skip to Main Content
28 de maio de 2020 | 12:20 am

FALTAS ESCOLARES PODERÃO SER INFORMADAS À JUSTIÇA

Tempo de leitura: < 1 minuto

A turma que finge ir para a escola e desvia o rumo para os mais diversos afazeres poderá enfrentar sérios problemas, caso seja aprovado um projeto de lei de autoria do deputado estadual baiano Sérgio Passos (PSDB). Sua proposta é de que as faltas escolares sejam comunicadas aos juizados da infância e adolescência e conselhos tutelares, a fim de que estes órgãos tomem as medidas cábíveis.

A intenção do deputado é de que esse controle tenha caráter preventivo. Ou seja, os relatórios de frequência deverão propiciar medidas que evitem uma repetência, por exemplo.

Passos observa que a evasão escolar vem aumentando consideravelmente, pelos mais variados motivos, entre os quais falta de recursos da família, desinteresse pelos estudos e uso de tóxicos e bebidas. O deputado acrescenta que, em grande parte dos casos, os pais afirmam desconhecer a conduta indevida dos filhos.

Esta publicação possui 3 comentários
  1. OS PAIS NÃO DESCONHECE A CONDUTA DOS FILHOS, ELES SÃO NEGLIGENTES, LENIENTES E OMISSOS COM RELAÇÃO A EDUCAÇÃO DESTES FILHOS, OS CRIAM SEM LIMITES E SEM RELIGIÃO É A GERAÇÃO MESA DE BAR.
    SE APROVADA SERÁ MAIS UMA LEI INOCUA (INÚTIL), POIS O JUIZADO DA INFANCIA COM O CONSELHO TUTELAR E MUITO MENOS O MINISTÉRIO PÚBLICO NÃO FISCALIZAM A FREQUENCIA DE JOVENS MENORES EM BARES E FESTAS NOTURNAS, QUANTO MAIS NAS ESCOLAS. TUDO NÃO PASSA DE DEMAGOGIA.

  2. Deputado Estadual, Sergio Passos (PSDB), guarda seu projeto no cofre e já protocolado na Secretara do Legislativo, pois tem um Deputada Estadual que é adora para plagiar projetos e depois dizer que foi dela.Para não acontecer como o da pulseiras dos sexo, que a deputada plagiou e registrou em seu nome!
    Adilson Marques

  3. o cidadão, fale menos e procure saber mais.Enquanto o projeto aguarda no cofre, Ha, exatamenteum ano, este tipo de acão ja é comun aqui na vara da infancia e juventude da comarca de Itabuna, graças a visão do Ilustre Promotor,Alan Góis, todas as escolas de itabuna, enviam relatório á promotoria, com a frequencia dos alunos. E, aos alunos que tem muitas faltas sem comprovação legal, ficam os pais responsabilizados pelo abandono intelectual dos filhos. sendo os mesmos citados para darem as devidas explicações sobre os fatos.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top