skip to Main Content
12 de abril de 2021 | 02:16 pm

QUE SITUAÇÃO!

Tempo de leitura: < 1 minuto

“Os funcionários da Regulação estão comendo o pão que o rato urinou”.

(Trecho de comentário enviado ao Pimenta)

Clique aqui e entenda a história.

Esta publicação possui 4 comentários
  1. Cuido Devidson, você pode responder um processo por publicar uma materia colocando a prefeitura de Itabuna perante a sua comunidade como um orgão irreponsável em relação a outros comentários que seu blog relacionado aos ratos na regulação. Podendo ser pior pagando indenização para prefeitura.

  2. Pior que a central de regulação é o antigo SESP uma estrutura antiga,sem uma pintura,sem higiene adequada TUDO IMUNDO MESMO,dá nojo até emtrar ali, vc se submeter a ser atendindo em uma daquelas salas só os pobres de cristo sem condições de pagar mesmo, e agora piorou o governo do estado fechou as laterais a ventilação não existe ,e pior os funcionários trabalham sem água para lavar as mãos e os banheiros sem poder usar, nesta semana fui lá e vi TUDO FUNCIONANDO só não teve vacinação o resto funcionou sem água,colocando em risco a saúde dos trabalhadores.

    “”O CONSELHO DE SAÚDE É NO MESMO LOCAL””

  3. Seu Pimenta,
    Fiz apenas um trocadilho com as declarações do Secretário de “Saúde” em entrevista ao programa Alerta Total, onde o mesmo justificava a morte do Servidor dizendo que uma das hipóteses da transmissão se deu por conta um pedaço de pão contaminado com a urina de rato
    Aproveitei e fiz o trocadilho ao invés de comer o pão que o diabo amassou troquei por pão que o rato urinou.

  4. Diante dos comentário do Vieira..só temos que concordar!!! trocar por pão que o Rato Urinou!!!!nem assim ELE O GILSON!! APARECE !!! ..se esconde igual um Rato!!!!Mentindo dizendo que esta viajando …enquanto o Carlos deve ser uns dos puxas Sacos!!!!!!qual o seu preço??????pra sair em defesa de um setor (saúde) a Gestão dos 52 mil votos!!….lá falta tudo até vergonha na cara deste politico de QUITA!!!!!

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top