skip to Main Content
25 de fevereiro de 2020 | 11:57 am

DROGA ESCONDIDA EM CARRO NO CONCEIÇÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Rogério Longo já teria envolvimento em assaltos a banco e homicídios

A polícia civil, em operação comandada pelo delegado regional Moisés Damasceno, apreendeu esta noite, no bairro da Conceição, em Itabuna, cerca de 2 quilos de crack. A droga estava escondida nos bancos da frente de um Wolkswagen Gol, placas JSV-9725, que era conduzido por Rogério Costa Longo, de 29 anos. Ele tem diversos registros na polícia, inclusive por suspeita de envolvimento em assaltos a banco e homicídio.

Além do crack, a polícia apreendeu R$ 648,00 e uma moto que pode ser de algum comparsa de Rogério Longo. Ao ser interrogado, este informou que não era proprietário, mas apenas fazia o transporte da droga. Só não quis informar quem seria o verdadeiro dono da “carga pesada”.

(Fotos e informações do Radar Notícias)

NA BA, DILMA TEM 43% CONTRA 31% DE SERRA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Dilma lidera na Bahia (Foto Istoé).

A pesquisa Vox Populi/Band também mediu as intenções de voto para a presidência da República na Bahia. Dilma Roussef (PT), que esteve ontem em Salvador, pontua com 43% ante 31% de José Serra (PSDB). Marina Silva teria 5%.

Já na espontânea, revela a Band, Lula aparece com 19%, mesmo percentual da sua candidata Dilma. Serra tem 11% e Marina 1%. O percentual de indecisos ou brancos e nulos chega a 48% na espontânea.

Numa simulação de segundo turno, Dilma atinge 46% e Serra, 35%. 29% dos baianos rejeitam o nome de Marina Silva, 21% o de Serra e apenas 13% o da ex-ministra Dilma Roussef.

64% AINDA NÃO SABEM EM QUEM VOTAR NA BAHIA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Wagner é o menos rejeitado.

Segundo a pesquisa Vox Populi/Band divulgada nesta noite, 64% dos eleitores baianos ainda não sabem em que votar nas eleições a governador do estado. O levantamento foi feito de 8 a 11 de maio. Este percentual é obtido na modalidade pesquisa espontânea, quando a cartela com a relação de candidatos não é apresentada ao eleitor.

Neste cenário, Jaques Wagner é citado por 21% dos eleitores, 9% escolhem Paulo Souto e 2%, Geddel (confira mais abaixo). Brancos e nulos somam 2%. Quem lidera no quesito rejeição é o ex-governador Paulo Souto, com 19%. Wagner é rejeitado por 13% dos eleitores e Geddel, 14%.

VOX POPULI ANIMA PAULO SOUTO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Paulo Souto acredita no segundo turno

A pesquisa Vox Populi sobre a sucessão estadual baiana foi divulgada esta noite pelo Jornal da Band. Ela registra crescimento do ex-governador Paulo Souto (DEM), que saiu de 29% para 32%, e queda do governador Jaques Wagner (PT), que tinha 44% na última pesquisa, feita em janeiro, e agora aparece com 41%.

O peemedebista Geddel Vieira Lima, que poderia ter faturado mais com as muitas alianças que construiu no mês passado, ganhou apenas um pontinho: tinha 8% e passou a contabilizar 9% das preferências. Bassuma, do PV, soma 1%

Na espontânea, quando não são informados ao eleitor os nomes dos candidatos, Wagner é citado por 21% das pessoas consultadas, Souto por 9% e Geddel por apenas 2%. A pesquisa, que tem margem de erro de 3,7%, animou os democratas, que apostam em uma eleição com dois turnos.

AGROPECUÁRIA GEROU MAIS EMPREGOS EM ABRIL

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Bahia continua tendo o maior saldo de emprego formal do Nordeste, sendo que mais de 10.590 novos postos de trabalho foram preenchidos em abril deste ano. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira, 17 , pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) .

O estado obteve porcentagem positiva de 2,88% em relação ao Nordeste no comparativo com o mesmo período do ano passado. Nos últimos quatro meses, foram gerados 41 mil novos empregos com carteira assinada na Bahia e quem mais se destaca é o setor da agropecuária.

Em ordem decrescente, as maiores contratações estão nos setores agropecuário (3.510 postos), construção civil (2.600 postos), indústria de transformação (2.341 postos) e serviços (1.436 postos). Nos últimos 12 meses, já foram gerados 104.579 novos empregos de carteira assinada em todo o estado.

Clique aqui e veja os números da geração de empregos em Ilhéus e Itabuna no mês de abril.

MISSA DE UM ANO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Completa-se nesta segunda-feira (17) um ano de impunidade no homicídio do representante comercial Juvenal Nonato de Oliveira Filho, ocorrido em 17 de maio de 2009, no bairro de Zizo, em Itabuna. Ele foi morto com cinco tiros, pelas costas, supostamente por um marginal conhecido como “Bolota”.

Juvenal teria sido confundido com outra pessoa e acabou sendo vítima do crime covarde. Deixou esposa e dois filhos.

Nesta terça-feira (18), às 19 horas,  familiares e amigos prestam homenagem ao representante em uma missa na Igreja de Nossa Senhora da Conceição.

A OBRA E A DÚVIDA

Tempo de leitura: < 1 minuto

O Professor Pascoal, mestre-de-obras número um do governo Azevedo, coçou a cabeça, fez os cálculos e concluiu que será necessário assentar uns 250 metros quadrados de “rapadura” por dia para concluir os passeios da Avenida Cinquentenário dentro do prazo. Ou seja, 28 de julho, data do centenário de Itabuna.

Um comerciante de móveis daquela via observa os trabalhos diariamente e está cético. Acredita que talvez termine… Lá pelo Natal!

ITABUNA GERA SÓ 46 EMPREGOS EM ABRIL

Tempo de leitura: 2 minutos

Itabuna gerou 46 novos empregos com carteira assinada em abril. Os números foram revelados nesta segunda-feira, 17, pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). A indústria foi o setor que mais abriu novos postos de trabalho, enquanto o de serviços foi quem mais cortou.

De acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do MTE, a indústria gerou 89 vagas, resultado direto das 260 contratações e 171 demissões registradas em abril.

A área de serviços caminhou em sentido contrário com a demissão de 489 trabalhadores e a contratação de apenas 415 pessoas. Resultado: corte de 74 postos de trabalho.

Apesar do recorde de obras em Itabuna, a construção civil abriu somente 39 vagas no mês passado. O comércio contratou 331 trabalhadores e demitiu 332 (menos um emprego no setor).

Em 2010, o município consegiu gerar 357 novos empregos. A construção civil é quem mais contrata, com a abertura de 296 postos de trabalho, seguido da indústria (203) e comércio (27).

Reconhecido como polo de serviços, Itabuna registra uma forte queda na contratação neste setor. Nos quatro primeiros meses do ano, foram cortadas 126 vagas na área de serviços. A agropecuária cortou outras 46.

Nos últimos 12 meses, o saldo é positivo, mas um dos mais baixos dos últimos tempos: 884 empregos, numericamente abaixo até do período de forte crise econômica, quando se registrou saldo médio positivo de 1.300 vagas.

ILHÉUS ABRE APENAS 11 VAGAS

Se em Itabuna os números não são lá tão bons, Ilhéus decepciona ainda mais em abril, quando gerou 11 novos empregos. Juntos, comércio e serviços cortaram 55 empregos. A indústria e a construção civil geraram 53 empregos.

Historicamente, Ilhéus contrata bem menos que a economia itabunense. Mas, no acumulado de 2010, há um certo equilíbrio. A Terra de Gabriela registrou a abertura de 341 novos postos de trabalho neste ano.

O maior saldo é o da indústria, que abriu 261 novas vagas nestes primeiros quatro meses de 2010. A administração pública foi responsável por outros 126 novos postos de trabalho, seguida pela construção civil (64).

O QUE FIZERAM COM O HBLEM?

Tempo de leitura: < 1 minuto

O principal hospital público do sul da Bahia enfrenta a sua pior crise em menos de 12 anos de existência. Na última sexta-feira, 14, o corpo clínico do Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães (Hblem) teve uma reunião com Abelardo Menezes, do Conselho Regional de Medicina da Bahia (Cremeb). A situação levantada aponta para uma dívida de R$ 2,5 milhões somente da atual gestão e R$ 11 milhões das gestões passadas.

A atual receita do Hblem (R$ 1,5 milhão do estado e R$ 300 mil da prefeitura) mal cobre os custos. Abelardo Menezes, do Cremeb, tentará gestões junto ao Governo do Estado para que seja rediscutido o volume de repasses para o Hblem.

Os relatos de médicos que atuam no Hospital de Base chocam. Nas palavras de um dos profissionais, faltam condições éticas para o exercício da medicina. O caos é definido numa frase:

– Nem em situação de guerra se admite as situações vividas aqui no hospital.

A partir desta terça-feira, 18, o Pimenta na Muqueca trará um relato da situação e vai acompanhar o desenlace de proposta que será apresentada ao governo do estado para salvar o Hblem, para onde repassa R$ 1,5 milhão, quando o mínino necessário para enfrentar a atual crise seria R$ 2,5 milhões por mês.

CNT/SENSUS TAMBÉM MOSTRA DILMA À FRENTE DE SERRA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Após o Vox Populi, a pesquisa CNT/Sensus também mostra a petista Dilma Rousseff à frente do tucano José Serra na disputa pela presidência da República. Na estimulada, Dilma tem 35,7% ante 33,2% do tucano, situação de empate técnico.

Marina Silva (PV), que escolheu o empresário Guilherme Leal como vice, pontua com 7,3%. José Maria Eymael (PSDC) e Américo de Souza (PSL) têm 1,1 e 1%, respectivamente.

Quando a pesquisa retira os “nanicos” da lista, Serra fica com 37,8% e Dilma, 37%. Marina chega a 8%. O percentual de brancos e nulos e indecisos bate em 17,3%.

Espontânea

Dilma (PT) – 19,8%
Serra (PSDB) – 14,4%
Marina (PV) – 2,7%

Segundo turno

Dilma – 41,8%
Serra – 40,5

Dilma – 51,7%
Marina – 21,3%

Serra – 50,3%
Marina – 24,3%

A pesquisa foi realizada de 10 a 14 de maio, ouviu 2 mil pessoas em 136 municípios de 24 estados.

Back To Top