skip to Main Content
8 de maio de 2021 | 04:23 am

FOME ZERO?

Tempo de leitura: < 1 minuto

A prefeitura de Itabuna deixou cerca de 40 servidores e pacientes do Centro de Atenção Psicossocial (Caps 2) com fome, nesta terça. Só às 12h30min um preposto da Secretaria de Assistência Social informou da suspensão das refeições.

Houve reclamação geral, principalmente porque os atendidos na unidade chegam logo cedo e saem só à tarde – além de sofrerem de problemas de saúde mental.

As refeições são fornecidas, de segunda a sexta, pelo Restaurante do Povo, unidade criada pelo Governo Federal e mantida pelo município. Até agora, no entanto, ninguém explicou por que motivo as refeições foram suspensas.

Esta publicação possui 2 comentários
  1. ESTE PROGRAMA DEVE FAZER PARTE DAS 20 MIL BOLSAS FAMILIA PROMETIDA POR AZEVEDO EM CAMPANHA. BEM QUE ELE FALOU QUE IA ACABAR COM A FOME DOS POBRES DE ITABUNA.

  2. A AGP Associação Grapiuna do Paraplégico ao tomar conhecimento do faco, de que os usuarios dos CAPS tinham ficado sem alimentação total se deslocou de imediato o representante Social Ricardo Santana a unidade de Média e Alta Complexidade para pedir exclarecimento a Diretora do departamento reeponsavel pelos CAPS. Eu passava em frente a Media e alta qdo o representate da AGP e das pessoas com deficiência adentrava ao local.
    Conhecendo a seriedade do trabalho da AGP tenho certeza de que hoje os usuarios dos CAPS já terão alimentos, ou o Ministerio Publico estadual terá mais trabalho. Essa AGP não brinca em seu serviço.
    Parabens AGP! Podem contar comigo e acredito que com todos os cidadãos itabunenses.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top