skip to Main Content
4 de agosto de 2020 | 10:30 pm

O INTERMODAL E O COMBATE AOS EXTREMOS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Manifesto a favor do Porto Sul é entregue ao governador Jaques Wagner (foto Manu Dias)

Se a aceitação ao projeto do Complexo Intermodal de Transportes for medida pelo manifesto entregue no último sábado, 29, ao governador Jaques Wagner, percebe-se que há uma folgada maioria de defensores diante de um pequeno número de contrários, que se auto-intitulam ambientalistas.

No documento entregue ao governador, estão assinaturas de prefeitos e vereadores das principais cidades da região, sindicatos, parlamentares, cooperativas e associações  empresariais, de moradores e de trabalhadores rurais. No total, há mais de 300 entidades, órgãos e instituições subscrevendo o manifesto.

Opositores do projeto também produziram o seu libelo, apresentado no dia 19 de maio, mas “encheram linguiça” com entidades que não autorizaram sua inclusão entre os signatários.

No sábado, ao receber o documento, Wagner demonstrou como vê o debate em torno do tema. Segundo ele, quem apoia o Porto Sul também defende o meio ambiente, mas não como objeto de contemplação e sim como fator que gere desenvolvimento e beneficie a sociedade, reduzindo-se ao máximo o impacto sobre os recursos naturais. Para o governador, a destruição assim como a manutenção da natureza intocada são dois extremos que produzem miséria.

Esta publicação possui 9 comentários
  1. Claro que todos querem o desenvolvimento, …, o problema é que aqui no Brasil geralmente as coisas costumam ser feitas sem muita responsabilidade, …!!!

  2. Se Ilheus rejeita este projeto que vai mudar a sua história,porque este projeto não e construido em Maraú? Eu fico adimirado porque as chamadas “LIDERANÇAS”politicas de Maraú ainda não ofereceram esta opção ao Governo do Estado para analise, e como uma segunda opção; já que segundo dizem Maraú daria para fazer um porto muito mais barato do que o de Ilheus e com uma profundidade ideal para grandes navios sem necessidade de dragagem. ACORDEM POLITICOS DE MARAÚ

  3. Concordo com a opção de Maraú, pois os custos seriam menores e os impactos, menores, …!!!

    Quanto à região, …, seria beneficiada da mesma forma, …!!!

  4. Estes que estão querendo o intermodal em Maraú, será que fazem parte do grupo que está mamando em tetas inglesas???
    Ah Tá! Falo dos defensores da implantação no mesmo local do campo de golfe e hotel 5 estrelas, empreendimento que não empregaria o pvo da região e nem traria impostos para cidade.
    Me batam uma garapa! Vão se preocupar com os mangues invadidos, os esgotos diretos nos rios etc….

  5. Pelo que foi divulgado na mídia, os contra ao intermodal porto sul, postaram uma relação com 93 entidades, sendo 18 da região e o resto de outros estados. E muitas entidades não forem sequer consultadas (Banda O Quadro).
    O Manifesto a favor do intermodal foi entregue ao Governador com mais de 400 assinaturas de entidades. Bem, se assinaram é porque apoiam.
    Vejam voces que isso cala a voz rouca desses ditos ambientalistas, que na 90% são estrangeiros ou filhos de outros estados, querendo decidir os destinos do povo desta região.
    O povo da região quer o complexo intermodal porto sul!
    Peço aos editores do Pimenta que ajude nossa região, postando diariamente o pensamento da população: PORTO SUL, SIM!

  6. Gostaria de saber onde são despejados os dejetos e lixo produzidos pelos hoteis, mansoes e resorts instalados nos municipios de Ilheus e Itacareh. Não tenho informação se os esgotos desses estabelecimentos são tratados.Corremos o risco de a industria do turismo sem chamineh se tornar altamente destruidora do meio ambiente.
    A preocupação dos ambientalistas deveria ser nos dois segmentos, não perseguir a quem se preocupa responsavelmente com a recuperação economica da nossa região.

  7. O porto sul com certeza vai trazer desenvolvimento para a região. Progresso, geração de emprego e renda. Tem gente que se diz ambientalista que é contra o projeto. Óbvio que existe estudos para avaliar impactos na região. O Brasil e a Bahia precisam melhorar a infraestrutura. Muita coisa vem sendo feita por aqui, como recuperação de estradas, por exemplo. Seremos sede de Copa e Olimpíadas. Precisamos melhorar a infraestrutura do país. Porto Sul faz parte dessa necessidade.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top