skip to Main Content
15 de maio de 2021 | 11:46 pm

QUIZUMBA NA CONFERÊNCIA DA SAÚDE MENTAL

Tempo de leitura: < 1 minuto

Foi um Deus nos acuda, ontem, na II Conferência da Saúde Mental do sul da Bahia. Com uma câmera na mão, uma paciente do Centro de Atenção Psicossocial (Caps) filmou irregularidade e as condições de funcionamento de uma das unidades, a que atende pessoas que sofrem transtornos mentais.

Na abertura da conferência, ela apresentou à organização um vídeo para ser exibido aos cerca de 300 participantes. Houve resistência, somente quebrada quando a paciente afirmou que colocaria a “boca no trombone”. Uma vergonha!

A situação é tão feia que até o telefone do Caps está cortado a longos e tenebrosos invernos. Quem tem paciente em tratamento por lá, deve recorrer a celulares de funcionários das unidades do centro quando precisa fazer contato. A conferência acontece no centro de cultura Adonias Filho e será encerrada hoje.

Esta publicação possui 6 comentários
  1. EU PERGUNTO AOS FAMILIARES , AMIGOS DE CLIENTES DO CAPS DE ITABUNA , COMO ESTAVA O TRATAMENTO NA GESTAO AZEVEDO E FERNANDO?

    EU RESPONDO PESSIMA, FALTAVA MEDICAÇAO, RESUMIDA A RECREAÇAO E CONSULTAS COM MEDICOS RESULMIDISSIMAS PARA NAO FALAR OUTRA PALAVRA, TRATAMENTO DE FISSIOTERAPIA KKKKK,.

    EU VALTO A PERGUNTAR , QUAL FOI O PROGETO DE AZEVEDO O VICE PARA O CAPS, SENDO ELEITO PREFEITO? QUAL O MINIMO QUE ELE JA FEZ DESTAS PROMESSAS “PROGETOS”?

    INFELIZMENTE SÓ COLHEMOS O QUE PLANTAMOS
    PIOR É QUE QUEM SOFRE E QUEM NAO VOTO NESTE BONECO PULA PULA.

    O QUE AZEVEDO E O DR VIEIRA COMO PREFEITO TEM A DIZER DA MORTE DO FUNCIONARIO , E SE A FAMILIA BUSCAR AAAAAAA APURAÇAO NA JUSTIÇA .
    O BLOG. PODERIA FAZER UMA ENQUETE “SE A FAMILIA PROCURAAR A APURAÇAO DA JUSTIÇA”QUEM ACREDITA QUE SERIA APURADO?
    EU HERALDO DIGO LOGO QUE NAO SERIA APURADO, QUE NEM OS REMEDIOS JOGADOS NO ZOONOZES. E A OPOSIÇAO EM ITABUNA CONTINUA OMISSA. O MINISTERIO PUBLICO ESTA CALADO, AMORDAÇADO SABE DEUS POR QUEM OU PELO QUE?
    EU HERALDO ALMEIDA

  2. Seu pimenta, nos mostre coisas novas… Falar do CAPS…AAAAAAAAAAA tenha Santa paciencia, mas vamos lá.
    CAPS infantil, porta do sanitario dependurada, armarios sem porta, mato por todo lado, parquinho infantil já não existe, alimentação É PÃO COM ÁGUA, e o ALMOÇO que é fornecido pelo RESTAURANTE DO POVO é meia quintinha, pra crianças que tomam remedios controlados fortissimos.
    As crianças já não querem mais o tal pão, e os fazem de bola.
    Telefone nem pra ver, impressora sem tinta.
    A AGP – Associação Grapiuna do Paraplegico que é a unica entidade que defende de fato e de direito os direitos das pessoas com deficiencia ontem dia 19 realizou uma verdadeira operação de gurarra que começou no posto de saúde do Pedro Jeronimo para que a menor M.S.S moradora do referido bairro e que é portadora de multplas deficiencia recebesse socorro médico vez que estava em crise. Apos muita luta e raviso telefonemas da diretoria da AGP e do administrador do posto do Pedro Jeronimo conseguiram um medico na Unidade do Maria Pinheiro, dai começou outra batalha. O CAPS infantil estava fechado porconta da Conferencia de Saúde mental. A AGP firmou bateu pé e fez com que a coordenadora acompanhada da Farmaceutica Cristina Câmara fossem abrir a unidade para fornecer os medicamentos que a menor deficiente necessitava.
    Eu falo isso pq passei em frente ao CAPS e via o pessoal da AGP e parei para parabeniza-los pelo belissimo trabalho que estão fazendo.
    Porque o pimenta não faz uma materia com a AGP ???
    Boa noite e muito obrigado!

  3. Cara,
    falem alguma novidade!!! Neste país, loucos e usuários de drogas só entram em programas de higienização do governo, para deixar a cidade bonitinha pra as elites. “Anormais” e “Pedritos” não votam. Estão nem aí pra esse conceito vagabundo de cidadania.

  4. Boa Tarde a Todos,
    Hoje estive no CAPS em busca de atendimento no Programa anti-Tabagismo, existente em cidades de toda a Bahia, inclusive naquelas que arrecadam bem menos que a nossa. Infelizmente, de acordo com a Assistente Social Eliane, o Programa não funciona há tempos. Fiquei impressionada com a situação de abandono do lugar: não há telefone; remédios para os usuários que chegam por lá com suas próprias pernas tentando se curar; a sujeira e aparência do lugar não são nada convidativos… Enfim, após a visita ao CAPS, fui até o secretário de saúde da prefeitura (dia 17/06/2001) que não pode me receber pois estava em uma audiência no Ministério Público (para variar). Então, me mandaram ir ao CESPE falar com um outro indivíduo que afirmou ser um problema do PT que não repassa os medicamentos por questões político-partidárias. Não sei até quando a saúde em Itabuna será tratada dessa forma. Em cidades bem menores, porém governadas por pessoas com o mínimo de letramento e sensibilidade, instituições como o CAPS são tratadas como questão nada trivial. Conseguem perceber que a violência não é caso de polícia. Hoje, fiquei muito triste ao ver usuários de crack e outras drogas pedindo socorro e ouvindo uma negativa do município. Certamente, estas pessoas voltarão a cometar crimes em nossas ruas ou perderão a vida. Infelizmente, não podemos esperar muito em uma cidade “militarizada”.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top