skip to Main Content
10 de maio de 2021 | 06:50 pm

SETE BAIANOS NA LISTA DOS “CABEÇAS DO CONGRESSO”

Tempo de leitura: 2 minutos

A lista dos 100 deputados e senadores mais influentes do Congresso Nacional foi divulgada pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap). Sete deputados baianos estão lá. Mas nenhum dos três senadores figura na avaliação criteriosa do departamento.

Dos nomes, quatro integram a bancada de oposição ao Governo Lula. São eles ACM Neto e José Carlos Aleluia, ambos do Democratas, e os tucanos João Almeida e Jutahy Júnior. Dos governistas da bancada baiana, eis os ‘cabeças: Alice Portugal e Daniel Almeida, ambos do PCdoB, e Sérgio Carneiro (PT).

O Diap também pública uma lista com o nome de deputados federais e senadores considerados “em ascensão”. Nesta, os nomes baianos são Colbert Martins (PMDB), Lídice da Mata (PSB) e Zezéu Ribeiro (PT). Os deputados sul-baianos Geraldo Simões (PT) e Raymundo Veloso (PMDB) não integram nenhuma das listas. Clique no “leia mais”, abaixo, e confira a relação completa dos “cabeças”, por estado.

ACRE
Senadores
Geraldo Mesquita Júnior (PMDB)
Tião Vianna (PT)

ALAGOAS
Senador
Renan Calheiros (PMDB)

AMAPÁ
Senador
José Sarney (PMDB)

AMAZONAS
Deputada
Vanessa Grazziotin (PCdoB)
Senador
Arthur Virgílio (PSDB)

BAHIA
Deputados
ACM Neto (DEM)
Alice Portugal (PCdoB)
Daniel Almeida (PCdoB)
João Almeida (PSDB)
José Carlos Aleluia (DEM)
Jutahy Júnior (PSDB)
Sérgio Barradas Carneiro (PT)

CEARÁ
Senadores
Inácio Arruda (PCdoB)
Tasso Jereissati (PSDB)

DISTRITO FEDERAL
Deputados
Geraldo Magela (PT)
Rodrigo Rollemberg (PSB)
Tadeu Filippelli (PMDB)
Senadores
Cristovam Buarque (PDT)
Gim Argello (PTB)

ESPÍRITO SANTO
Deputada
Rita Camata (PSDB)
Senadores
Renato Casagrande (PSB)
Magno Malta (PR)

GOIÁS
Deputados
Jovair Arantes (PTB)
Sandro Mabel (PR)
Ronaldo Caiado (DEM)
Senadores
Demóstenes Torres (DEM)
Marconi Perillo (PSDB)

MARANHÃO
Deputado
Flávio Dino (PCdoB)

MATO GROSSO DO SUL
Deputado
Dagoberto (PDT)
Senador
Delcídio Amaral (PT)

MINAS GERAIS
Deputados
Gilmar Machado (PT)
Mário Heringer (PDT)
Paulo Abi-Ackel (PSDB)
Virgílio Guimarães (PT)

PARÁ
Deputado
Jader Barbalho (PMDB)
Senador
José Nery (PSOL)

PARANÁ
Deputados
Abelardo Lupion (DEM)
Gustavo Fruet (PSDB)
Luiz Carlos Hauly (PSDB)
Senador
Osmar Dias (PDT)

PERNAMBUCO
Deputados
Armando Monteiro (PTB)
Fernando Ferro (PT)
Inocêncio Oliveira (PR)
Maurício Rands (PT)
Roberto Magalhães (DEM)
Senadores
Marco Maciel (DEM)
Sérgio Guerra (PSDB)

PIAUÍ
Senador
Heráclito Fortes (DEM)

RIO DE JANEIRO
Deputados
Brizola Neto (PDT)
Chico Alencar (PSOL)
Eduardo Cunha (PMDB)
Fernando Gabeira (PV)
Miro Teixeira (PDT)
Rodrigo Maia (DEM)
Senador
Francisco Dornelles (PP)

RIO GRANDE DO NORTE
Deputado
Henrique Eduardo Alves (PMDB)
Senadores
Garibaldi Alves (PMDB)
José Agripino Maia (DEM)

RIO GRANDE DO SUL
Deputados
Beto Albuquerque (PSB)
Darcísio Perondi (PMDB)
Eliseu Padilha (PMDB)
Henrique Fontana (PT)
Ibsen Pinheiro (PMDB)
Marco Maia (PT)
Mendes Ribeiro Filho (PMDB)
Onyx Lorenzoni (DEM)
Pepe Vargas (PT)
Vieira da Cunha (PDT)
Senadores
Paulo Paim (PT)
Pedro Simon (PMDB)
Sérgio Zambiasi (PTB)

RONDÔNIA
Senador
Valdir Raupp (PMDB)

RORAIMA
Senador
Romero Jucá (PMDB)

SANTA CATARINA
Deputados
Fernando Coruja (PPS)
Paulo Bornhausen (DEM)
Vignatti (PT)
Senadora
Ideli Salvatti (PT)

SÃO PAULO
Deputados
Aldo Rebelo (PCdoB)
Antônio Carlos Mendes Thame (PSDB)
Antônio Carlos Pannunzio (PSDB)
Antônio Palocci (PT)
Arlindo Chinaglia (PT)
Arnaldo Faria de Sá (PTB)
Arnaldo Jardim (PPS)
Arnaldo Madeira (PSDB)
Cândido Vaccarezza (PT)
José Aníbal (PSDB)
José Eduardo Cardozo (PT)
Luiza Erundina (PSB)
Márcio França (PSB)
Michel Temer (PMDB)
Paulo Pereira da Silva (PDT)
Ricardo Berzoini (PT)
Roberto Santiago (PV)
Vicentinho (PT)
Senadores
Aloizio Mercadante (PT)
Eduardo Suplicy (PT)

TOCANTINS
Deputado
Eduardo Gomes (PSDB)
Senadora
Kátia Abreu (DEM)

Esta publicação possui 10 comentários
  1. Como sempre, os “representantes” da região sul da Bahia figuram entre os menos influentes, os medíocres, os ociosos, os inoperantes, os que apenas estão por lá “cumprindo tabela”, …!!!

    Tem deles que sequer cumpriu o mandato que o povo lhe deu. Só foi para lá após escorregar na tábua de graxa, …!!!

    Seria muito bom se o povo os colocasse “na zona do rebaixamento”, isto é, trocassem esses que nada fazem por novos representantes, que queiram fazer alguma coisa. Mesmo que erre na escolha, mas que tente mudar (garanto que, no máximo, ficará igual. Ficar pior do que está é impossível), …!!!

    Outubro vem aí, …, tomara que o povo abra os olhos, …!!!

    Chega de Deputado inútil no poder, …!!!

  2. Ao(s) prezado(s) companheiro(s) editor(es) do PIMENTA NA MUQUECA
    Descobrindo recentemente – tanto o meu analfabetismo com o assunto! – que textos nossos são facilmente localizados através de “Pesquisa por: … BUSCAR”, pedimos a gentileza, em sendo possível, de inserir no arquivo dois outros. Um, reproduzido do ainda existente Gente, Política, Poder, entre 13 e 15 de dezembro de 2008, sobre Azevedo e o Secretariado. O outro, publicado aqui no Pimenta, que reproduzo abaixo:
    • Adylson Machado disse:
    17 17Etc/GMT+3 julho às 4:02

    EXEMPLO DIGNIFICANTE
    Com D. Paulo morre mais uma parte da Igreja comprometida com os mais pobres, que encontrou em semelhantes como D. Hélder Câmara e D. Paulo Evaristo Arns (dentre poucos) a expressaão do testemunho do compromisso cristâo amparado em Tiago, de que “A Fé sem as obras é morta”.
    Conhecemos D. Paulo nos limites de seu compromisso de Pastor convicto, determinado e consciente de seu papel na sociedade. Suas lutas, em todos os quadrantes, se alimentavam na esperança de que um mundo melhor não existirá se não forem reduzidas as desigualdades sociais, o que impóe – materialmente – melhor distribuição da riqueza e muito menor distancia entre os que ganham quase tudo e os que percebem as migalhas de um mundo que existe igual para todos em oferta da Natureza.
    Acompanhamos, ao lado de outros companheiros liderados pelo Pe. Simeon Ibarra Torres, em Itororó, nos anos 80, uma visita pastoral de D. Paulo que nos deixou a todos deveras impressionados, o que nos move a prestar este testemunho.
    Uma de suas maiores virtudes, como a punha em prática, era a coragem com que assumia posturas, sem o mínimo temor, tanta a certeza no que realizava.
    Sempre se inspirou na conversão do Homem como instrumento de efetivação da Vida. Que outros possam nele espelhar-se, até porque sempre há tempo para a conversão, que não escolhe entre pastores e ovelhas. Pede, apenas, sinceridade de princípios e compromisso com o exemplo do Cristo.
    Afinal, os talentos que recebemos o são para dividirmos com o próximo, este um dos legados de D. Paulo.
    Com ele certamente morre também um pedacinho de todos que o conheceram e se alimentaram em suas convicções e testemunhos.
    Deixa, acima de tudo o que realizou, um exemplo dignificante.
    Adylson Machado

    Na época, expressamo-lo como Comentário e deixamos de autorizar a utilização, como o fizemos com os demais. Quanto ao outro, se possível, o Pimenta tem autorização expressa para inserir dentre as nossas publicações. Esse texto, sobre Azevedo, em breve sustentará um artigo que encaminharemos a vocês (e a ele faremos referência), possivelmente no limiar do Centenário.
    De logo agradecido, com forte abraço
    ADYLSON MACHADO

  3. Os nomes de Geraldo Simões e Raimundo Velloso não constam na lista porque são inoperantes.
    Parabéns para Alice Portugal e Daniel Almeida.

  4. Ano passado estive em Brasília, por quase dois meses,neste tempo que estive em Brasilia e como gosto de frequentar o plenário da Câmara dos Deputados nas seções acontecidas, por mais de vinte dias, fui ao plenârio da Câmara , chegando as 10 horas da manhã, e saindo lá pelas 22:00 hs.Em nenhuma ocasião vi o Deputado Raimundo Veloso participando de nenhuma seção no plenário da Câmara do Deputados.Sou considerado candango e pioneiro de Brasília, meu pai militar, oficial, foi trânferido para Brasilia em 1956, conheço os plenários da Câmara Federal anexos,Congresso Nacional , como se o local fosse extenção de meu quintal.No local onde foi construido a Praça do Trêz Poderes, costumava-mos brincar de esconde esconde.Morei em Brasília 31 anos.Telefonei diversar vezes para o gabinete de Veloso, para ver se ele encontrava em Brasília, em todas as vezes que fui atendido pela sua secretária ela me dizia que Veloso estava participando de uma comissão, comissão de…o certo e que o tempo em que frequentei o plenário da Câmara Veloso não apareceu em nenhuma seção.Pelo que conheço do plenário da Câmara, deputados de primeiro mandato não gosa de nenhum previlégio, se as seções terminam as 00:00 hs,o deputado tem que fazer sua própria inscrição de orador para o dia seguinte e pessoalmente, não pode ser via asssessor, a fila dos inscrito começa a formar as 4:00 hs da manhã.Para os deputados veteramos da casa que tem conhecimento suficientes e sabe como ajeitar as coisas fas sua inscrição de orador até mesmo pelo telefone.Mas Raimundos são os que mais tem em Brasilia, e novatos tem que enfrentar a fila se quizer ser inscrito, talv´s o Raimundo Veloso seja um desses que gosta de dormir até mais tarde e não consegue fazer sua inscrição de orador da Casa do povo.
    Att,
    Kalif Rabelo

  5. Engraçado, o Jornal A Região só falava em Raimundo Veloso como um Deputado expressivo. Poxa, quanto tempo fizeram a região de besta, pois sabiemaos que o ilustre Deputado sempre foi um apagado e mediocre advogado de juri popular. Acho que custou caro ($$$$$$$$$$$) aqueles tantos elogios.

  6. Geraldo Simões só trabalha para ele mesmo. Por quê demoram tanto de descobrir? Até o governador Jacques Wagner, que é sabidamente lento, descobriu logo e mandou o enganador pra fora do governo em menos de uma ano. Já no Congresso, o povo continua enganado pelo cumpade de Lula. Oh, Itabuna coitada!..

  7. Vou sempre a Brasília, e tenho vários amigos trabalhando no congresso e no senado federal. Porém, não vejo o parlamentar baiano Geraldo Simões, discursando ou se movimentando pelos corredores do congresso. Certa feita, me deu na telha de visitar o seu gabinete, e para minha surpresa, a sua assessora me informou que o deputado não se encontrava naquele momento, pois, ele estava visitando as suas bases na Bahia. Tá explicado porque o nosso querido e brioso deputado naõ aparece nessa relação. Vamos aguardar!

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top