skip to Main Content
29 de fevereiro de 2020 | 01:35 am

BOMBA!

Tempo de leitura: < 1 minuto

Uma das principais empresas de capital ilheense entrou com pedido de recuperação judicial.
Com essa medida, tenta evitar o pior: a falência.


OBJETO RARO É ENCONTRADO NO CENTRO DE ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Eis a raridade!

É mais do que difícil encontrar uma lixeira nas ruas de Itabuna. Daí que as vias centrais são um lixo só, principalmente nos finais de tarde.
Imagine qual não foi a alegria de um leitor ao encontrar um exemplar da raridade, próximo à FTC…
Joel Dias registrou – num clique – a raridade. A foto ilustra esta nota. Veio acompanhada da seguinte observação: lixeira “filha única”.
Tá feito o registro, JD.
(Em tempo: a maioria das lixeiras é destruída pela ação de vândalos.)

"OH, MUNDO TÃO DESIGUAL…"

Tempo de leitura: < 1 minuto

Às margens da BR-101, em Camacan, sul da Bahia, famílias tentam sobreviver em barracos que mal se sustentam em pé. Ao fundo, propaganda de grife, imagens que sugerem um mundo muito distante desse povo sofredor (a foto é de Luiz Tito)

NEWTON FAZ COVER DE RAULZITO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Newton: "eu perdi o meu medo da chuva"

Quem se acostumou ao estilo retraído e tímido do prefeito de Ilhéus, pode ter uma surpresa qualquer hora dessas. Recentemente, na concorrida Feijoada do Saldanha (onde o jornalista, como gosta de proclamar, recebe o “PIB dê Ilhéos“), Newton Lima simplesmente apoderou-se do microfone para reviver o saudoso roqueiro Raul Seixas. Cantou, sacudiu a cabeleira, soltou os bichos e deixou todo mundo de queixo caído.
E antes que alguém pense que o prefeito interpretou “Maluco Beleza” ou “Metamorfose Ambulante”, o Pimenta já vai avisando que a música escolhida foi “Medo da Chuva”.

PLANO DE SAÚDE IMITA O SUS

Tempo de leitura: < 1 minuto

O desrespeito aos pacientes não é mais exclusividade do Sistema Único de Saúde. Em Itabuna, a mãe de um cliente da Unimed procurou o dermatologista Rolemberg Monteiro para extrair dois pequenos tumores cutâneos no filho. Ficou surpresa quando o médico, ao marcar a cirurgia, avisou que ela precisaria levar agulha e anestésico, este preparado em uma farmácia de manipulação.
Este blog tentou entrar em contato com a Unimed (telefone 2103-3030) para saber se tal exigência é normal, mas a linha telefônica estava ocupada em diversas tentativas. A mãe do paciente, no entanto, observa que anteriormente já recorreu a outra médica para realizar o mesmo procedimento e nao houve qualquer pedido de material.

DEM ITABUNENSE REAGE A DECLARAÇÕES DE FG

Tempo de leitura: < 1 minuto

O diretório local do DEM reagiu mal à participação de Fernando Gomes no programa de Reginaldo Silva, na TVI. O ex-prefeito, hoje filiado ao PMDB, disse ao apresentador que fecha o diretório do Democratas em Itabuna quando quiser e que a presidenta do partido, Maria Alice Pereira, ficou no DEM porque ele quis.
Maria Alice conversou com o Pimenta. “Não sou mandada por ninguém. Jamais vou querer usar cabresto”, afirmou. Mais cedo, ela usou o seu programa na Difusora AM, que pertence a Fernando, para responder ao amigo e ex-aliado político.
Ainda afirmou a este blog ter a certeza de que o PMDB, ao qual FG se filiou, apoiará o DEM no segundo turno para governador da Bahia. Maria Alice participará do programa Patrulha Geral, na rádio Nacional, apresentado por Fábio Roberto.
Na entrevista que concedeu à TVI, ontem, Fernando ainda acionou a sua metralhadora contra o prefeito Capitão Azevedo. Disse que ele não teria sido “macho” na liberação da obra da avenida Amélia Amado e, por isso, o projeto demorou a sair do papel.

ELEIÇÃO NO SINDICATO DOS RADIALISTAS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Frankvaldo disputa a reeleição.

Vai até as 17 horas a votação que definirá a nova diretoria do Sindicato dos Trabalhadores em Rádio e TV de Itabuna (Stert). O atual presidente, Frankvaldo Lima, concorre à reeleição, tendo como vice Jorge Eduardo.
Além do presidente e do vice, também serão escolhidos os 24 comunicadores que vão compor a diretoria para o período 2010-2012. A votação ocorre na sede do Sindicato.
Frankvaldo fez um balanço do primeiro mandato e computou como conquistas a reforma e informatização da sede do Stert e convênios com faculdades voltados aos comunicadores. O presidente destaca, ainda, a conquista da Carta Sindical, que dá legitimidade ao Stert. “Essa foi uma luta de 21 anos”.

CESTA BÁSICA EM QUEDA

Tempo de leitura: < 1 minuto

A pesquisa mensal feita pela Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) detectou uma queda no custo mensal da cesta básica nos dois principais municípios do sul da Bahia. A redução foi maior em Ilhéus: passou de R$193,71 em maio para R$187,71 em junho.
Tradicionalmente vilão da cesta, o tomate ficou 17,77% mais barato em junho, segundo a pesquisa coordenada pelo Departamento de Economia da Uesc. Manteiga (-16,06%), açúcar (-8,17%), feijão (-4,65%) e farinha (-4,19%) seguiram a tendência.
A redução em Itabuna atingiu 1,76%. O valor caiu de R$184,27 para R$181,02. A banana ‘puxou’ a queda: ficou 13,16% mais barata. O açúcar teve redução de 10,89% e o pão, 4,6%.

IBGE DIVULGA RESULTADO DE CONCURSO

Tempo de leitura: < 1 minuto

O IBGE divulgou hoe o resultado do concurso que vai contratar quase 192 mil recenseadores que irão trabalhar no Censo 2010. De acordo com a programação do instituto, o treinamento dos recenseadores começa no dia 19 deste mês e a previsão é de que o Censo 2010 comece no dia dois de agosto.
Clique aqui e confira o resultado do concurso na página da Cesgranrio, responsável pela aplicação das provas do concurso. A remuneração é por entrevista e o valor pago fica, em média, entre R$ 800,00 e R$ 1.600,00.

A DOR DE MÃE, O FILHO MORTO E O CACHORRO QUE NÃO PENSA

Tempo de leitura: 2 minutos

Daniel Thame

Se uma imagem vale mais do que mil palavras, como diz o chavão, ainda que uma palavra possa também valer mais do que mil imagens, só há uma palavra que talvez traduza a foto de Oziel Aragão: dor.

A dor de uma mãe impotente diante da morte brutal do filho único, um jovem de apenas 18 anos, executado com 20 tiros, na porta de casa.
Quase um tiro para cada ano da breve vida do rapaz.
Como têm sido breves as vidas dos nossos adolescentes e dos nossos jovens, abatidos em pleno voo pela brutalidade, empurrados pela falta de oportunidades para a estrada invariavelmente de mão única das drogas e da marginalidade.
Sim, o jovem assassinado tinha envolvimento com o tráfico de drogas e sua morte, pela forma como ocorreu, tem todas as características de vingança.
Mas o que chama a atenção e nos remete a uma reflexão não é necessariamente o corpo ensangüentado e sem vida, estendido no chão.
É o desespero, indescritível, da mãe diante do filho que se foi precocemente.
Ela, na sua dor que dói em todos nós, reflete um pouco da dor de tantos pais e  tantas mães que vêem, impotentes, seus filhos queridos se desviarem para o caminho errado, não raramente por falta de oportunidades de seguirem o caminho certo.

A dor da mãe, que a foto faz doer ainda mais, é daquelas coisas que desmontam qualquer teoria simplista.

Reflete a dor de todos os que não caem na armadilha simplista de que se trata de um marginal a menos, porque poderia haver sim um marginal a menos se esse e tantos jovens não tivessem, primeiro no consumo de drogas e depois no tráfico e seus subprodutos, a saída para a exclusão em que quase sempre vivem.
A dor da mãe, que a foto faz doer ainda mais, é daquelas coisas que desmontam qualquer teoria simplista, porque não se trata de um simples caso de polícia (ou da falta de polícia) e sim de algo mais amplo.
Que passa, necessariamente, pelo comprometimento das autoridades e de toda a sociedade, para que habitemos uma cidade, um estado, um país e um planeta onde a desigualdade não empurre tantos jovens para a carnificina.
Nem produza cenas como a  dessa mãe diante do filho morto, em que um jovem tenta amparar a mulher e um cachorro, se inteligência tivesse, certamente estaria a conjeturar quem são os verdadeiros animais.
Daniel Thame é jornalista e autor do livro Vassoura.
Leia também www.danielthame.blogspot.com

Back To Top