skip to Main Content
26 de janeiro de 2021 | 12:58 pm

AZEVEDO APERTA VEREADORES E PORTA DA CÂMARA É ARROMBADA PARA VOTAR SUPLEMENTAÇÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Porta da Câmara foi arrombada (Foto Fábio Roberto).

A prefeitura de Itabuna gastou além da conta neste início de junho e teve de apelar por uma suplementação orçamentária à Câmara de Vereadores. Os generosos edis governistas autorizaram percentual de 60%.

A votação foi às pressas. Ainda ontem, o prefeito Capitão Azevedo (DEM) puxou as orelhas dos vereadores da sua bancada e exigiu que o pedido de suplementação fosse votado imediatamente.

Um porém no meio do caminho: a suplementação foi enviada ao legislativo na semana passada, mas necessitaria de análise da setor jurídico, pois teriam sido observadas irregularidades no pedido.

Até por isso, e por um acordo de lideranças, decidiu-se que a votação somente ocorreria em agosto, após o recesso legislativo. Ainda ontem, o presidente da Câmara, Clóvis Loiola, havia decretado, oficialmente, o início do recesso.

Hoje, e depois da comida de Azevedo, o presidente teve de arrombar a porta da Casa para que fosse realizada a votação e cumprida a ordem do chefe do Executivo.

E, finalmente, ocorreu a votação. Os governistas aprovaram a suplementação de 60%, por 9 votos a 1. O vereador Ricardo Bacelar foi o único que votou contra. Para ele, bastaria ao governo suplementação de 40%.

Esta publicação possui 5 comentários
  1. Embora não tenha votado a favor, a presença de Barcelar soma para qualificação do quorum da sessão. É o chamado “joão sem braço, usado no jargão da malandragem”, participo e fingo que não colaborei. Quanto a novela da suplementação não vejo como correto, nem o recesso dos sabem-tudo, nem o autorismo dos lambem-botas. Se havia necessidade para tocar a máquina, era então necessário que o problema fosse tratado com responsabilidade entre a Casa Legislativa e a Governo municipal.

  2. olha rapaz, que notícia boa!
    se eles estivessem requisitando ajuda para conseguir adentrar neste recinto, onde acontecem memoráveis reuniões, eu me prontificaria a ajudá-los. Faria questão de disponibilizar um trator de esteira com uma pá enorme para abrir essa bendita porta, e não só isso, punha logo todo o edifício abaixo.
    Eu ainda fico a pensar para quê serve vereador? me dêem uma prova em contrário que estes não sejam um bando de inúteis que recebem uma alta grana só mudando nome de rua e fazendo umas ‘politicagens’ que não covém tentar explicar agora mas que todos sabem como funciona.
    Deveriam colocar o povo para desempenhar a função deles pela internet. Taí um bom projeto! acho que vou me candidatar a vereador.

  3. cabe agora o JOAÔ sem braço como bem disse Netan,juntarce aos labe botas e fiscalisar o que será feito com esse bôooolaõ da festa antecipada do 100$$$$ ter nada, pricipalmente esse vasilinador RICARGO EUTENHO-LÀ……..

  4. É uma vergonha saber que a nossa política possui tamanho retrocesso. A confiança tem se tornado moeda rara em nosso país, tanto que não devemos entrega-la a nenhum destes que se dizem parlamentares. Nossa representação, escolhida e votada, vale menos que um “vintem”. A troca é desigual. De um lado nossa confiança de ouro e do outro o vintem furado da politica demagógica dos pequenos municípios. Alegre-se povo brasileiro e mantenha o jargão internacional de terra da felicidade.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top