skip to Main Content
6 de junho de 2020 | 04:24 am

PRECISAMOS GANHAR O JOGO

Tempo de leitura: 2 minutos

Luís Sena

É necessário máxima atenção para o grande jogo do pós-Copa, exatamente no dia 3 de outubro

De quatro em quatro anos o Brasil para em todos os cantos para ouvir, ver, opinar e até escalar a seleção brasileira. É a Copa do Mundo com todo o seu aparato, que sensibiliza os amantes do futebol e até aqueles que no seu dia a dia não se posicionam desportivamente. O futebol faz parte da cultura brasileira.

Assim como foi abraçado, o futebol também foi utilizado pela Ditadura Militar, que, impondo a tortura e morte aos seus opositores, mascaravam essa situação utilizando o momento de euforia geral que contagiou o país em 1970. Vejam o filme “Pra Frente Brasil”. Ainda hoje, e sempre foi assim, os calorosos debates das cores, dos símbolos, dos hinos e dos ídolos criados no futebol.

Aqui na Bahia, por exemplo, o BAVI (Bahia x Vitória) divide nosso povo, assim como no Rio de Janeiro o meu Fluminense, que criou o Flamengo, divide o Maracanã em “Pó de Arroz” e a “Urubuzada”. Enquanto isso, o desemprego, a falta de transporte e a violência são esquecidos.

2010 – Copa do Mundo na África do Sul – estamos bem. O time, a torcida está alegre, os índices sociais têm melhorado graças à intervenção cautelosa e estratégica do governo Lula. Através das políticas públicas, conseguimos incluir grande parte daqueles que estavam à margem de ações governamentais, a própria área do esporte sofreu uma modificação significativa, fazendo com que as ações de todos os esportes, não só o futebol, fossem no sentido de incluir, de educar e de gerar cidadania.

Por tudo isso, e torcendo para que o resultado da seleção brasileira lá na África do Sul seja bastante positivo, demonstrando nossa competência, maestria, criatividade e raça, que revelaram dentre outros, Pelé, Zico, Gerson, Rivelino, Kaká, Ronaldinhos, etc, é necessário máxima atenção para o grande jogo de depois da Copa, exatamente no dia 3 de outubro, quando estaremos analisando para votar e eleger presidente, governador, senador, deputado federal e estadual.

Não podemos errar o chute, como nos pênaltis decisivos que já perdemos, não podemos baixar a guarda e tomar o gol histórico que fez Barbosa depressivo para o resto da sua vida e a amarga lembrança da Copa de 1950, em pleno Maracanã.

Não podemos aceitar o retrocesso. Temos que avançar mais ainda, votando nos candidatos comprometidos com os avanços tão necessários, em implementar medidas que possam a cada dia fazer o nosso povo mais alegre, mais feliz e com tranqüilidade para torcer nos momentos do esporte, sem precisar chorar no encerramento das partidas. Você pode escalar o time e marcar o gol que servirá para o Brasil continuar vencendo!

Luís Sena é professor, bancário e foi vereador de Itabuna por três mandatos consecutivos (1997-2008).

Esta publicação possui 4 comentários
  1. TEXTO ESTREITAMENTE PETISTA O DESSE DITO PROFESSOR.

    ERRAMOS O PENALTI NO MINUTO FINAL VOTANDO NESSE GOVERNADOR WAGAREZZA.

    O DITO PROFESSOR DEVERIA ERA PENSAR MELHOR E DEIXAR DE ESCREVER BOBAGENS.

  2. Luis Sena é um grande lutador. Ensinou o caminho pra muita gente. É o nome ideal para fortalecer a candidatura de Lídice da Mata ao senado, no sul da Bahia. Sempre coerente com os seus princípios, Sena tem uma história reta e clara. Falo com a segurança de quem conviveu com o líder, diariamente, por anos no Banco do Brasil, onde Sena já nos orientava sobre como enfrentar o sistema. Continuo vendo nele a mesma personalidade que, com prazer e amizade, sempre admirei. Seu conteúdo continua acrescentando.

  3. GOSTO MUITO DE LUIS SENA!!!
    NÃO GOSTARIA DE VE-LO UTILIZANDO ESSE TIPO DE DISCURSO VAZIO EM SUA CAMPANHA!!!
    O GOVERNO FHC CRIOU AS BASES DE SUSTENTAÇÃO DO ATUAL GOVERNO, QUE POR SUA VEZ AVANÇOU EM ALGUNS PROGRAMAS E PROJETOS!!!
    MAS AINDA FALTA MUITO PRA DILMA E NO MOMENTO, NA MINHA OPINIÃO, SERRA TEM MAIS PREPARO E É UMA MENTIRA FALAR EM RETROCESSO!!!!

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top