skip to Main Content
28 de maio de 2020 | 11:05 am

EDÉSIO LIMA SE ENTREGA À POLÍCIA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Edésio se entrega à polícia.

Após ter pedido de habeas corpus negado pelo Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), o ex-secretário de Governo e Comunicação de Porto Seguro, Edésio Lima, entregou-se à Polinter por volta das 16h desta quarta-feira, 10, em Salvador.

Edésio é acusado de mandar matar os professores Elisney Pereira e Álvaro Henrique e dar ordem de execução de dois envolvidos nos crimes.

Elisney e Álvaro comandavam o Sindicato dos Professores de Porto e lideravam movimento grevista quando foram assassinados, em setembro do ano passado.

Edésio era considerado braço direito do prefeito Gilberto Abade. Ele ainda é secretário-geral do PSB baiano. Quatro mortes são atribuídas ao ex-secretário de Governo de Porto.

Esta publicação possui 2 comentários
  1. Nossa, mas até que enfim.
    A justiça tarda mais não falaha…(mesmo que na minuria das vezes!!!)
    Ha tantos anos esse cidadão vem cometendo suas atrocidades, e achava que o dinheiro sujo adquirido de forma ilícita compraria sua liberdade pra vida eterna!!!
    Eu desejo do fundo do meu coração que esse sujeito apodreça nas selas de um presídio qualquer, e que tenhamos sempre notícias suas, para que lembremos sempre que só Deus pode tirar a vida de um ser humano, só ele tem esse direito!

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top