skip to Main Content
4 de junho de 2020 | 05:28 am

E AGORA, PSDB?

Tempo de leitura: 3 minutos

Marco Wense
Os tiros deflagrados pela campanha do tucano José Serra, tendo como alvo Dilma Rousseff, candidata do PT à presidência da República, estão saindo pela culatra. Nenhum deles, até agora, nem de raspão atingiu a petista.
O problema é que Dilma Rousseff vem se transformando em uma inesperada surpresa, até mesmo para o presidente Lula. Os oposicionistas estão sobressaltados com o desempenho da ex-ministra no processo eleitoral.
Dilma, para o desespero do tucanato, está mais solta. Vem conquistando o seu próprio espaço. Já não depende tanto da “garupa” – palavra usada pela oposição – do maior cabo eleitoral da história republicana, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
Uma fatia do eleitorado, que faz sua opção de voto sem a influência de quem esteja apoiando o candidato, começa a caminhar em direção a Dilma. Para esses eleitores, que antes eram considerados indecisos, a petista tem luz própria.
Os marqueteiros da campanha de Serra estão perdidos diante de uma Dilma cada vez mais surpreendente, andando com seus próprios pés e com uma disposição para liquidar a fatura logo no primeiro turno.
Além de ter que enfrentar o impressionante poder de transferência de votos do presidente Lula, os tucanos se deparam com uma Dilma mais Dilma e menos Lula. Uma Dilma mostrando que tem competência para governar o Brasil.
SIGILO

De início é bom dizer que é preciso colocar na cadeia os responsáveis pela quebra do sigilo fiscal da filha do presidenciável José Serra (PSDB).
Os tucanos, no entanto, irresponsavelmente, ficam insinuando que o PT e a candidata da legenda ao Palácio do Planalto, a ex-ministra Dilma Rousseff, têm participação no escabroso caso.
Se ficar comprovado que o PT não tem nada com esse neo-escândalo, o candidato José Serra vai ficar na história da República como protagonista da maior surra eleitoral de todos os tempos.
Vale lembrar que a figura do “aloprado”, expressão usada pelo presidente Lula, é inerente a qualquer agremiação partidária. Os mensalões da vida estão aí, envolvendo os aloprados do PT, DEM, PMDB e PSDB.
O POLÊMICO BENÉ
Até as freiras do Convento das Carmelitas sabem que o jornalista Ederivaldo Benedito, mais conhecido como Bené, é um adepto fervoroso da polemicidade e da irreverência.
Sobre o imbróglio na Câmara de Vereadores de Itabuna, o polêmico Bené, na frente do programa “Bom Dia Bahia”, Rádio Nacional, tem três bombásticas opiniões: 1) o vereador Roberto de Souza, primeiro secretário da Mesa, busca o apoio político de Geddel e Fernando Gomes na tentativa de salvar seu mandato. 2) a futura presidência do Legislativo caminha para as mãos de Claudevane Leite, o Vane do Renascer. 3) Roberto de Souza só tem o apoio dos vereadores Raimundo Pólvora e do comunista Wenceslau Júnior.
A expectativa fica por conta de outras declarações de Bené em relação a outros vereadores e, principalmente, sobre a Comissão Especial de Inquérito (CEI), presidida por Milton Gramacho, da base aliada do prefeito José Nilton Azevedo (DEM)
Marco Wense é articulista do Diário Bahia.

Esta publicação possui 12 comentários
  1. Nada de sigilo quebrado. O que pareçe é que “plantaram” aquela procuração lá, pois nada relacionado a esta filha deste “bicho raivoso como disse LULA”, nunca apareceu notícia alguma sobre os bens dela. Quem plantou lá vai colher, o povo não é mais otário de cair em um papo idiota desses, Serra recolha-se a sua insignificância, O BRASIL É 13, 13 DA MELHORA DE VIDA.

  2. Companheiro Luis,comcordo plenamente com seu ponto de vista o Brasil melhorou com o Lula, mas em compensação a Bahia ficou a ver navios,olha foi o pior Governador que a Bahia já teve nos ultimos 50 anos.Não se consegue apontar em região nenhuma uma obra segnificativa que esse governo realizou,vc ver Ceará e Pernanbuco buscou varias obras e veja que são gestores de outros partidos que não são amigos e muito menos do mesmo partido do Presidente Lula.Naõ sei se vc comcorda? PORISSO AMIGO VAMOS VOTAR NO 15,GEDDEL VIEIRA LIMA.PRÁ CHEGAR E RESOLVER.

  3. QUERO SABER ONDE ESTÁ O BRASIL DE LULA QUE TANTO FALAM, É NO BRASIL ISSO, AONDE??? MAS A OPÇÃO É DILMA POIS O PSDB COM FHC SÓ FEZ BESTEIRAS, O BRASIL PRECISA MELHORAR É A CORRUPÇÃO E SÓ.

  4. Sobre a quebra de sigilo, há indícios de que houve fogo “amigo”.
    No fim de 2009, o PSDB travava uma guerra intestina para ver quem seria o escolhido para candidato a Presidência.
    Ecim Queijin de Minas dum lado e Zé Ladeira do outro; cada um deles querendo comer o fígado do outro.
    O Queijin de Minas teria feito alguns “levantamentos” sobre peças importantes do tabuleiro tucano. Tencionava dar uma pressãozinha na rede…
    Mas quem deu os dois primeiros tiros foi a turma do Zé Ladeira.
    Primeiro numa notícia plantada sobre uma possível overdose do Queijin e depois um boato de espancamento de uma namorada.
    Acho que a partir daí, a turma do Zé Ladeira colocou todos os trunfos na mesa.
    Ecim Queijin de Minas recolheu o carro, pois viu que a turma do Zé tinha mais balas do que ele.
    Ou seja, se a PF trabalhar direito vai descobrir que teve emplumado atirando no pé de emplumado da mesma espécie.

  5. -PSDB,
    O BRASIL JÁ ESTÁ ACOSTUMADO COM ESSAS MANOBRAS POLITICAS DESTE PARTIDO QUE LOGO-LOGO VAI MUDAR DE NOME, COMO POR DIVERSSAS VEZES FEZ O SEU MAIOR ALIADO.
    QUEM SABE O PSDB PODERÁ ADOTAR UM DOS TANTOS NOMES QUE O FALECIDO DEM JÁ DESCARTOU, ARENA,PDS,PFL…
    -BENÉ,
    É CLARO QUE TODOS NÓS JÁ CONHECEMOS ESSE LADO POLEMICO DESTE GRANDE JORNALISTA, QUE É UMA PESSOA SENSACIONAL, MAS É
    EX. MILITANTE DE PARTIDO DE ESQUERDA,
    EX. AMIGO DOS DESEMPREGADOS POLITICOS,
    EX. DEFENSSOR DOS MAIS CARENTES,
    EX. CRITICO DE POLITICOS CORRUPTOS,
    MAS CONTINUA SENDO UM ANALISTA DE BOA QUALIDADE.
    -AO MEU BOM AMIGO BENÉ,
    ¨OLHE PELOS SEUS, HOJE,
    PARA QUE AMANHÃ ALGUEM
    POSSA OLHAR POR VOÇʨ.

  6. Qual será o golpe final da Globo? O que fazer a respeito?
    por Luiz Carlos Azenha
    Bala de prata. Há muito se especula sobre bala de prata. Qual será a “bala” atirada pelo consórcio Organizações Globo/Folha/Estadão/PSDB/DEM na véspera do primeiro turno, em 2 de outubro de 2010, para tentar mudar o quadro eleitoral? Em 2006 foram as fotos do dinheiro apreendido com os aloprados do PT, que teriam tentado comprar um dossiê contra o então candidato a governador José Serra. Ninguém tratou do conteúdo do dossiê: as ambulâncias superfaturadas compradas durante a gestão de Serra no Ministério da Saúde. Aliás, a Globo passou a tratar aquele dossiê como “falso dossiê”, quando todas as informações oficiais mostram que o esquema das ambulâncias superfaturadas vicejou durante a administração Serra.
    Naquela ocasião, as fotos “vazaram” justamente na antevéspera da eleição, para que pudessem ser publicadas na véspera, estrelando a edição do Jornal Nacional. Foi obra do delegado Edmilson Bruno, cuja conversa com os jornalistas na hora do vazamento se tornou um clássico da conjunção carnal entre fonte e mídia, com o delegado sugerindo o uso de photoshop, instruindo repórteres sobre como proceder com a divulgação das informações, contando que ia mentir para o superior hierárquico sobre a fonte do vazamento e se referindo a uma “foto da Globo” — tudo isso sob o silêncio complacente dos “profissionais” da mídia.
    Para ouvir a conversa gravada, clique aqui.
    Na opinião de Luís Nassif, a bala de prata deste ano terá relação com o envolvimento de Dilma Rousseff na resistência ao regime militar. Também acho que seja o mais provável, dado que conheço inúmeros casos de gente que decidiu não votar na candidata do PT depois de receber por e-mail “notícias” (obviamente falsas) sobre crimes atribuídos à candidata. Não é outro o motivo das correntes de e-mail que tem sido bombardeadas diuturnamente na rede contra Dilma: preparar o terreno para alguma ação de grande alcance, provavelmente no Jornal Nacional. Ou seja, quando a bala de prata for disparada funcionará como uma espécie de confirmação. Registro que muita gente recém-chegada ao mundo da rede devota profunda credibilidade à palavra escrita e, por não encontrar na rede fontes de desmentido, tende a acreditar que “onde há fumaça há fogo”. Estranho, portanto, que a campanha de Dilma não tenha preparado algum tipo de vacina preventiva contra as mentiras.
    É óbvio que não sabemos exatamente o que vai acontecer, nem quando. Como tem sido assim na história das eleições brasileiras, tudo indica que acontecerá de novo. O que me leva à pergunta seguinte: qual deve ser a consequência para a concessão pública de rádio ou de TV que embarcar na disseminação da mentira? Uma campanha para o cancelamento de assinaturas (das publicações das Organizações Globo), apoiada pelas centrais sindicais, pelos movimentos sociais e pela blogosfera? Uma campanha de boicote aos anunciantes, patrocinada pelas centrais sindicais, pelos movimentos sociais e pela blogosfera? Ações coletiva na Justiça? Punição, dentro das regras já existentes, às concessões que praticarem crimes eleitorais?
    Deixo a questão em aberto para que vocês reflitam e façam sugestões. Vou sugerir ao Altamiro Borges, do Centro de Mídia Alternativa Barão de Itararé, que pense em articular algum movimento coletivo que deixe claro, desde já, que tentativas de fraude eletrônica antecipada das eleições de 2010 terão consequências práticas aos que forem patrocinadores dela.
    Fonte:
    http://www.viomundo.com.br/opiniao-do-blog/qual-sera-o-golpe-final-da-globo-o-que-fazer-a-respeito.html

  7. È porque a Bahia tinha tantos rombos que Wagner não conseguiu tapá-los e construir tudo a contento… Entretanto, os próprios institutos de pesquisa dizem que a Bahia tem hoje a economia que mais cresce.
    Calma pessoal, no tempo do carlismo, ninguém divulgava, nem falava nada disso, apesar de todas as misérias. Também os principais veiculos de comunicação sempre foram da família ACM; O jornal A Tarde vivia sob ameaças…

  8. Os (meios de comunicação) que não eram da família carlista ou dominados por eles, tinham seus proprietários ameaçados e até mortos.
    Há um caso desse em Itabuna… Não há?

  9. É impressionante a falta de clareza dos opositores. É incrível como essa turma reluta em reconhecer a genialidade e a visão de Lula. O operário presidente tirou o Brasil da condição de pedinte e o transformou em oitava economia do planeta, ultrapassando a Espanha, e ano que vem será o sétimo país mais rico do mundo, superando a Itália. O homem que criou 14 milhões, eu disse 14 milhões de novos empregos com carteira assinada, que renovou a indústria naval, isso mesmo, a indústria naval, tirou 24 milhões de pessoas da miséria, elevou mais de 30 milhões à classe média, deu oportunidade de educação superior ao pobre com o ProUni, criou mais universidades do que todos os outros juntos, levou luz para os quatro cantos do Brasil, com o Luz para Todos, recebeu do Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, o título de político mais popular do mundo… Será que esse homem, “o Cara”, iria escolher uma pessoa incompetente e despreparada para dar continuidade ao seu governo? É a prepotência que fecha os olhos dessa elite e pseudo elite da Bahia. Dilma vai dar uma surra de “cipó caboco” em serra que ele vai chorar 7 dias e 7 noites sem parar e sem consolo pra deixar de ser mentiroso e megalomaníaco.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top