skip to Main Content
25 de fevereiro de 2020 | 03:52 pm

O FLAGRANTE NO BLOGUEIRO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Clique na TV Pimenta (ao lado) e assista ao vídeo que registrou o momento em que um funcionário do site Pura Política recebe  pagamento exigido de um empresário do setor de ensino.
A polícia orientou o empresário a marcar o encontro em uma sala do aeroporto Luís Eduardo Magalhães e cédulas numeradas foram usadas para confirmar o crime de extorsão.
A matéria foi produzida pelo site do grupo A Tarde.

DEBATE NA BAND COMEÇA DAQUI A POUCO

Tempo de leitura: < 1 minuto

É daqui a pouco, às 22 horas, o primeiro debate entre os candidatos a governador da Bahia, promovido pela TV Band Bahia. Os cinco concorrentes que têm direito a participar da peleja eletrônica (Wagner, Paulo Souto, Geddel, Bassuma e Marcos Mendes) já chegaram à sede da emissora, em Salvador. O debate terá cinco blocos. A transmissão ocorre, simultaneamente, pela Band News FM Salvador (clique aqui para ouvir).
Acompanhe a repercussão do debate diretamente no Twitter do Pimenta (clique aqui).

PROTESTO NO TRE PEDE "A CABEÇA" DE IONÁ

Tempo de leitura: < 1 minuto

Cerca de 100 manifestantes protestaram hoje em frente ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) contra a demora no julgamento do pedido de cassação da prefeita de Camamu, Ioná Queiroz (PT), que já dura quase três semanas.
Segundo os manifestantes, apesar de cinco julgadores já terem se manifestado a favor da cassação, um dos juízes pediu vistas ao processo e não o devolve, dificultando a apreciação da ação contra a prefeita. Informações do Política Livre.

EDSON ACREDITA EM REGISTRO DE CANDIDATURA E DIZ QUE ANDOU EM "MÁS COMPANHIAS"

Tempo de leitura: 2 minutos

Edson Dantas (PSB) disse estar convencido de que não terá dificuldades para obter o registro da sua candidatura a deputado federal. O nome do ex-presidente da Câmara de Itabuna consta na lista dos impugnados pela Procuradoria Regional Eleitoral (PRE), por ter suas contas dos exercícios de 2007 e 2008 reprovadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), além de não ter apresentado comprovação de pagamento de multas.

Edson afirma que a reprovação se deu por fatores como o realinhamento de salário dos vereadores em 6%, quando o TCM entendeu que o percentual deveria ser de 4%. O “realinhamento à inflação” do período, disse, se deu por ato da Casa e não por determinação do presidente.

Segundo ele, não havia entendimento de que, além do pagamento de multa, teria de comprovar a quitação. O cochilo jurídico, porém, lhe rendeu dor de cabeça.

Ainda ontem, quando recebeu o apoio eleitoral do vereador Ricardo Bacelar, Edson também lamentou as más companhias do período em que foi presidente da Câmara. Perguntado pelo repórter Fábio Luciano, ele apenas disse que estas companhias eram “pessoas notoriamente tidas como aquelas com problemas com a corrupção, como o ex-prefeito Fernando Gomes”.

– É um exemplo de pessoa que tem 60 e tantos processos, por não prestar contas de dinheiro de convênio, fraude em licitação… Então, a má companhia não é algo bom. Estou citando apenas um exemplo, mas tem vários. Espero que a população compreenda, pois conhece o meu passado.

QUEM ESTÁ NA CHUVA…

Tempo de leitura: < 1 minuto

Geraldo e Jota Carlos cheios de mesuras com Leo Kret

Em uma dessas caminhadas à procura de votos, ocorrem os encontros políticos mais inusitados. Como recentemente se deu em um corpo-a-corpo num município do interior baiano, onde os políticos foram contemplados por uma chuva inesperada.
No corre-corre, o deputado federal Geraldo Simões e o estadual Jota Carlos, ambos do PT, jogaram às favas as diferenças partidárias e procuraram com avidez garantir um guarda-chuva para a vereadora Leo Kret do Brasil, que disputa cadeira na Assembleia Legislativa pelo PR do senador César Borges.
Entre os dois cavalheiros e com guarda-chuva sobrando, Leo Kret ficou – como se diz, “toda,toda”…

CHAPA DE WAGNER INAUGURA COMITÊ EM ILHÉUS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Três integrantes da chapa majoritária da coligação “Pra Bahia Seguir em Frente” estarão nesta sexta-feira, 13, em Ilhéus. A coordenação da campanha petista organizou uma caminhada, que sai da praça Dom Eduardo às 10 horas e percorre as principais ruas do centro.
Estarão presentes o candidato a vice-governador Otto Alencar (PP) e os dois postulantes ao Senado, Lídice da Mata (PSB) e Walter Pinheiro (PT).
Ao final da caminhada, será inaugurado o comitê da chapa na cidade do litoral sul-baiano. Vai ficar no número 110 da Avenida Dois de Julho, ao lado do  Espaço Cultural Bataclan.

REVELADO ESQUEMA DE CORRUPÇÃO NO HOSPITAL DE BASE DE ITABUNA

Tempo de leitura: 2 minutos

Um esquema de corrupção que envolvia pagamento de propina e fraude em licitações foi descoberto no Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães (Hblem), segundo confirmou ao Pimenta o presidente da Fundação de Atenção à Saúde de Itabuna (Fasi), Antônio Costa. A fundação é mantenedora do hospital público municipal.
Quatro funcionários foram afastados, preventivamente, por 30 dias e uma comissão externa vai apurar o tamanho do rombo provocado pelo que aparenta ser uma quadrilha.
De acordo com o presidente da Fasi, o esquema pode ter a participação do gestor do hospital, do presidente da Comissão de Licitação do Hblem, do fiscal de contratos e do encarregado do almoxarifado.
Costa preferiu não declinar os nomes dos envolvidos, mas pessoalmente vê como improvável o envolvimento do encarregado do almoxarifado. Os chefes de setores com suposto envolvimento foram afastados na última sexta, dia 6.
Para Costa, só a sindicância irá determinar o envolvimento de cada um e o tamanho do rombo provocado pelo esquema. Ele afirma que funcionários se associaram para fraudar licitações do hospital. Em alguns casos, o superfaturamento nas compras chegava a ser de até 200%.
A diferença entre o valor real de um produto e quanto o hospital pagava ao fornecedor era dividida entre os envolvidos no esquema de corrupção. “Os preços eram forjados”, constata.
O presidente da fundação disse ter pensado inicialmente em criar uma comissão de sindicância interna para apurar as irregularidades, mas depois optou por uma comissão formada por servidores públicos que não atuam no Hblem. “Terá mais liberdade para agir”.
As desconfianças do presidente teriam surgido ao comparar os preços pagos pelo hospital e aqueles de mercado. Um litro de soro, exemplifica, poderia custar em torno de R$ 1,00, mas se pagava R$ 3,00 ao fornecedor.
Costa diz ter sido alertado sobre os valores superfaturados pagos pelo hospital e decidiu investigar. Dois dos fornecedores abriram o jogo e contaram ao dirigente como funcionava o esquema. “Eles vieram à minha procura e confirmaram que os valores eram forjados”. Uma carta anônima também teria sido enviada ao prefeito, solicitando uma investigação.
Atualizado às 11h27min – Como o presidente da Fasi apontou apenas cargos e não os seus ocupantes, este blog excluiu da matéria o nome de um dos afastados.

TSE DEFINE TEMPO DE TV DOS PRESIDENCIÁVEIS

Tempo de leitura: 2 minutos

A divisão do tempo da propaganda eleitoral gratuita, que começa no próximo dia 17, foi divulgada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Dilma Rousseff (PT) terá direito a dez minutos, 38 segundos e 54 centésimos em cada um dos dois blocos de 25 minutos que serão veiculados em cadeia de rádio e televisão.

O segundo maior tempo – sete minutos, 18 segundos e 54 centésimos – é o da coligação da candidatura de José Serra (PSDB). A candidata do Partido Verde, Marina Silva, terá um minuto, 23 segundos e 22 centésimos.
A propaganda de Plínio Arruda Sampaio (PSOL) terá a duração de um minuto, um segundo e 94 centésimos. Já os outros cinco candidatos a presidente, Rui Costa Pimenta (PCO), José Maria de Almeida (PSTU), José Maria Eymael (PSDC), Levy Fidelix (PRTB) e Ivan Pinheiro (PCB) contarão com 55 segundos e 56 centésimos cada um.
A propaganda eleitoral gratuita para presidente, na modalidade bloco, será veiculada às terças, quintas-feiras e aos sábados, às 7h e 12h no rádio e às 13h e 20h30 na televisão, até 30 de setembro.
INSERÇÕES

Assim como na divisão por bloco, na modalidade inserção, Dilma Rousseff terá o maior tempo diário de inserções ao longo das programações das emissoras de rádio e de tevê: 2’33”24. Já José Serra terá 1’45”24.
Os outros candidatos contarão com menos de um minuto diário: Marina – 19”97 e Plínio Arruda Sampaio – 14”86.  Rui Costa Pimenta, José Maria de Almeida, José Maria Eymael, Levy Fidelix e Ivan Pinheiro contarão com 13”33 cada. As inserções são consideradas o “filé” para fisgar o eleitor. Informações do TSE.

O DESCASO DA PREFEITURA COM O HBLEM

Tempo de leitura: < 1 minuto

Os problemas do Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, em Itabuna, não se resumem às supostas irregularidades constatadas em sindicância realizada na instituição. A Prefeitura de Itabuna também vem dando sua parcela de contribuição para tornar o Hblem um caos.
Nesta quarta-feira, 11, o Sindicato dos Servidores do Município se reuniu com o presidente da Fundação de Assistência à Saúde de Itabuna (Fasi), Antônio Costa, que administra o hospital. E ele foi porta-voz de uma informação desanimadora: o governo municipal não vem cumprindo com os repasses necessários para manter os pagamentos dos funcionários em dia. As datas dos repasses foram estabelecidas em um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), firmado entre Prefeitura, Sindicato e Ministério Público.
De acordo com nota do sindicato, os secretários da Fazenda, Carlos Burgos, e do Planejamento, Maurício Athayde, alegam não ter conhecimento do TAC.

OPERAÇÃO EXPRESSO TEM NOVIDADES

Tempo de leitura: < 1 minuto

César Nunes, secretário de Segurança Pública da Bahia, afirmou que o inquérito sobre o esquema de corrupção na Agerba entrou na fase de conclusão. A Polícia Civil detonou, em novembro do ano passado, uma investigação que levou para a cadeia donos de empresas de transporte, ex-dirigentes da Agerba e um advogado (relembre aqui).
A Operação Expresso investigou pagamento de propina de até R$ 400 mil para que empresas como a Catuense, Planeta e Rota Transporte adquirissem linhas intermunicipais sem licitação. Tudo seria facilitado por dirigentes como Lomanto Netto, que presidia a agência, segundo as investigações. Em Itabuna, foram presos o dono da Rota, Paulo Carletto, e a advogada Ana Luzia Velanes.
Ainda na visita a Itabuna, nesta quinta, o secretário de Segurança Pública da Bahia afirmou que também caminha para a fase de conclusão o inquérito da Operação Caracará, que investigou esquema de sonegação fiscal que deu ‘tombo’ de R$ 1,6 bilhão nos cofres do estado.

Back To Top