skip to Main Content
25 de fevereiro de 2020 | 12:38 pm

AS VÍTIMAS DA CINQUENTENÁRIO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Juciara: perna engessada.

A falta de planejamento das obras da avenida do Cinquentenário tem levado lojistas à loucura e pedestres aos hospitais. Veja o exemplo de Juciara Jesus Couto. Ela sofreu lesão no tornozelo e fortes dores.

Não lhe restou outro caminho que não fosse o hospital. E saiu do Calixto Midlej Filho com uma indesejável botinha branca. Muitos são os impossibilitados de caminhar pela Cinquentenário porque as obras estão sendo tocadas, ao mesmo tempo, em toda a extensão da avenida. Uma buraqueira só!

As obras às pressas também provocam dor-de-cabeça nos comerciantes, conforme mostraremos em matéria nesta quinta-feira. Lojistas afirmam que a revitalização da avenida é importante, mas está afetando – e muito – as vendas nesse momento de obras.

SOSSEGA, SILVEIRINHA!

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Câmara de Municipal de Itabuna fez divulgar que Roberto de Souza (PR) foi apontado como o melhor vereador deste chão e dono de baixíssima rejeição. O mal aumenta quando não se divulga instituto, campo e número de pesquisados.

Talvez tenham eclipsado aquilo que se chama lucidez. O material ainda cita o bom desempenho do vereador numa hipotética disputa à prefeitura de Itabuna. Mas nome de instituto, nada.

Que o Roberto faz um bom mandato e tem sido porta-voz das demandas da população, todos sabemos. Mas recorrer a este expediente utilizando-se de ferramenta oficial é demais, não? Isso é coisa de assessor afoito. Silveirinha, Silveirinha…

NO FIM, VITÓRIA BATE O ATLÉTICO-MG

Tempo de leitura: < 1 minuto

O Vitória conseguiu vencer pela primeira vez neste Brasileirão. Jogando em casa, o rubro-negro meteu 4×3 no Atlético Mineiro em um jogo emocionante e noite especial para um jogador. O placar foi aberto aos 13 minutos do primeiro tempo. Schwenck, do Vitória, deixou o primeiro dele. Muriqui empatou para o Atlético-MG, aos 34min. Schwenck desempatou, aos 41min.

O Atlético voltou do vestiário disposto a arrancar uns pontinhos do Vitória. E voltou a empatar aos 22min do segundo tempo em cobrança de falta de Ricardinho. A equipe mineira aproveitava bem a situação: Nino, do Vitória, foi expulso logo no início da etapa final. Mas, aos 28, o artilheiro da noite, Schwenck, voltou a atacar. Aproveitou-se de falha na zaga mineira e… pimba!

O placar marcava 3×2 para o rubro-negro, mas… Eis que surge o atacante Diego Tardelli. Ele aproveitou cobrança de falta de Ricardinho e estufou a rede do Vitória, aos 36min. Friozinho, mas o Leão falou mais forte que o Galo. Aos 43 minutos, caminhando para o finalzinho do ‘baba’ no Barradão, Evandro (ex-Atletico) deu números finais ao jogo: 4×3! O time fez quatro pontos em quatro jogos na Série A. Momentaneamente, ocupa a 14ª posição.

RABAT ROMPE O SILÊNCIO E DIZ QUE GESTÃO DE MARLEIDE FOI “TEMERÁRIA”

Tempo de leitura: 2 minutos

-Dívida com fornecedores era de R$ 4,8 milhões

– Ex-secretária pode substituir Vieira em Itabuna

Rabat rompeu silêncio na Câmara.

Três meses depois de assumir o cargo e ter radiografia completa do caos encontrado, o secretário de Saúde de Ilhéus, Antônio Carlos Rabat, abriu o verbo em sessão na Câmara de Vereadores, hoje, ao atender a um convite do legislativo.

Rabat classificou de “temerária” a gestão da sua antecesssora Marleide Figueiredo. O secretário evitou falar a palavra “rombo”, mas disse que assumiu a secretário com uma dívida de R$ 4,8 milhões com fornecedores de suprimentos, que, devido ao calote, pediram cancelamento de contrato.

De acordo com o titular da Pasta da Saúde, “caiu significativamente a quantidade de empresas que entram nos pregões para atender a demanda da secretaria”.

O médico disse não se sentir responsável pelo fato da saúde de Ilhéus ter sido a campeão de insatisfações em pesquisa encomendada pela prefeitura. “Estou muito à vontade [em relação à pesquisa], porque foi o que encontrei lá”.

PEPINOS DA MARLEIDE

E enumerou os pepinos deixados pela secretária Marleide Figueiredo: “frota destruída, com 17 carros em estado irrecuperável, postos de saúde em péssimas condições de funcionamento e estrutura do PSF comprometida e quadro de carência de profissionais”. Da dívida encontrada, o secretário disse já ter pago R$ 2,5 milhões.

Num tom mais emocional, o “Descascador de Pepinos” afirmou que bem poderia ter ficado no seu consultório, mas preferiu outro caminho: tentar melhorar os índices que encontrou. “Não tenho medo de trabalho. O que preciso é de tempo e confiança da população”, disse, sendo aplaudido por médicos e demais servidores da Saúde.

O discurso de Rabat foi considerado chave para trabalhar com tranquilidade a partir de agora. E deixou isso claro na sabatina no legislativo ilheense. “Não posso ser atingido por uma gestão que está há apenas três meses. Em dezembro, se [a saúde] continuar no mesmo, quem pede pra sair sou eu”.

A estratégia adotada por Rabat “encheu os olhos” do governo e causou incômodo no presidente da Câmara de Vereadores, Jailson Nascimento (PMN), dono da indicação de Marleide Figueiredo para o cargo de secretária de Saúde e, também, da nomeação de vários dos cargos na Pasta. Com a reforma administrativa no início do ano, Jailson perdeu praticamente todas as suas indicações.

MORTO SUSPEITO DE EXECUTAR DELEGADO CLAYTON LEÃO

Tempo de leitura: 2 minutos

Clayton: vítima de emboscada.

Um homem apontado como suspeito de matar o delegado Clayton Leão morreu em confronto com a polícia por volta das 17h em Camaçari, na região metropolitana de Salvador. Ele estava em companhia de uma outra pessoa, que fugiu durante a abordagem policial, em Jauá, litoral do município. O nome do suspeito, no entanto, não foi divulgado.

O carro usado no assassinato do delegado da polícia civil foi incendiado pelos marginais. O GM Corsa, branco e de placas vermelhas, foi encontrado em um dos acessos ao Polo Petroquímico de Camaçari.

O delegado Clayton Leão Chaves, 33, foi executado nesta manhã de quarta-feira, 26, enquanto concedia entrevista ao vivo, por telefone, à rádio Líder FM, de Camaçari. O policial não pôde comparecer aos estúdios da emissora e dava a entrevista enquanto levava sua esposa ao trabalho.

Corsa usado no crime (Foto Raimundo Rui/Líder FM).

Clayton estacionou o carro numa estrada que liga Arembepe a Camaçari, conhecida como Cascalheira. Depois de quase 10 minutos de bate-papo com os apresentadores da rádio, ouviu-se o delegado falar “peraí, peraí”. Em seguida, estampidos de três tiros. A mulher do policial não foi atingida nem sofreu ferimentos. O corpo do policial será sepultado nesta quinta-feira, 27, às 10h, no Campo Santo, Federação, em Salvador.

TRE DERRUBA MARDES (DE NOVO!)

Tempo de leitura: < 1 minuto

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) acatou solicitação de mandado de segurança e novamente derrubou Mardes Monteiro (PT) do cargo de prefeito de Buerarema.

O mandado foi impetrado pela coligação do terceiro colocado nas eleições de 2008, Cristóvam Monteiro, do PMDB. Quem aceitou as alegações da defesa de Cristóvam foi o juiz Eserval Rocha, relator do processo.

Com a decisão, Eudes Bonfim (PR) deixa a presidência da Câmara de Vereadores para assumir, pela segunda vez, o cargo de prefeito-interino da Buerarema cansada de guerra.

Mardes Monteiro teve o registro de sua candidatura cassado em junho do ano passado, pelo TRE. Já em 2010, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu que o processo voltaria à estaca zero para que fosse atestada a veracidade de um ato legislativo que julgou irregulares as contas do petista.

Essa ordem de verificação do documento chegou a Buerarema no início de maio, enviada ao juiz eleitoral Antônio Hygino. O magistrado achou por bem garantir o retorno de Mardes ao cargo. Ele reassumiu no último dia 16. Ficou exatos dez dias no cargo.

CHOCANTE: HOMICÍDIO TRANSMITIDO PELO RÁDIO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Os últimos instantes de vida do delegado Clayton Leão, de Camaçari, foram acompanhados pelos ouvintes da rádio Líder FM. O policial concedia entrevista por telefone, no momento em que seu carro foi cercado por bandidos, que deflagraram os tiros.

Além dos estampidos, ouve-se o apelo do próprio delegado e os gritos de uma mulher – a esposa de Clayton Leal – em absoluto desespero. Assustador.

GERALDO QUER ESCLARECIMENTOS SOBRE “TRAVA” NO PAC DO CACAU

Tempo de leitura: < 1 minuto

Geraldo: esclarecimentos sobre MP do PAC.

O deputado federal Geraldo Simões cobrou esclarecimentos quanto à matéria do Valor Econômico que denunciou equívocos no Senado e no Ministério da Fazenda que deixaram 6,1 mil produtores de fora do PAC do Cacau. O jornal cita os senadores César Borges (PR) e Romero Jucá (PMDB) como os autores da confusão sobre a rolagem da dívida e prazos de pagamento.

Geraldo enfatiza que o senador César Borges apresentou a própria defesa, atribuindo o erro à Câmara dos Deputados. Agora, o parlamentar baiano disse considerar “da maior importância que seja plenamente esclarecido tudo o que aconteceu e porque foi aprovada uma proposição com erros de origem tão graves”.

O petista quer resposta para algumas perguntinhas: “por que propostas conflitantes constavam da Medida Provisória 472, proveniente do Senado? De quem é realmente a responsabilidade?”. Geraldo observa que o senador atribuiu o erro à Câmara dos Deputados. Se foi realmente isso o que disse o senador ao jornal, acrescenta, trata-se de acusação muito grave que tem de ser averiguada”.

CAMAÇARI: PM É SUSPEITO DE MATAR DELEGADO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Informações divulgadas pelo programa Se Liga Bocão, apresentado por Zé Eduardo na TV Itapoan, apontam que um policial militar teria sido o autor dos três tiros que mataram o delegado Clayton Leão, 33, nesta manhã, em Camaçari, na região metropolitana de Salvador.

O autor dos disparos, segundo o programa televisivo, seria sargento da PM e está sob investigação por seu envolvimento com o tráfico de drogas. Emissoras de televisão e rádio reproduzem, a todo momento, áudio com os momentos de horror vividos na estrada da Cascalheira, em Camaçari, nesta manhã.

Clayton Leão foi assassinado enquanto concedia entrevista à Líder FM, de Camaçari. Quatro homens fecharam o carro do delegado, que encontrava-se estacionado, e efetuaram os disparos. Os marginais estavam num carro branco, de placas vermelhas.

O delegado começava a falar das investigações do “Caso Glauber”, quando percebeu a aproximação e ficou sob a mira de uma arma. Antes dos disparos fatais, ele ainda pediu clemência: “peraí, peraí”. Tudo no ar. Clayton estava acompanhado da esposa, de nome não divulgado. Ela não foi atingida pelos disparos. O policial levava a esposa para o trabalho.

AZEVEDO IRONIZA ENTREVISTA DE WAGNER E DIZ QUE EMBASA NÃO RESOLVE PROBLEMA DA ÁGUA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Azevedo 'Lindo-Olhar' alfineta Wagner.

Se é indicador de uma definição quanto a quem vai apoiar na campanha a governador, não se sabe. Porém, o prefeito Capitão Azevedo (DEM) fugiu ao seu estilo e usou de ironia para contestar Jaques Wagner.

Na sexta (21), o governador baiano disse no Alerta Total, da TV Cabrália, que seria mais rápido executar a construção da barragem no rio Colônia e resolver, definitivamente, o problema da falta dágua em Itabuna se o abastecimento fosse administrado pela Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa). No município, o serviço é municipalizado e está sob a responsabilidade da Emasa.

Hoje, Azevedo foi ao estúdio da emissora da Rede Record, defendeu a Empresa Municipal de Água e Saneamento (Emasa) e deu estocada no petista:

– Se resolvesse o problema [entregar o abastecimento à Embasa], eu entregaria na mesma hora. Olha, Ilhéus tem problemas de abastecimento, tem bairro com problema de chegar água. Então, se resolvesse mesmo…

Em tempo: O município de Ilhéus é atendido pela Embasa, a empresa estadual. Ainda na entrevista ao apresentador Tom Ribeiro, Azevedo disse que o que vai resolver a falta dágua é a construção da barragem. Também afirmou que ainda não definiu quem apoiará na disputa ao governo do Estado. Disse que vai aguardar a oficialização das candidaturas. Ele não é bobo.

Back To Top