skip to Main Content
25 de fevereiro de 2020 | 12:12 pm

UBIRAJARA: “VIM, VI E VENCI”

Tempo de leitura: < 1 minuto

Antes de levar a canetada do governador Jaques Wagner e ser transferido para Vitória da Conquista, o ex-comandante do 15º Batalhão da Polícia Militar, Jorge Ubirajara Pedreira, revelou ao repórter Fábio Roberto, numa entrevista ao jornal A Região, que esperava ficar mais um ou dois anos em Itabuna. Não deu.

Ainda na quinta-feira passada (29), quando da transmissão de comando, o militar não fugiu ao seu estilo. “Vim, vi e venci”, disse ao Pimenta. “Os poucos que não entendem a missão da polícia não tiveram essa sensibilidade [de reconhecer o trabalho]“. Ubirajara acredita que foi transferido para Vitória da Conquista por ter feito um trabalho “diferente” em Itabuna.

(QUASE) TODOS CONTRA CÉSAR BORGES

Tempo de leitura: < 1 minuto

Luís Augusto Gomes | www.porescrito.com.br

Borges: hora, também, do ônus.

Ter sido o autor da proposta de emenda constitucional que eleva o número de vereadores, conhecida com PEC dos Suplentes, deu ao senador César Borges (PR) muito prestígio em bases interioranas. Mas agora o feitiço parece ter virado contra o feiticeiro, ameaçando o senador de prejuízo eleitoral.

Além de não beneficiar os suplentes, porque teve seu caráter retroativo negado pelo Supremo Tribunal Federal, a PEC acarretou a queda do duodécimo repassado mensalmente às câmaras pelo Poder Executivo, levando a Regional Norte da Federação Baiana das Câmaras Municipais a protestar em evento realizado em Juazeiro.

O presidente da entidade, Albano Fonseca, de Governador Mangabeira, disse que as câmaras “vivem um momento difícil”. Mas quem radicalizou foi presidente da Câmara de Juazeiro, Crisóstomo Antonio Lima, o popular Zó (PCdoB). Disse que Borges passou “de padrinho a algoz” dos vereadores e que vai trabalhar para “tirar votos dele”.

VITÓRIA É TETRA, APESAR DA DERROTA

Tempo de leitura: < 1 minuto

O Vitória perdeu o jogo no Barradão por 1×2, mas acaba de conquistar o título do Baianão 2010, o do tetracampeonato, diante do Bahia, que não vence o Estadual desde 2001.

O título veio em um jogo sem os gols dos infernais Júnior e Edílson.

BAHIA EMPATA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Nem bem começou o segundo tempo da finalíssima do Baianão 2010 e o tricolor-de-aço empatou. O goleiro rubro-negro Viáfara deu rebote e Rodrigo Gral empurrou para o fundo da rede. Vitória 1×1 Bahia. O gol dos donos do Barradão foi marcado por Elkson. O Vitória ganhou o primeiro jogo por 0x1, e está na vantagem.

TRISTEZA NO BARRADÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Segundo informa o jornal A Tarde, uma pessoa morreu e outras 65 ficaram feridas em um acidente nesta tarde. Um ônibus que levava cerca de 100 (isso, cem!) torcedores do Vitória para o Barradão capotou a caminho do estádio, onde acontece a final do Baianão 2010.

Os sobreviventes fazem parte da organizada Os Imbatíveis. Mesmo ferido, o motorista do ônibus da BTU teve que fugir para não ser linchado pelos passageiros.

PARALISAÇÃO SURPRESA

Tempo de leitura: < 1 minuto

O itabunense que usa ônibus deve se preparar. Os rodoviários prometem paralisação de até três horas nesta segunda-feira em um dos horários de pico. A categoria quer pressionar os donos de Expresso Rio Cachoeira e Viação São Miguel a negociar reposição salarial de 30%, o reconhecimento do Sindirod como o sindicato dos rodoviários e o fim da circulação de ônibus de catraca sem cobrador (o popular motocobra).

Os rodoviários ainda acusam as duas empresas de criar um sindicato fantasma para protelar as negociações. O “fantasma” é presidido pelo ex-vereador Adeládio Pereira, o Pezão, que estaria a serviço das duas empresas concessionárias do transporte coletivo urbano, segundo Joselito Paulo, o Pé de Rato, do Sindirod.

SANTO ANDRÉ NO ‘PREJU’

Tempo de leitura: < 1 minuto

O Santo André enfrenta o time de ‘feras’ do Santos. Logo aos 35 segundos de jogo, meteu um gol. Em seguida, Levou o empate. Não baixou a cabeça. Mandou bola na trave e teve um gol mal anulado pela arbitragem. Não recuou. Conseguiu pular à frente em uma cobrança de escanteio. 2 a 1.

O time imprimia ritmo forte, mas vacilou: o atacante Nunes foi expulso numa confusão que paralisou a partida por mais de dois minutos, após cai-cai de Neymar. Certo que o Santos teve o Leo também encaminhado para o chuveiro mais cedo.

O resultado do nervosismo está sendo visto agora. O ‘Peixe’ acaba de empatar o jogo. O jogo tá bonito de se ver (claro, esquecendo o entrevero que resultou nas duas expulsões). Os Meninos da Vila podem até perder por um gol de diferença e mesmo assim levarão o título.

Às 16h52min – O Santo André passou à frente. Após abrir o placar e ver o Santos igualar o marcador por duas vezes, o time do ABC fez 2×3. Se meter dois gols de diferença, leva o título. Uma ‘zebra’?

MÉDICOS DO ESTADO ANUNCIAM PARALISAÇÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Na próxima quarta-feira, 5, os homens de branco que atuam como servidores do estado vão cruzar os braços. Queixam-se de intransigência das secretarias estaduais de Administração (Saeb) e de Saúde (Sesab). Os médicos vão atender apenas a casos de urgência/emergência. Atendimentos ambulatoriais e eletivos ficam para depois.

Os profissionais reivindicam enquadramento ao Plano de Cargos, Carreira e Vencimentos (PCCV), regularização dos médicos municipalizados e aposentados e atualização dos valores da Gratificação de Incentivo à Docência (GID). A paralisação é, claro, de advertência. Ou o governo senta para negociar, ou o “Galego da Caneta” vai chorar lá no ‘pé do cabôco’.

O DESTINO DE LÍDICE

Tempo de leitura: < 1 minuto

Lídice: pressão pela Câmara Federal.

Por meio da sua assessoria, a deputada federal Lídice da Mata afirma que se mantém na disputa por uma das duas vagas baianas ao Senado Federal. Este blog quis saber se era cogitada a desistência da parlamentar na sua tentativa de ser – até onde sabemos – a primeira mulher senadora do Estado.

Além de negar desistência, a deputada menciona o apoio e simpatia do governador Jaques Wagner na disputa.

Internamente, os ‘pessebês’ pensam que a deputada faz má escolha. Para fortalecer o partido na Bahia, imaginam, Lídice deveria disputar a reeleição. O raciocínio tem certa lógica. A ‘xerifona’ do PSB somou algo como 200 mil votos a seu favor na eleição de 2006. A repetir o desempenho em 2010, não só estaria reeleita como ainda aumentaria o número de parlamentares da legenda na Bahia na Câmara Federal, de um para dois ou três.

As chances cresceriam com o PSB saindo sozinho na disputa, sem coligar-se. Pelos cálculos do grupo que a deseja na Câmara Federal, o partido tem hoje 14 nomes com potencial para 20 mil a 30 mil votos. Soma daqui e dali, e o PSB teria os 2, 3 deputados. Será?

Back To Top