skip to Main Content
18 de fevereiro de 2020 | 03:24 am

MANIFESTAÇÃO COBRA JUSTIÇA NO "CASO COLOMBIANO"

Tempo de leitura: < 1 minuto

O casal Colombiano e Catarina foram executados em Salvador.

Rodoviários e sindicalista baianos promovem manifestação pública, na próxima sexta-feira, 9, para cobrar agilidade na apuração do duplo homicídio que vitimou o sindicalista Paulo Colombiano e a sua esposa Catarina Galindo. O casal foi executado no último dia 29, em Salvador, a poucos metros do condomínio onde residia, em Brotas.

Os manifestantes vão pedir a punição dos mandantes e executores de Paulo e Catarina. Colombiano era tesoureiro do Sindicato dos Rodoviários de Salvador e suspeita-se que as mortes estariam relacionadas a disputas dentro da entidade. Paulo e Catarina foram assassinados a tiros de pistola por dois homens. A manifestação ocorrerá no Campo Grande, às 15h da próxima sexta.

MIMOSA VAI AO SHOPPING

Tempo de leitura: < 1 minuto

Era domingo à noite e Mimosa estava estressada. Brigara com o namorado, que lhe botara um belo par de chifres, e não suportava ficar em casa. Decidiu sair, espairecer. Para onde ir? “Só há um lugar bom em Itabuna, a essa hora”, pensou.

E foi para lá que rumou, pro shopping, pra ver gente, esfriar a cabeça. Quem sabe até comer um sanduíche – de frango – num lugar mágico chamado Mac. Só não queria hambúrgueres, pois não acreditava que a carne fosse de minhocas. Tinha certeza que era bovina, e não queria essa experiência canibalesca.

Pois é. Pela tranquilidade com que Mimosa passeava pela porta do shopping, na noite desse domingo, parecia até que já curara sua fossa. Só queria esfriar a cabeça cheia de chifres, e esfriou.

Teve a decência e o cuidado de usar a faixa de pedestre, até para evitar ser xingada pelos motoristas. Mesmo com os chifres, seria horrível para sua autoestima, hoje, ser chamada de “vaca”.

Quem é Mimosa? Saiba aqui.

TSE MULTA SERRA E PSDB BAIANO

Tempo de leitura: < 1 minuto

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Joelson Dias, aplicou hoje (6) multa de R$ 5 mil contra o candidato José Serra (PSDB) pela realização de propaganda eleitoral antecipada.
Na decisão, Dias também pede aplicação de multa no valor de R$ 7.500 contra o PSDB da Bahia.
O julgamento tem como base um comercial que foi ao ar na TV no dia 19 de maio no estado baiano. Na ocasião, Serra aparece como locutor narrando o seguinte trecho:
“A Segurança, por exemplo, ruim. O governo federal tem de criar o Ministério da Segurança. Jogar pesado contra o crime, contra a drogas. Tem de melhorar o atendimento de saúde. Aqui na Bahia nenhum hospital. Falta Inteiro estado. E dá para Fazer. Com união , seriedade e trabalho, eu tenho certeza : o Brasil pode mais muito”.
Na avaliação de Joelson Dias, na fala de Serra há conotação de mensagem eleitoral, capaz de influir na opinião dos eleitores.
Do Blog do Noblat

HOLANDA MANDA MAIS UM SUL-AMERICANO PRA CASA – E ESTÁ NA FINAL!

Tempo de leitura: < 1 minuto
Robben, o terrível, foi um dos destaques holandeses na vitória sobre o Uruguai, último "pedaço" de resistência americano na Copa 2010 (Foto Getty Images/Fifa).

O terrível Robben ajudou a mandar o Uruguai "mais cedo" para casa. A Holanda venceu o último "pedaço" sul-americano na Copa 2010 numa vitória contestável, por 3x2. E, mais uma vez, uma seleção avança com uma ajudinha da arbitragem. Sneijder estava impedido quandl fez o segundo gol dos europeus.

CANALHICES

Tempo de leitura: < 1 minuto

Um leitor cheio de “boas intenções” tem utilizado o nome do assessor de Comunicação da prefeitura de Itajuípe, Ivan Júnior, para fazer comentários no Pimenta. A atitude é condenável. Desde quando fomos avisados pelo assessor de que aquelas não eram opiniões suas e estavam usando o seu nome indevidamente, deixamos de publicar as “opiniões” do pseudo “Ivan Júnior”.
São comentários jocosos, denúncias sem provas e coisas do gênero, com o nítido objetivo de prejudicar a pessoa pública. Uma atitude que se assemelha a canalhice. Atitudes assim fazem com que adotemos ainda mais rigor na liberação de comentários. Infelizmente, nem todos sabem aproveitar a liberdade. Alguns fazem uso dela para cometer barbaridades, crimes. Talvez não saibam que são facilmente identificáveis.

CONDE: PEEMEDEBISTA FILIA-SE AO PT

Tempo de leitura: < 1 minuto

Zironaldo (centro) filia-se ao PT (Foto Divulgação).

Alegando insatisfações com o PMDB de Conde, o ex-secretário de Administração Zironaldo Barros filiou-se ao PT. A posse foi saudada por algumas da figuras máximas do partido na Bahia, dentre elas o presidente estadual da legenda, Jonas Paulo, e o sociólogo e ex-assessor da presidência da Petrobras, Rosemberg Pinto, além do professor Jorge Portugal (PV).

Cerca de 400 pessoas participaram do ato de filiação de Zironaldo. No ato, ele disse que deixava as fileiras do PMDB “decepcionado com a atual administração” e prometeu fortalecer o PT na cidade. Ex-gerente do Banco do Brasil na região de Conde, Zironaldo teve o seu ingresso no petismo saudado ainda pelo deputado federal Roberto Britto (PP).

GESTÃO PLENA E A SUCESSÃO 2010

Tempo de leitura: < 1 minuto

Zumzumzum dá conta de que o retorno da saúde de Itabuna à gestão plena é uma das exigências do prefeito Capitão Azevedo (DEM) para que declare apoio ao governador Jaques Wagner.
Um secretário municipal do núcleo duro do governo confirmou, hoje, que o retorno da gestão plena é uma das condições para que Wagner obtenha o apoio de Azevedo.
Estranho. Saúde como moeda eleitoral. Há menos de dez dias, este blog conversou com o secretário Estadual de Saúde, Jorge Solla. Perguntamos ao secretário quando e se Itabuna voltaria à gestão plena.
Solla saiu-se com respostas curtíssimas, talvez a demonstrar algum nível de insatisfação com o caso. Disse que dependeria do município atender a alguns dos requisitos.
Perguntado sobre quais seriam estes requisitos, limitou-se a dizer que o blogueiro deveria fazer a pergunta ao secretário municipal de Saúde, Antônio Vieira. Na verdade, há algum tempo Solla reclamava que Itabuna não dá o cuidado devido nem mesmo à atenção básica. Ou seja, não estaria preparada para assumir a média e alta complexidade na saúde.
O que preocupa é o fato de que o município quer a gestão plena de volta muito mais por motivos financeiros. Por mês, o incremento de receita seria na casa dos R$ 7 milhões. Todo mundo já conhece como essa história começa. E, também, como termina.
A saúde é tida na prefeitura como tábua de salvação para as “dores crônicas” de falta de dinheiro nos cofres municipais.
Em tempo: o prefeito Capitão Azevedo está em Salvador. Teria uma audiência, ainda hoje, com o governador Jaques Wagner para tratar do assunto “Gestão Plena”. Outra audiência será com o secretário de Saúde, Jorge Solla. O governo exigiu que fosse apresentada uma planilha com todas as informações sobre o sistema de saúde local.

VELOSO, JABES E VALDERICO TAMBÉM NO "FICHA SUJA" DO TCM

Tempo de leitura: 2 minutos

"Ficha-suja", Veloso pode não disputar reeleição.

O trio ilheense Raymundo Veloso, Jabes Ribeiro e Valderico Reis também fazem parte do listão dos “fichas sujas” enviado pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE).
Jabes Ribeiro anunciou ontem a sua desistência da candidatura a deputado estadual. Descartou que a causa tenha sido legal e alegou falta de estrutura financeira para disputar a campanha. Por baixo, a previsão de entendidos é a de que – na contabilidade real – uma campanha à Assembleia Legislativa neste ano vá custar entre R$ 1 milhão e R$ 1,5 milhão.
Valderico Reis (PMDB) está sumido da política ilheense. Foi prefeito do município entre janeiro de 2005 e agosto de 2007. Acabou cassado por diversas irregularidades e desvio de dinheiro público. Sumiu de cena e, segundo o Ministério Público estadual, está em lugar “incerto e não sabido”. Familiares afirmam que Valderico vive atualmente na Amazônia.
Já o deputado federal Raymundo Veloso (PMDB) tenta disputar a reeleição. Ele consta na lista “Ficha Suja” do Tribunal de Contas dos Municípios por ter cometido diversas irregularidades no período em que foi presidente da Câmara de Vereadores de Ilhéus, anos de 2005 e 2006.
Dos três “ilheenses”, Veloso é o único que continua na peleja eleitoral. Quer continuar em Brasília, mas a lista do TCM pode tirá-lo do páreo. A decisão se ele é ou não inelegível será do Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Veloso teve as suas contas rejeitadas devido à emissão de cheques sem fundos e outras irregularidades, além de ser condenado a devolver aos cofres públicos R$132.476,46.

CALVÁRIO CARTORÁRIO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Nota publicada hoje na coluna Tempo Presente (A Tarde):
A era da sociedade em rede, os nossos dias, o tempo em que do Japão ao Polo Norte todo mundo se comunica num clic, os cartórios baianos ainda operam como se o carimbo fosse o tchan tecnológico. O 4º Ofício de Notas, na Av. Tancredo Neves, éumexemplo.
Abertura de firma só a partir das 14 horas.
Após o calvário da fila que é imensa, os funcionários dão o xeque-mate: autenticar o documento só após 48 horas.
Detalhe: a autenticação só é feita pela manhã, com um número reduzido de senhas.

Back To Top