skip to Main Content
7 de março de 2021 | 08:37 am

UMA FORCINHA (INDIRETA) PARA PS

Tempo de leitura: < 1 minuto

O ex-governador Paulo Souto não precisa mais lamentar, em privado, eventual má-vontade da Rede Bahia. É, no mínimo, uma forcinha o que a rede lhe dá com inserções de comercial tevê de aproximadamente 30 segundos, lembrando Antônio Carlos Magalhães, eternizado ACM, em pleno período eleitoral.Souto, lembremos, foi cria do carlismo e a ele recorreu por várias oportunidades neste horário eleitoral na tevê.
Em tempo: nesta sexta, 3, será inaugurado na capital o Instituto Antônio Carlos Magalhães de Ação, Cidadania e Memória (IACM), daí a razão do comercial. Se vivo estivesse, o ex-senador completaria 83 anos no próximo sábado. ACM morreu em 2007, meses depois de ver adversários tomar-lhe o poder na Bahia, via urna!

Esta publicação possui 5 comentários
  1. Precisamos é preservar a memórias da trevas, época em que o Sr. Antonio Carlos Magalhães ajudou a tornar mais obscura, pra que nunca mais a tirania cresça em solo pátrio.

  2. quem nao pode ter fundacao e wagner e esta corja do pt que governam a bahia a quase 4 anos e nada fizeram pelo estado a nao ser gastar com propaganda.na propaganda a bahia e melhor estado do brasil , nao tem desemprego, nao tem miseria, nao tem analfabeto, a saude esta as mil maravilhas e educacao perfeita. gostaria de ver uma relacao com obras deste governo estadaua, em ilheus,itabuna,ubaitaba e outras cidades da regiao.

  3. Olha, eu não estou defendendo ninguém, nem tampouco políticos. Referente esta matéria, em que o editor faz críticas referentes a uma pessoa que se foi. Pois é, devido a tantas caronas que nós estamos vendo aí, nessa campanha política. Infelizmente, defendo as homenagens que estão fazendo pelo ex-senador. Pois, foi o único político que com todos os defeitos, sempre respeitou a bahia.Pois, os que aí estão não tem respeito por ninguém. Estão sim, usando o nome do Presidente para tentar iludir novamente o pessoal do Bolsa Família. Como se essa tal bolsa fosse resolver o problema da Bahia. Espero que meus comentários seja colocado no ar. Atenciosamente! José Carlos de Itabuna, Bahia.

  4. Eu não sei quem pode se interessar pela vida de um homem que se fez na política lambendo as botas dos generais na época da ditadura militar. Serviçal do regime, ACM foi fiel aos militares até o fim.
    O último general-presidente, João Batista de Figueiredo, o tinha como um puxa-saco, e por isso desprezava-o. Na sua forma grosseira de ser sincero,(“prefiro cheiro de cavalo ao de gente”) Figueiredo dizia: “esse Antonio Carlos é um puxa-saco”.
    Não sei que tipo de gente pode admirar um homem que até os ditadores só o teleravam por conta da utilidade que tinha dentro do regime. Sinceramente. A Bahia suspirou aliviada quando da sua morte.

  5. Acm foi muito tarde. Não fez e não faz falta alguma. Desprezo essa idéia de defender a bahia, batendo nos outros, não respeitando os outros. A liberdade tem que existir independente de opinião,ideías etc. Os que venerão Acm, com certeza não lembram dos desmandos praticados por este senhor. Eu lembro das perseguições a jornalistas e radialistas. do judiciário que não tinha liberdade etc. Graças a Deus, hoje temos liberdade.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top