skip to Main Content
28 de março de 2020 | 11:54 am

COSME ARAÚJO SOUBE DE ENCOMENDA DE MORTE HÁ 3 MESES

Tempo de leitura: < 1 minuto

O advogado Cosme Araújo afirmou em entrevista exclusiva ao Pimenta que soube, “há uns três meses”, que o advogado Bruno Daneu havia encomendando a sua morte a membros da organização criminosa paulista PCC. Daneu foi preso nesta quinta-feira, 21, durante a Operação Thêmis, da Polícia Civil. Além dele, outras 39 pessoas envolvidas com o tráfico de drogas e corrupção no judiciário do sul da Bahia foram parar atrás das grades (veja aqui).
A encomenda da morte de Araújo foi flagrada em interceptações telefônicas da Polícia Civil, que investigava uma quadrilha de traficantes do sul e extremo-sul baianos há, pelo menos, dois anos. O conteúdo da interceptação foi revelado ao advogado pelo presidente da subseção ilheense da OAB e por um juiz.

Esta publicação possui 10 comentários
  1. É basicamente uma tolice dar ouvido a este tipo de coisa. Se o PCC ou qualquer outra facção criminosa quisesse matar alguém em Ilhéus, certamente, essa pessoa estaria morta alguns dias depois do planejamento.
    Estou certo que a suposta gravação é descontextualizada e será esclarecida no momento oportuno.

  2. Esse Cosme Araújo é uma piada! Se o cara tivesse encomendado a morte dele ao PCC, a essa altura ele estaria pedindo para psicografar sua entrevista lá do inferno!!! Fala sério! Isso sempre me pareceu picuinha de advogado que está perdendo cliente para o outro… E ele é craque nisso! Briga com todo advogado que começa se destacar e a ter clientes que eram dele. É tudo mentira!

  3. Inicialmente quero esclarecer ao blogueiro que na entrevista que dei ao pimenta na muqueca, em nenhum momento disse que as pessoas que foram contactadas pelo sr. bruno cujo os nomes constam no material que me foi apresentado pelo juiz da 2ª vara crime, onde existem fortissimos indicios da sua pretensão em determinar minha eliminação seriam de qualquer facção criminosa, até porque não sei. Só sei que as pessoas existem. Saliente-se que o douto juiz não é leviano como afirmou o advogado dele da defesa na OAB quando covardemente assim deixou transparecer. Ao contrário, acho que o Dr. Juiz contribuiu para salvar minha vida, e por isso e por outros atributos invejaveis merece respeito, ao contrário de quem tentou vilipendiar sua conduta de magistrado competente e ético. Deixo também muito claro, que não disse na entrevista que foi o Presidente da OAB quem havia comentado sobre o episódio, e sim, o Juiz, que o fez na presença do Presidente. Quanto ao comentário o de uma tal de Lélio, pelo visto esse também faz parte de organização criminosa, pois, demosntrou ser expert no assunto. Se for o cidadão que estou imaginando, não tenho dúvida pois é da trupe manjada e despeitada contra minha pessoa. Tenho dito!

  4. O Curioso é também da quadrilha organizada na justiça em Ilhéus e Itabuna. Não merece comentário, pois, é covarde porque se esconde no anonimato, mas, sei que é pela linguagem chula que lhe peculiar e inconfundivel.É inclusive a mesma liguagem do advogado preso.

  5. Prezado editor, solicito a gentileza de excluir meu último comentário.
    Minha reputação precede-me e discutir com alguém que sequer pode-se confirmar a indentidade é tolice que a juventude não me confere mais.
    Agradeço a atenção.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top