skip to Main Content
14 de julho de 2020 | 12:05 am

PROTESTO FECHA UNIVERSIDADES ESTADUAIS AMANHÃ

Tempo de leitura: < 1 minuto

Paralisação de 24h afeta Uesc.

Os professores das quatro universidades estaduais baianas cruzam os braços, nesta quarta (28), para forçar o governo a sentar à mesa e discutir a campanha salarial 2010. Está programada uma manifestação no Centro Administrativo da Bahia, onde fica a sede do governo baiano.

De acordo com relatório da associação dos docentes da Uesc (Ilhéus), a Bahia paga, na média, o segundo pior salário aos professores universitários do Nordeste. Caso os representantes do governo não se abram ao diálogo, a categoria promete greve, conforme anuncia o professor Valter Silva, da associação de docentes da Uesc.

O governador Jaques Wagner e o secretário de Educação, Oswaldo Barreto, por certo, estarão mais sensíveis neste ano… eleitoral.

Esta publicação possui 13 comentários
  1. esse é o governo de todos nós? vale lembrar que o nosso governador não nasceu em nossa terra querida Bahia pouco está se preocupando com o povo baiano e com os problemas sociais de maior importancia que é SEGURANÇA PUBLICA E EDUCAÇÃO

  2. amigos,

    Sinceramente meu voto é Dilma, mas esse governador não está com nada. Esse é o verdadeiro traidor da Bahia. E olha que eu achava que Paulo Souto fosse o algoz da educação na Bahia. Acorda Wagner, eleições tá ai.

  3. Creio que agora já é muito tarde para ficar “sensível”. Após praticamente quatro anos de governo e, …, nada, …!!!

    Agora é apenas uma paralização de alerta. O resultado, mesmo, virá em outubro, …!!!

    Quem viver, verá, …!!!

    Como diz a música: “Você pagou com traição a quem sempre te deu a mão”, …!!!

  4. Desta vez os professores da UESC estavam falando sério. Acabei de passar por um dos pontos de ônibus usados pela Rota e não vi uma só alma viva (leia-se: estudantes). Só espero que não role greve, mas acho difícil que os docentes não façam algo do tipo, especialmente em ano eleitoral.

  5. Por falar em política, cabe aqui um questionamento: se Wagner nada fez pela educação baiana, Paulo Souto (ex-integrante de um grupo político que teve 16 anos para resolver o problema que adoram apontar na atual gestão) vai dar conta do recado?

  6. Foda que sempre ocorre essas greves em período eleitoral. E a ADUSC sempre é “do contra”, sinceramente, eu só vejo jogo de interesses particulares. Esse professor, Valter Silva, sempre quis ser reitor, como nao consegue, fica tirando onda de revolucionário, mas na verdade, ele nao está com nada. O governo Wagner (tudo bem que não foi excelente) ao menos dá a liberdade para os protestos, diferente do governo antigo que até surra nos sindicalistas já deu.

  7. “O governo Wagner (tudo bem que não foi excelente) ao menos dá a liberdade para os protestos, diferente do governo antigo que até surra nos sindicalistas já deu.”

    Ou seja, os reclamões cospem no prato em que comem e parecem ter saudade dos tempos do chicote.

  8. Cabe mais uma pergunta: além de Wagner (cujo governo não foi a oitava maravilha do mundo, mas abriu um espaço maior para o diálogo), que outra opção se tem para governador? Um antigo mandatário que fechava as portas para todo mundo? Um fanfarrão que quer se tornar o novo rei da Bahia?

  9. Muito bem, governador! Dinheiro pra coisas importantes! Não para um bando de “doutores” arrogantes, que não fazem porcaria de nada, fingem ensinar e ainda querem receber bem. Não merecem nem mil reais de salário. Não defendo o governo Wagner, mas sou contra qualquer aumento aos ‘professores’ das “universidades” baianas.

  10. De uns 30 professores que conheci/de quem fui aluno, uns 2 são dignos de um bom salário. Como vale a regra da maioria…
    E como perguntaram acima….quem diabos pode assumir a governadoria? “pau no çolto”?

  11. Alguém saberia quando foi o último aumento de salario para professores das universidades baianas? E de quanto por cento foi?
    Não estou me referindo às incorporações dos penduricalhos. Estou me referindo a aumento mesmo.
    Obrigado

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top