessoal, quando dos discursos, desligava o ventilador próximo às mesas deles, para que fossem ouvidos os pronunciamentos, …!!!

    Teve até música, …!!!

    Quanto aos 40.000 votos da candidata do Pt, derrotada na eleição municipal, aqui em Itabuna, foi fruto do esforço do grupo que se juntou à candidatura dela. Sozinha (sem o apoio do Luiz Sena, do Wenceslau e outros mais), ela não teria nem 25% disso, …!!!

    Experimenta, “Capitu Melancia”, …!!!

    Menos votos que a suposta quantidade de pessoas que disseram ter numa passeata, na época, na Av. Cinquentenário. Eu continuo dizendo que, na época, contaram as pernas das pessoas, mas esqueceram de dividir o total por dois, …, deu no que deu, …!!!

  3. Sérgio Oliveira

    Nao acredito que os partidos aliados de Juçara ajudaram muito para que ela obtesse os mais de 40 mil votos, ate pq Geraldo Simões teve sozinho em Itabuna mais de 35 mil para deputado!!!

  4. DONA JUSSARA, QUE COM PORCOS SE MISTURA FARELO COME. NÃO ESQUEÇA QUE A SENHORA FOI AVISADA PARA NÃO FAZER ALIANÇAS COM QUEM NÃO PODERIA LHE AJUDAR SE NÃO PERDERIA AS ELEIÇOES, TANTO QUE PERDEU. QUER PERDER AGORA O RESPEITO DA COMUNIDADE DE ITABUNA?

  5. NADA SERIA DE MAIOR INTELIGÊNCIA, DO QUE SE O MINISTRO ACEITAR E ENGOLIR O SEU PRÓPRIO ÉGO, E RETIRAR ESTA CANDIDATURA SEM PROJETO, QUE SE DIGA DE PASSAGEM , JÁ NASCEU MORTA, NÃO QUE ESTA E NENHUMA OUTRA CANDIDATURA VENHA METER MEDO NESTE GOVERNO QUE SE CHAMA TRABALHO. COM TODA CERTEZA WAGNER SE REELEGERÁ, E LULA FARÁ SEU SUCESSOR. JÁ PARA A CAMARA ESTADUAL NÓS VAMOS TER MUITOS LOBOS EM PELE DE CORDEIRO BATENDO EM NOSSAS PORTAS, COMO NÓS SOMOS MUITO EDUCADOS VAMOS ATENDER A TODOS, E DEPOIS VAMOS VER QUEM MERECE O NOSSO VALIOSO VOTO, POIS JÁ NOS ENGANAMOS COM ESTE PREFEITO DE BRIMQUEDO AQUI DE ITABUNA, E NÃO VAMOS DEIXAR QUE CERTOS CANDIDATOS COPA DO MUNDO VENHA BUSCAR A UNICA COISA QUE PARA ELES ENTERÉSSA, O NOSSO VOTO. A EX. CANDIDATA JUÇARA NÃO PODE APOIAR O NOBRE DEPUTADO FABIO, POIS O MESMO NÃO CUMPRIU COM A SUA PARTE NO ACORDO, QUE SERIA A TRANSFÊRENCIA DE VOTOS NA ELEIÇÃO PARA PREFEITO. PORTANTO O COMPROMISSO DA COMPANHEIRA TEM QUE SER COM OS CANDIDATOS DO SEU PARTIDO.

  6. vai faltar oleo de peroba nas proximas eleiçoes, para satisfazer aas pretençoes desses caras de paus em pleitear votos. achou pouco a falta de vergonha qdo se vendeu nas eleiçoes p prefeito e agora começa a botar o bloco na rua com cara de bom moço.
    eh muita falta de vergonha.

  7. O CAPITÃO FÁBIO É UM POLITIQUEIRO EM FIM DE CARREIRA, O SEU PEQUENO ELEITORADO QUE SÃO OS CUMISTAS FRUSTADOS E QUE VIA NELE UMA OPÇÃO MELHOR PARA DESESTROSA E MALFADADA ADMINISTRAÇÃO CUMISTA,(SÓ O GERALDO Q NÃO SABIA DISSO), JÁ O NOMEOU COMO O JUDAS DESTA ELEIÇÃO, POR CERTO SERÁ EXECRADO PELOS DEMOS E EXCOMUNGADO PELOS PETISTAS.
    QUANTO AO GEDDEL, DIZ A SABEDORIA POPULAR, QUANDO A SABEDORIA É DEMAIS ELA CRESCE E ENGOLE O DONO E QUEM TUDO QUER, TUDO PERDE.

  8. NAO ENTENDO DE ACORDOS POLITIQUIROS , NAO VOTO NESTE CANDIDATO INDICADO POR JUÇARA E GERALDO , “NO MEU VOTO MANDO EU”
    VOTO EM DILMA PRESIDENTA EM 2010
    JAQUES WAGNER GOVERNO BAHIA EM 2010
    DEPUTADOS ESTOU AINDA DECEPÇONADO COM ESTE ABANDONO DE ITABUNA.
    NAO VOTO DE GEITO NEHUM EM BORGES, CONCORDO COM ELE QUE ÁGUA E OLEO NAO SE MISTURA.
    ME ARREPENDIR POIS POR INDICAÇAO DO PT VOTEI EM JOAO DURVAL, PARECE QUE JA MORREU NO SENADO .

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top