skip to Main Content
26 de fevereiro de 2020 | 07:45 am

SECRETÁRIO É ACUSADO DE PERSEGUIÇÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Após contribuir para tirar o apoio da prefeitura de Ilhéus e atrapalhar a organização do Festival do Guaiamum, o secretário de Turismo, Paulo Moreira, agora é acusado de perseguir a comunidade da Vila Juerana. Numa nota assinada pela associação de moradores do vilarejo, o secretário é chamado de autoritário e ‘coroné’.

De acordo com os dirigentes da associação, Moreira mandou montar o palco do festival dois dias antes da festa. Depois de reunião com os pequenos comerciantes daquela comunidade, o ‘hômi’ mandou retirar o espaço para apresentações artísticas – tudo isso horas antes da festa. “Se não aceitamos as propostas dele, ele nos persegue”, diz a nota da Amorjaviu. “Ainda não satisfeito, o secretário está divulgando um outro festival do guaiamum, criado exclusivamente por ele”.

Esta publicação possui 6 comentários
  1. Pela primeira – neste domingo – vez estive na Juerana para degustar um guaiamu.

    O local mais parecia pronto para um ato político do que para um festival gastronômico, tal o número de faixas tentando desqualificar o Porto Sul.

    Desejo saber se quem acusa a Prefeitura de boicote está preparado para “regar” a horta do vizinho enquanto a sua sofre com a seca.

    Não tem cabimento o poder público apoiar esse grupo de falsos ambientalistas insensatos e contrários ao desenvolvimento da cidade.

    Por essa razão, a atitude da Prefeitura está corretíssima.

    Festival sim, picaretagem NÃO!

  2. Sr. Editor,

    Todo mundo sabe que Moreira é um oportunista, e so poderia assumir
    um cargo de secretario municipal em governos inexpresivo, foi assim na gestão Valderico e agoro no ridiculo governo Nilton.

  3. Paulo é assim mesmo, perseguidor! vamos ver a no que vai dar o turismo de Ilhéus nas mão de uma pessoa como essa.Ilhéus não merece isso.

  4. Ô meu Deus! Mais uma coisa ruim no bando do BANANA. Todos sabem que o cara foi um dos últimos secretários contratado por valderico e logo caiu fora junto com o contratante. Agora oi ele travez na fita! Se o povo não tomar uma atitude esses caras vão carregar ate o prédio onde funciona o cabaré municipal de ilhéus….

  5. O problema é que a prefeitura
    quer Municipalizar os eventos festivos da
    cidade é por isso que muitos outros
    estão parados como é o caso do projeto Seis e Meia
    que um projeto dos Músicos Ilheenses
    em tempo de baixa estação.
    “já que o municipio vive de TURISMO” kkkkkk

  6. Souza Neto, não misture Neto com Souza, estamos falando da falta de compromisso do poder publico com a comunidade, a falta de respeito ao povo. Falta de respeito com a camada que elege esse tipo de gente.
    Ña campanha de NEWTON LIMA, o festival foi lançado, a comuidade nao nega isso, mais as outras duas ediçoes foram realizadas graças a determnação da associação….
    por favor seja mais inteligente…turismo não se mistura com pó de mineradora….

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top