skip to Main Content
23 de fevereiro de 2020 | 03:41 am

CADEIRINHAS NÃO PROTEGEM CRIANÇAS EM COLISÕES LATERAIS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Todos que tem filhos pequenos querem garantir a segurança deles, principalmente quando transportados no carro. Por isso, é preocupante o que apontou avaliação de bebês confortos para levar no carro as crianças com até 13 kg, de seis fabricantes diferentes, encomendada pela Pró Teste.
O teste mostrou que eles protegem bem nos casos de colisões frontais, mas nenhum impede que a criança bata com a cabeça na porta do veículo se ocorrer choque lateral.
A legislação brasileira não exige o teste de impacto lateral. No exterior também não, no entanto, lá os fabricantes incluem esse teste. Por que não incorporar esse teste no Brasil? É a vida de nossas crianças que está em jogo. Informações do blog da Maria Inês Dolci.
Confira mais informações aqui

Esta publicação possui 2 comentários
  1. Sinceramente não consigo entender os orgãos de transito brasileiros ,a cada ano aparece com novas ¨leis¨que sabemos que não vai pegar!pois não existe fiscalização efetiva e muito memos punição aos infratores,exige cadeirinha para os automoveis,mas e as empresas de ônibus ,que nesses feriadões da vida lotam seus veiculos e transportam passageiros como se fossem animais,não disponibilizam carros extras e ainda vendem mais passagens que lugares .não se preocupam em ter um transporte publico com segurança,por isso vivemos esse trânsito tão violento e caótico.

  2. Concordo com CONFUSO, as colisões laterais não protegem niguém, o que poderiam amenizar os estragos laterais seriam as proteçãos de barra nas portas dos veiculos, assim como a lei da cadeirinha e lei seca tendem a acabar com o passar do tempo, a lei seca daqui uns dia acaba, ora, quém é o protomor juiz ou outra autoridade superior que quer ver seus filhos ou parentes presos? ou se deixam brechas nas leis ou elas acabam.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top